As 6 técnicas de registro de informações mais importantes

A gravação de informações técnicas facilitar o processo de coleta e processamento de informações sobre vários temas de uma forma sistemática. Isso inclui ler, sublinhar ou tomar notas.

Dessa forma, você pode entender melhor a pesquisa para ajudar no processo de análise dela. Os métodos utilizados variam de acordo com a disciplina, mas essas técnicas são elementos importantes de pesquisa nas áreas de ciências sociais, físicas, humanas e de negócios.

As 6 técnicas de registro de informações mais importantes 1

Enquanto os métodos mudam de acordo com o campo, a ênfase em garantir que a coleção seja honesta e verdadeira permanece. O objetivo de todos os registros de informações é capturar evidências ou informações de qualidade. Dessa forma, esse conteúdo pode ser transmitido na análise correta e pode fornecer respostas para as perguntas levantadas.

As 6 técnicas de gravação de informações mais importantes

1- Leitura

A leitura é um processo cognitivo complexo no qual os símbolos são decodificados para construir ou derivar significado. É uma maneira de compartilhar informações e idéias, portanto, é um modo de comunicação.

Compreensão de leitura é a capacidade de ler um texto, processá-lo e entender seu significado. Tanto a leitura quanto a compreensão de leitura são interações complexas, pois são influenciadas pelo conhecimento prévio do leitor, suas experiências, atitudes e percepção da linguagem. Eles também dependem da criatividade e análise crítica.

Como é um processo cognitivo bastante complexo, são necessárias boas estratégias para poder fazê-lo corretamente. Especialistas apontam que ainda há muita pesquisa a ser feita nesse campo.

Há evidências de que existe uma relação direta entre a capacidade de ler e a compreensão de leitura. Mas ainda há um debate sobre se são processos ou sinônimos diferentes.

2- Sublinhar

O sublinhado consiste em colocar linhas horizontais sob os fragmentos ou palavras que você deseja destacar de um texto. Às vezes, o sublinhado pode consistir no uso de uma cor de fundo diferente em vez de linhas.

Relacionado:  Comida típica de Santa Marta: 5 pratos típicos

Primeiro você deve ler o texto cuidadosamente para entender o que é. Em seguida, leia uma segunda vez, desta vez sublinhando o que você sente ser importante ou o que deve ser destacado. Normalmente, o sublinhado deve fazer sentido por si só, portanto a área destacada deve ser consistente por si só.

O sublinhado ajuda a entender as idéias ou coisas mais importantes do texto. Além disso, sublinhar a ideia é melhor compreendido; A diferença e a importância das idéias primárias e secundárias do conteúdo são concebidas.

3- Tomar notas

Tomar notas tem como objetivo ajudar a lembrar informações. Existem muitos métodos para fazer isso; A técnica dependerá do projeto que está sendo realizado. Independentemente do método usado, a organização é fundamental ao fazer anotações.

A ideia geral é que as notas não sejam muito longas; Eles devem ter palavras-chave suficientes para lembrar o conteúdo imediatamente.

Geralmente, o estilo de tomar notas muda de acordo com o uso que elas terão mais tarde e o público que estarão apresentando, assumindo que esse é o caso. As notas são muito variáveis, porque dependerão da pessoa que as escrever, do objetivo e do público a quem as informações serão direcionadas.

Ao fazer anotações, apenas as coisas importantes devem ser observadas. O conteúdo também deve ser mantido simples. Normalmente, cada pessoa escreve as anotações que usará, pois funciona melhor quando são escritas nas palavras de cada pessoa.

Além disso, um sistema de símbolos pode ser criado para organizar as informações rapidamente. Você também pode criar um índice e uma bibliografia. A idéia é que as notas possam ser facilmente digitalizadas para obter as informações necessárias. Atualmente, as notas podem ser criadas a lápis e papel ou digitalmente.

Relacionado:  Cultura Tuncahuan: Geografia, Cronologia e Estilo de Vida

4- Resumo

Um resumo é uma breve recapitulação de uma investigação, tese, procedimento ou análise sobre um determinado tópico. Eles são usados ​​para descobrir o que é um trabalho específico sem ter que lê-lo completamente. Por esse motivo, eles são colocados no início de qualquer trabalho acadêmico ou manuscrito. Eles são usados ​​tanto na área científica quanto nas humanidades

Em algumas áreas acadêmicas, especialmente literárias, o resumo pode ser um estudo separado que comunica pesquisas complexas. Um resumo pode conter os principais resultados e conclusões; A metodologia, a discussão dos resultados e as conclusões devem estar no texto completo.

Um bom resumo deve incluir a área de pesquisa, os métodos utilizados, os resultados e as principais conclusões. Se falamos de um texto literário, uma breve sinopse do texto deve ser incluída. Geralmente, um resumo deve ter menos de uma página; São necessárias 100 ou 500 palavras.

Os resumos podem ser informativos, explicar o objetivo, método e resultados da investigação; ou descritivo, que fornece uma descrição sobre o assunto do trabalho sem elaborar o conteúdo.

5- Mapas conceituais

Mapas conceituais são ferramentas gráficas que ajudam a organizar e representar o conhecimento. Eles geralmente incluem conceitos, idéias ou informações entre círculos ou tabelas. As relações entre os conceitos são indicadas através de linhas que os unem.

Essa ferramenta é usada para desenvolver o pensamento lógico e habilidades de estudo. Ajuda a revelar as conexões entre diferentes conceitos e ajuda as pessoas a entender como as idéias individuais formam um conceito mais amplo.

6- Esquemas

São representações gráficas do sublinhado. Os esquemas incluem as idéias principais do texto, bem como as idéias secundárias do texto e alguns detalhes adicionais. Como o sublinhado e o resumo, eles permitem que você saiba do que se trata um texto sem ter que lê-lo na íntegra.

Relacionado:  O que é uma erupção peleana? Características principais

Para fazer um esboço, você deve primeiro ler e entender o texto. Dessa maneira, conceitos e idéias podem ser extraídos do conteúdo. Os esquemas incluem palavras-chave ou conceitos muito curtos. São semelhantes às anotações, porque devem ser feitas nas mesmas palavras e linguagem da que as elabora.

A diagramação dos esquemas vai do geral ao específico. Isso significa que primeiro a ideia principal é elaborada e, em seguida, conceitos ou detalhes adicionais são adicionados para ajudar a entender a idéia ou a se relacionar com ela.

Existem muitos tipos de esquemas. Os mais comuns são os esquemas de chaves, os de árvore, os de números e os de letras.

Referências

  1. Os Elementos da Redação Técnica (1993) Macmillan Publishers. Nova Iorque, Estados Unidos. Recuperado de booksource.com.
  2. De volta ao básico: aperfeiçoe suas técnicas de anotações (2013) recuperadas de lifehacker.com
  3. Leitura como caça furtiva. A prática da vida cotidiana. (1984) Berkeley, Universidade da Califórnia. Recuperado de berkeley.edu.
  4. O que é compreensão de leitura? Planilhas de leitura, ortografia, gramática, compreensão. (2008) Plano de aula. Recuperado de k12reading.com.
  5. (2008) 2ª Edição. Mil Carvalhos Recuperado de sagepub.com.
  6. O que é um esquema? Educação Recuperado de monographs.com.
  7. Coleta e análise de dados. Recuperado de booksource.com.
  8. Técnicas de Pesquisa em Engenharia Humana. Nova Jersey, Estados Unidos. Prentice Hall. Recuperado de booksource.com.
  9. A teoria subjacente aos mapas conceituais e como… Cmap-IHMC. Recuperado de cmap.ihmc.us.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies