5 Obras do Modernismo Literário e seus Autores

O modernismo literário foi um movimento cultural que surgiu no início do século XX e teve grande impacto na literatura mundial. Caracterizado pela quebra de padrões estéticos, linguagem inovadora e experimentação formal, o modernismo deu origem a diversas obras que desafiaram as convenções tradicionais da escrita. Neste contexto, destacam-se cinco obras e seus respectivos autores que foram fundamentais para a consolidação desse movimento: “Ulisses”, de James Joyce; “Orlando”, de Virginia Woolf; “Cem Anos de Solidão”, de Gabriel García Márquez; “O Grande Gatsby”, de F. Scott Fitzgerald; e “A Metamorfose”, de Franz Kafka. Cada uma dessas obras reflete as características marcantes do modernismo e a genialidade de seus autores na criação de narrativas inovadoras e impactantes.

Principais autores e obras do modernismo: quem são e o que escreveram.

O modernismo literário foi um movimento que surgiu no início do século XX e trouxe uma nova forma de expressão na literatura. Entre os principais autores e obras desse período, destacam-se:

1. Fernando Pessoa – um dos maiores poetas da língua portuguesa, Fernando Pessoa escreveu obras como “Mensagem” e “O Guardador de Rebanhos”. Sua poesia é marcada pela heteronímia, em que criou diversos heterônimos para representar diferentes facetas de sua personalidade.

2. Virginia Woolf – autora britânica conhecida por obras como “Mrs. Dalloway” e “Orlando”. Virginia Woolf foi uma das principais figuras do modernismo, explorando técnicas narrativas inovadoras e questões relacionadas à feminilidade.

3. James Joyce – escritor irlandês famoso por obras como “Ulisses” e “Finnegans Wake”. James Joyce é conhecido por sua escrita experimental e complexa, que revolucionou a narrativa moderna.

4. Guimarães Rosa – escritor brasileiro que se destacou com o livro “Grande Sertão: Veredas”. Guimarães Rosa inovou ao explorar a linguagem regional e criar uma narrativa que mistura realismo e elementos fantásticos.

5. T.S. Eliot – poeta americano conhecido por obras como “The Waste Land” e “Four Quartets”. T.S. Eliot foi um dos principais expoentes da poesia modernista, explorando temas como a fragmentação da sociedade e a busca por significado em um mundo pós-guerra.

Esses autores e obras do modernismo literário contribuíram significativamente para a renovação da literatura no século XX, influenciando gerações de escritores e leitores ao redor do mundo.

Obra emblemática do modernismo: Qual foi a que marcou esse movimento artístico e cultural?

O modernismo literário foi um movimento artístico e cultural que marcou o século XX, trazendo inovações estéticas e temáticas para a literatura. Uma das obras emblemáticas desse período foi “Macunaíma”, de Mário de Andrade.

Mas além dessa obra icônica, o modernismo literário também foi marcado por outras produções importantes. Conheça agora cinco obras e seus autores que fizeram parte desse movimento:

1. “Memórias Sentimentais de João Miramar” – Oswald de Andrade: Neste romance, Oswald de Andrade explora a fragmentação da narrativa e a experimentação formal, características marcantes do modernismo.

Relacionado:  Literatura Antiga: História e Principais Representantes

2. “Serafim Ponte Grande” – Oswald de Andrade: Outra obra do autor que se destaca no cenário modernista, trazendo uma linguagem inovadora e temas controversos para a época.

3. “Pau Brasil” – Oswald de Andrade: Este livro de poemas apresenta uma visão crítica da sociedade brasileira e propõe uma nova forma de se pensar a identidade nacional.

4. “Claro Enigma” – Carlos Drummond de Andrade: Considerado um dos maiores poetas brasileiros, Drummond de Andrade marcou o modernismo com sua escrita reflexiva e intimista.

5. “A Bagaceira” – José Américo de Almeida: Este romance regionalista aborda questões sociais e políticas do Nordeste brasileiro, contribuindo para a diversidade de temas explorados pelo modernismo.

Essas obras e seus autores são apenas alguns exemplos do rico universo literário do modernismo, que influenciou gerações de escritores e leitores com sua originalidade e criatividade.

Principais autores do modernismo: conheça os escritores que marcaram essa importante fase literária.

No contexto do modernismo literário, diversos autores se destacaram por suas obras inovadoras e impactantes. Conheça a seguir 5 obras importantes desse movimento e seus respectivos autores:

1. “Macunaíma” – Mário de Andrade

Considerado um marco da literatura brasileira, “Macunaíma” de Mário de Andrade apresenta um personagem que representa a mistura cultural do povo brasileiro. A obra é conhecida por sua linguagem coloquial e pela mistura de elementos folclóricos e urbanos.

2. “Serafim Ponte Grande” – Oswald de Andrade

Oswald de Andrade é outro autor importante do modernismo, e sua obra “Serafim Ponte Grande” é um exemplo da sua experimentação com a linguagem e a forma literária. O livro é marcado por um estilo fragmentado e inovador.

3. “Memórias Sentimentais de João Miramar” – Oswald de Andrade

Outra obra significativa de Oswald de Andrade, “Memórias Sentimentais de João Miramar” é um romance que rompe com as convenções narrativas tradicionais. O autor explora a subjetividade do protagonista de forma inovadora.

4. “Pau-Brasil” – Oswald de Andrade

Oswald de Andrade também se destaca com o manifesto “Pau-Brasil”, no qual propõe uma nova estética para a literatura brasileira, baseada na mistura de influências e na valorização da cultura nacional. O autor defende uma escrita que reflita a diversidade do país.

5. “A Bagaceira” – José Américo de Almeida

Por fim, “A Bagaceira” de José Américo de Almeida é uma obra que retrata de forma crua e realista a vida no sertão nordestino. O autor aborda questões sociais e políticas de forma contundente, marcando sua presença no modernismo brasileiro.

Essas são apenas algumas das obras e autores que marcaram o modernismo literário, um movimento que revolucionou a literatura no Brasil e no mundo.

Principais obras do modernismo na 1ª fase: conheça os destaques literários desse período.

No Brasil, o modernismo literário foi um movimento que revolucionou a forma de se fazer literatura, trazendo novas ideias e estilos. Na primeira fase do modernismo, diversos autores se destacaram com obras que marcaram época. Conheça 5 obras e seus respectivos autores:

1. “Macunaíma” – Mário de Andrade: Considerada uma das obras mais importantes do modernismo brasileiro, “Macunaíma” é um marco na literatura nacional. O livro narra as aventuras do herói sem caráter, misturando elementos folclóricos e urbanos de forma inovadora.

2. “Paulicéia Desvairada” – Mário de Andrade: Outra obra icônica de Mário de Andrade, “Paulicéia Desvairada” é um livro de poesias que reflete a efervescência cultural e social da cidade de São Paulo no início do século XX.

3. “Pau-Brasil” – Oswald de Andrade: Escrito por Oswald de Andrade, “Pau-Brasil” é um manifesto que propõe uma nova estética para a literatura brasileira, valorizando a mistura de culturas e a identidade nacional.

4. “Memórias Sentimentais de João Miramar” – Oswald de Andrade: Nesta obra, Oswald de Andrade apresenta um estilo literário inovador, fragmentado e experimental, que rompe com as convenções tradicionais da narrativa.

5. “Cobra Norato” – Raul Bopp: Raul Bopp surpreendeu o cenário literário com “Cobra Norato”, um poema épico que resgata elementos da cultura indígena e amazônica, criando uma narrativa única e envolvente.

Essas são apenas algumas das principais obras do modernismo na primeira fase, que contribuíram para a renovação da literatura brasileira e marcaram a história da nossa literatura.

5 Obras do Modernismo Literário e seus Autores

5 Obras do Modernismo Literário e seus Autores

Algumas das obras mais importantes do modernismo literário foram Azul , de Rubén Dario, Platero yo , de Juan Ramón Jiménez, ou Versos libre , de José Martí.

O modernismo literário foi um movimento que ocorreu no final do século XIX e início do século XX, realizado por um importante grupo de autores que se caracterizavam por uma linguagem refinada e pela estética de suas métricas.

O modernismo propôs um novo uso da língua espanhola, introduzindo novos conteúdos e intenções em relação às normas literárias em vigor na época.

Essa nova perspectiva incluiu aspectos sociais da vida urbana, erotismo, problemas psíquicos, entre outros.

Entre os principais autores pertencentes ao modernismo literário estão José Assunção Silva, José Martí, Rómulo Gallegos e o principal expoente do movimento: o nicaraguense Rubén Dario.

Principais obras do modernismo literário

Azul…

Este trabalho é talvez o mais representativo do modernismo literário. Foi escrito por Rubén Darío durante sua estadia no Chile e publicado em 1888.

Neste livro de prosa e poesia, Rubén Darío aborda tópicos que vão da mitologia ao naturalismo.

Relacionado:  Parágrafo Introdutório: Recursos Mais Importantes

A cor azul foi um dos principais símbolos do modernismo literário e alguns autores apontam para isso como a razão do nome da obra.

Neste livro, Rubén Darío expôs o estilo modernista, que levou a grandes debates literários na época.

Platero e eu

Este poema em prosa do espanhol Juan Ramón Jiménez foi publicado em 1914 e deu ao autor o impulso de ganhar o Prêmio Nobel de Literatura em 1956.

O livro é composto por 138 capítulos e conta a história de um burro e seu professor. No livro, não existe uma ordem estrita de eventos entre um capítulo lírico e o próximo, mas mantém uma estrutura poética pela qual é classificada como obra de arte.

Versículos grátis

Este trabalho de José Martí é reconhecido por uma estética de sinceridade e paixão. Entre os principais temas desses textos em prosa, abordam-se arte poética, liberdade e limitações humanas, entre outros.

A contribuição literária de José Martí e sua obra para o modernismo é uma fonte constante de debate, porém o peso da figura do autor contribuiu para ampliar o reconhecimento desse movimento literário.

Livro de versos

Foi escrito por José Asunción Silva, um dos poetas colombianos mais reconhecidos, e publicado pela primeira vez em 1923. A obra literária realizada por Silva entre 1891 e 1896 é coletada.

Os principais temas dos versículos deste trabalho são sobre amor e melancolia. Entre as partes que compõem o livro, destacam-se os Noturnos, um conjunto de versículos que deram fama universal ao autor.

O bachiller

Foi uma das principais obras do escritor mexicano Amado Nervo. “El bachiller” é um romance curto, em que Nervo narra de maneira mística a adolescência de seus personagens, com um claro interesse em sua psicologia.

Este trabalho, publicado em 1895, é uma prosa de ficção escrita com um final impressionante que divide a crítica universal e foi classificada por alguns como inartística. 

Referências

  1. Coester A. Amado Nervo. Hispania. 1921; 4 (6): 285-300
  2. Gicovate B. Modernismo e sua história. Revisão Hispânica. 1964; 32 (3): 217-226
  3. Guerard A. Trabalho Revisado: Prosas e Versos de José Asunción Silva. Livros no Exterior. 1943; 17 (4): 375
  4. Meyer K. O Moderno do Modernismo. Ibero-americanos, Archiv, Neue Folge. 1987; 13 (1): 77-91
  5. Predmore MP A estrutura de «Platero y Yo». PMLA. 1970; 85 (1): 56-64
  6. Soufas CC Origens e legado da geração literária espanhola. Anais da literatura espanhola contemporânea. 2011; 36 (1): 209-223
  7. Soufas C. C: Tradição como arma ideológica: a redefinição crítica da modernidade e do modernismo na literatura espanhola do início do século XX. Anais da literatura espanhola contemporânea. 1998; 23 (1): 465-477
  8. Woodbridge H. Rubén Darío: uma bibliografia crítica. Hispania; 1968; 51 (1): 95-110.

Deixe um comentário