Comunidade urbana: características, vantagens e desvantagens

A comunidade urbana é um espaço habitado por um grupo denso de população heterogênea, cujo ambiente natural foi modificado por várias razões e necessidades. Possui grandes áreas residenciais, comerciais e industriais, equipadas com serviços e diversas vias e meios de transporte.

Seu projeto, construção e desenvolvimento urbano busca atender às necessidades dessa comunidade. Uma comunidade é considerada urbana quando mais de 2.500 pessoas vivem nela e há urbanismos de diferentes tipos; isto é, edifícios residenciais e comerciais, casas, shopping centers, parques, cinemas, teatros e instalações esportivas.

Comunidade urbana: características, vantagens e desvantagens 1

A comunidade urbana é o oposto de viver em uma comunidade rural, na qual existem limitações de serviços de transporte e outros serviços básicos, além de apresentar baixa densidade populacional. Na comunidade rural, o modo de vida geralmente é muito básico; Por outro lado, existem maiores oportunidades em centros urbanos ou cidades.

As pessoas trabalham nos ofícios da cidade, trabalham principalmente em fábricas e na área de serviços. Eles trabalham em escritórios e desempenham funções que sustentam a vida da cidade, enquanto nas áreas rurais o emprego geralmente se limita a atividades agrícolas ou de pesca.

Caracteristicas

-É constituído por uma população organizada no mesmo território do ponto de vista urbano, social, econômico e cultural.

– As comunidades urbanas geralmente cobrem grandes áreas territoriais, embora alguns grupos tendam a se concentrar em pequenos espaços residenciais devido à densidade populacional; Isso os impede de ter uma distribuição mais ampla.

– Esses territórios chamados cidades possuem elementos de uma cidade, como planejamento urbano, edifícios e rotas de comunicação terrestre; isto é, ruas e avenidas, ferrovias e outras infraestruturas para o transporte de passageiros em massa.

– Eles têm um grande número de locais de recreação e recreação, como praças, parques, instalações esportivas, cinemas e teatros.

Relacionado:  Maternidade e paternidade na adolescência: causas, consequências

– Eles desfrutam de uma variedade de serviços públicos básicos, como água potável, eletricidade e gás.

– Oferecem serviços de saúde, educação, segurança e prevenção, entre outros.

– Em geral, eles também têm várias fontes de emprego, com predominância especial de comércio, serviços e parques industriais.

– Embora a poluição ambiental não seja necessariamente exclusiva das comunidades urbanas, há uma propensão a ser maior nas cidades. Por outro lado, a poluição sonora é exclusiva das áreas urbanas.

Vantagens

Transporte público

É uma das maiores vantagens, pois não é necessário ter seu próprio veículo para poder viajar e chegar a tempo ao destino.

Estrada

Nos países desenvolvidos, a estrada é moderna e conecta todos os pontos da cidade por ruas, avenidas, pontes, elevações, distribuidores, ciclovias e trilhas para pedestres. Possui até ferrovias subterrâneas ou a céu aberto e até canais de água.

Habitação

Eles cumprem os padrões de urbanidade e saúde; Eles têm serviços básicos como água, eletricidade, gás e telefone. Além disso, você pode acessar determinados implementos que melhoram o trabalho diário, como ar condicionado ou aquecimento, conforme o caso.

Emprego

Existe uma diversidade de opções de trabalho que podem ser encontradas nos centros urbanos, de modo que o leque de oportunidades para profissionais e trabalhadores em diferentes áreas é mais amplo.

Serviços médicos e de saúde

Os centros povoados possuem uma variedade de centros de saúde, como hospitais, clínicas, ambulatórios, proteção civil e bombeiros, que estão disponíveis para seus habitantes. Atendimento de emergência ou check-up médico regular é mais fácil.

Por esse motivo, pessoas com dificuldades de locomoção preferem morar em centros urbanos. Geralmente, as grandes cidades planejam suas áreas de acesso e mobilidade, levando em consideração as pessoas com deficiência.

Relacionado:  Juan Antonio Ríos: Biografia, Presidência e Obras

Educação

Os centros de estudos de maior prestígio – da pré-escola ao ensino básico, secundário, diversificado e universitário – estão localizados nas cidades. Quanto maior a cidade, mais opções educacionais ela oferece.

Diversão

Cultura, esportes, vida social e noturna são típicas das grandes cidades. Teatros, restaurantes, parques, academias, shopping centers e cafés proliferam por lá.

Desvantagens

A principal desvantagem de morar nas cidades tem a ver com o uso de espaços e serviços como transporte e alimentação, uma vez que estes geralmente estão lotados de pessoas.

Superlotação e desconforto

No momento da aquisição de um imóvel, as casas padrão são pequenas e estão localizadas muito próximas umas das outras. Às vezes, as famílias devem viver superlotadas devido ao custo do espaço urbano.

Falta de privacidade

Há uma vida social muito ativa, noite e dia, portanto a falta de privacidade e tranquilidade é uma das principais desvantagens de se viver na cidade.

Preços altos da habitação

Comprar ou arrendar um imóvel nas grandes cidades é caro. As pessoas que chegam de outras áreas menores primeiro alugam quartos para morar. Então, quando conseguem um emprego que lhes dê uma renda estável, alugam um apartamento. A demanda por espaço é alta e os aluguéis são muito caros.

Poluição ambiental

O transporte público e privado é abundante nos centros urbanos. Quanto maior a cidade, mais veículos a motor possui e, portanto, a poluição ou poluição ambiental é maior.

Contaminação sônica

É outra grande desvantagem quando se mora em uma cidade. Há pessoas que valorizam o silêncio como parte essencial de sua qualidade de vida.

Individualismo

O conceito de comunidade é diferente na cidade em relação aos centros urbanos; Individualismo é a norma. As pessoas cuidam de seus assuntos sem se preocupar com as pessoas que coexistem ao seu redor, mesmo muitas não sabem quem são seus vizinhos.

Relacionado:  Comidas típicas do Uruguai: 5 pratos tradicionais

Criminalidade

Os níveis de insegurança e violência são maiores nas grandes cidades.

Por que os jovens preferem a cidade?

Um estudo realizado pela Universidade de Helsinque é muito eloquente em termos de preferências ao escolher entre comunidades urbanas e rurais. O estudo mostrou que as pessoas mais inteligentes passam das áreas rurais para os centros urbanos para se qualificarem para melhores empregos.

Segundo este estudo do professor Markus Jokela, a migração de jovens profissionais está intimamente relacionada à intelectualidade. Os jovens se mudam para comunidades urbanas em busca de melhores oportunidades de emprego.

Comunidade e convivência

No desenvolvimento e operação de centros urbanos, o cumprimento das normas da sociedade que nesta habitação é essencial para o seu funcionamento. Uma cidade que não cumpre as regras de convivência estabelecidas pelos governos locais gera mais desvantagens.

Pelo contrário, as cidades mais desejadas para viver são aquelas em que seus habitantes cumprem suas normas e se sentem orgulhosos da sociedade que alcançaram.

Referências

  1. Comunidades Urbanas Recuperado em 5 de junho de 2018 de citadel.sjfc.edu
  2. Populações urbanas. Consultado em geoenccyclopedia.com
  3. 5 desvantagens da vida urbana. Consultado em justluxe.com
  4. Vida urbana: vantagens e desvantagens da vida urbana. Consultado em importantindia.com
  5. As pessoas mais inteligentes preferem se mudar para as grandes cidades. Consultado em vix.com
  6. Definição de Comunidade Urbana. Consultado em conceptdefinition.de

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies