As 3 propriedades do texto e da escrita

As 3 propriedades do texto e da escrita são elementos fundamentais que influenciam a forma como um texto é percebido e compreendido pelos leitores. Essas propriedades são a coerência, coesão e relevância. A coerência refere-se à lógica e consistência do texto, garantindo que as ideias estejam interligadas de forma clara e compreensível. Já a coesão diz respeito à conexão entre as partes do texto, por meio de recursos linguísticos como pronomes, conjunções e conectivos, que ajudam a manter a continuidade e fluidez da leitura. Por fim, a relevância diz respeito à importância e pertinência das informações apresentadas no texto, garantindo que elas sejam pertinentes ao tema e ao objetivo comunicativo proposto. Juntas, essas propriedades contribuem para a qualidade e eficácia da escrita.

Descubra as características essenciais de um texto em apenas 15 palavras.

As 3 propriedades do texto e da escrita são coesão, coerência e adequação linguística.

Qual é o propósito de um texto?

Antes de discutirmos as 3 propriedades do texto e da escrita, é importante entendermos o propósito de um texto. O propósito de um texto é comunicar uma mensagem de forma clara e eficaz para o leitor. Um texto pode informar, persuadir, entreter ou expressar ideias e emoções. É essencial que um texto seja coeso, coerente e relevante para alcançar seu propósito com sucesso.

Entenda a definição e importância da textualidade em documentos PDF.

A textualidade em documentos PDF refere-se à qualidade do texto presente neste formato de arquivo. É importante que os documentos em PDF possuam uma boa textualidade para garantir a clareza, coesão e coerência das informações transmitidas. Para isso, é fundamental compreender as três propriedades do texto e da escrita que contribuem para a eficácia da comunicação escrita.

A primeira propriedade é a coesão, que se refere à conexão lógica entre as partes do texto. Uma escrita coesa garante que as ideias estejam bem articuladas e relacionadas entre si, facilitando a compreensão do leitor. Erros de coesão podem prejudicar a fluidez da leitura e a interpretação das informações apresentadas.

Relacionado:  10 escritores influenciados por Edgar Allan Poe

A segunda propriedade é a coerência, que diz respeito à harmonia e consistência do texto como um todo. Um texto coerente apresenta uma sequência lógica de ideias e argumentos, evitando contradições ou informações desencontradas. A falta de coerência pode levar a interpretações equivocadas e comprometer a credibilidade do documento.

A terceira propriedade é a adequação, que envolve a escolha adequada do vocabulário, da estrutura e do estilo de escrita de acordo com o público-alvo e o contexto de comunicação. Um texto adequado é aquele que atende às expectativas e necessidades do leitor, transmitindo a mensagem de forma clara e eficaz. Desvios de adequação podem dificultar a compreensão e a interpretação do conteúdo apresentado.

Portanto, a textualidade em documentos PDF é essencial para garantir a eficácia da comunicação escrita, proporcionando clareza, coesão e coerência nas informações transmitidas. Ao compreender e aplicar as propriedades do texto e da escrita, é possível criar documentos mais assertivos e impactantes, contribuindo para uma comunicação mais eficiente e eficaz.

As 3 propriedades do texto e da escrita

As principais propriedades do texto e da escrita são coerência, coesão e adequação. O texto é uma unidade linguística estruturada com uma intenção comunicativa determinada em um contexto específico.

O texto é composto por uma série de frases estruturadas em parágrafos que completam um único significado e que têm relações gramaticais e semânticas entre si.

As 3 propriedades do texto e da escrita 1

De acordo com seu objetivo, existem diferentes tipos de textos dentre os quais se menciona:

– textos narrativos.

Textos descritivos.

Textos expositivos.

Textos argumentativos.

Eles também podem ser classificados de acordo com sua forma em:

-Poéticos

-Dramática

-Informativos

-Declarativos

-Referenciais

Mas essa classificação não é exclusiva. É normal encontrar seqüências descritivas ou argumentativas em textos narrativos, por exemplo.

No entanto, sempre haverá uma sequência textual dominante.Um texto pode variar em tamanho, mas isso geralmente está vinculado ao seu objetivo.

O suporte no qual um texto é incorporado geralmente é algum tipo de papel, mas a criatividade e a necessidade de o texto ser impresso em tecidos, metais, plásticos, pedras, etc.

Quais são as propriedades de um texto e o texto?

1. Consistência

A consistência é uma propriedade relacionada à organização das informações para que o emissor cumpra seu objetivo de comunicação no receptor de maneira clara e precisa.

Por esse motivo, também se relaciona ao conhecimento compartilhado entre o remetente e o destinatário. É um relacionamento semântico.

A consistência determina a quantidade de informações contidas em um texto e a ordem em que são distribuídas.

Para que um texto seja coerente, ele deve conter um tema global que seja detalhado ou aprofundado em cada um dos parágrafos que o compõem.

Isso requer um esforço especial para selecionar e organizar os dados no texto.

Os mapas conceituais ajudar nesta tarefa.

As informações em um texto devem atender a certas regras para serem consistentes:

Repetição

O tema é apresentado várias vezes e de maneiras diferentes (com sinônimos), ao longo do texto.

Relacionamento

Cada ponto discutido deve estar relacionado ao tema central do texto.

Progressão temática

À medida que o texto avança, são adicionadas informações novas e relevantes sobre o assunto.

Sem contradição

Supõe-se que sempre exista uma tese ou premissa que o emissor defenda, portanto, é necessário que os dados substanciam essa tese, o que não a contradiz.

A consistência também requer um tipo de estrutura:

Analisador

Isso segue o método dedutivo desde a abordagem da tese até o seu pleno desenvolvimento.

Sintetizador

Nesta estrutura, o método indutivo é aplicado e, portanto, a conclusão revela a tese fundamental do texto.

Um exemplo de um texto coerente pode ser:

“O carro é pequeno e vermelho. É um modelo do ano de 2016, tem 4 portas e é síncrono. Eles o importaram da Itália. ”

As informações neste pequeno parágrafo giram em torno de um único tema: o carro.

2. Coesão

A coesão permite que a relação entre os parágrafos que compõem o texto seja correta e lógica.Essa relação é gramatical.

Relacionado:  O que e quais são as correntes sociológicas?

Existem vários recursos ou mecanismos para alcançar essa coesão:

Mecanismo de recorrência ou repetição

Este mecanismo consiste em repetir palavras, frases ou frases. Por exemplo:

“Rosa está brincando com sua boneca. É a boneca que sua tia lhe deu.

Mecanismo de substituição

Nesse caso, um termo toma o lugar de outro

Isso pode acontecer:

  • Como substituição lexical pelo uso de sinônimos ou expressões equivalentes.
  • Usando pronomes para evitar a repetição do substantivo ou referente.
  • Através do uso de advérbios apontadores ou deittic.

Um exemplo pode ser uma frase como a seguinte:

“Juana e Robert prepararam um bolo. Ela comeu, mas ele não chegou a tempo de receber sua parte.

Reticências

É um recurso que permite suprimir elementos linguísticos que são entendidos por contexto.

Um exemplo deste recurso pode ser visto nesta frase:

“Hoje os meninos vão tocar primeiro; amanhã, o segundo.

Marcadores discursivos ou textuais

São elementos linguísticos que ajudam o destinatário a interpretar o significado da mensagem.Conecte logicamente as seqüências de texto. Nesse caso, eles aparecem:

  • Conectores sumativos
  • Conectores opostos
  • Conectores de conseqüência ou causa
  • Computadores de fala

3. Adequação

É uma propriedade extratextual que consiste em adaptar o texto à sua finalidade.

Um texto é adaptado em termos de:

Forma

Refere-se à tipografia usada e ao layout dos elementos do texto.

Finalidade

Refere-se a saber se o texto é informativo, descritivo etc.

Registo

Refere-se à relação entre o remetente e o destinatário.

Sexo

Participe das convenções de cada gênero para cumprir o objetivo do texto.

Referências

  1. Romeo, Ana (s / f) As propriedades do texto. Recuperado de: Materialesdelengua.org
  2. Compreendendo o inglês (2011). O que é coesão e coerência. Recuperado de: gordonscruton.blogspot.com
  3. Universidade Autônoma do México (s / f). Consistência Recuperado de: portalacademico.cch.unam.mx
  4. wikipedia.-org
  5. Young-Kyung Min (s / f). Recuperado de: uwb.edu.

Deixe um comentário