As 53 frases de A Arte do Amor

Deixo as melhores frases de A arte do amor , um livro escrito pelo famoso psicólogo judeu alemão Erich Fromm. Publicado em 1956, é feita uma análise do amor sob uma perspectiva sociológica, psicológica e filosófica.

Você também pode estar interessado nessas frases de grandes psicólogos .

As 53 frases de A Arte do Amor 1

Erich Fromm, autor de A arte do amor. Fonte: Wikimedia Commons-Müller-May / Rainer Funk

– Enquanto conscientemente tememos não ser amados, o medo real, embora geralmente inconsciente, é o de amar.

– Inveja, ciúme, ambição, todo tipo de ganância são paixões; o amor é uma ação, a prática de um poder humano que só pode ser realizado em liberdade e nunca como resultado de uma compulsão.

A necessidade mais profunda do homem é superar sua separação, deixar a prisão de sua solidão.

N O consenso de todos serve como prova da correção de suas idéias.

– A atração sexual cria, por um momento, a ilusão de união, mas sem amor, essa união deixa estranhos tão separados quanto antes.

Cuidado, responsabilidade, respeito e conhecimento são mutuamente interdependentes.

– Paradoxalmente, a capacidade de ficar sozinho é a condição indispensável para a capacidade de amar.

O sentimento de se apaixonar só se desenvolve com relação aos bens humanos que estão dentro de nossas possibilidades de troca.

Praticamente, não há outra atividade ou empresa que comece com tremendas esperanças e expectativas e que falhe com a mesma frequência do amor.

Na realidade, o que para a maioria das pessoas em nossa cultura é equivalente a ser amado é, em essência, uma mistura de popularidade e apelo sexual.

-Em uma cultura não orgiástica, álcool e drogas são os meios à sua disposição.

-O amor é a preocupação ativa com a vida e o crescimento daquilo que amamos.

Dar produz mais felicidade do que receber, não porque é uma privação, mas porque no ato de dar é a expressão da minha vitalidade.

Relacionado:  As 11 melhores citações de Arquimedes

-Em estreita relação com o desenvolvimento da capacidade de amar está a evolução do objeto de amor.

-Há uma grande diferença entre se apaixonar e se apaixonar.

-Se uma pessoa ama apenas outra pessoa e é indiferente ao resto de seus colegas, seu amor não é amor, mas uma relação simbiótica ou um egoísmo expandido.

-Não é dado para receber; Dar é, em si mesmo, uma requintada felicidade.

As pessoas capazes de amar, no sistema atual, são forçadas a exceção; O amor é inevitavelmente um fenômeno marginal na sociedade ocidental contemporânea.

-Se duas pessoas que foram estranhas, de repente deixam a parede entre elas quebrar para sentir e descobrir, essa será uma das experiências mais emocionantes.

-Duas pessoas se apaixonam quando sentem que encontraram o melhor item disponível no mercado.

-A necessidade de aliviar a tensão motiva apenas parcialmente a atração entre os sexos; A motivação fundamental é a necessidade de união com o outro polo sexual.

-Eu preciso conhecer a outra pessoa e a mim objetivamente, para poder ver sua realidade, ou melhor, deixar de lado as ilusões, minha imagem irracionalmente deformada delas.

O bem e o mal não existem se não houver liberdade para desobedecer.

Para a maioria das pessoas, o problema do amor está fundamentalmente em ser amado, e não no amor, não na capacidade de amar.

-O que está dando? O mal-entendido mais comum é assumir que dar significa “desistir” de algo, privar-se de algo, sacrificar-se.

No amor, existe o paradoxo de dois seres que se tornam um e, no entanto, permanecem dois.

-O amor é a penetração ativa na outra pessoa, na qual a união satisfaz o meu desejo de conhecer.

N As pessoas egoístas são incapazes de amar os outros, mas também não podem se amar.

Relacionado:  As 23 melhores frases sobre afrocolombianidade

∎ Somente a pessoa que tem fé em si mesma pode ser fiel aos outros.

-Se queremos aprender a amar, devemos proceder da mesma maneira que faríamos se quiséssemos aprender qualquer outra arte.

– Sexo sem amor apenas alivia momentaneamente o abismo que existe entre dois seres humanos.

-O amor é um desafio constante; não um lugar de descanso, mas um movimento, crescer, trabalhar juntos; que há harmonia ou conflito, alegria ou tristeza.

O amor é uma atividade, não um efeito passivo; É um ser contínuo, não um começo repentino.

-No ato de amar, de se render, no ato de penetrar na outra pessoa, eu me encontro, me descubro, descubro a nós dois, descubro o homem.

O amor é um poder ativo no homem; um poder que atravessa as barreiras que separam o homem de seus pares e o une aos outros

-Conhecer e, no entanto, pensar que não sabemos é a maior conquista; não saber, e ainda assim pensar que sabemos, é uma doença.

N No amor erótico, dois seres que se separaram se tornam um. No amor materno, dois seres que se uniram se separam.

– Se você não é produtivo em outros aspectos, também não é produtivo no amor.

-O amor é uma arte? Nesse caso, requer conhecimento e esforço.

N Tomar as dificuldades, os contratempos e as tristezas da vida como um desafio cuja superação nos fortalece.

N Na esfera das coisas materiais, dar significa ser rico. Quem tem muito não é rico, mas quem dá muito.

– O amor incondicional corresponde a um dos anseios mais profundos, não apenas da criança, mas de todo ser humano.

Relacionado:  As 55 melhores frases de Madara Uchiha

O amor materno pelo filho em crescimento, o amor que não quer nada para si, talvez seja a forma mais difícil de alcançar e a mais enganosa, devido à facilidade com que a mãe pode amar o filho.

Em contraste com a união simbiótica, o amor maduro significa união sob a condição de preservar a integridade, a própria individualidade.

Cada uma de nossas relações com o homem e com a natureza deve ser uma expressão definitiva de nossa vida real e individual, correspondente ao objeto de nossa vontade.

Outro erro muito frequente é a ilusão de que o amor significa necessariamente a ausência de conflito.

O amor é um poder que produz amor; Impotência é a incapacidade de produzir amor.

O amor infantil segue o princípio: “Eu amo porque eles me amam”. O amor maduro obedece no começo: “Eles me amam porque eu amo”. O amor imaturo diz: “Eu te amo porque preciso dele”. O amor maduro diz: “Preciso de você porque amo você”.

– Concentrar-se no relacionamento com os outros significa fundamentalmente ser capaz de ouvir. A maioria das pessoas ouve os outros e ainda dá conselhos, sem realmente ouvir.

-As características específicas que tornam uma pessoa atraente, tanto física como mentalmente, dependem da moda da época.

-Sem amor, a humanidade não poderia existir outro dia.

A crueldade em si é motivada por algo mais profundo: o desejo de conhecer o segredo das coisas e da vida.

-O amor não é essencialmente um relacionamento com uma pessoa específica, é uma atitude, uma orientação de caráter que determina o tipo de relacionamento de uma pessoa com o mundo como um todo, não com um objeto de amor.

N As respostas dependem, em certa medida, do grau de individualização alcançado pelo indivíduo.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies