Afasias: os principais distúrbios de linguagem

Afasias são distúrbios de linguagem que podem afetar a capacidade de uma pessoa de compreender e se comunicar de forma eficaz. Essas condições podem ser causadas por lesões cerebrais, como um acidente vascular cerebral, traumatismo craniano ou doença neurodegenerativa. Os principais tipos de afasia incluem afasia de Broca, afasia de Wernicke, afasia global e afasia de condução, cada uma com sintomas e características específicas. O diagnóstico e tratamento precoce são essenciais para ajudar os indivíduos afetados a recuperar suas habilidades de linguagem e melhorar sua qualidade de vida. Neste artigo, discutiremos os principais distúrbios de linguagem associados às afasias e como eles podem impactar a comunicação e a cognição das pessoas afetadas.

Tipos principais de afasia: conheça as diferentes manifestações da condição neurológica na linguagem.

A afasia é um distúrbio de linguagem que pode ocorrer após lesões no cérebro, afetando a capacidade de comunicação verbal e escrita das pessoas. Existem diversos tipos de afasia, cada um com características e manifestações específicas. Conhecer os principais tipos de afasia é fundamental para compreender como essa condição neurológica pode afetar a linguagem e a comunicação.

Um dos tipos mais comuns de afasia é a afasia de Broca, que se caracteriza pela dificuldade em produzir a fala de forma fluente. As pessoas com essa afasia costumam apresentar uma fala lenta e laboriosa, com frases curtas e vocabulário limitado. Além disso, a compreensão da linguagem pode estar preservada, apesar das dificuldades na produção verbal.

Outro tipo importante de afasia é a afasia de Wernicke, que se caracteriza por uma fala fluente, porém sem sentido. As pessoas com essa afasia podem produzir frases longas e complexas, mas com erros de vocabulário e gramática. Além disso, a compreensão da linguagem pode estar comprometida, dificultando a interação e a comunicação eficaz.

Além desses tipos principais, existem também a afasia global, que afeta tanto a produção quanto a compreensão da linguagem, e a afasia de condução, que se caracteriza por dificuldades na repetição de palavras e frases. Cada tipo de afasia apresenta desafios específicos para a pessoa afetada, exigindo abordagens terapêuticas individualizadas e acompanhamento especializado.

Compreender essas variações é fundamental para oferecer o suporte adequado às pessoas que vivenciam esses distúrbios de linguagem, promovendo a inclusão e a qualidade de vida.

Significado de afasia: a dificuldade de comunicação devido a danos cerebrais.

A afasia é um distúrbio de linguagem que resulta da lesão cerebral, afetando a capacidade de comunicação e compreensão. Indivíduos com afasia podem ter dificuldade em falar, entender, ler e escrever. Este distúrbio pode ser causado por um acidente vascular cerebral, traumatismo craniano ou doenças neurodegenerativas.

Existem diferentes tipos de afasia, cada um com sintomas específicos. A afasia de Broca, por exemplo, é caracterizada por dificuldades na produção da fala, enquanto a afasia de Wernicke é marcada por problemas na compreensão da linguagem. Já a afasia global afeta todas as áreas da linguagem.

É importante ressaltar que a afasia não afeta a inteligência da pessoa, apenas a capacidade de se comunicar. O tratamento da afasia envolve terapia da fala e estratégias de comunicação alternativa, como gestos e comunicação não verbal.

É fundamental buscar ajuda profissional para lidar com os desafios que a afasia pode trazer, garantindo uma melhor qualidade de vida para os indivíduos afetados.

Compreendendo a afasia de Broca e de Wernicke: causas, sintomas e tratamento adequado.

A afasia é um distúrbio que afeta a capacidade de comunicação e compreensão da linguagem. Existem vários tipos de afasia, mas dois dos mais conhecidos são a afasia de Broca e a afasia de Wernicke. Vamos entender melhor cada um deles.

Afasia de Broca:

A afasia de Broca é causada por lesões no córtex cerebral responsável pela produção da linguagem. As principais causas podem ser AVC, traumatismo craniano ou tumor cerebral. Os sintomas incluem dificuldade para articular palavras, fala lenta e laboriosa, dificuldade em formar frases completas e compreensão preservada.

Relacionado:  Síndrome da mão externa: sintomas, causas e tratamento

O tratamento adequado para a afasia de Broca envolve terapia de fala com um fonoaudiólogo, que ajudará o paciente a recuperar a capacidade de se comunicar. Exercícios de repetição de palavras e frases, além de técnicas de comunicação alternativa, podem ser utilizados para melhorar a fala do paciente.

Afasia de Wernicke:

A afasia de Wernicke, por sua vez, é causada por lesões no córtex cerebral responsável pela compreensão da linguagem. As principais causas também podem ser AVC, traumatismo craniano ou tumor cerebral. Os sintomas incluem fala fluente, porém sem sentido, dificuldade em compreender a linguagem, falta de consciência dos erros linguísticos e dificuldade em repetir palavras.

O tratamento adequado para a afasia de Wernicke envolve terapia de fala e terapia ocupacional, que ajudarão o paciente a melhorar a compreensão da linguagem e a capacidade de se expressar de forma coerente. Exercícios de compreensão auditiva e leitura podem ser utilizados para auxiliar na recuperação da linguagem.

Com o tratamento adequado e a dedicação do paciente, é possível melhorar a comunicação e a qualidade de vida daqueles que sofrem dessas condições.

Entendendo as diferenças entre afasia e disfasia: conceitos e características fundamentais.

Afasia e disfasia são distúrbios de linguagem que afetam a capacidade de comunicação das pessoas. É importante compreender as diferenças entre essas condições para um diagnóstico preciso e um tratamento adequado.

A afasia é caracterizada pela dificuldade em compreender e produzir a linguagem devido a danos no cérebro, geralmente causados por um AVC ou lesão cerebral. Os indivíduos com afasia podem ter dificuldade em encontrar palavras, formar frases coerentes e entender o que os outros estão dizendo. Existem diferentes tipos de afasia, como afasia de Broca, afasia de Wernicke e afasia global, cada um com características específicas.

Por outro lado, a disfasia é um distúrbio mais leve que afeta principalmente a fluência da linguagem, resultando em dificuldades na expressão verbal. As pessoas com disfasia podem ter problemas para articular sons, organizar palavras em uma frase e manter uma conversa fluente. Geralmente, a disfasia está relacionada a transtornos do desenvolvimento da linguagem em crianças.

É essencial diferenciar entre afasia e disfasia para garantir o tratamento adequado para cada condição. O diagnóstico é feito por meio de avaliações da linguagem, testes neuropsicológicos e exames de imagem do cérebro. O tratamento pode envolver terapia da fala, reabilitação cognitiva e estratégias de comunicação alternativa, dependendo do tipo e gravidade do distúrbio.

Compreender as diferenças entre essas condições é fundamental para fornecer o suporte necessário e melhorar a qualidade de vida dos indivíduos afetados.

Afasias: os principais distúrbios de linguagem

Afasias: os principais distúrbios de linguagem 1

Uma das razões pelas quais a neuropsicologia é interessante é que ela permite verificar até que ponto os processos mentais que parecem ser uma coisa são, de fato, fruto de muitos mecanismos diferentes que atuam ao mesmo tempo no cérebro humano. A prosopagnosia , por exemplo, é a prova de que uma pessoa com a capacidade de ver pode muito bem tornar-se incapaz de reconhecer rostos humanos.

Embora a visão de algo que deva ser familiar e seu reconhecimento pareçam andar de mãos dadas, uma lesão em certas áreas do cérebro pode fazer com que essa ilusão desapareça, cancelando um desses mecanismos e fazendo com que o outro continue trabalhando Sem contar com ele.

Mas isso não acontece apenas com os processos mentais básicos relacionados à percepção, mas também é extensível àqueles mais relacionados ao pensamento mais abstrato. As afasias, por exemplo, são um exemplo de como certas facetas do uso e domínio da linguagem , e não outras, podem ser alteradas a partir de certas lesões cerebrais.

O que são afasias?

As afasias são um conjunto de distúrbios de linguagem causados ​​por danos cerebrais. Diferentemente de outros tipos de distúrbios de linguagem, como a alexia , a afasia afeta tanto a linguagem falada quanto a escrita .

Relacionado:  As 6 melhores clínicas de psicologia em Fuengirola

Uma pessoa com afasia prejudicou sua capacidade de usar a linguagem em si mesma, tanto na compreensão quanto na produção, mesmo que não apresentem problemas perceptivos ou motores que possam impedi-la de ouvir ou ver bem ou mover os músculos da boca para falar. .

O que causa afasia?

A variedade de lesões cerebrais que podem desencadear o aparecimento de uma afasia (ou vários tipos de afasia ao mesmo tempo) são muito variadas, porque a rede de neurônios que têm um papel na produção ou no entendimento da linguagem é muito distribuída .

Considera-se geralmente que a afasia ocorre quando uma lesão faz com que o fluxo de informações através do qual imagens e pensamentos são transferidos para símbolos linguísticos organizados sejam interrompidos seguindo a estrutura da linguagem (semelhante a quando percebemos que temos uma palavra “na ponta da língua”) ou quando esse dano cerebral impede que as palavras ouvidas ou lidas sejam transformadas em imagens e pensamentos.

No entanto, isso ainda é fruto da discussão, uma vez que não está claro até que ponto nosso cérebro distingue entre pensamentos formulados como parte da linguagem e pensamentos que existem independentemente das línguas dominadas . Por outro lado, o conceito de “afasia” é bastante abstrato. O que muitos pacientes com distúrbios de linguagem apresentam são tipos de afasias.

Tipos de afasias

Do ponto de vista prático, não é tão útil falar sobre as causas da afasia em geral quanto sobre os diferentes tipos de afasias, pois isso nos permite saber o que acontece com cada paciente em particular . Além disso, a existência desses diferentes tipos de afasias nos permite ver que, na linguagem, é na verdade um enigma de diferentes processos mentais que normalmente não pensaríamos em considerar separadamente.

Abaixo, você pode ler quais são esses tipos de afasias .

A afasia de Broca

Pessoas com afasia de Broca têm mais dificuldade na produção da linguagem do que na sua compreensão. Eles têm dificuldade em escrever e falar, demoram muito tempo para escolher as palavras que desejam dizer e também têm dificuldade para pronunciar e modular o tom da voz. Os sintomas desse tipo de afasia podem ser detectados mesmo por alguém que não entende a linguagem do paciente.

Embora tenham menos dificuldade em entender textos ou linguagem oral em comparação com a capacidade de falar e escrever, as pessoas com afasia de Broca serão incapazes de repetir literalmente as frases ou palavras que ouvem , independentemente de entendê-las ou não.

Um exemplo de personagem fictício que apresenta sintomas semelhantes à imagem clássica da afasia de Broca é Hodor , da série Game of Thrones e os livros Song of Ice and Fire : embora ele pareça entender o que lhe dizem, sua capacidade de A conversa é quase completamente cancelada.

Afasia de Wernicke

Diferentemente do que acontece no tipo anterior de afasia, o discurso de Wernicke é fluente e não é difícil falar com um ritmo normal ou mesmo muito rapidamente, mantendo a pronúncia e entonação corretas .

No entanto, geralmente as frases ou palavras produzidas por uma pessoa com afasia de Wernicke não são bem construídas, pois as palavras são frequentemente substituídas por outras pertencentes ao mesmo campo semântico (por exemplo, substitua “forno” por “máquina de lavar”) os fonemas são mudados para outros (mude “gato” para “gado”) ou frases com grandes falhas sintáticas são construídas nas quais nada pode ser entendido porque não há estrutura adequada e os verbos foram substituídos por advérbios, substantivos por artigos , etc.

Relacionado:  Medo do pênis (falofobia): causas, sintomas e tratamento

Além disso, nesse tipo de afasia, a compreensão da linguagem oral e escrita é bastante alterada , bem como a capacidade de repetir palavras.

Afasia de condução

Se na afasia de Broca e Wernicke a lesão afeta as áreas relacionadas, respectivamente, com a produção da linguagem e a organização da linguagem para formar unidades significativas, na afasia de condução o dano cerebral afeta as redes de neurônios que conecte esses dois núcleos do cérebro um ao outro.

É por isso que um paciente com esse tipo de afasia terá um discurso fluente e sua capacidade de entender o idioma será mantida em um estado relativamente bom, mas ele não será capaz de literalmente repetir as palavras ou frases que ouve e vê escritas , pois para fazê-lo que devem estar intactos os circuitos que levam da parte do cérebro em que a palavra ou frase é reconhecida como um todo significativo àquele em que essas informações são “traduzidas” em instruções de fala ou escrita.

Além disso, nesse tipo de afasia, as frases que ocorrem também costumam apresentar substituições indevidas de fonemas e palavras.

Afasia global

Outro tipo de afasia é a afasia global . Consiste em uma alteração generalizada da linguagem que afeta seriamente a produção e a compreensão da linguagem . Geralmente, as pessoas com essa síndrome não podem repetir palavras ou frases e, em alguns casos, só poderão dizer uma ou algumas sílabas ou palavras que repetirão independentemente do contexto.

Afasias Transcorticais

A afasia transcortical é caracterizada pela manutenção preservada a capacidade de repetir frases e palavras, algo não visto nos últimos quatro tipos de afasia.

Afasia motora transcortical

Nessa síndrome, ocorrem sintomas semelhantes aos da afasia de Broca, com fala não fluente e capacidade de entender a linguagem mais preservada, mas acrescentando a possibilidade de repetir as frases que ouvem ou leem, por mais longas que sejam . Ou seja, alguém com afasia motora transcortical não é capaz de falar espontaneamente, mas pode repetir qualquer coisa.

Afasia sensorial transcortical

Assemelha-se a uma versão da afasia de Wernicke, na qual se pode repetir o que é ouvido, embora não o que é lido. Além disso, às vezes todos os tipos de sílabas ou palavras ouvidas são repetidas involuntariamente , um fenômeno conhecido como ecolalia .

Afasia transcortical mista

Esse tipo de afasia é semelhante a uma versão moderada da afasia global, na qual a capacidade de repetir é mantida, embora o que é dito não seja compreendido . A ecolalia também é comum entre os sintomas típicos desse tipo de distúrbio de linguagem.

Afasia anômica

Diferentemente do que acontece com os outros tipos de afasia, na afasia anômica, tanto a produção quanto a compreensão da linguagem podem ser quase normais, e seu principal sintoma é a anomia , ou seja, a dificuldade de encontrar a afasia. Palavras apropriadas para dizer algo. Pessoas com afasia anômica tendem a usar muitos termos genéricos como “coisa”, “aquilo” etc. De tempos em tempos, essas dificuldades os levam a usar circunlocuções, a tentar se explicar novamente, usando frases alternativas ou prolongando muito o que se diz para tentar acumular os detalhes e pistas sobre o que se entende.

A linguagem é mais complicada do que parece

Nem sempre é fácil saber como identificar os tipos de afasia que alguns pacientes apresentam, uma vez que os sintomas podem variar muito e ser mais ou menos graves , mas em todos eles (exceto no global) fica claro que, por trás do uso da linguagem, existem muitas partes do cérebro mais ou menos especializado em uma tarefa e coordenando entre si para que tudo funcione como deveria.

Portanto, certas capacidades podem ser perdidas enquanto outras, estreitamente relacionadas à primeira, são preservadas.

Deixe um comentário