As 35 melhores frases de Treintona, únicas e fantásticas

Deixo as melhores frases de Treintona, Single e Fantastic , filme mexicano estrelado por Barbara Mori e dirigido por Chava Cartas, lançado em 2016.

Você também pode estar interessado nessas frases dos filmes de Hollywood .

As 35 melhores frases de Treintona, únicas e fantásticas 1

-Eu não pareço trinta e cinco anos, nem sou o tipo de mulher que precisa de um homem ao lado para defini-la e validá-la perante o mundo. –Inés.

-Como se não bastasse tudo o que temos para aprender na vida, também devemos enfrentar o terrível problema de desaprender o que já sabíamos e que não nos ajuda, para apagar os arquivos anteriores que já se tornaram obsoletos. –Inés.

– Eu vivi o meu, cometi o meu e, mesmo assim, estou aqui de volta, na caixa de saída e pronto para tentar novamente. –Inés.

-O tempo não existe, só existe o que está acontecendo agora. –Inés.

– Era apenas uma coisa, ele pensou, avançar um pouco e avisar que sua espera havia terminado e que seus pedidos e boas ações, afinal, haviam sido recompensados; Finalmente, eu vim para a vida dele. –Inés.

-Talvez você possa ignorar sua firme convicção de que camisetas de super-heróis são o auge da elegância. –Inés.

-Sem perceber que horas ou como, uma espécie de gêmeo maligno brotou em minha alma, que recebeu a tarefa de massacrar minha parte mais resgatada. –Inés.

-Para todos os fins práticos, tornei-me um sódio completo e destro. –Inés.

– Apesar de, em geral, estar convencido de que estou fazendo tudo muito bem e de tomar as decisões corretas, acontece que de repente a angústia me invade, duvido de meu próprio julgamento e começo a questionar cada um dos meus decisões. –Inés.

– Você quer um parceiro, um cúmplice e um ouvinte, não para resolver sua vida, nem você para a dele, mas para que, entre os dois, eles resolvam seus próprios problemas e, ao mesmo tempo, construam um projeto comum. –Inés.

-Em vez de transmitir que os meus são os riscos e não me importo de desafiar as convenções de tempos em tempos, a única coisa que consegui combinar com essa bolsa e aquela bolsa era parecer o irmão daltônico do palhaço Rabanito. –Inés.

-Se o peixe soubesse como é bom voltar para casa à noite, abrace a bicicleta e diga-lhe como é bonito e difícil o dia, talvez ele perceba que sua vida, com tudo e se divertindo no aquário está um pouco vazio. –Inés.

– Com o mínimo de atenção, é possível adivinhar desde as primeiras trocas o que obedece a singularidade da pessoa à nossa frente, e o que nos resta é decidir se podemos ou não resolver ou negociar esses motivos. –Inés.

Encontrar-nos como mulher é um privilégio do bom senso. –Inés.

– Quando percebi e pude começar a mudar algumas coisas, havia me tornado o que jurava solenemente que nunca seria: uma mulher cuja vida foi atravessada pela necessidade premente de conseguir um homem. –Inés.

-Nesta fase de sua vida, somente você pode responder com alguma eficácia se você quer um namorado ou não, e se sim, por quê. Agnes.

– Parte do grande trabalho de envelhecer é reconhecer que carregamos lições e discursos que não são nossos e que absorvemos sem questioná-los, os colocamos à prova e permanecemos com aqueles que nos servem, independentemente do que eles dirão. –Inés.

-Queremos que eles entendam o que queremos, quando nós mesmos nem o temos muito claro. -Ines.

-Depois, com pouca distância, perspectiva e análise suficiente, percebi que havia muitas coisas que eu havia inventado e que a coisa não era tão séria, mas naquele momento (…) eu achava que minha família me via como uma caso perdido. –Inés.

-Se eu negligenciei tão pouco, o mundo inteiro começou a colocar a horrenda denominação de “senhora”, e de jeito nenhum isso saiu com o esclarecimento (…) de lord-ri-ta, você me faz um favor. –Inés.

As mulheres devem ser inteligentes, sensatas, práticas, compassivas, mas sem serem muito sensíveis e, é claro, devem estudar e trabalhar. –Inés.

-I, quem me perguntar, digo que sou feliz. –Inés.

– Aos trinta anos, no entanto, você fica surpreso ao usar as frases de sua mãe que jurou nunca repetir. –Inés.

-O que queremos da nossa vida? Além do que os outros esperam … Aos trinta e poucos anos, você não precisa mais fazer nada! –Inés. *

N As decisões corretas não são tomadas nem bêbadas nem em um casamento. –Inés. *

-Minha história não é esse tipo de história. Minha história não termina no casamento. –Inés. *

-Isso acabou. Eu vou começar de novo. –Inés. *

– Viver sem compromissos e sem laços tem sua mágica. –Inés. *

– Liberdade é ousar. É viver sem medo. –Inés. *

-Nenhuma senhora, nenhuma senhora. Sou uma mistura do que vivi no mundo, das pessoas que conheci, dos bons e dos maus que vivi. Todo mundo tem uma história que nos define. Não há homem para quem somos. Somos justos, e isso parece perfeito. –Inés. *

-Há apenas o que está acontecendo agora. O momento presente. Damos grande importância às nossas dívidas com o passado ou o futuro. Existe apenas isso. Esta imagem exata da fita, não o final do filme. Estamos sempre no meio. –Inés. *

-Eu já tenho trinta e poucos anos. E se essa fosse minha última chance? –Inés. *

-É que não tenho que ficar com ninguém. Quem me convenceu do contrário? Com que argumento? –Inés. *

-Não me diga isso, muito menos neste momento em que pensei que sabia o que queria. –Inés. *

-O que realmente importa para mim é que sinto sua falta. –Inés. *

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies