As 17 regiões naturais que existem na Terra (e suas características)

A Terra é um planeta diversificado e rico em diferentes ecossistemas e paisagens naturais. Existem 17 regiões naturais principais que compõem a superfície terrestre, cada uma com suas próprias características únicas e ecossistemas distintos. Essas regiões variam desde florestas tropicais exuberantes até desertos áridos, passando por montanhas majestosas, planícies extensas e oceanos vastos. Cada uma dessas regiões desempenha um papel fundamental na manutenção do equilíbrio ecológico do planeta, proporcionando habitat para uma incrível diversidade de vida e influenciando o clima e a geologia da Terra. Neste artigo, exploraremos as 17 regiões naturais que existem na Terra e suas características distintas.

Principais regiões naturais da Terra: conheça as características de cada uma.

Existem 17 regiões naturais na Terra, cada uma com suas próprias características distintas. Essas regiões são definidas por fatores como clima, vegetação, geografia e fauna. Vamos explorar algumas das principais regiões naturais e suas características únicas.

Uma das regiões naturais mais conhecidas é a Floresta Amazônica, localizada na América do Sul. Esta região é caracterizada por sua incrível biodiversidade, com milhares de espécies de plantas e animais. Além disso, a Floresta Amazônica é conhecida por seu clima úmido e florestas exuberantes.

Outra região natural importante é o Deserto do Saara, localizado na África. Este deserto é o maior do mundo, cobrindo uma vasta área de areia e rochas. As temperaturas no Deserto do Saara podem atingir níveis extremos, tornando-o um dos ambientes mais hostis da Terra.

A Tundra Ártica é outra região natural única, situada nas regiões polares do planeta. Caracterizada por seu clima frio e vegetação escassa, a Tundra Ártica é o lar de animais como ursos polares, renas e raposas do Ártico.

Cada uma dessas regiões naturais possui suas próprias características distintas, proporcionando uma variedade incrível de paisagens e vida selvagem. Ao explorar essas regiões, podemos apreciar a diversidade da natureza e a importância de conservar esses ambientes únicos.

Conhecendo as principais regiões naturais do mundo: descubra aqui!

As regiões naturais do mundo são variadas e apresentam características únicas que as tornam únicas. Existem 17 regiões naturais principais na Terra, cada uma com sua própria flora, fauna e clima. Conhecer essas regiões é fundamental para entender a diversidade do nosso planeta.

As regiões naturais incluem a Tundra, Taiga, Floresta Temperada, Floresta Tropical, Savana, Pradaria, Deserto, Estepe, Montanhas, Planícies, Floresta de Coníferas, Floresta de Folha Caduca, Manguezal, Pântano, Marismas, Cerrado e Chapparal. Cada uma dessas regiões tem suas próprias características distintas, que vão desde o clima até a vegetação predominante.

A Tundra, por exemplo, é uma região fria e árida, onde a vegetação é escassa e adaptada ao clima extremo. Já a Taiga é uma região de floresta de coníferas, com invernos longos e frios. A Floresta Tropical, por sua vez, é caracterizada por sua biodiversidade e clima quente e úmido.

Relacionado:  As 11 maneiras mais dolorosas de morrer, de acordo com a ciência

É importante destacar que cada uma dessas regiões naturais desempenha um papel crucial no equilíbrio do ecossistema global. A preservação dessas regiões é essencial para garantir a sobrevivência de inúmeras espécies de plantas e animais.

Portanto, ao conhecer e compreender as principais regiões naturais do mundo, podemos valorizar ainda mais a incrível diversidade e beleza da natureza. Explore essas regiões e descubra a riqueza e singularidade de cada uma delas.

As 17 regiões naturais que existem na Terra (e suas características)

As 17 regiões naturais que existem na Terra (e suas características) 1

Você sabe o que são regiões naturais? São áreas geográficas delimitadas por uma série de parâmetros, que podem ser o tipo de clima, vegetação, relevo, etc. Existem tipos diferentes, com características muito específicas.

Neste artigo, saberemos em que consistem essas regiões, quais elementos as formam e como podem ser classificadas. Especificamente, falaremos sobre 17 regiões naturais e explicaremos as características mais relevantes de cada uma delas.

  • Recomendamos a leitura: “As 84 melhores frases da natureza (e citações famosas)”

Regiões naturais: o que são?

As regiões naturais são áreas geográficas delimitadas por alguns elementos, como vegetação e clima, além de diferentes acidentes físicos. Em outras palavras, são unidades do território, divididas com base em parâmetros e critérios. Às vezes, porém, delimitar essas áreas não é tão simples.

Dessa forma, as regiões naturais consistem em uma maneira de classificar geograficamente diferentes áreas do território . Eles permitem dividi-lo de acordo com suas áreas de relevo, sua vegetação e outros aspectos ecológicos e ambientais.

Elementos

Existem diferentes elementos que podemos encontrar em regiões naturais.

1. Ecossistemas

Ecossistemas são sistemas biológicos formados por dois elementos: seres vivos e o ambiente natural em que vivem . Todas as regiões naturais têm certos ecossistemas (de fato, eles podem ter mais de um).

Estes podem ser de diferentes tipos: selva, litoral, marinha … Além disso, os ecossistemas têm intrínsecas certas relações de dependência entre plantas e animais que permitem a convivência e a vida.

2. Vida selvagem

A fauna inclui todas as espécies animais de um determinado local (ou clima, ambiente etc.) . Cada região natural apresenta a sua. Assim, a maioria das regiões naturais possui animais (embora alguns mais que outros).

Tipos

As regiões naturais podem ser de tipos diferentes , de acordo com os critérios que usamos para classificá-las. Uma dessas classificações é a que divide essas regiões nos três subgrupos a seguir.

1. Regiões climáticas

Eles são classificados por seu clima característico predominante . Por sua vez, as regiões climáticas naturais são divididas em três tipos de zonas (faixas climáticas):

1.1 Áreas quentes

Em áreas quentes, o clima predominante é um clima quente; são áreas quentes, com temperaturas altas e estáveis (variam pouco). Por outro lado, eles são caracterizados por serem áreas úmidas. Eles estão localizados ao redor do equador da Terra, isto é, acima e abaixo dele.

1.2 Zonas temperadas

As zonas temperadas mostram variações de alta temperatura ; as estações do ano são bem diferenciadas (diferente do caso anterior). Eles estão localizados no sul e norte das áreas quentes.

1.3 Áreas frias

Também chamadas de zonas polares, são regiões naturais frias, com baixas temperaturas . Nessas áreas, os invernos são longos e “difíceis”. Eles desfrutam de algumas horas de sol; Isto é devido à inclinação do eixo da Terra.

As 17 regiões naturais que existem na Terra (e suas características) 2

2. Regiões orográficas

O parâmetro de classificação das regiões orográficas é o relevo . Dependendo do tipo de relevo, as regiões naturais podem ser de cinco tipos.

2.1 Regiões montanhosas (montanhas)

São áreas com inúmeras montanhas, grandes cadeias de montanhas e áreas elevadas. Por exemplo: os Andes e os Alpes suíços.

2.2 Regiões do planalto

São áreas com planícies, mas mais altas; por exemplo, o platô do Tibete.

2.3 Regiões simples

Essas regiões naturais também possuem planícies, como as anteriores, mas de baixa estatura e comprimento. Por exemplo, encontramos as planícies venezuelanas.

2.4 Regiões do deserto (desertos)

São áreas desérticas, com dunas e arenitos. Eles geralmente têm um clima intenso. Desertos são áreas com muito pouca água, onde dificilmente chove. Geralmente são áreas quentes, embora também haja desertos frios.

Eles têm pouca vegetação, assim como poucos animais que os habitam. A flora e a fauna dos desertos são características, para que possam sobreviver nessas condições (por exemplo, os cactos, que armazenam a água no caule, ou o meerkat, que obtém a água das raízes das plantas).

As 17 regiões naturais que existem na Terra (e suas características) 3

2.5 Regiões montanhosas

Finalmente, as regiões montanhosas são áreas bastante planas, com algumas elevações, mas de baixa estatura.

3. Regiões fitogeográficas

Finalmente, as regiões fitogeográficas naturais são classificadas por sua vegetação predominante . Estes podem ser de cinco tipos, nós os conhecemos abaixo.

3.1 Regiões florestadas (florestas)

São regiões naturais onde predominam as florestas (principalmente as de grande altura) e a montanha. Eles têm uma grande biodiversidade. O verão aqui é geralmente quente e o inverno é frio.

Especificamente, florestas são áreas que possuem inúmeras árvores agrupadas. Existem diferentes tipos de florestas (tropical, boreal …), de acordo com o clima, a área, etc.

3.2 Regiões de limpeza

Nessas áreas, predominam vegetação xerófila e arbustos de folhas verdes espessas. A vegetação xerófila é aquela que se adapta ao clima seco. Por outro lado, são abundantes as plantas pequenas, com raízes extensas e profundas. A fauna típica da região do mato é formada por cobras, diferentes répteis e aracnídeos.

Relacionado:  Teoria da biogênese: explicando a aparência da vida

3.3 Regiões da savana (pastagens)

Também denominada região de pastagem, são regiões com planícies, onde chove anualmente, com clima intertropical. A vegetação é pastagem (também chamada de pastagem); isto é, vegetação herbácea e dispersa, com ervas daninhas abundantes. Existem poucas árvores. Por outro lado, abundam prados baixos e extensos. As terras geralmente não são muito férteis, com solos muito porosos.

3.4 Regiões da selva (selvas)

Essas áreas têm grande biodiversidade e geralmente estão localizadas nos trópicos, ao redor do Equador. É sobre as florestas tropicais, onde chove com muita frequência. Suas temperaturas são altas e constantes, criando um ambiente úmido. Sua vegetação é alta, muito variada e frondosa.

Selvas são florestas que geralmente são encontradas em países tropicais; Suas árvores crescem juntas e são muito altas. Animais típicos existem onças, jacarés e sapos ninjas.

3.5 Regiões Chaparrais

Finalmente, as regiões naturais do chaparral têm pouca vegetação (e baixa estatura). Seu clima característico é extremo (com invernos muito frios e verões muito quentes e secos). Sua vegetação é bastante escassa; As plantas que possui são pequenas e de vida curta, com raízes profundas. Sua fauna característica é formada por pássaros, roedores, lagartos e cobras.

4. Regiões hidrográficas

Essas regiões naturais são classificadas de acordo com suas regiões hidrográficas (demarcações hidrográficas) ; As demarcações hidrográficas se referem às áreas marinhas e terrestres (bacias hidrográficas, águas subterrâneas, costa, etc.).

Assim, dentro das regiões hidrográficas, encontramos quatro tipos de zonas. São as seguintes.

4.1 Áreas costeiras

São áreas cercadas pelo mar. Eles geralmente têm atividade portuária (portas).

4.2 Áreas do lago

Essas regiões naturais possuem numerosos lagos e lagoas (grandes áreas de água).

4.3 Áreas fluviais

São áreas com inúmeros rios, ou seja, com água corrente, em constante movimento.

4.4 Áreas de mangue

Nessas áreas, existem manguezais e pântanos, ou seja, água com muita matéria orgânica.

As 17 regiões naturais que existem na Terra (e suas características) 4

Referências bibliográficas:

  • Máxima, J. (2017). Regiões naturais. Features.co.

  • Funcionários da National Geographic (2017). Região Vegetação National Geographic Society

  • Os dados foram analisados ​​por meio de entrevistas semiestruturadas e entrevistas semi-estruturadas, com o objetivo de avaliar o desempenho dos participantes, bem como os resultados obtidos. WW Wettengel, P. Hedao e KR Kassem. (2001) Ecorregiões terrestres do mundo: um novo mapa da vida na Terra. BioScience 51 (11): 933-938.

Deixe um comentário