Qual é o idioma popular? (com exemplos)

A linguagem popular são as palavras, expressões e formas literárias usadas por um grupo de pessoas em um território específico.

A linguagem popular não é formal, como a usada em obras literárias, romances ou documentos legais, é uma linguagem informal que as pessoas comuns usam na vida cotidiana, com amigos ou com familiares.

Qual é o idioma popular? (com exemplos) 1

Esse idioma pode variar de uma comunidade para outra, de uma cidade para outra e de uma cidade para outra. Nas diferentes comunidades, são usadas expressões diferentes, frequentemente usadas por seus habitantes.

Exemplos

Por exemplo, na língua popular do México diz-se “que pai”, no entanto na Espanha “que cafetão” é usado, enquanto na Colômbia “chévere” é usado. Este é um exemplo de expressão da linguagem popular de diferentes países.

Outro exemplo é com o parceiro sentimental; enquanto na Espanha ou no México “namorado ou namorada” é usado, no Chile “pololo ou polola” é usado.

Essas pessoas convergem em um conjunto de signos linguísticos, que são adaptados ou modificados por seus habitantes.

A linguagem assume um papel muito importante na cultura e até cria sua identidade. As pessoas se apropriam das palavras, usando-as como bem entenderem.

Ele cria um “código” e entonação tão típica do território (cidade, etnia, cidade ou país) que pode até dificultar a comunicação com uma pessoa estrangeira ou a periferia.

Linguagem popular como identidade

A linguagem é um dos aspectos mais importantes de uma sociedade, pois a define e a diferencia das demais. Através dessa expressão, o portador representa sua cultura e território.

Portador da identidade

A linguagem popular permite a criação de relações interpessoais, pertencentes a círculos sociais e um senso de humor.

Relacionado:  Letra Romântica: Características, Tópicos e Autores

É uma expressão livre, sem regras gramaticais ou sintáticas, que permite a criação de códigos e símbolos.

As pessoas que se sentem identificadas com um idioma específico têm uma coexistência inclusiva, mesmo sem se conhecerem. O receptor conhece as expressões, piadas e até como será a entonação do portador.

Ferramenta de combate

A linguagem popular é uma ferramenta gratuita e opressiva, portanto não deve ser sujeita. Deve ser uma linguagem viva que permita uma boa vida.

Os líderes políticos podem usar a linguagem a seu favor ou contra. Mas somente aqueles que se sentem parte, entendem e usam corretamente, poderão se encaixar na sociedade.

Caso contrário, o líder não terá empatia com o que posso e as pessoas não confiarão nele.

Idioma renovado

Como a linguagem é manipulada pelas pessoas e estas, por sua vez, estão mudando, a linguagem precisa ser renovada.

Novas gerações chegam constantemente ao território, a cultura muda, os estrangeiros trazem novas palavras ou simplesmente o modo de vida muda.

Desenvolvimento cultural

É através da renovação da linguagem quando a cultura muda ou através da renovação da cultura a língua muda?

Não há uma ordem clara, mas são dois aspectos extremamente relacionados: um não poderia existir sem o outro.

Enquanto novas formas literárias nascem, outras morrem. A renovação da linguagem popular traz uma nova reviravolta que influencia a vida cotidiana e as pessoas.

Novas histórias são criadas, a literatura enriquece e o léxico se expande.

Referências

  1. Arias R. (2012). A linguagem popular e suas verdades. Obtido em 9 de outubro de 2017 no Instituto de Pesquisa Filosófica: www.inif.ucr.ac.cr
  2. Arias F. (2016) Idioma popular. Um povo sem fala é um povo sem vida. Obtido em 9 de outubro de 2017 no Fundéu BBVA: fundeu.es
  3. Unsworth L. (2000). Pesquisando a linguagem nas escolas e comunidades: perspetivas linguísticas funcionais. Cassell editorial
  4. Lahore A. (1993) Linguagem literal e conotada no ensino de ciências. Obtido em 9 de outubro de 2017 de Catalan Revistes amb Accés Orbet: raco.cat

Deixe um comentário