O que é igualdade política?

A igualdade política é uma das premissas fundamentais para o desenvolvimento do regime democrático, no qual a participação do cidadão e as instituições que garantem os direitos dos cidadãos estão vinculadas.

A igualdade política garante a liberdade de participar, escolher e exigir o cumprimento de leis e preceitos para a coexistência de uma sociedade em harmonia.

O que é igualdade política? 1

Podemos falar de igualdade política em duas dimensões: formal – os cidadãos têm os mesmos direitos de participar da vida política de uma nação – e substantivos – os cidadãos devem ter as mesmas oportunidades para exercer esses direitos.

Diferenças entre igualdade política formal e igualdade política substantiva

Igualdade política formal

A igualdade política formal garante que todos os cidadãos tenham acesso aos mesmos direitos políticos, ou seja, que todos e cada um deles possam votar, apresentar-se como candidato a um determinado cargo, expressar suas opiniões sem reservas ou censura, exigir responsabilidade de seus representantes e organizar em partidos políticos.

Ao mesmo tempo, as instituições reconhecem cada um dos cidadãos o acesso e o exercício desses direitos em partes iguais a cada um.

Igualdade política substantiva

A igualdade política substantiva é contemplada quando, no campo da prática política e, portanto, social e econômico, todos os cidadãos têm os mesmos direitos e as mesmas oportunidades de acesso a esses direitos.

Princípios nos quais o conceito de igualdade política se baseia

O conceito de livre arbítrio é um dos pilares fundamentais para garantir a igualdade política dos cidadãos. Os homens também têm direitos essenciais relacionados ao conceito de propriedade: direito à propriedade de bens materiais, direito à propriedade da vida e direito à propriedade da liberdade.

Reivindicações pela igualdade política de todos os cidadãos são uma conseqüência direta da evolução das sociedades, uma vez que, como os direitos políticos não respondiam às necessidades dos cidadãos, a discussão passou para as esferas social e econômica.

A igualdade política não era mais relegada a uma inspiração divina, como na Idade Média, mas nasceu do consenso dos direitos e obrigações de cada indivíduo, um conceito que nasceu nos grandes pensadores do Iluminismo.

O desafio das sociedades modernas é conciliar as duas dimensões da igualdade política – a formal e a substantiva – para alcançar um estado democrático ideal.

Bases para a constituição da igualdade política nas sociedades modernas

As quatro premissas fundamentais para alcançar a igualdade política são:

N As pessoas nascem como iguais perante a lei.

Todos os seres humanos têm uma noção do que é certo e justo e são igualmente valiosos.

Todos os seres humanos têm as mesmas oportunidades de exercer seus direitos perante a lei.

-Os talentos e a posição econômica em que cada cidadão nasce são uma oportunidade circunstancial na vida dessa pessoa, que sempre terá o direito de adquirir melhorias em sua posição socioeconômica.

Referências

  1. Valverde, facundo, “Política igual é realmente valiosa”, 2015. Recuperado em 24 de dezembro de 2017 de .scielo.org
  2. Biglieri, P., (2004), “Sociedade civil, cidadania e representação: o debate dos clássicos da modernidade”. Revista Mexicana de Ciências Políticas e Sociais. México: ano XLVII, não. 191, maio a agosto de 2004. Obtido em 24 de dezembro de history.com
  3. Anderson, E. (1999), “Qual é o Ponto de Igualdade?, Ethics, vol. 109, pp. 287-337. Recuperado em 24 de dezembro de 2017 de history.com

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies