4 Recursos Literários Usados ​​em Provérbios

Os recursos literários usados ​​nos ditos são os elementos literários dos quais esses ditos populares são usados ​​para cumprir seu objetivo: transmitir um conselho, uma reflexão, um ensino ou uma moral sobre os aspectos cotidianos da vida.

Os ditos têm dois tipos de conteúdo: o explícito ou literal, e o implícito, que se refere ao significado alternativo que constitui o conselho, a reflexão, o ensino ou a moral a ser transmitida.

4 Recursos Literários Usados ​​em Provérbios 1

O significado implícito do ditado é sua característica mais importante. É dado pelos recursos literários ou retóricos que são usados ​​neles e que servem para usar o idioma de maneira não convencional.

Os 4 recursos literários mais utilizados em ditados

Os principais recursos literários utilizados nos ditados são metáfora, analogia, rima e trocadilho.

1- A metáfora

A metáfora é conceder as qualidades de um objeto ou conceito a outro, fazendo uma comparação entre elas em sentido figurado para facilitar sua compreensão. Na metáfora, a comparação é poética, isso difere da analogia.

Exemplos

– Gênio e figura até o túmulo.

– Abajur na rua, escuridão na casa.

– Um prego tira outro prego.

– Camarão que adormece leva a corrente.

– A água passada não move moinhos.

2- A analogia

A analogia é a relação de semelhança ou semelhança entre dois elementos diferentes, segundo o qual um pode representar o outro.

Exemplos

– O diabo sabe mais do que do diabo.

– Quem ensina lobos com uivos.

– Para palavras tolas, ouvidos surdos.

– Tal pai tal filho.

– Eles são lobos da mesma colina.

3- A rima

É a repetição de sons semelhantes no final de cada verso, estilizando o texto.

Exemplos

– Cada ovelha com seu parceiro.

– A Deus implorando e com a marreta dando.

– Embora o macaco esteja vestido de seda, Mona fica.

– Quem foi à vila perdeu a cadeira.

– Antes dos meus dentes do que meus parentes

4- O trocadilho

Esta figura consiste em usar uma palavra de maneira a sugerir dois ou mais significados. O duplo significado que uma palavra pode ter, sua repetição e as palavras da mesma família aproveitam o jogo de palavras.

Exemplos

– O que sai e distribui permanece com a melhor parte.

– Olho por olho dente por dente.

– Sapateiro no lugar dele.

– quem fala, semeia; quem ouve e se cala reúne e semeia.

– pão, pão; E vinho, vinho.

É possível que vários recursos literários estejam presentes no mesmo ditado. Esse seria o caso com os seguintes exemplos:

Rima e analogia

– Na necessidade, a amizade é conhecida.

Metáfora e trocadilho

– Para rei morto, coloque rei.

Rima e metáfora

– Amor, fogo e tosse, descubra seu dono.

Os ditos fazem parte da cultura e tradição do povo. Suas frases curtas contêm a sabedoria popular que faz parte de seus costumes e que é legada de geração em geração.

Assuntos de interesse

Provérbios curtos .

Provérbios de amor .

Provérbios com rima .

Provérbios mexicanos .

Provérbios chilenos .

Referências

  1. García-P., M. (1997). Propriedades linguísticas do ditado (II): o léxico. Em Cvc.cervantes.es
  2. Gómez, G. (2014). Locuções e provérbios para dar e receber. Em: Ebrary.com
  3. López, X. (2014). O ditado como estratégia comunicativa: (Des) codificação do sentido e da função pragmático-discursiva. No Ebrary.com
  4. Ramírez, R. (2006). Abordagem para uma análise pragmática do ditado: dimensão argumentativa. Em: Ebrary.com
  5. Tuson, VJ (2003). Introdução à linguagem Em: Ebrary.com

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies