5 Experimentos de Biologia para Secundário

Os experimentos de biologia para o ensino médio são uma ferramenta usada para ensinar alguns processos importantes dos seres vivos de uma forma interessante e dinâmico.

Bactérias, protozoários, fungos, plantas e animais formam os 5 reinos da vida e compartilham muitas características dos seres vivos. Com essas experiências fáceis, você pode aprender de uma maneira prática e divertida.

5 experimentos de biologia para estudantes do ensino médio

– Experiência 1. Extração de DNA de morango

5 Experimentos de Biologia para Secundário 1

ADN carrinhos especificando o Á ácido D esoxirribo N ucleico, esta é a molécula que contém toda a informação genética de um organismo. O DNA está presente em todos os organismos, das menores bactérias ao maior mamífero.

Estruturalmente, o DNA é uma fibra microscópica muito longa e resistente. Na maioria dos organismos, o DNA é formado por dois fios que se juntam formando uma pequena torção.

A informação genética contida no DNA é usada para produzir as proteínas de um organismo. Assim, o DNA do morango tem a informação genética para produzir proteínas de morango.

Materiais

  • 3 morangos maduros
  • ½ xícara de água da torneira
  • 1 argamassa
  • 1 recipiente de plástico
  • 2 colheres de chá de detergente líquido
  • 2 colheres de chá de sal
  • 1 filtro de papel
  • 1/3 de xícara de álcool isopropílico (da farmácia)
  • 1 barra de vidro
  • 1 palete de madeira
  • 1 saco plástico

Procedimento experimental

5 Experimentos de Biologia para Secundário 2

1-Em ½ xícara de água da torneira, misture o detergente líquido e o sal. Esta será a mistura para quebrar a parede celular, a membrana celular e a membrana nuclear do morango. Assim, o DNA do morango, que está no núcleo, pode ser extraído nas etapas a seguir.

2-Amasse bem os morangos na argamassa, facilitando assim o efeito da mistura anterior (mistura de extração). É importante não deixar pedaços grandes da fruta sem esmagá-la.

3-Adicione 2 colheres de sopa da mistura de extração aos morangos triturados, agite suavemente com a haste de vidro. Deixe descansar por 10 minutos.

4-Filtre esta mistura com o filtro de papel e despeje o líquido resultante no recipiente de plástico.

5-Adicione no recipiente plástico o mesmo volume de álcool isopropílico (frio). Por exemplo, se houver 100 ml de extrato de morango, adicione 100 ml de álcool. Não agite nem mexa.

6-Após alguns segundos, observe a formação de uma substância branca turva (DNA) na superfície do líquido. Incline o recipiente e colete o DNA com o palete de madeira.

7-Se desejar, você pode repetir o processo com outras frutas e fazer comparações.

– Experiência 2. Efeito do calor nas vitaminas

5 Experimentos de Biologia para Secundário 3

Nesta experiência, os alunos descobrirão se o cozimento de alimentos destrói as vitaminas que eles contêm. Nesse caso, a vitamina C cítrica será estudada. No entanto, os alunos podem estender o experimento a outros alimentos e vitaminas.

A vitamina C está presente em frutas cítricas, como: limões, laranjas, toranjas, etc. Quimicamente, a vitamina C é o ácido ascórbico e é uma molécula muito importante para o corpo.

Essa vitamina participa de vários processos metabólicos essenciais para a saúde e sua deficiência causa uma doença chamada escorbuto.

Materiais

  • Frutas cítricas (laranjas, limões, etc.)
  • 1 colher de sopa de amido de milho (amido de milho)
  • Iodo
  • Agua
  • 2 recipientes de vidro
  • Queimador de Bunsen (ou um fogão)
  • Pipeta (ou conta-gotas)
  • Vários tubos de ensaio com prateleira
  • Luvas resistentes ao calor
  • Uma folha de papel branca
  • Lápis
  • Blog do Notes

Procedimento experimental

Preparação do indicador de iodo

1-Misture a colher de sopa de amido de milho com um pequeno volume de água, misture para formar uma pasta.

2-Adicione 250 ml de água e deixe ferver por aproximadamente 5 minutos.

3-Com a pipeta, adicione 10 gotas da solução fervida a 75 ml de água.

4-Adicione iodo à mistura até que fique com uma cor roxa escura.

Comparando os níveis de vitamina C

1-Esprema o suco das frutas cítricas escolhidas em 2 recipientes separados.

2-Um recipiente será marcado como “aquecido” e o outro como “não aquecido”.

3-Aqueça o que está marcado como “aquecido” até ferver.

4-Com luvas, retire cuidadosamente do fogo.

5-Com o conta-gotas, adicione 5 ml de solução indicadora de iodo a um tubo de ensaio padrão de 15 ml.

6-Usando um conta-gotas limpo (para evitar contaminação), adicione 10 gotas de suco cozido no tubo de ensaio. Limpe o conta-gotas e repita com a amostra do recipiente “não aquecido”.

7-Observe em que uma cor mais escura é produzida. A cor mais escura significa que há menos vitamina C presente nessa amostra específica. Compare os resultados e analise.

– Experiência 3. Efeito sal nas sementes de alface

5 Experimentos de Biologia para Secundário 4

É sabido que as plantas precisam de água para germinar, crescer e viver. No entanto, existem muitos países no mundo que sofrem para cultivar seus alimentos porque os solos contêm muito sal.

O objetivo deste experimento é determinar se as plantas morrem quando são regadas com água salgada. Se o fizessem, em que nível de salinidade as plantas parariam de crescer e morrer?

O exposto acima é muito importante porque, dependendo da tolerância ao sal, é possível cultivar algumas plantas nessas condições.

Materiais

  • 30 sementes de alface
  • 3 vasos de plantio
  • Agua
  • Sair
  • Saldo
  • Haste de agitação

Procedimento experimental

1-Prepare duas soluções de água salgada da seguinte forma: uma com uma concentração de 30g de sal por litro de água (30g / L) e a outra com metade da concentração de sal: (15g / L).

2-A solução de controle é água pura, não contém sal.

3-Divida as sementes em três grupos de 10 sementes cada.

4-Semeie 10 sementes em cada vaso. Deve haver 3 vasos com 10 sementes cada.

5-Rotule cada pote: pote 1 -> (sal 30), pote 2 -> (sal 15) e pote 3 (controle).

6-Coloque os vasos fora de onde eles recebem luz solar.

7-Regue os vasos diariamente, cada um com sua solução correspondente: vaso 1 com solução 30, vaso 2 com solução 15 e vaso 3 com água pura Não confunda!

8-Mantenha o experimento por 2 semanas e anote as observações conforme elas ocorrem. Compare os resultados e analise.

– Experiência 4. A fermentação de leveduras

5 Experimentos de Biologia para Secundário 5

Leveduras são microorganismos muito importantes para os seres humanos. Eles ajudam a produzir pão, vinhos, cervejas, entre outros produtos para consumo humano, por meio de um processo chamado fermentação .

Por exemplo, o fermento é comumente usado na culinária para expandir a massa de pão. Mas o que exatamente o fermento faz?

Para responder a isso, você precisa reconhecer o fermento como um organismo vivo, que precisa de nutrientes para viver. A principal fonte de energia das leveduras são os açúcares, que são degradados pela fermentação.

Materiais

  • Levedura
  • 3 recipientes de vidro transparente
  • 3 pratos pequenos
  • 2 colheres de chá de açúcar
  • Água (quente e fria)
  • Marcador permanente

Procedimento experimental

1-Adicione um pouco de água fria aos 3 pratos pequenos.

2-Coloque cada recipiente de vidro em cada prato, identifique cada recipiente como: 1, 2 e 3.

3-Na tigela 1 mistura: 1 colher de chá de fermento, ¼ xícara de água morna e duas colheres de chá de açúcar.

4-Na tigela 2, misture uma colher de chá de fermento com ¼ xícara de água morna.

5-No recipiente 3, coloque uma colher de chá de fermento e nada mais.

6-Observe o que acontece em cada container. Reações diferentes ocorrem em cada vaso? Neste experimento, além da visão, o cheiro é muito importante.

7-Compare os resultados e analise.

Experiência 5: A regra dos 5 segundos

5 Experimentos de Biologia para Secundário 6

É comum ouvir que, se os alimentos caem no chão, os germes levam 5 segundos para contaminar os alimentos. A regra de cinco segundos afirma que os alimentos retirados do solo serão seguros para comer, desde que sejam coletados dentro de 5 segundos após a queda.

Este experimento avaliará se existe alguma verdade nessa teoria. O objetivo principal é determinar se a coleta de alimentos descartados em menos de 5 segundos evita efetivamente a contaminação por bactérias do solo.

Materiais

  • Alimentos que você deseja experimentar (um molhado e um seco, para comparar)
  • Cotonetes estéreis
  • Luvas estéreis
  • Cronômetro
  • 6 placas de Petri com ágar nutritivo
  • Blog do Notes
  • Lápis

Procedimento experimental

1-Coloque os alimentos úmidos (ex: carne crua) no chão, aguarde 4 segundos e retire-os do chão.

2-Com luvas estéreis, limpe o pedaço de carne com um cotonete estéril.Não toque em mais nada com o cotonete!

3-Em um ambiente estéril (um capuz), remova a tampa da placa de Petri e passe suavemente o cotonete para frente e para trás, em zigue-zague, por toda a superfície do ágar. Evite tocar na mesma área do ágar duas vezes.

4-Coloque cuidadosamente a tampa na placa de Petri, etiqueta.

5-Execute as etapas de 1 a 4 com alimentos secos (por exemplo, pão).

6-Execute as etapas de 1 a 4 para o controle, ou seja, com zaragatoas estéreis (sem ter tocado em nenhum objeto anteriormente) realizam o padrão em zigue-zague em duas placas de Petri contendo o mesmo ágar nutricional.

7-Coloque todas as placas de Petri em um ambiente a 37 ° C, que é a temperatura ideal para o crescimento bacteriano. Verifique se todas as placas de Petri estão localizadas no mesmo local.

8-Faça observações às 24h, 36h, 48h, 60h e 72h. Conte as colônias bacterianas em cada placa e em cada intervalo de tempo.

9-Representar os resultados em um gráfico e analisá-los.

Etapas gerais para conduzir um experimento

Para realizar um experimento científico, a primeira coisa que é feita é escrever uma introdução onde é proposto o que será feito. O objetivo do experimento e sua importância estão claramente descritos abaixo.

Os experimentos são baseados em observações anteriores, por isso é essencial descrever a hipótese do experimento. Basicamente, a hipótese é o que o pesquisador espera obter de seu experimento.

Posteriormente, é feita uma lista dos materiais que serão utilizados no experimento e o que será descrito em detalhes, este é o procedimento experimental. A idéia é que qualquer um possa repetir o experimento com as instruções fornecidas.

Finalmente, os resultados são descritos, analisados ​​e comparados com outros semelhantes, e conclusões são tiradas.

Referências

  1. Todos os projetos da feira de ciências. Recuperado de: all-science-fair projects.com.
  2. Projetos da Feira de Ciências da Biologia. Recuperado de: learning-center.homesciencetools.com.
  3. Projeto da feira de ciências do ensino médio. Recuperado de: education.com.
  4. Projetos da feira de ciências da biologia do ensino médio. Recuperado de: projects.juliantrubin.com.
  5. Projetos da feira de ciências do ensino médio. Recuperado de: livescience.com.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies