Quais são os recursos naturais da Venezuela?

A Venezuela é um país rico em recursos naturais, com uma grande diversidade de ecossistemas que abrigam uma variedade de recursos minerais, hídricos e energéticos. Entre os principais recursos naturais da Venezuela estão o petróleo, o gás natural, o minério de ferro, o ouro, o diamante, a bauxita, a água doce, a energia hidrelétrica e uma abundante biodiversidade. Esses recursos desempenham um papel fundamental na economia venezuelana e na sua geopolítica, sendo alvo de interesse de diversos países e empresas ao redor do mundo.

O que torna a Venezuela um país rico em recursos naturais e culturais?

A Venezuela é um país que se destaca pela sua riqueza em recursos naturais e culturais. Localizada na América do Sul, a Venezuela possui uma diversidade de recursos que contribuem para a sua economia e identidade cultural.

Um dos principais recursos naturais da Venezuela é o petróleo, que é uma das maiores fontes de receita do país. A Venezuela possui uma das maiores reservas de petróleo do mundo, o que a torna uma potência no mercado petrolífero. Além do petróleo, o país também é rico em minerais como ouro, ferro, bauxita e diamantes.

Outro recurso natural importante da Venezuela é a sua biodiversidade. O país abriga uma grande variedade de espécies de flora e fauna, com ecossistemas que vão desde florestas tropicais até savanas e desertos. Isso torna a Venezuela um destino popular para o ecoturismo, atraindo visitantes de todo o mundo.

Além dos recursos naturais, a Venezuela também é rica em cultura. A mistura de influências indígenas, europeias e africanas criou uma identidade cultural única, refletida na música, na culinária e nas tradições do povo venezuelano. Festivais como o Carnaval e a Semana Santa são exemplos da diversidade cultural do país.

Em resumo, a Venezuela se destaca como um país rico em recursos naturais, como o petróleo e a biodiversidade, e em cultura, com uma identidade cultural única. Esses elementos contribuem para a riqueza e a diversidade do país, tornando-o um lugar único e fascinante para explorar.

Qual produto é o mais importante para a economia da Venezuela?

Os recursos naturais da Venezuela são abundantes e diversificados, contribuindo significativamente para a economia do país. Dentre os recursos mais importantes, destacam-se o petróleo, o gás natural, o minério de ferro, o ouro e o diamante. No entanto, o petróleo é o produto mais importante para a economia venezuelana, sendo responsável por grande parte das exportações e da receita do governo.

A Venezuela possui uma das maiores reservas de petróleo do mundo, o que a torna um dos principais exportadores desse recurso. A indústria petrolífera venezuelana desempenha um papel crucial na economia do país, gerando empregos, receita fiscal e divisas para o governo. Além disso, o petróleo venezuelano é utilizado em diversos setores da economia, como o de transporte, o de energia e o de petroquímica.

Apesar da importância do petróleo para a economia venezuelana, o país enfrenta desafios relacionados à produção, à infraestrutura e à gestão desse recurso. A instabilidade política e a corrupção têm afetado negativamente a indústria petrolífera, prejudicando a economia do país e a qualidade de vida da população.

Em suma, o petróleo é o produto mais importante para a economia da Venezuela, sendo fundamental para o desenvolvimento e o crescimento do país. Investimentos em infraestrutura, tecnologia e governança são essenciais para garantir a sustentabilidade da indústria petrolífera venezuelana e o bem-estar da população.

Principais produtos agrícolas da Venezuela: quais são e suas características no mercado atual.

Os principais produtos agrícolas da Venezuela são o milho, o café, o arroz, o açúcar e o cacau. O país possui condições climáticas favoráveis para o cultivo desses alimentos, além de contar com terras férteis e abundância de água. No entanto, a produção agrícola venezuelana tem enfrentado desafios nos últimos anos, devido a problemas como a falta de investimento, a escassez de insumos e a instabilidade política.

O milho é um dos produtos mais importantes da agricultura venezuelana, sendo utilizado tanto para consumo humano quanto animal. O café venezuelano também é reconhecido pela sua qualidade e sabor especial, sendo exportado para diversos países. Já o arroz e o açúcar são essenciais na dieta do povo venezuelano, sendo produzidos em larga escala para atender a demanda interna.

O cacau, por sua vez, é um dos produtos mais tradicionais da Venezuela, sendo utilizado na produção de chocolate. Apesar de enfrentar alguns desafios, como a queda na produção devido a doenças das plantas, o cacau venezuelano ainda é valorizado no mercado internacional pela sua qualidade.

No mercado atual, os produtos agrícolas venezuelanos enfrentam dificuldades devido à crise econômica e política que o país atravessa. A escassez de alimentos e a inflação elevada têm impactado a produção e o comércio desses produtos, tornando a situação ainda mais desafiadora para os agricultores venezuelanos.

Descubra as quatro zonas naturais da Venezuela e suas características únicas.

Um dos países mais ricos em recursos naturais da América do Sul, a Venezuela possui uma diversidade de zonas naturais que impressionam pela sua beleza e singularidade. Descubra as quatro principais zonas naturais do país e suas características únicas.

A primeira zona natural é a região dos Andes, localizada no oeste do país. Caracterizada por suas montanhas imponentes e vales férteis, essa região é rica em biodiversidade e abriga diversas espécies de plantas e animais. Além disso, os Andes venezuelanos são conhecidos por suas paisagens deslumbrantes e climas variados, que vão desde o frio das montanhas até o calor dos vales.

Relacionado:  As 10 características mais importantes do ambiente rural

A segunda zona natural é a região dos Llanos, situada no centro do país. Essa vasta planície é lar de uma grande variedade de animais, como jaguares, capivaras e aves migratórias. Os Llanos venezuelanos também são conhecidos por suas extensas áreas alagadas durante a estação chuvosa, criando um ecossistema único e fascinante.

A terceira zona natural é a região da Floresta Amazônica, localizada no sul do país. Com sua densa vegetação, rios caudalosos e uma biodiversidade impressionante, a Amazônia venezuelana é um verdadeiro tesouro natural. Nessa região, é possível encontrar espécies raras de plantas e animais, além de comunidades indígenas que preservam tradições ancestrais.

Por fim, a quarta zona natural é a região costeira, que se estende ao longo do litoral do país. Com praias paradisíacas, recifes de coral e manguezais, essa região é um paraíso para os amantes do mar. Além disso, as águas da costa venezuelana são ricas em biodiversidade marinha, tornando-a um destino popular para mergulhadores e amantes da natureza.

Em resumo, as quatro zonas naturais da Venezuela oferecem uma variedade de paisagens e ecossistemas únicos, que tornam o país um verdadeiro paraíso para os amantes da natureza e da aventura. Explore as riquezas naturais da Venezuela e descubra a diversidade que esse país tem a oferecer.

Quais são os recursos naturais da Venezuela?

Os recursos naturais da Venezuela são abundantes, no entanto, atualmente não são totalmente explorados. Petróleo e gás natural são duas das maiores riquezas do país. Nos hidrocarbonetos, a maior parte da economia nacional é sustentada.

Na República Bolivariana da Venezuela, também existem reservas de bauxita, ferro, coltan, carvão e ouro. De fato, uma das maiores minas de ouro do mundo está localizada no país, que, segundo a empresa canadense Gold Reserve, contém 25.389 milhões de onças de ouro.

Quais são os recursos naturais da Venezuela? 1

Por arquivo: Venezuela location map.svg: NordNordWestFile: Guiana location map.svg: NordNordWestderivative trabalho Shadowxfox [CC BY-SA 3.0 (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0)], via Wikimedia Commons
Os recursos energéticos são administrados pelo Estado através da empresa Petróleos de Venezuela SA. Esta empresa é responsável pela extração, processamento e comercialização do petróleo nacional.

A Venezuela tem diferentes tipos de solo e clima. Os mais férteis são aqueles que estão próximos às inundações, como em algumas áreas de Maracaibo ou nas planícies. Também terras férteis são as dos vales do norte do país.

A fauna venezuelana tem grande diversidade, de fato, é membro do grupo de países megadiversos. Em suas florestas habitam sete espécies de felinos, como onça e puma. No país existem 48 espécies de aves endêmicas. Entre eles, o pássaro nacional, o turpial, que possui plumagem amarela e preta.

Há também uma variedade de primatas; capivaras, mais conhecidas no país como chigüires; e antas. Em alguns estuários habita uma espécie de mamífero aquático chamado peixe-boi e nos rios é a tonina.

1 – Terra

A área total da República Bolivariana da Venezuela é de 912.050 km 2 . Isso corresponde a 882.050 km 2 de área terrestre. Além disso, há uma área de 159.542 km², conhecida como território Essequibo, ou a área reivindicada, que está em disputa com a Guiana.

Essa área foi atribuída à Venezuela no Acordo de Genebra de 1966. No entanto, ainda é ocupada e administrada pelo país vizinho.

A Confederação de Associações de Produtores Agrícolas da Venezuela (Fedeagro) publicou números sobre a quantidade de solo colhido no país entre 1988 e 2015.

Esses dados mostram que mais de 2 milhões de hectares foram colhidos em 2013. No entanto, o número de 2015 foi de cerca de 1 milhão e 700 mil hectares.

– Guiana

O território da Guiana é constituído por 458.344 km 2 e faz parte do Maciço da Guiana. Essa área se estende da Amazônia, que fica na fronteira com o Brasil, até o Delta do Orinoco, que deságua no Oceano Atlântico.

No estado de Bolívar, existe o Gran Sabana, um território com grandes planaltos, elevações rochosas cujas bordas geralmente possuem paredes verticais, conhecidas como tepuyes.

Quais são os recursos naturais da Venezuela? 2

Por Jeanpaul Razzouk [CC BY 3.0 (https://creativecommons.org/licenses/by/3.0)], via Wikimedia Commons
Entre os tepuis mais famosos do país está o Auyantepui, com 2.535 metros de altitude e uma área de 700 km². Nele estão as Cataratas do Anjo, a maior cachoeira do mundo, com 807 metros de queda, descoberta nos anos trinta pelo piloto Jimmie Angel.

Angel Falls muitas vezes serviu de inspiração à cultura popular, no cinema teve referências como a feita no filme da Disney Up . Também é mencionado no filme estrelado por Robin Williams Beyond Dreams .

No entanto, o tepuy mais alto da Venezuela é o Monte Roraima, com uma altitude de 2.800 metros e uma área de 200 km 2 .

Quais são os recursos naturais da Venezuela? 3

Por Adalbertop [CC BY 2.0 (https://creativecommons.org/licenses/by/2.0)], via Wikimedia Commons
Em todo o território venezuelano, há aproximadamente uma área de 50 milhões de hectares de floresta tropical. Isso representa mais de 50% do território total.

– Andes

O ponto mais alto é o Pico Bolívar, a 4.978 metros acima do nível do mar. Esta montanha pertence à Sierra Nevada de Mérida, a parte da Cordilheira dos Andes que fica na Venezuela.

Relacionado:  Qual é o efeito estufa?

Nesta área, há também o Pico Humboldt, que tem uma altura de 4.940 metros acima do nível do mar.

– Liso

A Venezuela possui uma região entre os estados Apure, Barinas, Portuguesa, Cojedes e Guárico, em que a terra é plana e, graças ao Orinoco e seus afluentes, é uma terra próspera para o plantio e a criação de gado.

– Ilhas

Também possui território insular, especialmente o estado de Nueva Esparta, constituído principalmente por Margarita, Coche e Cubagua.

Nessas ilhas, existe um regime econômico especial, elas são zonas francas, ou seja, os impostos de importação não são pagos da mesma maneira que no território continental da Venezuela.

A Venezuela tem controle sobre mais de 314 chaves, ilhotas e ilhas.

2 – Hidrografia

– mar

A Venezuela possui um território marítimo de 22 quilômetros ou 12 milhas náuticas para o mar, contadas a partir do território insular do país em diferentes partes do mar do Caribe. E a plataforma continental tem uma área de 98.500 km 2 .

O território mais distante do continente é a Ilha de Aves, a 520 km do estado de Nueva Esparta, ao norte. Graças a todas as ilhas de posse da República Bolivariana da Venezuela, possui um amplo espaço econômico exclusivo e plataforma continental.

– Rios

As duas maiores bacias hidrográficas da Venezuela são o Orinoco, que deságua no Oceano Atlântico e na costa do Caribe, que deságua no Mar do Caribe.

O rio Orinoco e Caroní tem uma bacia de aproximadamente 948.000 km 2 . O nascimento desta bacia é na Guiana e sua boca leva ao Delta do Orinoco, no Delta Amacuro. Seu fluxo cruza as planícies venezuelanas.

– Lagos

O lago de Valência é o único exemplo de drenagem interna que o país possui, com uma área de 344 km 2 .

Outro corpo de água interna na Venezuela é o lago Maracaibo, com uma área de 13.280 km 2 e é considerado o maior lago da América do Sul, embora exista um debate, já que outros consideram que não é um lago, mas um golfo e assim o título seria o lago Titicaca. No entanto, a água na parte sul do lago é doce, graças aos rios que fluem para ele.

Quais são os recursos naturais da Venezuela? 4

Por Jeff Schmaltz, Equipe de Resposta Rápida à Terra do MODIS na NASA GSFC [domínio público], via Wikimedia Commons

3 – Recursos energéticos

A economia venezuelana é baseada na extração e exportação de suas reservas de petróleo. Historicamente, essa indústria contribuiu com a maior parte do Produto Interno Bruto (PIB) nacional junto com a mineração.

O declínio desse setor produtivo gerou um colapso econômico neste país sul-americano. A economia venezuelana sofreu uma contração de 45% desde 2013, de acordo com o Fundo Monetário Internacional, principalmente devido à queda na produção de petróleo.

Em 2018, o país teve uma queda de 18% no PIB e uma inflação de 2 milhões e 500 mil por cento. Segundo projeções do FMI, em 2019 a inflação chegará a 10 milhões por cento.

– Petróleo e gás natural

Na Venezuela, você encontra as maiores reservas de hidrocarbonetos do mundo. O país lidera com 18% (300,9 bilhões de barris) de petróleo não explorado, seguido pela Arábia Saudita (16%) e Canadá (10%).

Quais são os recursos naturais da Venezuela? 5

Por Luisovalles [CC BY-SA 3.0 (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0)], do Wikimedia Commons
No entanto, 74% das reservas venezuelanas estão no Cinturão do Orinoco e são do tipo de petróleo extra pesado.

Em 2014, a República Bolivariana da Venezuela atingiu 3,3% da produção mundial de petróleo, com mais de 6 milhões de 158 mil barris por dia e a inflação em torno de 60% ao ano.

Mas em 2018, a produção de petróleo caiu para 1,7 milhão de barris por dia, sendo este o valor mais baixo apresentado pela empresa pública PDVSA, desde 1989. Essa queda na venda de petróleo venezuelano tem sido uma das causas do aumento do preço do petróleo internacionalmente.

As reservas venezuelanas de gás natural somam 5.701.000 milhões de metros cúbicos, colocando o país como o oitavo com as maiores reservas nessa área.

– Recursos Hidroelétricos

A Venezuela possui uma usina hidrelétrica no estado de Bolívar. A barragem de Gurí é a que fornece a eletricidade consumida em Ciudad Guayana, onde estão localizadas as maiores indústrias metalúrgicas do país.

Quais são os recursos naturais da Venezuela? 6

Por em: Usuário: Davidusb (em: Imagem: Guri_Dam_in_Venezuela.JPG) [Domínio público], via Wikimedia Commons

4 – Minerais

A mineração na Venezuela responde por aproximadamente um quinto do produto interno bruto. Na área do maciço de Guayanés, existem as terras minerais mais ricas de todo o país.

A Venezuela se destacou por sua produção de bauxita, ferro e carvão. Também é rico em metais preciosos, como ouro e outros minerais, como diamantes, mas sua exploração não é tão comum quanto a de outros bens.

As exportações totais da Venezuela, em média, entre 2015 e 2017 alcançam US $ 34.263 milhões, dos quais 2.259 milhões correspondem à exportação de minerais e metais.

No entanto, na importação de outros produtos minerais, a Venezuela gastou uma média de 1.221 milhões de dólares. Consequentemente, o lucro aproximado do país é de 1.039 milhões de dólares, graças a esse setor.

Relacionado:  Comunidade Climax: características, tipos, exemplos

No setor siderúrgico, a Venezuela é um dos principais exportadores da região, localizado em sexto lugar. O setor gera 590 milhões de dólares entre matéria-prima, produtos semiprocessados ​​e produtos processados.

Enquanto em metais preciosos, a receita é de 1.290 milhões de dólares, em média, contribuindo com uma participação total de 3,8% nesse setor na região sul-americana. Apesar disso, estima-se que 90% da mineração de ouro na Venezuela seja realizada por mineração ilegal.

5 – Flora

A Venezuela possui uma grande biodiversidade; na verdade, faz parte do grupo de países megadiversos da Organização das Nações Unidas desde 1988.

Ocupa o 7º lugar entre os países com maior biodiversidade e é em parte devido à sua riqueza de ecossistemas, que variam em todo o país sul-americano.

Existem cerca de 30.000 espécies de plantas no território. Destes, estima-se que 38% são endêmicos, ou seja, são típicos do país.

A flor nacional venezuelana é a orquídea e no país você pode encontrar 1.632 tipos de orquídeas, especialmente em florestas nubladas. A árvore nacional é a araguaney, decretada em 1948 pelo presidente venezuelano Romulo Gallegos.

Quais são os recursos naturais da Venezuela? 7

Por Danniegugo [CC BY-SA 3.0 (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0)], do Wikimedia Commons
No entanto, a Venezuela atualmente enfrenta um processo constante de desmatamento. Entre 2001 e 2017, perdeu 3,2% do território florestal, principalmente nos estados de Monagas, Zulia e Barinas.

Na Venezuela, o cacau, historicamente, era um dos principais produtos de exportação e ainda é reconhecido como um dos melhores do mundo. No país, existem pelo menos três variedades de cacau conhecidas como crioula, forasteira e trinitária, sendo a segunda uma mistura das outras duas.

6 – Fauna

– Vertebrados

A República Bolivariana da Venezuela também possui uma fauna muito rica em toda a sua geografia. No país, existem aproximadamente 360 ​​espécies de anfíbios e 405 répteis.

No país existem aproximadamente 1.364 espécies de aves, das quais 48 são endêmicas. A ave nacional é a turpial que possui uma plumagem amarela e preta.

Enquanto isso, a contagem de espécies de peixes de água doce e salgada excede 2000.

Também possui aproximadamente 363 espécies de mamíferos. Uma das mais conhecidas é a capivara, ou chigüire, que habita as margens do rio Orinoco e é o maior roedor do mundo.

Quais são os recursos naturais da Venezuela? 8

Por Smabs Sputzer (Flickr) [CC BY 2.0 (https://creativecommons.org/licenses/by/2.0)], via Wikimedia Commons
O macaco bugio também é encontrado na Venezuela, assim como outras espécies de primatas.

Grandes felinos como a onça-pintada, a maior da América do Sul, vivem na Venezuela ao sul do Orinoco, no Delta Amacuro, na Serra de Perijá, ao sul do lago Maracaibo e nas planícies ocidentais.

Tonina, o maior cetáceo de água doce do mundo, habita a bacia do rio Orinoco.

Quais são os recursos naturais da Venezuela? 9

Oceancetaceen [CC BY-SA 2.0 de (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/de/deed.en)], do Wikimedia Commons
O peixe-boi, que fica no lago Maracaibo, na parte baixa do Orinoco e seu delta, está em perigo crítico de extinção.

– Invertebrados

Este grupo não mantém um registro muito específico, mas estima-se que eles existam:

– 900 moluscos marinhos.

– 1600 espécies de borboletas.

– 120 besouros.

– 39 moscas.

Referências

  1. Fundo Monetário Internacional (2018).Perspectivas econômicas regionais. Hemisfério Ocidental: uma recuperação desigual. . Washington, DC: Fundo Monetário Internacional, pp. 14-23.
  2. Departamento do Interior dos EUA e Pesquisa Geológica dos EUA (2014).Anuário Mineral 2014 – Venezuela .
  3. NU. CEPAL Divisão de Comércio Internacional e Integração (2018).Perspectivas para o comércio internacional na América Latina e no Caribe 2018: as tensões comerciais exigem maior integração regional . Santiago CEPAL 2018-10-31, pp. 64; 83; 106; 109-110; 132
  4. McCoy, J., Lieuwen, E., Martz, J. e Heckel, H. (2018).Venezuela história – geografia . [online] Enciclopédia Britânica. Disponível em: britannica.com [Acessado em 6 de novembro de 2018].
  5. Goldreserveinc.com (2018).A Gold Reserve fornece recursos minerais e avaliação econômica preliminar positiva no projeto Siembra Minera . [online] Disponível em: goldreserveinc.com [Acessado em 6 de novembro de 2018].
  6. Opec.org (2018).OPEP: Venezuela . [online] Disponível em: opec.org [Acessado em 6 de novembro de 2018].
  7. FEDEAGRO. (2018).Superfície colhida por grupos . [online] Disponível em: fedeagro.org [Acessado em 6 de novembro de 2018].
  8. Mongabay.com (2018).Florestas tropicais . [online] Disponível em: rainforests.mongabay.com [Acessado em 6 de novembro de 2018].
  9. Mongabay.com (2018).Países com a maior diversidade biológica. [online] Disponível em: rainforests.mongabay.com [Acessado em 6 de novembro de 2018].
  10. Cia.gov. (2018).O World Factbook – Agência Central de Inteligência . [online] Disponível em: cia.gov [Acessado em 6 de novembro de 2018].
  11. In.wikipedia.org. (2018).Região da Guayana, Venezuela . [online] Disponível em: en.wikipedia.org [Acessado em 7 de novembro de 2018].
  12. In.wikipedia.org. (2018).Gran Sabana . [online] Disponível em: en.wikipedia.org [Acessado em 7 de novembro de 2018].
  13. Animais ameaçados.provita.org.ve. (2018).Livro vermelho | da fauna venezuelana . [online] Disponível em: animalsamenazados.provita.org.ve [Acessado em 7 de novembro de 2018].
  14. Chocolateselrey.com. (2018).tipos de cacau . [online] Disponível em: chocolateselrey.com [Acessado em 7 de novembro de 2018].
  15. Institute, W. (2018).Venezuela . [online] Globalforestwatch.org. Disponível em: globalforestwatch.org [Acessado em 7 de novembro de 2018].
  16. Bibliofep.fundacionempresaspolar.org. (2018).Livro vermelho da flora venezuelana . [online] Disponível em: bibliofep.fundacionempresaspolar.org [Acessado em 7 de novembro de 2018].

Deixe um comentário