A importância da agricultura na Venezuela no presente

Atualmente, a importância da agricultura na Venezuela continua sendo fundamental para o desenvolvimento do país. Isso apesar do fato de que a principal receita econômica da Venezuela continua proveniente do petróleo.

Nas últimas décadas, o fenômeno da revolução bolivariana promovido por Hugo Chávez tentou prestar mais atenção à atividade agrícola não assistida no país.

A importância da agricultura na Venezuela no presente 1

Embora os esforços feitos na época parecessem proteger a Venezuela da crise alimentar que o mundo estava passando, essa tendência não parece se sustentar hoje, quando o país enfrenta uma forte crise econômica.

Com algumas exceções, a agricultura e os agronegócios caíram no país. Estima-se que a Venezuela atualmente importe cerca de 65% de seus alimentos.

Pontos-chave da importância da agricultura na Venezuela

1- Inclusão e proteção das comunidades rurais

Apesar do panorama desfavorável da agricultura venezuelana , o governo desse país continua a fazer investimentos significativos no setor, incluindo alívio da dívida e fornecimento de equipamentos para projetos agrícolas.

Isso com o argumento do papel estratégico que a agricultura desempenha na inclusão das comunidades rurais.

Através de programas de participação democrática, o governo da Venezuela tentou capacitar politicamente os cidadãos.

Uma parte importante deste programa foram os conselhos comunitários, onde as comunidades monitoram suas necessidades alimentares, elaboram políticas para a agricultura e controlam os sistemas de produção de alimentos.

Esses esforços também visam manter as comunidades rurais com condições adequadas para que não sejam obrigadas a migrar para as cidades em busca de oportunidades.

2- Conservação e crescimento da indústria tradicional

Desde os tempos coloniais, a Venezuela tem uma longa história agrícola. Durante os séculos XIX e XX, grandes áreas do território venezuelano, especialmente os vales do norte do país, foram utilizadas para atividades agrícolas.

Na maioria das vezes, a agricultura era um dos principais motores econômicos da Venezuela.

A conservação dos costumes e o amplo conhecimento dos agricultores do país na produção de café, cacau e cana são uma das razões pelas quais a agricultura continua sendo importante para a Venezuela.

3- Soberania alimentar

Desde a época de Hugo Chávez na presidência, a revolução bBolivariana considerou o desenvolvimento da agricultura como uma prioridade estratégica para alcançar a soberania alimentar na Venezuela.

Isso implica que as comunidades podem determinar suas próprias políticas agrícolas e alimentares.

A importância da agricultura como forma de alcançar a soberania alimentar foi refletida em vários programas governamentais.

Isso inclui aqueles que alocam partes da terra exclusivamente para o desenvolvimento de projetos estratégicos de agricultura que visam alcançar essa soberania.

4- Importância na economia interna

A principal atividade econômica da Venezuela é a exploração de petróleo há várias décadas. De cada 100 dólares que entram no país, 95,50 são provenientes da venda de hidrocarbonetos.

Além disso, a agricultura não parece um ponto importante da economia venezuelana. No entanto, a Venezuela continua a considerar a agricultura como um fator fundamental para o desenvolvimento da economia interna do país.

De acordo com a concepção das políticas bolivarianas, o conhecimento e a experiência dos agricultores podem reduzir a necessidade de produtos importados para atender às necessidades do país.

Referências

  1. Clark P. Semeando o óleo? Estrutura política do governo Chávez para um sistema alternativo de alimentos na Venezuela. Humboldt Journal of Social Relations. 2010; 33 (1/2): 135-165.
  2. Herrera F. Domene O. Cruces JM A história da agroecologia na Venezuela: um processo complexo e multifocal. Agroecologia e Sistemas Alimentares Sustentáveis. 2017; 41 (3): 401-415.
  3. Lopez M. Venezuela: A crise política do pós-chavismo. Justiça Social 2014; 40 (4): 68-87.
  4. Purcell TF A economia política das empresas de produção social na Venezuela. Perspectivas da América Latina. 2013; 40 (3): 146-168.
  5. Schiavoni C. Camacaro W. O esforço venezuelano para construir um novo sistema alimentar e agrícola. Revisão mensal; Nova Iorque 2009; 61 (3): 129-141.
  6. Stads GJ. et al. (2016). Pesquisa agrícola na América Latina e no Caribe. Instituto Internacional de Pesquisa em Política Alimentar e Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies