As 100 melhores frases de Erich Fromm

Deixo as melhores frases de Erich Fromm (Alemanha, 1900 – Suíça, 1980), filósofo e psicanalista que criticou ferozmente a sociedade ocidental através de seu grande número de publicações. Entre seus livros mais populares estão A arte do amor, Medo da liberdade e Ter ou ser?

Devido às suas origens judaicas, Fromm foi forçado a emigrar para as Américas.Seus textos tratam extensivamente de amor, ódio, nacionalismo, natureza e cultura, entre muitos outros tópicos.

As 100 melhores frases de Erich Fromm 1

Ele é considerado um dos fundadores da escola culturalista psicanalítica americana, que se concentra em resolver a neurose do ser humano moderno através da imposição do humanismo sobre o consumismo e os valores econômicos.

Você também pode estar interessado nessas citações de psicólogos , de Freud ou de Carl Jung .

Melhores citações de Fromm

∎ Somente a pessoa que tem fé em si mesma é capaz de ter fé nos outros.

As 100 melhores frases de Erich Fromm 2

O sentido da vida consiste apenas no ato de viver em si.

As 100 melhores frases de Erich Fromm 3

N Somente aqueles que não querem mais do que têm são prósperos.

As 100 melhores frases de Erich Fromm 4

N Existe apenas um significado na vida: o ato de viver em si mesmo.

As 100 melhores frases de Erich Fromm 5

-A maioria das pessoas morre antes de nascer. Criatividade significa nascer antes de morrer.

As 100 melhores frases de Erich Fromm 6

-Não é rico quem tem muito, mas quem dá muito.

As 100 melhores frases de Erich Fromm 7

O homem é o único animal para o qual sua própria existência é um problema a ser resolvido.

As 100 melhores frases de Erich Fromm 8

-É paradoxal no amor que dois seres se tornam um e, ao mesmo tempo, permanecem dois.

As 100 melhores frases de Erich Fromm 9

-O ser humano sempre morre antes de nascer completamente.

As 100 melhores frases de Erich Fromm 10

A fraqueza biológica do ser é a condição da cultura humana.

As 100 melhores frases de Erich Fromm 11

– Paradoxalmente, poder ficar sozinho é a condição para poder amar.

N As pessoas egoístas são incapazes de amar os outros, nem são capazes de amar a si mesmas.

-Dar é a expressão máxima de força. No mesmo ato de doar, experimento minha força, minha riqueza, meu poder.

A tarefa psíquica que uma pessoa pode e deve estabelecer por si mesma não é se sentir segura, mas ser capaz de tolerar a insegurança.

O poder de pensar objetivamente é a razão; A atitude emocional por trás da razão é humildade.

-No amor, existe o paradoxo de que dois seres se tornam um e ainda restam dois.

O homem moderno pensa que perde algo, tempo, quando não faz as coisas rapidamente. No entanto, ele não sabe o que fazer com o tempo que ganha, exceto para matá-lo.

-Morrer tingiu uma amargura pungente, mas a idéia de ter que morrer sem ter vivido é insuportável.

O nacionalismo é a nossa forma de incesto, é a nossa idolatria, é a nossa loucura. O
patriotismo é sua seita.

-Só significa não recorrer a fraudes e enganos em troca de conforto e serviços ou em troca de sentimentos.

O amor não é algo natural, mas requer disciplina, concentração, paciência, fé e a derrota do narcisismo. Não é um sentimento, é uma prática.

Ambos os sonhos e mitos representam comunicações importantes de nós mesmos para nós mesmos.

-Talvez não exista um fenômeno que contenha um sentimento destrutivo maior que a indignação moral, o que leva à inveja ou ao ódio agindo disfarçado de virtude.

No amor erótico, duas pessoas que foram separadas se tornam uma. No amor materno, duas pessoas que eram uma separada.

-Se percebo em outra pessoa principalmente a superfície, percebo principalmente as diferenças, aquilo que nos separa. Se eu entrar, percebo sua identidade, nosso relacionamento de irmandade.

– Quanto mais o impulso para a vida é frustrado, mais forte é o impulso para a destruição; Quanto mais a vida é realizada, menor a força da destrutividade. A destrutividade é o resultado da vida não vivida.

-Se outras pessoas não entendem nosso comportamento, e daí? O pedido deles de que façamos apenas o que eles entendem é uma tentativa de ditar nosso comportamento.

-A busca pela satisfação narcísica deriva da necessidade de compensar a pobreza material e cultural.

N Não se pode ser completamente sensível ao mundo sem se entristecer com frequência.

Não há quase nenhuma atividade ou projeto que comece com tantas esperanças e expectativas e, ao mesmo tempo, falha tão frequentemente quanto o amor.

– O fato de milhões de pessoas compartilharem as mesmas formas de patologia mental não implica que essas pessoas sejam saudáveis.

N Não há nenhuma palavra na língua que se prostitua além da palavra amor.

A vida não faz sentido, exceto o próprio significado que cada um dá à própria vida, revelando todos os seus poderes.

A história da humanidade começou com um ato de desobediência e é muito provável que termine com um ato de obediência.

– A sociedade deveria ser organizada de tal maneira que a natureza social e amorosa do ser humano não se separasse de sua existência social, mas se combinasse.

-Não pode haver liberdade sem a liberdade de falhar.

-O amor imaturo diz: «Amo-te porque preciso de ti». O amor maduro diz: “Preciso de você porque amo você”.

O ser humano tem duas orientações básicas: ter e ser. Ter implica adquirir e possuir coisas, até pessoas. Ser focado na experiência: trocar, comprometer, compartilhar com outras pessoas.

-A alternativa fundamental para o ser humano é a escolha entre vida e morte, entre criatividade e violência destrutiva, entre realidade e ilusões, entre objetividade e intolerância, entre irmandade e independência e dominação e submissão.

A resposta madura para o problema da existência é o amor.

A principal tarefa do ser humano na vida é dar luz a si mesmo, tornar-se o que ele realmente é. O produto mais importante do seu esforço é a sua própria personalidade.

-Se sou o que tenho e se perco o que tenho, quem sou eu?

Vivemos em um mundo de coisas e nosso único relacionamento com elas é que sabemos como manipulá-las ou consumi-las.

-O amor é normalmente uma troca favorável entre duas pessoas que tiram o máximo proveito do que podem esperar, levando em consideração seu valor no mercado de personalidades.

No século XIX, o problema era que Deus havia morrido. No século XX, o problema é que o ser humano morreu.

Aceitar as dificuldades, os contratempos e as tragédias da vida como um desafio que, superando-o, nos fortalece.

-Por que a sociedade se sente responsável apenas pela educação das crianças e não pela educação de adultos de qualquer idade?

– Sanidade é simplesmente o que se encontra no quadro de referência do pensamento convencional.

Relacionado:  100 frases para aumentar e aumentar a auto-estima (positiva)

– Somos uma sociedade de pessoas profundamente infelizes: solitárias, preocupadas, deprimidas,
destrutivas, dependentes; pessoas que ficam encantadas quando matamos o tempo que estamos tentando valorizar muito.

– Quem poderia dizer que um momento feliz de amor ou a alegria de respirar ou caminhar durante uma manhã ensolarada e cheirar o ar fresco não merece todo o esforço e sofrimento intrínseco da vida.

N As condições para ser criativo devem ser confundidas, concentrar-se, aceitar conflitos e tensões, nascer todos os dias, sentir a razão de si mesmo.

O ser humano é o produto da evolução natural que surge do conflito de ser um prisioneiro e se separar da natureza e da necessidade de encontrar unidade e harmonia nele.

-Se alguém não é produtivo em outros aspectos, também não é produtivo no amor.

-Não se presta atenção suficiente à palavra tédio. Falamos de muitas coisas horríveis que acontecem com as pessoas, mas geralmente não falamos de uma das piores: sentir tédio, sozinho ou, pior, na companhia.

-Se uma pessoa quer apenas uma pessoa e é indiferente a todas as outras, então seu amor não é amor, mas apego simbólico ou ego dilatado.

– A ganância é um poço sem fundo que esgota a pessoa em um esforço eterno para satisfazer a necessidade sem sequer alcançar satisfação.

– Liberdade não significa licença.

N Não há nada de desumano, mal ou irracional que não produza nenhum tipo de conforto se for feito em grupo.

-O amor é uma arte? Então, requer conhecimento e esforço.

-O que a maioria das pessoas entende em nossa cultura como um ente querido é basicamente uma mistura de popularidade e atratividade sexual.

O amor é a única resposta sã e satisfatória para o problema da existência humana.

Autoridade não é uma qualidade que uma pessoa possui, no sentido de ter propriedades ou qualidades físicas. Autoridade refere-se a um relacionamento interpessoal em que uma pessoa olha para outra com superioridade.

-O amor é uma energia que produz amor.

-O ser humano é o único animal cuja existência é um problema que ele tem que resolver.

-A busca pela certeza bloqueia a do significado. A incerteza é a única condição que encoraja o ser humano a revelar seus poderes.

-O relacionamento mãe-filial é paradoxal e, em certo sentido, trágico. Requer o amor mais intenso por parte da mãe, mas precisamente esse amor deve ajudar o filho a se distanciar da mãe e alcançar total independência.

-Nós somos o que fazemos.

-O amor é a união com alguém ou algo fora de si, sob a condição de preservar o próprio individualismo e integridade.

Todos sonhamos; Não entendemos nossos sonhos e, no entanto, agimos como se nada de estranho tivesse acontecido em nossas mentes adormecidas, estranho pelo menos em relação ao que nossas mentes fazem lógica e decididamente quando estamos acordados.

O amor da mãe é paz. Não precisa ser adquirido, não precisa ser merecido.

-O perigo do passado era que os humanos se tornassem escravos. O perigo do futuro é que esses humanos possam se tornar robôs.

O pensador revolucionário e crítico está sempre de alguma forma fora da sociedade e, ao mesmo tempo, faz parte dela.

– Da mesma forma que a produção em massa exige a padronização dos bens, o processo social exige a padronização do ser humano, e essa padronização é chamada igualdade.

A raiva significa estar preparado o tempo todo para o que ainda não nasceu e, ao mesmo tempo, não se desesperar se não houver nascimento em nossa vida.

A criatividade requer coragem para liberar certezas.

– A ganância é um poço sem fundo que esgota a pessoa em um esforço sem fim para satisfazer a necessidade sem nunca alcançar a satisfação.

-Se sou o que tenho e se perco o que tenho, quem sou eu?

A capacidade de ficar desconcertado é a premissa de toda a criação, seja na arte ou na ciência.

Saúde é exatamente aquilo que está dentro do quadro de referência do pensamento convencional.

-Quando subimos a escada social, a perversidade usa uma máscara mais grossa.

-O homem sempre morre antes de nascer completamente.

– Quase nenhuma atividade, que começa com tantas esperanças e expectativas e, no entanto, falha tão regularmente quanto o amor.

– Assim como o amor é uma orientação que se refere a todos os objetos e é incompatível com a restrição de um objeto, a razão é uma faculdade humana que deve abranger todo o mundo que o homem enfrenta.

O revolucionário de sucesso é um estadista, o fracasso é um criminoso.

O homem comum com poder extraordinário é o principal perigo para a humanidade, não o diabo ou o diabo.

-O amor é uma decisão, é um julgamento, é uma promessa. Se o amor fosse apenas um sentimento, não haveria base para a promessa de amar um ao outro para sempre. Um sentimento vem e pode ir. Como posso julgar que isso permanecerá para sempre, quando meu ato não implica julgamento e decisão?

A verdadeira oposição é aquela entre o homem ligado ao ego, cuja existência é estruturada pelo princípio de ter, e o homem livre, que venceu seu egocentrismo.

O amor não é primariamente um relacionamento com uma pessoa específica; É uma atitude, uma ordem de caráter que determina o relacionamento da pessoa com o mundo inteiro como um todo, não com relação a um objeto de amor.

O nacionalismo é a nossa forma de incesto, é a nossa idolatria, é a nossa loucura. Patriotismo é seu culto. Assim como o amor por um indivíduo que exclui o amor pelos outros não é amor, o amor pelo país que não faz parte do amor pela humanidade não é amor, mas adoração idólatra.

O amor infantil segue o princípio: «Amo porque sou amado».
O amor maduro segue o princípio: “Eu sou amado porque amo”.
O amor imaturo diz: “Eu amo você porque preciso de você”.
O amor maduro diz: “Preciso de você porque amo você”.

N Presume-se ingenuamente que o fato de a maioria das pessoas compartilhar certas idéias e sentimentos demonstra a validade dessas idéias e sentimentos. Nada poderia estar mais longe da verdade. A validação consensual, como tal, não tem relação com a razão ou a saúde mental.

N O que uma pessoa dá a outra? Ele se dá, a coisa mais preciosa que ele tem, ele dá a vida. Isso não significa que ele sacrifica sua vida pelo outro, mas que ele dá o que está vivo nele; Dá a ele sua alegria, seu interesse, seu entendimento, seu conhecimento, seu humor, sua tristeza, todas as expressões e manifestações do que está vivo nele.

O pensamento crítico e radical só dará frutos quando misturado com a qualidade mais preciosa que o homem possui: amor à vida.

-Amar significa cometer sem garantia, render-se completamente na esperança de que nosso amor produza amor no ente querido. O amor é um ato de fé, e quem tem pouca fé também tem pouco amor.

– A liberdade não é um atributo constante que temos ou não. De fato, não há liberdade, exceto como uma palavra e um conceito abstrato. Existe apenas uma realidade: o ato de nos libertar no processo de fazer escolhas.

– Ter fé requer coragem, capacidade de arriscar, vontade até de aceitar dor e decepção. Quem insiste na segurança e proteção como condições primárias da vida não pode ter fé; quem está trancado em um sistema de defesa, onde distância e posse são seus meios de segurança, torna-se prisioneiro.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies