A Escarapela do Peru: O que é, História e Significado.

A Escarapela do Peru é um símbolo nacional que representa a identidade e a história do país. Ela é um distintivo circular que possui as cores vermelho e branco, as mesmas da bandeira peruana. A história da Escarapela do Peru remonta ao período colonial, quando foi adotada como um símbolo de resistência e luta pela independência. Atualmente, a Escarapela do Peru é utilizada em diversas ocasiões cívicas e festivas, como forma de celebrar a cultura e a história do país. Seu significado está relacionado com a união e o orgulho nacional, representando a identidade peruana.

Origem e significado da Escarapela: símbolo nacional de diversos países latino-americanos.

A Escarapela é um símbolo nacional presente em diversos países latino-americanos, incluindo o Peru. Ela consiste em um emblema circular que é utilizado como distintivo nacional e representa a identidade e orgulho de uma nação.

A origem da Escarapela remonta ao século XVIII, durante as guerras de independência na América Latina. Ela era usada para identificar os soldados dos diferentes exércitos, sendo confeccionada com cores específicas que representavam cada país. No caso do Peru, as cores da Escarapela são vermelho e branco, em homenagem à bandeira nacional.

O uso da Escarapela se tornou popular entre os civis também, como uma forma de demonstrar patriotismo e união nacional. Atualmente, a Escarapela é utilizada em datas comemorativas e eventos cívicos, sendo um símbolo importante da identidade peruana.

Em resumo, a Escarapela do Peru é um símbolo nacional que representa a história e a cultura do país. Suas cores e significados estão enraizados na luta pela independência e na união do povo peruano. É um emblema que carrega consigo o orgulho e a soberania da nação.

O simbolismo da escarapela peruana: representação da identidade e história nacional.

A Escarapela do Peru: O que é, História e Significado

A escarapela peruana é um símbolo nacional que representa a identidade e a história do país. Ela é um emblema de orgulho para os peruanos, que a usam em ocasiões especiais para demonstrar sua conexão com a nação.

A história da escarapela remonta ao período da independência do Peru, quando as cores vermelho e branco foram escolhidas para representar a luta pela liberdade. O vermelho simboliza o sangue derramado pelos heróis da independência, enquanto o branco representa a paz e a pureza dos ideais dos patriotas.

Hoje em dia, a escarapela peruana é usada em eventos cívicos, desfiles, celebrações e até mesmo no dia a dia como uma forma de expressar o amor pelo país. Ela é um símbolo de unidade nacional que une os peruanos em torno de sua história e identidade.

Em resumo, a escarapela peruana é muito mais do que um simples adorno. Ela é um símbolo poderoso que representa a luta pela liberdade, a união do povo peruano e a rica história do país. É uma maneira de manter viva a memória dos heróis que lutaram pela independência e de garantir que as gerações futuras possam se orgulhar de sua nação.

Relacionado:  Governo escolar: características, funções e para que servem

Significado da escarapela: símbolo nacional argentino que representa a independência e unidade do país.

A escarapela é um símbolo nacional que representa a independência e unidade de um país. Na Argentina, a escarapela é um emblema tradicional que remonta à época da independência. Ela é composta pelas cores azul e branco, que simbolizam a bandeira argentina.

A origem da escarapela remonta ao século XIX, quando as tropas argentinas usavam um distintivo nas batalhas pela independência. Com o passar do tempo, a escarapela se tornou um símbolo nacional, usado em diversas ocasiões para representar o orgulho e a identidade do povo argentino.

No Peru, a escarapela também é um símbolo nacional, mas com cores diferentes. Ela é composta pelas cores vermelho e branco, que simbolizam a bandeira peruana. Assim como na Argentina, a escarapela do Peru representa a independência e unidade do país.

Em resumo, a escarapela é um símbolo importante para os países da América Latina, representando a história e a identidade de cada nação. Seja nas cores azul e branco da Argentina ou nas cores vermelho e branco do Peru, a escarapela é um emblema que reforça o sentimento de patriotismo e união entre os cidadãos.

Breve resumen histórico sobre el origen y significado de la escarapela peruana.

A Escarapela do Peru: O que é, História e Significado

A escarapela peruana é um símbolo nacional do Peru, composta pelas cores vermelho e branco. Sua origem remonta ao período da independência do país, no início do século XIX.

A escarapela foi adotada como emblema nacional em 1820, durante a guerra pela independência do Peru. A escolha das cores vermelho e branco foi inspirada na bandeira do país, que também possui essas cores.

O uso da escarapela se popularizou entre os peruanos como forma de demonstrar seu patriotismo e apoio à causa da independência. Desde então, a escarapela é usada em eventos cívicos, comemorações nacionais e em datas importantes para o país.

O significado da escarapela peruana está relacionado à identidade nacional e ao orgulho de ser peruano. As cores vermelho e branco simbolizam o sangue derramado pelos heróis da independência e a paz que o país almeja alcançar.

Assim, a escarapela peruana representa a história, a cultura e os valores do povo peruano, sendo um símbolo de união e patriotismo para todos os cidadãos do país.

A Escarapela do Peru: O que é, História e Significado.

A cocar do Peru é um símbolo não oficial da República do Peru, uma vez que não é reconhecido como um símbolo nacional na Magna Carta do país mencionado.

As baratas, em geral, são feitas com fitas coloridas, aludindo ao país que representam, formando uma espécie de rosa que deixa duas fitas penduradas na forma de um laço ou “v” invertido.

A Escarapela do Peru: O que é, História e Significado. 1

É necessário enfatizar que eles foram originalmente usados ​​como insígnias nos uniformes dos soldados, pois isso lhes permitiu identificar de onde vinham e, assim, saber se pertenciam a exércitos aliados ou não.

O uso do cockade do Peru remonta à época da independência, destacando que seu uso foi instituído por José de San Martín em 21 de outubro de 1820, como um símbolo do exército patriótico.

Atualmente, o cocar é comumente usado em feriados pelos cidadãos peruanos, sempre carregando-o (como um distintivo) no lado esquerdo do peito.

Possui as cores representativas da bandeira nacional e seu uso representa entre seus cidadãos, respeito e amor pela pátria.

Você pode estar interessado nos 5 fatos históricos mais importantes do Peru .

Características do cockade do Peru

O cockade do Peru, tem as seguintes características:

  • Como as baratas dos outros países, possui as mesmas cores da bandeira da República do Peru e, consequentemente, segue a mesma disposição que a do símbolo nacional acima mencionado (vermelho-branco-vermelho).
  • Possui duas apresentações, uma em que a rosa não tem fitas penduradas e outra em que o faz, o uso de ambas é permitido igualmente na República do Peru.
  • Por não ser um símbolo nacional, é considerado um emblema que representa o patriotismo dos cidadãos daquele país, ao mesmo tempo em que revela o amor que eles têm pela sua terra natal.

História do cockade do Peru

A história do cockade da República do Peru remonta a 21 de outubro de 1820, quando seu uso foi estabelecido no exército patriótico.

No entanto, anos depois, foi usado pelos civis para se identificarem como patriotas e se diferenciar daqueles que apoiavam o exército monarquista (aqueles que apoiavam os reis da Espanha).

No entanto, sua história não chegou lá e, finalmente, em 1825, na Lei de 25 de fevereiro do mesmo ano, foram estabelecidos os símbolos nacionais da nação, dentro dos quais estava o cocho.

Naquela época, o Congresso Constituinte do Peru decretou como símbolos nacionais: o Escudo Nacional, o Grande Selo do Estado, a Bandeira, a Bandeira Nacional, o Pavilhão e a Escarapela.

É necessário enfatizar que, o Congresso toma essa decisão porque considerou necessário estabelecer-se na Lei, que seriam os símbolos que representariam a Nação; Nesse sentido, eles especificaram como cada um deveria usá-los.

Agora, no caso específico do cockade, eles detalhavam que ele deveria ser branco e encarnado, e deveria ser criado de tal maneira que as duas cores fossem intercaladas; tudo para seguir a sequência da bandeira nacional.

Relacionado:  Vestuário típico das Ilhas Galápagos (ilha do Equador)

Posteriormente, em 31 de março de 1950, é criado o Decreto-Lei nº 11323, no qual estabelecem a uniformidade dos Símbolos da Nação.

É necessário enfatizar que este Decreto surge como resultado da imprecisão das normas ditadas em 1825, referente ao uso dos Símbolos da Nação, pelo que, desde aquele ano até 1950, foram utilizados sem uniformidade.

Por esse motivo, foi necessário unificar os critérios para estabelecer um equilíbrio para o uso de símbolos nacionais.

Nesse sentido, no artigo 8 do Decreto-Lei nº 11323, cada um dos símbolos nacionais é definido e estabelecido como deve ser utilizado, evidenciando que o cocô ainda era considerado um símbolo da nação.

Fim do cockade do Peru como símbolo nacional

Atualmente, a cocar do Peru não faz parte dos Símbolos Nacionais desse país.Fato que surge, porque estava fora do disposto no Artigo 49, Capítulo I, Título II (Estado e Nação) da Constituição Política do Peru.

É necessário enfatizar que, no artigo 49, além de mencionar que a capital da República do Peru é a cidade de Lima, especifica-se que os símbolos nacionais são: a bandeira, o escudo e o hino nacional.

É assim que o cocô não é mais considerado um símbolo nacional, assim como o Grande Selo, a Bandeira e o Pavilhão.

No entanto, houve muitos anos em que os cidadãos da República do Peru o usaram durante as férias.

Por esse motivo, atualmente é usado nos feriados da República do Peru. Um exemplo disso ocorre durante 9 de dezembro, onde a batalha de Ayacucho é homenageada.

Além disso, seu uso é visto durante todo o mês de julho, pois esse mês representa todo o processo de independência pelo qual o Peru passou, desde a colonização até sua libertação dos espanhóis.

Hoje, muitas instituições exigem seu uso nessas datas importantes para os peruanos, como um ato de patriotismo.

Você pode estar interessado Quais são os elementos do Estado peruano?

Referências

  1. Cockade of Peru, recuperado em 17 de agosto de 2017, em wikivisually.com.
  2. Símbolos Nacionais do Peru, recuperado em 17 de agosto de 2017, da Wikipedia.org.
  3. Cockade of Peru, recuperado em 17 de agosto de 2017, em revolvy.com.
  4. Cockade, recuperado em 17 de agosto de 2017, da Wikipedia.org.
  5. Peru – Brasão e brasão de armas, recuperado em 17 de agosto de 2017, em flagspot.net.
  6. Peru – bandeiras governamentais e militares, recuperado em 17 de agosto de 2017, em crwflags.com.
  7. Constituição Política do Peru, recuperada em 17 de agosto de 2017, de congreso.gob.pe.

Deixe um comentário