Escudo de Culiacán: História e Significado

O Escudo de Culiacán é um dos símbolos mais importantes da cidade mexicana de Culiacán, capital do estado de Sinaloa. Este emblema possui uma rica história e grande significado para os habitantes locais, representando a identidade e a cultura da região. Neste artigo, exploraremos a origem do Escudo de Culiacán, seus elementos e simbologia, bem como o papel que desempenha na identidade da cidade.

Significado do escudo de Culiacán: história, tradição e símbolos representativos da cidade mexicana.

O escudo de Culiacán é um símbolo importante que representa a história, a tradição e os valores da cidade mexicana. Este escudo possui uma rica história e significado, que remonta aos tempos antigos da região.

O escudo de Culiacán é composto por vários elementos que representam diferentes aspectos da cidade. O centro do escudo apresenta um brasão com a imagem de um sol radiante, simbolizando a energia e a vitalidade do povo de Culiacán. Ao redor do brasão, há duas figuras que representam a fertilidade da terra e a abundância de recursos naturais da região.

Além disso, o escudo de Culiacán também inclui símbolos que remetem à herança indígena da cidade, como figuras geométricas e padrões tradicionais. Estes elementos refletem a rica diversidade cultural da região e a importância da preservação das tradições locais.

Em suma, o escudo de Culiacán é um emblema que encapsula a história, a tradição e os valores da cidade mexicana. Este símbolo representa a identidade única de Culiacán e serve como um lembrete do orgulho e da resiliência de seu povo.

Significado do Escudo de Sinaloa: história, simbolismo e representações culturais da região mexicana.

O Escudo de Sinaloa é um símbolo importante que representa a história e a cultura da região mexicana de Culiacán. Composto por diversos elementos simbólicos, o escudo possui uma rica história que remonta à época pré-hispânica.

Os principais elementos do Escudo de Sinaloa são a figura de um índio, um feixe de espigas de milho, um rio e uma montanha. O índio representa os povos nativos da região, enquanto o milho simboliza a agricultura, uma das principais atividades econômicas de Sinaloa. O rio e a montanha representam a geografia diversificada do estado.

Relacionado:  O que é a cidade? Características principais

A história por trás do Escudo de Sinaloa remonta aos tempos pré-colombianos, quando a região era habitada por diversas culturas indígenas. Com a chegada dos espanhóis, a região foi colonizada e passou por diversas transformações. O Escudo de Sinaloa foi oficialmente adotado em 1945, como forma de representar a identidade e a história do estado.

O Escudo de Sinaloa é um símbolo de orgulho para os habitantes da região, que se identificam com os valores e tradições representados em seu emblema. Além disso, o escudo também é utilizado em diversas manifestações culturais e eventos comemorativos, como forma de celebrar a rica história e cultura de Sinaloa.

Proteção de Culiacán: o escudo que defende a cidade com honra e bravura.

O Escudo de Culiacán é um símbolo histórico que representa a cidade com orgulho e coragem. Ele é uma manifestação visual da identidade e da história da região, servindo como um escudo protetor que defende a cidade com honra e bravura.

O Escudo de Culiacán possui diversos elementos simbólicos que remontam à história da cidade. A imagem de um guerreiro indígena representa a resistência e a força do povo local, enquanto a coroa de ouro simboliza a nobreza e a grandeza da região. A espada e o escudo são sinais de proteção e defesa contra qualquer ameaça que possa surgir.

Além disso, as cores do Escudo de Culiacán também possuem significados importantes. O vermelho representa o sangue derramado pelos heróis que lutaram pela cidade, o verde simboliza a esperança e a fertilidade da terra, e o branco representa a pureza e a paz que a cidade busca manter.

Em resumo, o Escudo de Culiacán é muito mais do que um simples símbolo visual. Ele é uma representação da história, da identidade e dos valores da cidade, protegendo-a com honra e bravura ao longo dos anos.

Significado de Coltzin: descubra o significado por trás desse nome misterioso.

O Escudo de Culiacán é um símbolo importante que representa a cidade de Culiacán, no estado de Sinaloa, no México. Este escudo possui diversos elementos que carregam significados históricos e culturais profundos, incluindo o nome misterioso “Coltzin”. Mas o que esse nome realmente significa?

Coltzin é uma palavra de origem náhuatl, que era a língua dos astecas. Náhuatl é uma língua rica em significados e simbolismos, e Coltzin não é exceção. Este termo significa “governo” ou “autoridade”, e era usado para se referir aos líderes ou governantes astecas. Portanto, ao incluir o nome Coltzin no Escudo de Culiacán, os criadores estão homenageando a história e a tradição asteca, destacando a importância do governo e da liderança na cidade.

O Escudo de Culiacán também apresenta outros elementos significativos, como o brasão de armas da cidade, representando sua identidade e história. Além disso, o escudo inclui imagens que simbolizam a agricultura, a pesca e a indústria, refletindo a diversidade e a riqueza da região.

Em resumo, o Escudo de Culiacán é mais do que apenas um símbolo visual. Ele carrega consigo séculos de história, tradição e significado cultural. E o nome misterioso “Coltzin” é apenas uma peça desse quebra-cabeça fascinante que é a identidade da cidade de Culiacán.

Escudo de Culiacán: História e Significado

O escudo de Culiacán é a representação simbólica do referido estado mexicano. Baseia-se nos princípios fundamentais sobre os quais este território foi fundado desde que se tornou oficial em 1831.

A cidade de Culiacán (Col-hua-can ou Cul-hua-can), localizada em Sinaloa, México, possui uma grande riqueza histórica.

Escudo de Culiacán: História e Significado 1

O significado do nome deste lugar significa “lugar daqueles que adoram o Deus Coltzin” e isso é algo que se reflete em seu escudo oficial.

História do escudo de Culiacán

A cidade de Culiacán teve sua origem nos tempos pré-hispânicos, quando os Nahoas (antiga tribo originária da Mesoamérica) ocupavam o que hoje é Sinaloa.

Naquela época, o nome da denominação do território era «Huey-Culhuacán, Colhuacan».

A vila de «San Miguel de Culiacán» foi fundada oficialmente em 1531 por Nuño Beltrán de Guzmán. Em 21 de julho de 1823, Culiacán foi premiado com a categoria de cidade.

O escudo de Culiacán não foi oficializado até muitos anos depois, quando em 1960 foi publicado no número 90 do Jornal Oficial do Estado de Sinaloa. O pintor e muralista mexicano Rolando Arjona Amabilis foi o seu criador.

Relacionado:  10 frutas e legumes começando com J

Referências ao passado estão representadas no escudo, bem como o uso da simbologia que enfatiza a história do estado mexicano de Culiacán e o “destino de seus habitantes”.

O decreto municipal número 13 explica a simbologia por trás do escudo e suas características, sobre as quais falaremos a seguir.

Significado

De acordo com o decreto municipal número 13, publicado no número 90 do Jornal Oficial do Estado de Sinaloa, esse escudo tem as seguintes características:

Suas bordas são de uma terra avermelhada, que representa as solas férteis e o território de Culiacán.

No interior, há um hieróglifo que representa uma colina com a cabeça humana inclinada para a frente.

Esta é uma referência a Coltzin (“conhecido como Deus Torcido”), originalmente da mitologia de Nahuat, que se diz ter dado nome a uma tribo antiga (Nahuatlaca colhua), que mais tarde reconheceu o território como “Colhuacán” ou “Teocolhuacán”. .

Atrás do hieróglifo há uma cruz e uma estrada de terra com algumas pegadas que terminam em uma construção.

Esta é a representação dos missionários que deixaram San Miguel de Culiacán ao norte, que são homenageados por sua bondade e heroísmo.

Na parte superior do escudo, a palavra «Culiacán» é lida e na parte inferior «Colhuacan», uma vez que este era o nome original na língua nahuatl .

Você também pode ver uma pequena colina com uma semente em germinação e um sol nascente ao fundo, simbolizando o clima quente que caracteriza o território e o esforço agrícola dos habitantes locais.

Referências:

  1. Escudo e significado. Recuperado em 21 de setembro de 2017, de culiacanweb.galeon.com
  2. Estado de Sinaloa, Culiacán. Recuperado em 21 de setembro de 2017, de http://siglo.inafed.gob.mx
  3. Escudo de Culiacan. Recuperado em 21 de setembro de 2017, em wikipedia.org
  4. Culiacán ativo. Recuperado em 21 de setembro de 2017, de culiacan.gob.mx
  5. Osuna Lopes, Faustino. (2014). Rolando Arjona Amabilis, autor do escudo de Sinaloa, morreu. Recuperado em 21 de setembro de 2017, de lavozdelnorte.com.mx

Deixe um comentário