Regras de acentuação (com exemplos)

As regras de acentuação são as regras para a colocação da marca gráfica chamada til (´). Seu objetivo é indicar a maior força de voz em uma sílaba.A Real Academia Espanhola define o sotaque ou gráfico ou de ortografia, como um sinal de ortografia auxiliar que representa o sotaque prosódico por escrito.

No caso da língua espanhola, é uma pequena linha oblíqua em uma vogal. Isso indica que a sílaba em que cai é pronunciada com maior força e intensidade. Isso sempre deve ser desenhado da direita para a esquerda (´).Agora o acento deve ser distinguido.

Regras de acentuação (com exemplos) 1

Todas as palavras carregam uma certa carga de intensidade em sua pronúncia (sotaque), mesmo que tenham apenas uma sílaba. No caso de ter duas ou mais sílabas, a intensidade cai em uma delas.No entanto, nem todas as palavras no idioma espanhol são carregadas em til; Em geral, seu uso é restrito.

As palavras têm um padrão em sotaque. As palavras que se desviam desse padrão são as que carregam til.Por exemplo, a maioria das palavras em espanhol é clara (com maior força de voz na penúltima sílaba) e termina nos sons “n” e “s”. Portanto, palavras que não atendem a esse padrão são mantidas em til.

Em termos gerais, as regras de acentuação levam em consideração a posição da sílaba onde repousa a maior voz, a necessidade de distinguir as palavras que soam iguais e se um grupo de duas ou três vogais é pronunciado em conjunto ou não.

Além disso, quando se trata de palavras compostas (duas ou mais palavras unidas que produzem uma palavra com um novo significado), suas particularidades devem ser consideradas para estabelecer se eles carregam ou não um til.

Regras de sotaque de acordo com o sotaque prosódico

O sotaque prosódico é o maior alívio ou destaque dado a uma sílaba específica sobre as outras dentro de uma palavra. Por exemplo, a sílaba que tem o sotaque prosódico na palavra “cortina” é “você”.

Por outro lado, a sílaba com sotaque prosódico é chamada de sílaba tônica, e as outras são chamadas de não estressadas. Esse sotaque prosódico só é expresso – com o til – apenas em certos casos.Isso pode ser visto nos seguintes pares de palavras:

– Situa ção e ver o pai

Tarifa tigela e pas de

A sílaba tônica nas duas primeiras palavras é a última. No entanto, apenas uma palavra tem uma marca gráfica. O mesmo vale para o segundo par: a maior força da voz repousa na penúltima sílaba, mas apenas uma palavra carrega til.

Essas diferenças são devidas a regras de acentuação que levam em consideração a distribuição do acento prosódico na palavra e seu som final.Essas regras serão explicadas em detalhes abaixo.

Palavras afiadas

Quando a sílaba tônica de uma palavra polissílica (mais de uma sílaba) está na posição final, ela é conhecida como palavra afiada.

De acordo com as regras de acentuação, todas as palavras agudas carregam til se terminarem em uma vogal ou nas consoantes “n” e “s”. A exceção a essa regra é quando há uma consoante antes do “s” (chale t s).

Exemplos

Relacionado:  Estilística: Quais estudos, antecedentes e exemplos

Regras de acentuação (com exemplos) 2

Palavras simples

A sílaba tônica das palavras simples ou sérias recai sobre a penúltima sílaba.Todas as palavras simples têm sotaque quando não terminam em uma vogal ou nas consoantes “n” e “s”. Aqueles que terminam em consoante + s são excetuados ( classe t s)

Exemplos

Regras de acentuação (com exemplos) 3

Palavras Esdrújulas

As palavras esdrújulas são aquelas cuja sílaba tônica cai da penúltima penúltima sílaba. Sem exceção, as regras de acentuação determinam que todas as palavras esdrújulas tenham til.

Exemplos

Nu garoupas.

Olá, tese de pós .

Fórum da mula.

Ju ra SICO.

Prática .

Eu tudo.

quanto .

Par tí cula.

Companheiro de matemática .

Macros lida .

Overdrive Words

No caso das palavras superdrújulas, elas têm o sotaque prosódico (ou sílaba tônica) antes da penúltima sílaba e sempre carregam til.

Exemplos

LLE vatelo.

cuen preço-lo.

Revol Vien dosenos.

Permi TIEN dossel.

Ela bó renselas.

Acentuação de hiato, ditongos e triptongs

A presença de uma sequência de duas ou três vogais dentro da mesma palavra pode formar hiato, ditongos ou trípticos. Também existem regras de acentuação específicas para cada um desses casos.

Hiato

O hiato ocorre quando uma sequência de duas vogais pertence a duas sílabas diferentes; isto é, eles são articulados separadamente. É produzido nas seguintes combinações:

Duas vogais iguais: zo-ó-lo-go, al-ba-ha-ca *, cre-é-mos.

Duas vogais abertas diferentes (a, e, o): ca-ma-le-ón, ca-os, ae-ro-pla-no.

Uma tônica de vogal fechada (i, u) e uma vogal aberta (a, e, o) sem tensão: vela de ignição con-fí-e, bú-ho *.

Uma vogal aberta sem estresse e uma vogal tônica fechada: e-go-is-ta, tronco, milho.

* Nota: a letra “h” intercalada entre as vogais não influencia a formação do hiato.

Como pode ser visto nos exemplos, no primeiro e no segundo casos, as regras gerais de acentuação explicadas na seção anterior são levadas em consideração. Nos dois últimos casos, a vogal tônica fechada sempre carrega til.

Exemplos

Regras de acentuação (com exemplos) 4

Ditongos

Um ditongo é uma sequência de duas vogais pronunciadas na mesma sílaba. As combinações possíveis são:

– Uma vogal aberta (a, e, o) e uma vogal fechada (i, u) sem tensão: frai-le, ahu-ma-do **, di-réis, Eu-ro-pa.

– Uma vogal fechada e sem tensão e uma vogal aberta: en-vi-dia, a-quantum, con-city.

– Duas vogais fechadas: cidade, a-cuí-fe-ro

** Nota: a letra “h” intercalada entre as vogais não impede a formação do ditongo.

No que diz respeito ao til, para ditongos gerais, as regras gerais de acentuação devem ser levadas em consideração. No caso da sequência vocal fechada + vogal fechada, a marca gráfica é colocada na segunda vogal.

Exemplos

Regras de acentuação (com exemplos) 5

Triptongos

Um triptongo é a conjunção de três vogais que estão na mesma sílaba. A combinação é vogal fechada (sem tensão) + vogal aberta + vogal fechada (sem tensão).

Como no caso dos ditongos, o uso do til é regido pelas regras gerais de acentuação. Quando tem um acento ortográfico, é colocado na vogal forte.

Exemplos

Regras de acentuação (com exemplos) 6

Tilde Diacritic

Monossílabos

Em geral, palavras monossílabas não têm marca gráfica. No entanto, em alguns casos, um til diacrítico é usado.

Relacionado:  65 Exemplos de Verbos em Copretérito

Isso é usado para determinar a categoria gramatical de palavras homônimas monossílabas (uma sílaba) (palavras que têm a mesma forma).

Por exemplo, o par “de” e “doar” são distinguidos, já que “de” é uma preposição e “doar” é uma forma verbal de “doação”.

Outro caso do uso do til diacrítico é o par par / par. “Even” é usado quando você quer dizer “even”, “even” ou “also” (por exemplo: “até os mais pobres …”), enquanto “still” é equivalente a “still” cedo »).

Exemplos

– Você (pronome pessoal) / Você (adjetivo possessivo)

Você é meu amigo / Sua bolsa foi perdida.

– Ele (pronome pessoal) / o (determinante)

Ele sempre ouve / A história era muito longa.

– Eu (pronome pessoal) / Mi (adjetivo possessivo)

Para me cansado me este / Minha casa não está longe.

– Tea (substantivo / Te (pronome pessoal)

Eu amo tomar chá / Te Eu avisei.

– Sim (advérbio de afirmação) / Sim (conjunção)

Sim , eu concordo / Se você não contar a verdade, vai se arrepender.

– Eu sei (forma verbal do verbo sabre) / se (pronome pessoal)

Eu sei que eu vou ter sucesso / não ser dito.

Interrogativo e exclamatório

Advérbios relativos (onde, como, quando, quando e quanto) e pronomes relativos (qual, quem, quem, qual e qual) são escritos sem uma marca quando não têm valor interrogativo ou exclamatório. Caso contrário, eles devem ter essa marca gráfica.

Exemplos

– Onde / Onde

Sempre vai aonde o vento o leva / Não sabemos onde essa aventura vai acabar

– Como como

Sinto como se dependesse apenas dela / Como ela conseguirá isso?

– Como / Como

Caiu quanto tempo foi / Quão difícil é o caminho para a felicidade!

– Quando / Quando

Você viajará quando terminar seus estudos / Quando tudo isso aconteceu?

– Quanto / quanto

Tudo muito tem ele ganhou sacrificially / Não sei o quanto eu lamento isso !

– O que / o que

Ele disse que não se importava / O que ele disse?

– Quem / Quem

A mãe, que sempre cuidava dela, já estava cansada / não sabia quem estava em casa.

– quem / quem

Ele recompensou aqueles que o ajudaram / Quem virá esta tarde?

– Qual / Qual

Toma que ele / Não sei o que para escolher!

– Qual / Qual

Traga seus materiais, sem os quais você não poderá trabalhar / Quais instituições são melhores?

Palavras compostas

Algumas palavras compostas são apresentadas graficamente (sombrio, arco-íris); em vez disso, outros são separados por um roteiro (teórico-prático, social-democrático).

Para os fins das regras de acentuação, os primeiros se comportam como uma única palavra. Estes últimos são tratados como palavras separadas, mantendo sua forma original.

Exemplos

– Retilíneo (reto + linha).

– Décimo quinto (décimo + quinto).

– Espantalho (susto + pássaros).

– Pontapé (ponta + pé).

– Filmadora (vídeo + câmera).

– Físico-químico (físico + químico).

– Técnico-administrativo (técnico + administrativo).

– Hispânico-Alemão (Hispânico + Alemão).

– Épico lírico (lírico + épico).

– árabe-israelense (árabe + israelense).

Acentuação de advérbios terminados em -mente

Os advérbios terminados em -mente são uma exceção às regras gerais de acentuação, pois são palavras simples que terminam em vogal. No entanto, essas palavras mantêm a mesma ortografia do adjetivo que a originou.

Exemplos

Relacionado:  Parnasianismo: Origem, Características e Representantes

Regras de acentuação (com exemplos) 7

Formas verbais com apêndices

As formas “eu”, “te”, “se”, “le”, “les”, “lo”, “los”, “la”, “las”, “se” e “nos” podem ser vinculadas ao verbo (por exemplo: prometa-me). Nestes casos, são chamados pronomes enclíticos. Essas formas verbais devem seguir as regras gerais de acentuação.

Exemplos

– Envie- me (a combinação ia forma um hiato. A palavra é esdrújula).

– Vestir você (palavra esdrújula).

– Digamos que você (palavra simples terminado em vogal).

– tente -lo (proparoxytone).

– Recomendando selos (ultrapassagem de palavras).

Sotaque em maiúsculas

O sinal de ortografia não deve ser omitido quando se trata de maiúsculas, se as regras o exigirem. No passado, a colocação de til era um pouco difícil ao usar máquinas de escrever; Hoje, essa omissão não se justifica mais.

Exemplos

– “AS LETRAS MAIÚSCULAS TAMBÉM SÃO CHAMADAS VERSÕES POR SEREM USADAS NO INICIAL DE TODOS E DE CADA UM DOS VERSÍCULOS DOS POEMAS. AS LETRAS MAIÚSCULAS – MUITAS DIFERENTES SOMENTE EM TAMANHO, MAS EM FIGURA E DESENHO – REPRESENTAM EXATAMENTE OS MESMOS SONS OU FONEMAS QUE OS MINÚSCULOS CORRESPONDENTES ”.

– «Árvores verdes floresceram no campo. Único em seu estilo, as árvores desta floresta tropical proporcionavam frescura e beleza. Éramos apenas duas pessoas desfrutando desta bela e imponente paisagem ».

Exclusão de marcas diacríticas pelo RAE

Anteriormente, o advérbio “somente” (somente) tinha um sotaque diacrítico para se distinguir do adjetivo homônimo “somente”. A Real Academia Espanhola (RAE) eliminou esse sotaque em 2010.

Além disso, o til foi removido em “isto”, “isto”, “estes”, “estes”, “aquilo”, “aquilo”, “aqueles”, “aqueles”, “aqueles”, “aquilo”, “aquilo” e “aqueles” . Assim, eles são escritos sem o sinal de ortografia quando funcionam como pronomes ou como determinantes.

Exemplos

Isso Mr. estudou matemática / Isso é um bom médico

Essas mudanças são notícias muito boas / Essas borrachas precisam ser substituídas.

Esse livro não é meu / Isso lá está chamando você.

O til na conjunção disjuntiva “ou” também foi excluído, independentemente de aparecer entre palavras, figuras ou sinais.

Exemplos

– Prefiro suco de frutas ou vinho.

– Ele nasceu em 1988 ou 1989.

– Você pode usar os sinais + ou – se quiser.

Referências

  1. Ávila, F. (2002). Para onde vai o til. Bogotá: Editora Norma.
  2. Real academia espanhola. (2005). Dicionário pan-hispânico de dúvidas. Retirado de lema.rae.es
  3. Rodríguez Guzmán, JP (2005). Gramática gráfica no modo juampedrino.Barcelona: edições Carena.
  4. Hualde, JI; Olarrea, A e Escobar, AM (2001). Introdução à Lingüística Hispânica. Nova York: Cambridge University Press.
  5. Pastor, A. Escobar, D.; Mayoral, E. e Ruiz, F. (2014). Comunicação e Sociedade I. Madri: Edições Paraninfo.
  6. Escola de idiomas Vecchi. (2012). Ortografia correta do espanhol. Barcelona: De Vecchi Editions.
  7. Garcia, S.; Meilán, AJ e Martínez, H. (2004). Construa bem em espanhol: a forma das palavras. Oviedo: Ediuno.
  8. García-Macho, ML; García-Page Sánchez, M.; Gómez Manzano, P e Cuesta Martínez; P. (2017). Conhecimento básico da língua espanhola. Madri: Publicação na Universidade Ramon Areces.
  9. Veciana, R. (2004). A acentuação espanhola: novo manual das normas acentuadas. Santander: Universidade da Cantábria.
  10. Real academia espanhola. (2010). Principais notícias da última edição da ortografia da língua espanhola (2010). Retirado de rae.es.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies