60 frases de Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo

As melhores frases de Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo , um romance juvenil do autor Benjamín Alire Sáenz publicado em 2012. Conta a história de dois amigos que se apoiam para ter experiências e aprender sobre o mundo e o universo.

Você também pode estar interessado nessas frases famosas de livros .

60 frases de Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo 1

Outro segredo do universo: às vezes a dor era como uma tempestade que vinha do nada. O verão mais claro pode terminar em uma tempestade. Eu poderia terminar com raios e trovões. –Ari.

-Não preciso de chuva. Preciso de você. –Ari.

Um dos segredos do universo era que nossos instintos eram às vezes mais fortes que nossas mentes. –Ari.

Palavras-não são coisas que podemos controlar. Nem sempre. –Ari.

-Scars. Sinais de que você foi ferido. Sinais de que você curou. –Ari.

-Não estou surpreso por ter parado de manter um diário. Era como acompanhar minha própria estupidez. –Ari.

Ele tentou não rir, mas não era bom controlar todas as risadas que viviam dentro dele. –Ari.

-Como eu poderia ter vergonha de amar Dante Quintana? –Ari.

– Alguém já lhe disse que você não era normal?
– É algo que eu deveria aspirar? –Dante.
-Você não é. Você não é normal. De onde você veio? -Ari.
– Meus pais fizeram sexo uma noite – Dante.

-Todos estavam sempre se tornando outra coisa. –Ari.

-Talvez vivamos entre nos machucar e curar. –Ari.

– Ser cuidadoso com as pessoas e com as palavras era uma coisa linda e extraordinária. –Ari.

A solidão de um homem era muito maior que a solidão de uma criança. –Ari.

-Eu não sabia o que fazer com essa informação. Então eu apenas guardei. Foi o que ele fez com tudo. Guarde as coisas para mim. –Ari.

Às vezes, tudo o que você precisa fazer é dizer a verdade. Eles não vão acreditar em você. Depois disso, eles o deixarão em paz. –Ari.

-Eu não ligo, porque a única coisa que importava para mim é que a voz de Dante parecia muito real. –Ari.

-Eu estava apaixonada pela inocência dos cães, pela pureza de seu carinho. Eles não sabem o suficiente para esconder seus sentimentos. –Ari.

-Algum dia. Eu odiava essas palavras. –Ari.

-Eu queria fechar os olhos e deixar o silêncio me consumir completamente. –Ari.

Todos nós temos nossas próprias lutas. –Ari.

-Eu amo nadar … e você. (…) Nade e você, Ari. Essas são as coisas que eu mais amo. –Dante.

– Sentir pena de mim mesmo era como uma arte. Eu acho que parte de mim gostava de fazer isso. –Ari.

-Ele aprendeu a esconder o que sentia. Não, isso não é verdade. Não há aprendizado envolvido. Nasci sabendo como esconder o que sentia. –Ari.

Às vezes, quando as pessoas falam, elas nem sempre dizem a verdade. –Ari.

– No que me diz respeito, o sol pode ter derretido o azul do céu. Então o céu poderia ter sido tão miserável quanto eu. –Ari.

Rir era outro dos segredos do universo. –Ari.

-Eu sabia que uma parte dele nunca seria a mesma. –Ari.

-Talvez lágrimas sejam algo que te deixa doente. Bem como a gripe. –Ari.

-Eu queria sentir essas palavras enquanto as dizia. As palavras podiam ser como comida, pareciam algo na boca, sabiam alguma coisa. –Ari.

-Todos esperavam algo de mim. Algo que eu simplesmente não poderia dar a eles. –Ari.

–O mundo inteiro parecia silencioso e calmo, e eu queria ser o mundo e me sentir assim. –Ari.

-O amor sempre foi algo muito pesado para mim. Algo que eu sempre tive que carregar. –Ari.

N Os pássaros existem para nos ensinar coisas sobre o céu. –Dante.

-Típico, eu não sabia o que dizer, então não disse nada. –Ari.

-Talvez os cães fossem um dos segredos do universo. –Ari.

–Eu queria saber se meu sorriso era tão grande quanto o dela. Talvez esse grande sim, mas não tão bonito. –Ari.

-Esse é o meu problema. Quero que outras pessoas me digam como é. Mas não tenho certeza se quero retribuir o favor. –Ari.

-Se estudamos pássaros, talvez possamos aprender a ser livres. –Ari.

-As pessoas falam com cães. Não porque eles entendem. Se não, talvez porque eles entendam o suficiente. –Ari.

-Eu tinha uma regra: é melhor ficar entediado de si mesmo do que ficar entediado com outra pessoa. Eu sempre vivi sob essa regra. Talvez seja por isso que não tenho amigos. –Ari.

-O problema de tentar não pensar em algo é que você acaba pensando ainda mais sobre isso. –Ari.

-A pior parte de enlouquecer é que, quando você não está mais louco, você simplesmente não sabe o que pensar de si mesmo. –Ari.

-Eu estava imaginando como seria pegar alguém pela mão. Aposto que às vezes você encontra todos os segredos do universo na mão de alguém. –Ari.

-Eu nem sempre tenho que entender as pessoas que amo. Mãe de Ari.

-Tive a sensação de que algo estava errado comigo. Eu acho que era um mistério até para mim. –Ari.

-Mudei meu nome para Ari e, se eu mudasse uma letra, meu nome era Air. Talvez seja bom ser o ar. Pode ser algo e nada ao mesmo tempo. Pode ser algo necessário e também algo invisível. –Ari.

-O Ari que costumava ser não existia mais. E o Ari que eu estava me tornando? Ainda não existia. –Ari.

-Os sorrisos são assim. Eles vêm e vão. –Ari.

-Parecia que o rosto de Dante era um mapa do mundo. Um mundo sem escuridão. –Ari.

-Há coisas piores no mundo do que um garoto que gosta de beijar outros meninos. –Ari.

-Acho que você precisa enfrentá-los. Você deve sentá-los e pedir que eles lhe digam. Faça deles adultos. –Dante.

-Um dia vou descobrir todos os segredos do universo. –Ari.

-Eu odiava ser voluntário. O problema da minha vida é que sempre foi idéia de outra pessoa. –Ari.

-Tenho certeza de que muitas vezes você encontra os mistérios do universo na mão de alguém. –Ari.

-Talvez tenha sido uma coisa terrível, mantendo um segredo de guerra. –Ari.

-Eu sempre me senti péssimo por dentro. As razões para isso continuam a mudar. –Ari.

-O sol do verão não era para garotos como eu. Os meninos como eu pertenciam à chuva. –Ari.

-Eu não entendi como você pode viver em um mundo tão ruim sem ser infectado. Como poderia um menino viver sem o mal? –Ari.

-Estou sempre procurando por você. –Ari.

-Eu decidi que talvez estivéssemos saindo muito sozinhos. Deixar-nos sozinhos estava nos matando. –Ari.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies