13 Características das Informações Financeiras

13 Características das Informações Financeiras

Algumas das principais características das informações financeiras são: confiabilidade, veracidade, objetividade, verificabilidade, suficiência, compreensibilidade, estabilidade, entre outras.

Informações financeiras são todas as informações de natureza contábil ou econômica refletidas nas demonstrações financeiras, que são uma representação estruturada da situação financeira e do desempenho de uma entidade, seja uma empresa privada ou um órgão público ou governamental.

As demonstrações financeiras são um conjunto completo de documentos explicativos que geralmente contêm:

-Estado da situação financeira

– Declaração de renda

– Demonstração de resultados abrangente

– Demonstração das mudanças no patrimônio líquido

– Declaração de fluxo de caixa

-Notas: resumo das políticas contábeis mais significativas e informações adicionais.

O objetivo das demonstrações financeiras é fornecer informações financeiras que sejam úteis para investidores, credores e possíveis interessados ​​que precisam tomar decisões, como comprar, vender, manter ou modificar o patrimônio, obter financiamento e assim por diante.

Além de sua estrutura e apresentação formal, as informações financeiras devem e devem atender a uma série de características para cumprir seu objetivo fundamental de utilidade, listados abaixo.

Principais características das informações financeiras

Para que as informações financeiras sejam úteis ao usuário em geral, elas devem atender a uma série de características, como:

1- Confiabilidade

O conteúdo deve ser consistente com os eventos que ocorreram na empresa; isto é, com suas transações e transformações econômicas.

O usuário deve se sentir seguro e confiante com as informações observadas nas demonstrações financeiras. Essa confiança está intimamente ligada a outras características, como as descritas abaixo.

2- Veracidade

As demonstrações financeiras devem ser uma transcrição verdadeira da situação econômica da empresa.

Qualquer tentativa de modificar dados, ocultar ou sobrepor-se a eles, tentativas contra a veracidade do relatório e, portanto, contra sua confiabilidade e utilidade, resultando no perigo de tomar decisões incorretas.

Relacionado:  As 61 lendas curtas argentinas mais populares

3- Objetividade

As informações financeiras devem ser completamente imparciais.

Qualquer subjetividade, interpretação ou manipulação dos dados criará uma distorção que poderá prejudicar algum setor da empresa e / ou beneficiar outro, priorizando os interesses particulares de qualquer das partes.

4- Verificabilidade

Embora as demonstrações contábeis sejam um tipo de resumo que reflita os resultados econômicos de uma empresa em um determinado período, essas informações devem ser verificáveis ​​nos mínimos detalhes, para que os macro resultados do período possam ser verificados e validados.

5- Suficiência

As demonstrações financeiras possuem uma seção de “notas”, na qual todas as informações consideradas pertinentes devem ser esvaziadas para que os investidores possam tomar a melhor decisão sobre a empresa.

Os detalhes não devem ser poupados como irrelevantes, pois podem eventualmente fazer uma diferença significativa na tomada de decisões.

6- Relevância

Embora o que seja relevante ou não em qualquer conteúdo seja algo altamente subjetivo, o contador deve ter conhecimento suficiente da situação financeira de sua empresa, a fim de fornecer ao usuário informações realmente consideradas valiosas para a tomada de decisões. decisões econômicas.

Nesse sentido, além do senso comum e da experiência do auditor, as Normas de Relato Financeiro (NIF) fornecem orientações sobre o que pode ser de importância relativa em cada evento ou item contábil.

A formulação correta das previsões e suas prováveis ​​confirmações dependerão da relevância das informações financeiras.

7- compreensibilidade

As informações financeiras devem ser apresentadas de forma que possam ser entendidas pelo usuário em geral e não apenas pelas pessoas envolvidas na situação econômica da empresa.

Obviamente, entende-se que, se o usuário geral tiver acesso a essas informações, é porque ele possui conhecimentos e habilidades mínimos que permitirão analisar e entender as demonstrações financeiras e a atividade econômica do negócio.

Relacionado:  Os 4 tipos de piadas mais populares

8- Comparabilidade

A comparabilidade tem a ver com a capacidade dos usuários de estabelecer semelhanças, diferenças ou comparações entre as demonstrações financeiras atuais e anteriores da mesma entidade, ou entre as demonstrações financeiras de diferentes empresas.

Isso só é possível se as demonstrações financeiras obedecerem aos padrões do NIF, uma vez que é a única maneira de “falar o mesmo idioma”, estudar os mesmos parâmetros e ser capaz de obter informações uniformes e padronizadas sobre os critérios, o que pode torná-lo comparável.

9- Oportunidade

Para que as informações financeiras sejam úteis, elas precisam ser oportunas; isto é, ele deve ser preparado e entregue quando necessário, para que os usuários possam analisá-lo e tomar as decisões relevantes no momento certo. Nem antes, nem depois.

Para isso, é necessário que o contador tenha todas as informações em mãos, atualizadas e organizadas, para que possa preparar as demonstrações financeiras ou parte delas em tempo hábil e com os dados mais atualizados disponíveis.

10- Estabilidade

É necessário que todas as características qualitativas das demonstrações financeiras alcancem um equilíbrio entre si, a fim de atingir seu objetivo de lucro máximo.

Portanto, alcançar o ponto ideal, em vez de buscar o ponto máximo de todas essas características, é a melhor recomendação que pode ser feita ao contador responsável pela preparação das informações financeiras.

11- Pertença

As demonstrações financeiras devem atender às necessidades dos usuários. Isso é visto na necessidade de fazer parte da reflexão que uma empresa apresenta; portanto, os dados e saldos das demonstrações financeiras devem incluir linhas dedicadas ao mercado, informações, tendências e outros conceitos que afetam o usuário.

12- Regulamentado

As demonstrações financeiras de todas as empresas são produzidas de forma sistemática e devem ter uma ordem, estrutura e conteúdo semelhantes, respaldados pelas Normas Internacionais de Relato Financeiro (NIF), para que qualquer pessoa, independentemente de sua localização geográfica, possa lê-las e interpretá-las. Da mesma maneira.

Relacionado:  Qual é a origem da palavra Chulla?

13- Jornal

As informações nas demonstrações financeiras devem ser apresentadas com frequência estável, sendo normalmente apresentadas anualmente.

Em geral, no caso de empresas de capital aberto, elas apresentam suas demonstrações financeiras de forma intermediária. Isso significa que eles dividem os relatórios ao longo do ano. O motivo é criar confiança nos investidores e credores, mostrando força e liquidez.

Referências

  1. Hernán Cardozo Cuenca. Catálogo único de informações financeiras para o setor de solidariedade. Edições ECOE.
  2. Nações Unidas (2003). Diretrizes para informações contábeis e financeiras de pequenas e médias empresas (DCPYMES). Nova York e Genebra.
  3. Padrões de informações financeiras (NIF) 2017. Instituto Mexicano de Contadores Públicos.
  4. Características da informação financeira. Recuperado de contabilidadca.files.wordpress.com
  5. Qualidades da informação financeira. Harmonização contábil do governo. Recuperado de democraciacontributivo.wordpress.com
  6. Germán Rivera (2013). Características que as informações financeiras devem ter para os profissionais de marketing. Recuperado de merca20.com
  7. Características da informação financeira. Recuperado de sites.google.com.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies