Qual é o efeito Hawthorne?

O efeito Hawthorne é um fenômeno observado em estudos de psicologia e gestão, que se refere à melhoria no desempenho de um grupo de pessoas quando sabem que estão sendo observadas ou que estão participando de um estudo. Esse efeito foi identificado em uma série de experimentos realizados na fábrica da Western Electric Company, na década de 1920, onde os trabalhadores apresentaram um aumento na produtividade após receberem atenção especial dos pesquisadores. O efeito Hawthorne é amplamente estudado até hoje e tem sido utilizado para compreender melhor o comportamento humano e a influência do ambiente de trabalho na produtividade e satisfação dos funcionários.

Entenda o significado do Efeito Hawthorne e sua influência nos estudos de produtividade.

O Efeito Hawthorne é um fenômeno observado em estudos de produtividade que mostra como a simples atenção dada aos trabalhadores pode influenciar positivamente seu desempenho. Esse efeito foi identificado a partir de uma série de experimentos realizados na fábrica da Western Electric Company em Hawthorne, nos Estados Unidos, na década de 1920.

Os estudos realizados inicialmente tinham como objetivo analisar os efeitos da iluminação no ambiente de trabalho sobre a produtividade dos funcionários. No entanto, os pesquisadores perceberam que, independentemente das condições de iluminação, a produtividade dos trabalhadores aumentava. Isso levou à conclusão de que a simples atenção dada aos funcionários durante a realização dos experimentos estava impactando positivamente seu desempenho.

O Efeito Hawthorne destaca a importância de fatores psicológicos e sociais no ambiente de trabalho, demonstrando que o comportamento dos trabalhadores pode ser influenciado por diversos aspectos, como o reconhecimento, a motivação e o ambiente de trabalho em si. Essa descoberta revolucionou os estudos de produtividade e gestão de pessoas, mostrando que as relações interpessoais e o bem-estar dos funcionários são fundamentais para o sucesso de uma organização.

Portanto, o Efeito Hawthorne nos lembra da importância de considerar não apenas os aspectos técnicos e operacionais, mas também as questões emocionais e sociais no ambiente de trabalho. Ao compreender e aplicar os princípios desse efeito, as empresas podem criar um ambiente mais saudável e produtivo, promovendo o bem-estar e o engajamento dos colaboradores.

Entenda a teoria de Hawthorne e sua influência nas relações de trabalho e produtividade.

A teoria de Hawthorne surgiu a partir de uma série de estudos realizados na fábrica da Western Electric, em Chicago, na década de 1920. Os pesquisadores descobriram que o ambiente de trabalho e as relações interpessoais exerciam grande influência sobre a produtividade dos trabalhadores. Essa abordagem revolucionária mudou a forma como as empresas enxergavam seus colaboradores e impactou significativamente as práticas de gestão.

Um dos principais conceitos da teoria de Hawthorne é a ideia de que os funcionários não são apenas máquinas que executam tarefas, mas indivíduos complexos que são influenciados por diversos fatores, como o ambiente de trabalho, as relações sociais e as expectativas da empresa. Essa abordagem humanizada trouxe à tona a importância de considerar as necessidades e sentimentos dos trabalhadores para promover um ambiente mais saudável e produtivo.

Relacionado:  Interacionismo Simbólico: o que é, desenvolvimento histórico e autores

Uma das experiências mais famosas realizadas durante os estudos de Hawthorne foi a iluminação na fábrica. Os pesquisadores perceberam que, ao aumentar ou diminuir a intensidade da luz no ambiente de trabalho, a produtividade dos funcionários também sofria alterações. Esse fenômeno ficou conhecido como “Efeito Hawthorne” e demonstrou que as mudanças nas condições de trabalho podem impactar diretamente o desempenho dos colaboradores.

O Efeito Hawthorne influenciou profundamente as relações de trabalho e a produtividade nas empresas, incentivando a valorização do bem-estar dos funcionários e a criação de um ambiente mais participativo e colaborativo. As organizações passaram a investir em programas de qualidade de vida, treinamentos e feedbacks constantes para promover a satisfação e o engajamento dos trabalhadores, visando assim alcançar melhores resultados e um clima organizacional mais positivo.

O Efeito Hawthorne continua sendo estudado e aplicado nas organizações modernas, mostrando que o bem-estar e a motivação dos colaboradores são essenciais para o sucesso e a sustentabilidade das empresas.

Qual é o objetivo de Hawthorne em sua proposta de pesquisa?

O objetivo de Hawthorne em sua proposta de pesquisa era investigar como as condições de trabalho influenciavam a produtividade dos funcionários. Ele queria descobrir se fatores como iluminação, temperatura, pausas e supervisão afetavam o desempenho dos trabalhadores em uma fábrica. Seu objetivo principal era entender como essas variáveis ​​podiam impactar a eficiência e a satisfação dos funcionários.

Qual é o efeito Hawthorne?

O efeito Hawthorne refere-se à mudança no comportamento dos trabalhadores quando percebem que estão sendo observados ou quando participam de um estudo. Os trabalhadores tendem a melhorar seu desempenho ou modificar seu comportamento devido à atenção especial recebida durante a pesquisa. Esse efeito pode distorcer os resultados de um estudo, uma vez que os participantes podem agir de maneira diferente do que o fariam em situações normais de trabalho.

A principal descoberta da pesquisa de Hawthorne sobre a produtividade dos funcionários.

A principal descoberta da pesquisa de Hawthorne sobre a produtividade dos funcionários foi que fatores psicológicos e sociais têm um impacto significativo no desempenho no trabalho. Os estudos realizados na fábrica da Western Electric mostraram que o simples fato de os funcionários estarem sendo observados e receberem atenção especial dos supervisores levava a um aumento na produtividade, mesmo quando as condições de trabalho eram mantidas constantes.

Essa descoberta foi revolucionária, pois contradizia a crença anterior de que a produtividade era determinada apenas por fatores físicos, como iluminação, temperatura e pausas programadas. A pesquisa de Hawthorne destacou a importância do ambiente de trabalho e das relações interpessoais no desempenho dos funcionários, enfatizando que o bem-estar emocional e a motivação são essenciais para alcançar altos níveis de produtividade.

Portanto, o efeito Hawthorne refere-se a essa constatação de que a atenção e o interesse da gerência nos funcionários podem influenciar positivamente seu desempenho. Essa descoberta mudou a maneira como as empresas abordam a gestão de pessoas e destacou a importância de estratégias de motivação e engajamento no local de trabalho para melhorar a produtividade e o bem-estar dos colaboradores.

Qual é o efeito Hawthorne?

Qual é o efeito Hawthorne? 1

Às vezes, quando um grupo realiza uma investigação em que o desempenho dos participantes de uma tarefa é avaliado, eles o fazem acima do que é habitual neles. Isso não se deve a um talento inato recém-descoberto, mas ao que os cientistas chamam de “efeito Hawthorne” .

Esse efeito, descoberto quase por acidente por Elton Mayo há mais de 80 anos, parece se manifestar especialmente em situações de investigação. Explicamos brevemente sua história e as diferentes interpretações que recebeu.

Experiências na fábrica de Hawthorne

E. Mayo, psicólogo industrial austríaco, conduziu uma série de experimentos na fábrica de Hawthorne entre 1924 e 1933, a fim de investigar a relação entre as condições de luz e a produtividade de seus funcionários.

Na fase inicial do estudo, Mayo dividiu os trabalhadores em dois grupos: um trabalhava sob as mesmas condições de luz e o outro sob a luz que os pesquisadores gradualmente desligavam. Contrariamente às expectativas, ambos os grupos aumentaram seu desempenho gradualmente.

Esse fato inesperado motivou maio a continuar avaliando as relações entre desempenho e outras variáveis ​​físicas , como aquelas que produziram fadiga e monotonia nos trabalhadores. Novamente, verificou-se que, embora as alterações introduzidas fossem a priori prejudiciais, o desempenho melhorou.

A parte mais surpreendente do estudo foi que, mesmo nas etapas em que as condições eram menos favoráveis, não houve queda na produção conforme o planejado, o que mostrou a influência de outras variáveis ​​além daquelas consideradas relevantes em um primeiro momento. momento dos pesquisadores, como fatores sociais, na explicação da produtividade .

As conclusões do experimento de maio

O grupo de maio concluiu que isso se devia à própria situação da pesquisa e à presença de experimentadores, fenômeno que em 1953 recebeu o nome de “efeito Hawthorne” em homenagem às instalações onde as investigações foram realizadas.

No entanto, os trabalhadores se sentiram de maneira diferente . Para eles, o fator mais importante no aumento contínuo do desempenho foi a melhoria do relacionamento pessoal entre trabalhadores e gerência. Aparentemente, com o objetivo de promover a colaboração, os pesquisadores criaram um clima quente, em que foi dada atenção especial às demandas dos trabalhadores e eles se sentiram ouvidos.

Essa sugestão se tornou uma conclusão e serviu de base, anos depois, para uma nova corrente na administração e gestão de negócios que colocaria ênfase nas relações humanas e logo substituiria a corrente que enfatizava eficiência e produtividade por meio de estudo científico

Relacionado:  Como prevenir a violência de gênero: exemplos e valores

O que sabemos sobre o efeito Hawthorne

Em geral, a definição moderna mais aceita descreve o efeito Hawthorne da seguinte maneira: o efeito Hawthorne é a melhoria dos resultados simplesmente fazendo parte de uma investigação ou o aumento no desempenho devido à introdução de uma alteração específica em um estudo.

Os psicólogos sociais propõem que os sujeitos, percebendo que estão sendo observados, gerem crenças sobre o que os experimentadores esperam deles. Motivados pela conformidade e conveniência social, os indivíduos mudam seu comportamento para alinhá-lo a essas crenças.

É impossível dar uma resposta precisa sobre seus mecanismos, uma vez que cada disciplina adotou o nome de “efeito Hawthorne” para descrever diferentes fenômenos e, portanto, propõem explicações diferentes. Por esse motivo, seu significado tem se alterado e a investigação do efeito tem sido confusa e não muito rigorosa.

Das múltiplas definições propostas pelos psicólogos sociais, seis características que são características das situações em que o efeito Hawthorne ocorre são extraídas:

  • Novidade da situação.
  • Artificialidade da situação.
  • Alterações introduzidas no experimento.
  • A crença do trabalhador de que a situação é benéfica para ele.
  • Consciência de ser estudado ou observado por um avaliador.
  • Redução do tédio do trabalhador.

Freqüentemente, os pesquisadores estabelecem um bom relacionamento com os sujeitos, para que colaborem com eles. Dessa maneira, o pesquisador pode estar introduzindo mudanças de comportamento através da criação de um clima quente e de um ambiente em que as queixas e sugestões dos trabalhadores sejam ouvidas.

Críticas ao conceito

No contexto da pesquisa, o efeito Hawthorne é chamado de qualquer distúrbio de comportamento como resultado de sua observação ou estudo. Portanto, alguns autores apontam que é uma interpretação subsequente de resultados inesperados, principalmente quando estes são contrários à hipótese inicial.

Até as investigações originais de Mayo foram questionadas e criticadas inúmeras vezes . Interpretações alternativas foram oferecidas para aumentar o desempenho, o que torna os fundamentos da pesquisa mais fracos.

Por exemplo, a cessação da supervisão estrita dos empregadores, recebendo atenção positiva, a introdução de intervalos para descanso ou a possibilidade de perda do emprego percebido são explicações alternativas às propostas originalmente por Mayo e seus colaboradores.

Os experimentos também receberam outras críticas negativas ao seu design; Os especialistas que trabalharam não tiveram treinamento em pesquisa e os resultados não foram suficientemente verificados.

Hoje, a maioria das pesquisas dedicadas à validação do efeito Hawthorne conclui que não há evidências suficientes para sustentar sua existência.

Assim, um conceito que, durante anos, serviu de bode expiatório na literatura científica, provavelmente não passará de reflexo de um viés na interpretação dos resultados décadas atrás.

Deixe um comentário