100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade

Melhores frases de Pablo Neruda de amor, reflexão, felicidade, desgosto, vida e muito mais. Ele era um poeta chileno, considerado um dos melhores e mais influentes artistas do século XX.

Entre seus trabalhos estão Residencia en la Tierra, Canto geral, Os versos do capitão, Fulgor e a morte de Joaquín Murieta , entre outros.Você também pode se interessar por esses poemas de felicidade ou frases de amor .

-É proibido não sorrir para os problemas, não lute pelo que deseja, abandone tudo por medo, não realize seus sonhos.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 1

-Qual será a diferença entre ter paciência por nada e perder tempo?

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 2

-Você pode cortar todas as flores, mas não parar a primavera.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 3

-Poesia nasce da dor. A alegria é um fim em si mesma.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 4

– E uma a uma, as noites entre nossas cidades separadas se juntam às noites que nos unem.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 5

– Para que nada nos separe, que nada nos una.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 6

-Eu gosto de você quando você cala a boca porque está ausente.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 7

-O amor não parece, sente e muito mais quando ela está com você.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 8

N Se nada nos salvar da morte, a menos que o amor nos salve da vida.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 9

-Eu pensei que a rota passasse pelo homem e que dali o destino teria que partir.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 10

-Eu quero fazer com você o que a primavera faz com as cerejeiras.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 11

O amor nasce da memória, vive da inteligência e morre do esquecimento.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 12

-O amor é muito curto e esquece muito.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 13

-Há um certo prazer na loucura, que apenas o louco conhece.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 14

Quem descobrir quem eu sou, descobrirá quem você é.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 15

Os poetas odeiam o ódio e fazem guerra contra a guerra.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 16

– Ele sofre mais do que sempre espera do que aquele que nunca esperou por alguém?

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 17

-Eu nasci nesta cidade, minha poesia nasceu entre a colina e o rio, a chuva tomou minha voz e, como madeira, está encharcada na floresta.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 18

– A timidez é uma condição fora do coração, uma categoria, uma dimensão que leva à solidão.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 19

A poesia é um ato de paz. A paz está na criação de um poeta como a farinha na preparação do pão.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 20

-Eu amo você como certas coisas sombrias são amadas, secretamente, entre a sombra e a alma.

100 frases de Pablo Neruda sobre amor, reflexão e felicidade 21

-Como um jarro, você alojou ternura infinita e a ternura infinita despedaçou-o como um jarro.

– Em um beijo, você saberá tudo o que eu silenciei.

Os livros que mais ajudam você são aqueles que fazem você pensar mais. Um grande livro de um grande pensador é uma embarcação de pensamento, carregada de beleza e verdade.

Somente com ardente paciência conquistaremos a cidade esplêndida que dará luz, justiça e dignidade a todos os homens. Assim, a poesia não será cantada em vão.

– Algum dia, em qualquer lugar, em qualquer lugar, você inevitavelmente se encontrará, e isso, somente isso, pode ser o mais feliz ou o mais amargo de suas horas.

-Uma criança que não brinca não é criança, mas o homem que não brinca perdeu para sempre a criança que viveu nele e da qual sentirá muita falta.

-Eu procurei, mas ninguém tinha seus ritmos, sua luz, o dia sombrio que você trouxe para a floresta, ninguém tinha seus pequenos ouvidos.

– De repente, acho que consigo distinguir suas unhas, oblongas, vivas, sobrinhas de uma cerejeira. Então, é o seu cabelo que passa, e acho que vejo sua imagem, uma fogueira, queimando na água.

-Bem agora, se aos poucos você parar de me amar, aos poucos vou parar de te amar.

-Eu quero fazer uma longa viagem dos quadris aos pés.

-Posso escrever os versos mais tristes esta noite. Eu a amava, e às vezes ela também me amava.

-Eu não a amo mais, é verdade, mas o quanto eu a amava.

-Verde era o silêncio, molhado era a luz, o mês de junho tremia como uma borboleta.

-Mas amo seus pés só porque andaram na terra e no vento e na água; Até que eles me encontraram.

-Nós sempre estaremos sozinhos, sempre seremos você e eu, sozinhos na terra, para começar nossa vida.

-Meu coração de verão sempre procura por você.

-Uma boca perdida entre mil bocas que eu beijei.

-Eu preciso do mar porque me ensina.

-E espero por você como uma casa vazia até que você me veja novamente e viva em mim. Até então minhas janelas doem.

-Em sua vida, meus infinitos sonhos vivem.

A risada é a linguagem da alma.

-Como se estivesse pegando fogo por dentro. A lua vive na linha da sua pele.

-No meu céu no crepúsculo você é como uma nuvem e sua forma e cor são do jeito que eu as amo.

-O amor é um rugido de luz.

-Você não é como ninguém desde que eu te amo.

Sentir o amor das pessoas que amamos é o fogo que alimenta a nossa vida.

–Então, o amor sabia que isso se chamava amor e quando levantei meus olhos para seu nome, de repente seu coração me mostrou o caminho.

-Eu te amo sem saber como, quando ou onde. Eu te amo simplesmente, sem problemas ou orgulho. Eu te amo assim, porque não tenho outra maneira de te amar.

– Foi nessa idade que a poesia veio em minha busca.

-Amor! Amor enquanto a noite entra em colapso!

-O meu destino era amar e dizer adeus.

-Em que idioma a chuva cai nas cidades atormentadas?

N Enquanto escrevo, estou muito longe; e quando eu voltar eu vou embora.

– Seus olhos abertos são a única luz que conheço das constelações extintas.

-O amor é o mistério da água e de uma estrela.

– À noite, sonho que você e eu somos duas plantas que crescem juntas, com raízes emaranhadas, e que você conhece a terra e a chuva como minha boca, por causa da terra e da chuva que somos feitos.

-Se de repente você não existir, se de repente você não viver, eu continuarei a viver. Não me atrevo. Não ouso escrever, se você morrer. Eu continuarei a viver.

-Dê-me silêncio, água, esperança. Dá-me luta, aço, vulcões.

-Quem escreve seu nome em letras de fumaça entre as estrelas do sul? Oh, deixe-me lembrá-lo como você era antes de existir.

Se nada nos salva da morte, pelo menos o amor deve nos salvar da vida.

-Dê-me sua mão das profundezas semeadas pela sua dor.

– Minha alma é um carrossel vazio ao pôr do sol. Tudo é uma cerimônia no jardim de infância selvagem.

– Aos olhos do luto, começa a terra dos sonhos.

-Esqueça com generosidade aqueles que não podem nos amar.

In À noite, amado, amarre seu coração ao meu, e que eles derrotem a escuridão em seus sonhos.

-Gosto da mesa, quando estamos conversando, a luz da garrafa de vinho inteligente.

-Eu amo todas as coisas, não apenas as grandes, mas as infinitamente pequenas: dedal, esporas, pratos, vaso de flores.

∎ Apenas uma paciência ardente tornará a conquista uma felicidade esplêndida.

-Você é a noite calma, constelada. Seu silêncio é como a estrela, tão distante, tão verdadeira.

Relacionado:  As 50 melhores frases de Carl Rogers

-Com seu nome na minha boca, um beijo que nunca se separa do seu.

-Toquei em você e minha vida parou.

-A ausência é uma casa tão vasta que dentro de você passará por suas paredes e pendurará imagens no ar.

De todos os incêndios, o amor é o único que não pode ser extinto.

N O verso cai sobre a alma, como orvalho na grama.

– Tire seu pão de mim, tome minha água se desejar; Mas nunca me negue seu sorriso.

-O carne, minha própria carne, mulher que amei e perdi; Eu te invoco nesta hora de imensa necessidade, levanto minha música para você.

-Eu estava com sede e com fome, e você era a fruta. Havia dor e ruína, e você foi o milagre.

-Às vezes, um pouco de sol brilhava como uma moeda na minha mão.

Todo dia você brinca com a luz do universo.

-Eu te amo sem saber como, quando ou onde. Eu te amo de uma maneira simples, sem problemas ou orgulho. Amo-te assim porque não conheço outra maneira de amar além desta, na qual não há nem eu nem você, tão íntimos que sua mão no meu peito é a minha mão, tão íntimos que quando adormeço seus olhos se fecham.

-Todas as coisas me levam até você, como se tudo existisse; cheiros, luzes, metais, eram pequenos barcos que partem daquelas ilhas e me esperam.

-Nesta parte da história, sou eu quem morre.

-Eu desejo sua boca, sua voz, seu cabelo. Silencioso e faminto, eu ando pelas ruas. Pão não me alimenta, o amanhecer me interrompe o dia todo. Eu procuro a medida líquida de seus passos.

-Eu amo você como a planta que nunca floresce, mas carrega em si a luz das flores escondidas; graças a seu amor, uma certa fragrância sólida, ressuscitada da terra, vive escura no meu corpo.

-Eu preciso do mar porque ele me ensina.

-Bem, se aos poucos você parar de me amar, aos poucos vou parar de te amar.

-Como uma flor para o seu perfume, estou vinculado à minha vaga lembrança de você. Eu vivo com dor. Isso é como uma ferida; Se você me tocar, você saberá. Me faça um dano irreparável.

-Para você, os perfumes inebriantes do verão me machucam; Para você, procurei novamente os sinais que precipitam desejos: estrelas cadentes, objetos em queda.

-Isso é tudo. Fora, alguém canta. Muito longe. Minha alma está perdida sem ela.

-Eu esqueci seu rosto, você não se lembra de suas mãos, como seus lábios se beijaram?

-De outra pessoa. Ela será de outra pessoa. Como ela pertenceu aos meus beijos. Sua voz, seu corpo leve. Seus olhos infinitos …

N Nós mortais tocamos os metais, o vento, as margens do oceano, as pedras, sabendo que elas permanecerão inertes ou ardentes. E eu estava descobrindo, nomeando todas essas coisas: era meu destino amar e dizer adeus.

-Não me deixe, nem por uma hora, porque então as pequenas gotas de angústia correrão juntas, a fumaça que vagueia em busca de uma casa flutua em mim, afogando meu coração perdido.

-Não tire a rosa, a flor de lança que você colhe, a água que de repente explode de alegria, a repentina onda de prata nascida em você.

-Ria de noite, durante o dia, na lua, ria nas ruas tortuosas da ilha, ria desse idiota estúpido que te ama.

-Em que idioma a chuva cai nas cidades atormentadas?

– Quando estou escrevendo, estou muito longe e, quando vôo; Eu fui embora

-Não, a rede de anos não desmorona: não há rede. Não cai gota a gota de um rio: não há rio.

– O sonho não divide a vida em metades, ação ou silêncio ou honra: a vida é como uma pedra, um único movimento, uma fogueira solitária refletida nas folhas, uma flecha, apenas uma, lenta ou rápida, um metal que sobe ou desce queimando em seus ossos.

-Você é livre para escolher as opções que deseja, mas é um prisioneiro das consequências.

-E se você não der mais, apenas encontre o que está em suas mãos, pense que dar amor nunca é em vão.

-Vá em frente sem olhar para trás.

A verdade é que não há verdade.

-Em minha casa colecionei brinquedos pequenos e grandes, sem os quais não podia viver.

-Fort é o pretexto do malsucedido.

N Como todas as coisas estão cheias da minha alma, você surge das coisas cheias da minha alma.

-Quanto vai doer se acostumar comigo.

-Eu estou olhando, ouvindo, com metade da alma no mar e metade na alma, e com as duas metades da alma, olho para o mundo.

-Mas balas nascem de todo crime que um dia procurarão em você, onde está o coração.

– Morre lentamente, evitando a paixão. E seu turbilhão de emoções.

-Eu não te deixei quando eu vou embora.

-Nude, você é tão simples quanto uma de suas mãos: lisa, terrestre, mínima, redonda, transparente. Você tem linhas da lua, rastros de maçã.

-Lagrimas que não choram, esperam em pequenos lagos ou serão rios invisíveis que marcham em direção à tristeza?

– Borboleta dos sonhos, você é semelhante à minha alma, e semelhante à palavra melancolia.

-Por que todo o meu amor virá de uma só vez quando me sinto triste, e sinto você distante.

–Parece que seus olhos se afastaram e parece que um beijo fechou sua boca.

– Deixe-me falar com você também com seu silêncio, claro como uma lâmpada, simples como um anel.

-Por meu coração, seu peito é suficiente, por sua liberdade, minhas asas são suficientes.

-Mina o horizonte com a sua ausência.

–Eu morrerei beijando sua boca louca e fria, abraçando o cacho perdido do seu corpo e procurando a luz dos seus olhos fechados.

-Se de repente você me esquecer, não me procure, eu já te esquecerei.

-Se você considera o vento longo e louco … e decide me deixar na beira do coração em que tenho raízes, pense que naquele dia, naquele momento … minhas raízes virão para encontrar outra terra.

-A água está descalça pelas ruas molhadas.

-Eu estou cansado de ser homem.

-Se você me perguntar qual é a minha poesia, devo lhe dizer que não sei; mas se você perguntar minha poesia, ela lhe dirá quem eu sou.

-Amor … que solidão errante para sua empresa!

-Não faça com amor o que uma criança faz com seu balão, que ao tê-lo o ignora e ao perdê-lo, ele chora por ele.

-Para o meu próximo ato, preciso que você me beije e farei borboletas aparecerem no seu estômago.

-Ninguém será, só de você. Até meus ossos virarem cinzas e meu coração parar de bater.

-É como um furacão de geléia, como uma cachoeira de esperma e água-viva.

-Eu vejo suas águas passarem pelos ossos.

-Nas casas vazias entrei com uma lanterna para roubar seu retrato. Mas eu já sabia como era.

-Como lenços de despedida brancos viajam pelas nuvens, o vento as sacode com as mãos viajantes … batendo sobre o nosso silêncio apaixonado.

-Sed de você me assedia nas noites de fome.

-Amor, quantos caminhos para um beijo.

-As sementes saltam por toda parte, todas as idéias são exóticas, esperamos grandes mudanças todos os dias, vivemos com exaltação a mutação da ordem humana.

-O vinho move a primavera, cresce como uma planta de alegria. Paredes caem, pedras, penhascos se fecham, nasce o canto.

-Por que as folhas se matam quando ficam amarelas?

-Porque em noites como essa eu a tinha em meus braços, minha alma não se contenta em tê-la perdido.

– Quem não viaja lentamente morre, quem não lê, quem não ouve música, que não encontra charme em si mesmo. Ele morre lentamente, destruindo seu amor próprio, que não se deixa ajudar.

-Semea a planície antes de remover a colina.

-Como eu saberia como amar você, mulher como eu saberia como amar você, como você nunca soube Morra e ainda te amo.

-Com Allende é o bem do passado, o melhor do presente e o futuro inteiro.

– Nascer eu nasci, para fechar a passagem de quanto se aproxima, de quanto bate no meu peito como um coração trêmulo.

– Oh, um por um, a onda que chora e o sal que esmaga, e o tempo do amor celestial que passa, tiveram a voz dos convidados e o espaço de espera.

-O que aconteceu? Como passo? Como isso pôde acontecer? A verdade é que aconteceu e o mais claro é que aconteceu, saiu, a dor foi embora para não voltar.

-Se eu viver novamente, será da mesma maneira, porque meu nascimento errado pode ser repetido.

Sempre, você sempre se afasta à tarde, onde o crepúsculo corre removendo estátuas.

– A poesia das coisas está acontecendo ou minha vida não pode condensá-la?

-Eu lembro de você como você estava no outono passado … Anexado aos meus braços como uma videira …

-Eu sou o desesperado, a palavra sem ecos, quem perdeu tudo e quem teve tudo.

-Abelha branca, ausente, você ainda zumbe na minha alma. Você se eleva no tempo, magro e silencioso.

-Ela me amava, às vezes eu também a amava. Como não ter amado seus grandes olhos fixos.

Relacionado:  100 frases de basquete dos melhores da história

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies