Os 4 temas mais frequentes na América Latina

As questões de boom latino-americanas mais recorrentes foram uma manifestação de conflitos sociais, violência, repressão ou racismo, “adoçados” com fantasia (ou realismo mágico) e romantismo. Uma fusão do real, do ideal e do fantástico.

Essa tendência surge na década de 1960, sendo uma revolução cultural marcada pela urgência de criar uma literatura de vanguarda que influenciou em todos os cantos do mundo.

Os 4 temas mais frequentes na América Latina 1

Entre os escritores mais representativos dessa época estão: Mario Vargas Llosa, com a obra La Ciudad y los Perros ; Julio Cortázar com Amarelinha ; Carlos Fuentes com a morte de Artemio Cruz e Gabriel García Márquez com a obra Cem anos de Soledad .

Temas mais recorrentes do boom latino-americano

1- Conflitos sociais, políticos, econômicos e sociais

Os escritores que pertencem ao boom latino-americano criaram suas histórias da realidade de seus povos, tornando-se a voz de um continente inteiro.

Eles levaram conflitos sociais, políticos, econômicos e raciais para misturá-los com os mitos e lendas de cada região, dando à escrita um toque de fantasia e devaneio, daí o realismo mágico.

2- Política e repressão social

A política e a forma de governo da época marcaram muitos dos argumentos literários, refletindo mandatos autoritários, totalitários ou ditatoriais; massacres indígenas e o poder excessivo dos militares e da oligarquia.

3- Amor e violência

As novelas literárias do crescimento têm uma característica em comum; eles falam sobre amor, violência e política; vinculando a história de maneira clara, enfrentando o medo de contar a realidade social atual.

4- Fantasia

A fantasia era uma parte intrínseca dessa tendência literária.

Para recriá-lo, os autores usaram palavras usadas em gírias populares, criando jogos de palavras ou monólogos de maneira onírica, com lampejos de fantasia e ficção.

Relacionado:  Adjetivo gentilicio: tipos e exemplos

Enquanto elimina parcial ou totalmente os sinais de pontuação, para que o leitor faça sua própria interpretação da história.

Os autores do boom latino-americano conseguiram, através de suas obras, ampliar o senso de realidade através da ficção, permitindo que os leitores se identifiquem com os protagonistas e reconheçam os lugares a que a obra se refere.

Estilo literário do boom latino-americano

Os 4 temas mais frequentes na América Latina 2

O estilo literário desses escritores permite deixar para trás as rígidas regras da literatura, desenvolvendo originalidade e criatividade, dando um novo ar à escrita com características especiais que encantam, catapultando as obras para leitores exigentes em todo o mundo.

Alguns dos recursos mais destacados foram:

-A mistura de diferentes técnicas narrativas foi usada em um trabalho como o tempo não linear, já que você pode começar a história até o final, dando-a para frente e para trás no tempo.

-Circularidade usando as mesmas palavras do começo ao fim da história.

– Polifonia, incluindo repetidamente as diferentes idéias dos participantes do romance, chegando a um ponto central.

Referências

  1. Caracteristicas. (sf). Obtido em caracteristicas.co.
  2. Parra, R. (2017). SOBRE ESPANHOL. Obtido em aboutespanol.com.
  3. Perozo, JC (2015). que aprendemos hoje.com. Obtido em queaprendemoshoy.com.
  4. Ramos, A. (2017). the newspaper.es. Obtido em revistadon.com.
  5. Rodrigo, IM (2017). Livros de cultura ABC. Obtido de abc.es.
  6. Semana. (2012). Obtido em week.com.

Deixe um comentário