13 pratos típicos da região andina da Colômbia

13 pratos típicos da região andina da Colômbia

Os pratos típicos da região andina da Colômbia são muito variados, pois são compostos por vários departamentos: Nariño, Cauca, Caldas, Risaralda, Quindio, Huila, Cundinamarca, Santander, Norte de Santander, Antioquia, Tolima e Boyacá.

Embora seja verdade que a gastronomia varia de um departamento para outro, os pratos da região andina têm alguns elementos em comum, como o uso de carne e caldos de carne e o uso de condimentos e especiarias fortes.

Carnes de bovinos e suínos são os protagonistas da maioria dos pratos da região andina da Colômbia. De fato, cinco dos pratos típicos que serão apresentados abaixo contêm pelo menos um tipo de carne.

A seguir, será apresentada uma lista de oito pratos típicos dos Andes colombianos. Desses pratos, dois são consumidos principalmente no café da manhã, quatro são comidos no almoço e dois são sobremesas.

Gastronomia da região andina: pratos típicos

1- Caldo de costela ou tirante morto

O caldo de costela é um dos pratos mais comuns na culinária colombiana. É uma sopa de costela, geralmente carne.

As costelas são fervidas em água, juntamente com alho, coentro, salsa, cebola e pimentão. Além disso, são adicionados vegetais, como batatas, ocumo, mandioca e inhame.

O caldo de costela é geralmente consumido no café da manhã, juntamente com pão ou arepa (este último é um elemento típico da culinária colombiana em geral).

Além disso, o caldo de costela é usado como remédio para ressaca. É por isso que é chamado de “levantador morto”.

Além disso, a mistura de vegetais e costelas fornece uma grande quantidade de nutrientes, de modo que o caldo restaura a energia daqueles que o consomem rapidamente.

2- Changua

É uma sopa típica da região andina da Colômbia, especificamente dos departamentos de Boyacá e Cundinamarca. É muito comum na capital da Colômbia, Bogotá.

Esta sopa é feita misturando partes iguais de água e leite com uma pitada de sal. Esta mistura é fervida e, quando já estiver borbulhando, adicione um ovo sem casca, tomando cuidado para não quebrar a gema.

Deixe-o no fogo por alguns minutos, enquanto o ovo está cozinhando, e adicione a cebolinha (que geralmente é previamente frita para intensificar o sabor da planta) e o coentro encaracolado.

Esta sopa é servida com um pedaço de pão duro, que é embebido no caldo de leite para amolecer. Geralmente é consumido no café da manhã.

3- Ajiaco

Ajiaco é um tipo de sopa cremosa feita de frango, milho, abacate, batata, guascas, coentro, salsa, pimenta, alho e cebola. É feito com três tipos de batatas típicas dos Andes: a batata da savana, a pastusa e os crioulos.

As batatas são cozidas e batidas para formar uma espécie de purê. A esta mistura são adicionados o frango, o caldo de galinha e os outros ingredientes. Leite ou creme de leite podem ser adicionados para melhorar a consistência do ajiaco.

4- os tamales

Tamales são pratos típicos da gastronomia da América Latina. No entanto, em cada área eles são preparados de forma diferente.

Os tamales da região andina colombiana usam uma massa à base de arroz que foi cozido demais (quando está um pouco pegajoso).

Esta mistura é amassada em bolas e espalhada nas folhas de bananeira. Posteriormente, é recheado com ensopado de frango, carne bovina ou suína; Eles também podem ser feitos com grãos (ervilhas, feijões, lentilhas, entre outros).

Quando o ensopado já foi adicionado, o tamale é fechado, envolto na folha de bananeira. Em seguida, são cozidos em água fervente e deixados em repouso para que a massa de arroz não se desintegre.

5- A bandeja paisa

A bandeja paisa é caracterizada pela abundância de seus alimentos componentes. Não é um prato como tal, porque não possui ingredientes específicos ou ingredientes excelentes: o verdadeiro protagonista desta bandeja é a quantidade.

Embora os ingredientes da bandeja paisa possam variar de um local para outro, considera-se que os elementos canônicos desse prato são os seguintes:

– Feijão vermelho com carne de porco.

– Arroz branco.

– Chicharrón (pele de porco frita, sua consistência é muito crocante).

– Bife.

– Ovos fritos.

– Patacones (fatias ou fatias de banana frita).

– salsichas.

– Abacate.

Arepas.

Outras versões da bandeja paisa incluem carne assada, porco e fígado bovino.

6- Leitão

O leitão é um prato feito com um porco jovem, com no máximo três meses de idade. Geralmente é cozido no forno.

Para preparar o leitão, a pele do animal deve ser bem limpa, remover as impurezas e extrair as vísceras. Depois de limpa, a carne é temperada.

Algumas pessoas fazem buracos na pele do porco e os enchem de azeitonas, alcaparras, cenouras, alho e cebola. Outras pessoas preparam um ensopado de carne de porco ou carne e enchem a barriga do porco com este molho.

Quando a carne é recheada ao gosto do chef, o leitão é assado. Recomenda-se adicionar um pouco de gordura enquanto o leitão cozinha para que a carne seja suculenta.

7- iguaria branca

Manjar blanco é uma sobremesa feita de amido de milho (amido de milho) e leite. Isso é feito misturando o leite com o amido de milho. A referida mistura é colocada no fogo e constantemente agitada.

Enquanto cozinha, adicione o açúcar. Outros ingredientes também podem ser incluídos no gosto, como canela, raspas de limão e essência de baunilha.

Depois de cozida, a iguaria é deixada em pequenos recipientes (um para cada porção) e pode ser refrigerada para endurecer.

8- Chicha

Chicha é uma sobremesa típica dos Andes, não apenas da Colômbia. É uma bebida à base de cereais, principalmente aveia, trigo e milho.

Em algumas áreas, a chicha pode fermentar para adquirir um certo teor alcoólico.

9- Mudo santandereano

Sopa própria do Santander e do Norte de Santander, preparada para períodos de frio e chuva devido à variedade de seus ingredientes. Varia de acordo com a família, mas a receita tradicional é composta de milho, costela, porco, batata crioula, feijão e muitos vegetais picantes.

10- Arepa Antioquia

A importância do arepa na gastronomia colombiana em geral é bem conhecida. No caso de Antioquia, é de especial relevância, com preparo próprio, baseado nas origens indígenas. Sua base principal é o milho debulhado.

11- Ruyas Bravas

O milho volta a ocupar o centro da receita. É um acompanhamento ideal para pratos mencionados acima, como a própria sopa sancocho, ajiaco ou ruya. Existem outras variantes desta receita nas quais o milho é substituído por farinha torrada ou aveia.

12- Igreja Empanadas

A igreja empanada é caracterizada por ser muito pequena, bastante dourada e com uma base de batata como recheio. Outros ingredientes para cozinhar são farinha de milho, tomate, feijão, cebola, óleo e sal.

13- Ensopado de Boyacense

Tem sua origem no pote podre espanhol. É um ensopado que integra espiga de milho, porco, chouriço ou frango, cubos, feijões, chuguas, feijões e feijões.

Referências

  1. Comida típica colombiana. Recuperado em 7 de agosto de 2017, de sites.google.com
  2. Região dos Andes. Recuperado em 7 de agosto de 2017, de uncovercolombia.com
  3. Conheça a região andina. Recuperado em 7 de agosto de 2017, de colombiatravel.com
  4. Comida Tradicional da Região Andina. Recuperado em 7 de agosto de 2017, de globeholidays.net
  5. Gastronomia da Região Andina. Recuperado em 7 de agosto de 2017, de theandeanregiononline.blogspot.com
  6. Alta cozinha tradicional andina. Recuperado em 7 de agosto de 2017, de fao.org
  7. Gastronomia na Colômbia. Recuperado em 7 de agosto de 2017, em flightandtrip.com

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies