As 7 regiões culturais da Europa e suas características

O caráter multicultural que a União Européia possui hoje é uma mistura de tradições culturais de diferentes regiões que integram o continente e o grande número de imigrantes que não para de se multiplicar.

Atualmente, 7 regiões culturais são conhecidas no continente europeu: Europa Ocidental, Europa Central, Europa Oriental, Bálcãs, Báltico, Escandinávia e Ilhas Britânicas.

As 7 regiões culturais da Europa e suas características 1

As manifestações culturais, o patrimônio e a diversidade linguística dessas regiões têm em comum a construção da Europa multicultural que conhecemos hoje.

As regiões culturais da Europa

Europa Ocidental

Formado por países como Andorra, Portugal, Espanha, Itália, França, São Marinho e Cidade do Vaticano. O aspecto mais marcante desta região cultural é a grande diversidade que surgiu durante anos de evolução, que deixou muitos monumentos e tradições diversas espalhados por suas terras.

Nesta região, você pode visitar símbolos importantes do Império Romano, como Pompéia ou Coliseu, enquanto vestígios do domínio árabe também podem ser vistos na Andaluzia.

O romantismo e sua arte estão em Paris, grandes ícones do Renascimento em Florença, e também o modernismo, uma mistura multicultural e moderna em cidades como Lisboa e Madri.

Europa Central

É formado pela Letônia, Estônia, Suíça, Alemanha, Áustria, Hungria, Polônia, República Tcheca, entre outros. São países com alta riqueza cultural e avanços modernos.

A Europa Central é a região que compreende a parte central da Europa. O conceito de Europa Central baseia-se em uma identidade histórica, social e cultural comum.

Embora a economia da região mostre grandes disparidades de renda, todos os países da Europa Central são classificados pelo Índice de Desenvolvimento Humano como altamente desenvolvidos.

Europa do Leste

Também conhecida como Mediterrâneo Oriental, esta região cultural é ocupada por habitantes da Turquia, Grécia, Chipre, Malta, entre outros, onde ruínas, templos e outros monumentos antigos ficam ao lado de ilhas incríveis.

Relacionado:  Os 11 tipos de mapas principais

A Europa Oriental é a parte oriental do continente europeu. Não há consenso sobre a área precisa que ele cobre, em parte porque o termo possui uma ampla gama de conotações geopolíticas, geográficas, culturais e socioeconômicas.

Embora as fronteiras geográficas orientais da Europa sejam bem definidas, a fronteira entre a Europa Oriental e Ocidental não é geográfica, mas histórica, religiosa e cultural.As montanhas de Ural, o rio Ural e as montanhas do Cáucaso são a fronteira geográfica do extremo leste da Europa.

Balcãs

Composto por países como Bósnia e Herzegovina, República da Macedônia, Albânia, Kosovo, Croácia, Montenegro, Sérvia, Romênia e Bulgária.

Os Balcãs, ou a Península Balcânica, são uma área geográfica. A região leva o nome das montanhas dos Balcãs, que se estendem desde a fronteira entre a Sérvia e a Bulgária até o Mar Negro.

A península balcânica é delimitada pelo Mar Adriático, a noroeste, o Mar Jónico, a sudoeste, o Mar Egeu, a sul e sudeste, e o Mar Negro, a leste e nordeste.

Báltico

Ao redor do Mar Báltico, inclui territórios da Lituânia, Letônia e Estônia. Eles oferecem ótimas atrações por sua geografia e cidades medievais, bem como por seus idiomas que compõem sua riqueza linguística.

Escandinávia

A Escandinávia é uma região do norte da Europa, caracterizada por uma herança etnocultural comum do norte da Alemanha e das línguas germânicas do norte.

É formado pela Noruega, Dinamarca, Suécia, Islândia e Finlândia, países que não apenas compartilham paisagens maravilhosas, mas também estão próximos ao Ártico.

Enquanto o termo “Escandinávia” se relaciona tradicionalmente aos três reinos da Dinamarca, Noruega e Suécia, há alguma ambiguidade quanto ao aspecto étnico do conceito na era moderna.

Tradicionalmente, o termo refere-se especificamente à maioria dos povos da Dinamarca, Noruega e Suécia, seus estados, idiomas germânicos e cultura.

Relacionado:  Eon Arcaico: características, vida, geologia e subdivisões

Ilhas Britânicas e Irlanda

A última região da Europa é um arquipélago de ilhas localizadas a noroeste da costa continental, com duas ilhas principais que são a Irlanda e a Grã-Bretanha e um grande número de pequenas ilhas que as compõem.

Com uma história fascinante, esta região europeia possui uma cultura muito moderna, dinâmica, variada e altamente influente. Londres é o coração e a metrópole, assim como as antigas cidades industriais como Manchester.

Referência:

  • Ingrid Projets. Por que a região do Báltico? Recuperado de conferen.eu
  • Russo, Antonio Paolo (2008) Regiões européias e sua capital cultural. Abordagem ao estudo dos efeitos territoriais do patrimônio. Recuperado do ub.edu
  • Monchito (2017) Europa en.wikivoyage.org

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies