5 Costumes e tradições de Lambayeque

Entre os principais costumes e tradições de Lambayeque , destacam-se suas danças, gastronomia, artesanato, curandeiros e festas tradicionais. Essas manifestações têm origem no indigenismo pré-hispânico.Isso se manifesta em danças, celebrações festivas e em respeito às figuras místicas características desta região.

Hoje, os costumes e tradições do departamento de Lambayeque misturam essa tradição com uma certa modernidade. A influência das culturas ocidentais é especialmente apreciada na gastronomia.

5 Costumes e tradições de Lambayeque 1

De qualquer forma, Lambayeque é uma região rica em manifestações culturais que respeitam muito o passado de seu povo.

As 5 tradições mais representativas de Lambayeque

1- Danças

As danças mais populares de Lambayeque são o tondero, o marinheiro do norte, a zamacueca, a valsa peruana e os huaylas. Muitos destes devem sua origem à cultura lambayeque ou sicán, na era pré-colonial.

São danças ao vivo e alegres. Alguns representam o namoro de homens para mulheres, enquanto outros estão relacionados a atividades agrícolas.

Os huaylas, por exemplo, são a dança dos tempos de semear e colher nas montanhas do norte.

2- Gastronomia

A cozinha Lambayeque é uma mistura equilibrada de tradição e modernidade. Combina elementos da cultura indígena e outros originários da Europa ou do Japão.

Este último é devido à influência da colonização hispânica e da migração internacional para o Peru nos séculos XIX e XX.

Entre os pratos mais representativos estão arroz com pato, cabrito seco e chiringuito, que é uma variedade regional do famoso ceviche. Peixes e frutos do mar do Pacífico estão presentes em muitos pratos.

3- Artesanato

Os produtos artesanais de Lambayeque são fabricados com materiais disponíveis na região. Alguns dos mais comuns são palha, vime, louro, salgueiro e alguns têxteis.

Cerâmica e couro também são matérias-primas úteis para artesãos da região. Entre os artesanatos mais típicos de Lambayeque, destacam-se chapéus de palha, alforjes, tapetes, utensílios domésticos e acessórios têxteis.

4- Curandeiros e xamãs

Lambayeque foi historicamente o centro do curanderismo, xamanismo e medicina tradicional no Peru. Ainda hoje essas manifestações estão presentes e os xamãs são reconhecidos como figuras místicas altamente respeitadas.

A esses xamãs são atribuídos dons divinos para a cura de certos males relacionados à alma e ao espírito.

Eles usam plantas, ervas e ritos esotéricos, que às vezes são públicos e reúnem muitas pessoas. Os curandeiros fazem parte da cultura ao vivo de Lambayeque.

5- Celebrações tradicionais

No folclore, existem expressões culturais muito diversas, características de um povo. Além das danças, as festividades regionais são muito importantes para a idiossincrasia de seu povo.

Dessa forma, quase todo mês há uma dessas celebrações em algum município ou cidade importante da região.

As mais características são a Festa de San José, em 19 de março; e o aniversário de Chiclayo, em 18 de abril.

Eles também destacam o Festival do Limão, que é comemorado na última semana de junho; e a festa da Cruz de Chalpón, que ocorre durante a primeira semana de agosto.

Referências

  1. «Costumes e tradições do departamento de Lambayeque», J. Vera Gastulo. (1981).
  2. «Artesanato têxtil na Serra de Lambayeque», Ministério de Comércio Exterior e Turismo do Peru.
  3. «Lambayeque: a cozinha de um grande senhor», Héctor Solís Cruz. (2011).
  4. «Antologia de Lambayeque: das suas origens até os dias atuais», César Toro Montalvo.
  5. Tradições em Lambayeque, em lambayeque.info

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies