Antropologia Biológica: Quais Estudos, Ramos e Importância

A antropologia biológica (também chamado de antropologia física) é um ramo da antropologia geral estudar a natureza humana, considerando tanto do ponto de vista físico como biológico. A palavra “antropologia” se origina das raízes antropo- gregas (homem) e dos logotipos (conhecimento): conhecimento do homem.

A Antropologia é responsável por estudar o ser humano de maneira integral, usando o conhecimento das ciências naturais e sociais. Para ser mais eficiente em um objeto de estudo tão complexo e amplo, a antropologia se ramificou, dando origem a quatro grandes subdisciplinas.

Antropologia Biológica: Quais Estudos, Ramos e Importância 1

Além da antropologia biológica ou física, destaca-se a antropologia social ou cultural, que se concentra na compreensão do ser humano através do estudo dos costumes. Também destaca a arqueologia, que se concentra nos restos materiais (monumentos, esculturas, utensílios, documentos, etc.) das diferentes civilizações.

A última subdisciplina é a antropologia lingüística, responsável por relacionar o vocabulário e os usos lingüísticos com as características culturais das sociedades.

Objeto de estudo

Em suas origens, a antropologia biológica – desenvolvida por cientistas britânicos e americanos – concentrou seu estudo na pluralidade de variedades fenotípicas entre espécimes de uma espécie e no surgimento de novas espécies.

No entanto, o principal interesse da antropologia biológica sempre esteve no ser humano, tendo como objetivo principal o entendimento da interação do homem com o meio ambiente e sua influência na evolução da cultura.

Esses interesses são abordados a partir de duas perspectivas de estudo: descritiva e métrica.

A perspectiva descritiva concentra-se em contrastar e comparar aspectos não mensuráveis ​​entre grupos de indivíduos. Em vez disso, a perspectiva métrica estuda e desenvolve técnicas para medir aspectos mensuráveis, como partes do corpo.

Para responder à preocupação com a influência do homem no meio ambiente e na cultura, a antropologia biológica concentra seu interesse principalmente em cinco linhas de estudo:

Relacionado:  As 5 aplicações mais importantes da ciência

Evolução dos hominídeos

Através da análise de ossos hominídeos, a linha evolutiva é traçada na anatomia e, através do estudo do uso das ferramentas, é possível reconstruir aspectos biológicos e culturais.

Genética humana

Como em qualquer outra espécie, o estudo genérico permite estabelecer que os indivíduos têm uma sobrevivência e reprodução mais fáceis.

Desenvolvimento de Parcerias

Por meio dessa disciplina, é possível investigar o crescimento e o desenvolvimento das sociedades no ambiente ambiental.

Plasticidade biológica humana

A evolução biológica e cultural tem sido inter-relacionada e amplamente explicada pelas pressões ambientais.

Estudo de macacos, macacos e outros primatas

Essas espécies são os parentes mais próximos do ser humano; portanto, o estudo de sua biologia, evolução e comportamento fornece informações sobre os primeiros hominídeos.

Ramos

Para aprofundar cada uma das linhas de pesquisa nesse ramo da antropologia e dada a existência de diferentes perspectivas de estudos, a antropologia biológica divide-se em subespecialidades:

Antropologia Forense

Ele se concentra na identificação de restos humanos esqueléticos.

Bioarqueologia ou Osteoarqueologia

É dedicado ao estudo de civilizações extintas através da análise de restos ósseos localizados em sítios arqueológicos.

Primatologia

Ele se concentra no estudo de primatas.

Osteologia

Analise fósseis ósseos para inferir o contexto em que a vida do indivíduo se desenvolveu.

Somatologia

Estude o corpo humano e sua relação com o ambiente físico, químico, biológico e botânico que o cerca.

Ontogenia

Ele se concentra nos diferentes estados pelos quais qualquer organismo passa desde que foi concebido.

Paleoantropologia

Ele lida principalmente com hominídeos através do estudo de fósseis.

Paleopatologia

Estude o tipo de nutrição e doenças experimentadas por pessoas ou animais nos tempos antigos, estudando dentes, ossos e amostras de cabelo ou pele.

Antropologia genética

Analise a evolução genética entre humanos e primatas.

Ecologia humana

Ele se concentra no estudo da adaptação da cultura e do espaço às pressões ambientais.

Relacionado:  O que é o processo de construção da ciência?

Raciology

Ele concentra sua atenção no estudo dos personagens físicos das diferentes raças humanas.

Importância

Em termos de importância, a antropologia biológica ou física trouxe grande valor à sociedade. Há uma importância básica relacionada à necessidade do ser humano de conhecer nossas origens ou entender as diferenças entre nossa própria cultura e a de outras sociedades.

Além disso, a antropologia biológica também contribuiu para agregar valor a áreas específicas da sociedade atual ou forneceu ferramentas para outras disciplinas. Algumas dessas contribuições são:

Esclarecimento de eventos históricos

As informações fornecidas por esse ramo da antropologia são muito úteis para os historiadores.

Conhecendo o tipo de alimento que os soldados tinham em uma batalha, os utensílios usados ​​para cozinhar ou descascar, bem como as tradições presentes em uma determinada sociedade, nos permitem reconstruir e entender profundamente os fatos históricos.

Permanece identificação

Muito do progresso na identificação de restos mortais foi realizado sob a égide da antropologia biológica ou física. Esses tipos de técnicas da ciência forense nos permitem resolver investigações policiais, determinar parentescos ou reconstruir imagens de pessoas relevantes para a sociedade.

Aprendizagem de línguas

As contribuições da antropologia lingüística nos ajudaram a entender a maneira como uma língua se relaciona com outra.

Até as diferentes maneiras pelas quais as culturas manipulam palavras e idiomas foram melhor compreendidas, às vezes lidando com o mesmo idioma, como no espanhol e os diferentes usos feitos da mesma palavra na Espanha e em diferentes países. da América Latina.

Esse conhecimento sobre o uso da linguagem e seus links contribui para a institucionalização de diferentes usos e, segundo alguns lingüistas, para um aprendizado mais rápido de línguas semelhantes.

Relacionado:  135 Exemplos de assuntos

Geração de Integração

Algumas sociedades podem ter práticas culturais que outras sociedades acham estranhas ou desagradáveis.

O entendimento e a disseminação dessas práticas ajudam a reduzir a lacuna entre uma sociedade e outra, evitando ou reduzindo os processos de marginalização em um mundo sujeito à alta mobilidade geográfica da população.

Internacionalização de negócios

Em um mundo cada vez mais interconectado, pessoas de diferentes culturas se comunicam e conduzem negócios todos os dias. As contribuições da antropologia para a cultura de diferentes sociedades permitiram que empreendedores de diferentes culturas estabelecessem relacionamentos comerciais de sucesso.

Visão holística do ser humano

Numa época em que temos um grande conhecimento acumulado, a contribuição dessa disciplina é vital, pois integra e sintetiza o aprendizado fornecido por outras disciplinas, como biologia, história, etc.

Previsão

O amplo conhecimento sobre a evolução dos seres humanos e da cultura ajuda a prever os passos que as sociedades atuais seguirão.

Humanização da medicina

A natureza holística e comparativa da antropologia levou disciplinas como a medicina a perceber que, no estudo da doença, é necessário levar em conta não apenas fatores biológicos, mas também fatores sociais, culturais e econômicos.

Isso transformou a maneira de ver o paciente, que deixa de ser um objeto de estudo para uma pessoa que também precisa ser entendida. Novos perfis profissionais surgiram, como o médico antropológico.

Referências

  1. Por que a antropologia é importante? Na AESA. Retirado em 7 de junho de 2018, de easaonline.org.
  2. Harris, M. (2013). Introdução à antropologia geral (7a ed.). Madri: Aliança.
  3. Por que a antropologia é importante? Na sala de aula Retirado em 7 de junho de 2018 de classroom.synonym.com.
  4. Antropologia biológica (nd) Na Wikipedia Recuperado em 7 de junho de 2018, em en.wikipedia.org.
  5. Antropologia física (nd) Na Wikipedia Recuperado em 7 de junho de 2018, em es.wikipedia.org.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies