As 7 tradições e costumes dos astecas mais destacados

Os astecas foram uma civilização mesoamericana que se destacou por suas tradições e costumes únicos. Entre as sete tradições e costumes mais destacados dos astecas estão a prática de sacrifícios humanos como forma de alimentar os deuses, a organização social em castas e a importância dada à religião em todas as esferas da vida. Além disso, os astecas também se destacaram pela sua arquitetura monumental, pela sua avançada agricultura e pela sua arte elaborada, como a produção de objetos em ouro e prata. A escrita pictográfica e o calendário asteca também são aspectos importantes da cultura desse povo, que deixou um legado cultural e histórico significativo na região.

Conhecendo as tradições culturais dos antigos astecas: uma análise completa das práticas milenares.

Os antigos astecas eram uma civilização rica em tradições e costumes que influenciaram profundamente a sua sociedade. Neste artigo, vamos explorar as 7 tradições e costumes dos astecas mais destacados, que nos ajudam a compreender melhor a sua cultura milenar.

Uma das tradições mais marcantes dos astecas era o sacrifício humano, que acreditavam ser necessário para apaziguar os deuses e garantir a prosperidade da sua civilização. Este ritual era realizado em ocasiões especiais e envolvia a oferta de prisioneiros ou voluntários como oferendas aos deuses.

Outra tradição importante dos astecas era a prática da agricultura, que desempenhava um papel fundamental na sua economia e subsistência. Eles desenvolveram técnicas avançadas de cultivo, como a construção de chinampas, que eram ilhas artificiais utilizadas para plantações.

Além disso, os astecas tinham uma forte tradição religiosa, que permeava todas as esferas da sua vida. Eles acreditavam em vários deuses e realizavam cerimônias e festivais em sua honra, como o famoso festival do sol, que celebrava a divindade do astro-rei.

Os astecas também tinham uma rica tradição artística, com destaque para a escultura em pedra e a cerâmica. Suas obras retratavam figuras mitológicas e cenas do cotidiano, demonstrando o seu talento e criatividade.

Outro costume interessante dos astecas era o sistema de escrita pictográfica, que utilizavam para registrar eventos históricos e religiosos. Este sistema era composto por símbolos e figuras que representavam palavras e ideias.

Por fim, os astecas tinham uma tradição de respeito pela natureza, que consideravam sagrada e essencial para a sua sobrevivência. Eles realizavam rituais de agradecimento à terra e aos elementos naturais, como a água e o fogo.

Em suma, as tradições e costumes dos antigos astecas refletem a complexidade e riqueza da sua cultura, que continua a fascinar e inspirar até os dias de hoje.

Características culturais mais importantes do povo asteca.

Os astecas foram um povo indígena que habitou a região central do México entre os séculos XIV e XVI. Sua cultura era rica em tradições e costumes, que refletiam sua organização social e religiosa. Aqui estão as 7 tradições e costumes dos astecas mais destacados:

1. Religião: Os astecas tinham uma religião politeísta, adorando diversos deuses que representavam forças da natureza e aspectos da vida cotidiana. Realizavam rituais e sacrifícios humanos para apaziguar os deuses e garantir a prosperidade da comunidade.

2. Agricultura: Os astecas eram excelentes agricultores, utilizando técnicas avançadas como a construção de terraços e chinampas (canteiros flutuantes) para cultivar alimentos como milho, feijão e abóbora. A agricultura era a base da economia asteca.

3. Arte: Os astecas eram habilidosos artistas, criando esculturas em pedra, relevos em ouro e prata, tecidos coloridos e códices (livros) ilustrados. Suas obras de arte refletiam sua religião, história e cotidiano.

4. Arquitetura: Os astecas construíram impressionantes templos, palácios e pirâmides, utilizando técnicas avançadas de engenharia. O Templo Mayor, no centro de Tenochtitlán, era o principal local de culto religioso.

Relacionado:  Medicina na Idade Média: antecedentes e métodos

5. Sistema de escrita: Os astecas tinham um sistema de escrita baseado em glifos e hieróglifos, registrando informações em códices feitos de papel de amate. Esses códices eram utilizados para contar histórias, registrar eventos e transmitir conhecimentos.

6. Calendário: Os astecas desenvolveram um complexo calendário que combinava um calendário solar de 365 dias com um calendário sagrado de 260 dias. Esse calendário era essencial para a organização das atividades religiosas e agrícolas.

7. Educação: Os astecas valorizavam a educação e tinham um sistema de ensino que preparava os jovens para suas funções na sociedade. Os nobres frequentavam as escolas calmécac, enquanto os plebeus frequentavam as escolas telpochcalli.

Essas são apenas algumas das tradições e costumes mais destacados do povo asteca, que demonstram sua rica herança cultural e sua avançada organização social e religiosa. Os astecas deixaram um legado duradouro que influenciou a cultura mexicana até os dias atuais.

Principais culturas e animais de criação dos astecas na alimentação.

Os astecas eram um povo que valorizava muito a alimentação em sua cultura. Suas principais culturas agrícolas eram o milho, o feijão e a abóbora. Esses alimentos eram a base de sua dieta e eram consumidos de diversas formas, como tortillas, tamales e pozoles.

Além das culturas agrícolas, os astecas também criavam animais para consumo. Entre os animais mais comuns estavam o peru, o pato e o cão xoloitzcuintli. O peru era considerado uma ave sagrada e era consumido em ocasiões especiais, como festas religiosas.

Os astecas tinham uma dieta variada e equilibrada, que incluía tanto vegetais quanto proteínas animais. Eles também consumiam alimentos como frutas, sementes e algas marinhas. A diversidade de alimentos em sua alimentação contribuía para sua saúde e bem-estar.

Em resumo, as principais culturas e animais de criação dos astecas na alimentação eram o milho, o feijão, a abóbora, o peru, o pato e o cão xoloitzcuintli. Esses alimentos eram essenciais para a sobrevivência e o desenvolvimento da civilização asteca.

Principal atividade dos povos astecas: qual era?

Os povos astecas eram conhecidos principalmente pela sua atividade agrícola. Cultivavam milho, feijão, abóbora, batata, pimenta e algodão. Além disso, praticavam a caça e a pesca para complementar a sua alimentação. A agricultura era a base da economia asteca, fornecendo alimentos para a população e matérias-primas para a produção de artesanato.

Além da agricultura, os astecas também se destacavam pela sua arquitetura elaborada, especialmente os templos e palácios construídos em suas cidades. Eles tinham um sistema de escrita hieroglífica e um calendário complexo que influenciava suas atividades religiosas e agrícolas.

Outra tradição importante dos astecas era o sacrifício humano, que fazia parte de suas cerimônias religiosas. Eles acreditavam que era necessário alimentar os deuses com sangue humano para garantir a fertilidade da terra e o bem-estar da comunidade.

Os astecas também eram conhecidos por suas festividades coloridas e animadas, como o festival do sol e o festival das flores. Eles valorizavam muito a arte e a música, que eram parte integrante de suas celebrações.

Além disso, os astecas tinham um sistema social hierárquico, com a nobreza ocupando os cargos mais altos e os camponeses realizando o trabalho braçal. A escravidão também era praticada entre os astecas, principalmente como forma de punição para os criminosos.

Por fim, os astecas tinham uma dieta variada, que incluía carne de animais como peru, pato e peixe, além de vegetais e frutas. Eles consumiam bebidas como o chocolate e o pulque, uma espécie de aguardente feita de agave.

Relacionado:  José de la Serna: o último vice-rei do Peru

Em resumo, os astecas eram um povo rico em tradições e costumes, com uma sociedade complexa e desenvolvida. Sua principal atividade era a agricultura, que sustentava sua economia e alimentava sua população, mas eles também se destacavam em diversas outras áreas, como a arquitetura, a religião, a arte e a culinária.

As 7 tradições e costumes dos astecas mais destacados

Entre as tradições e costumes dos astecas estão a educação obrigatória, famílias numerosas com várias esposas e a concepção do sacrifício humano como uma ação necessária para que o mundo continue.

A capital do império asteca era Tenochitlan, agora o local da Cidade do México. A cidade foi construída em uma série de lagos e foi dividida em quatro seções.

As 7 tradições e costumes dos astecas mais destacados 1

Os astecas eram pessoas muito artísticas e praticavam muitos esportes. A religião era um aspecto importante da vida asteca; eles adoravam muitos deuses e deusas, e cada um governava alguma atividade ou aspecto da natureza. Os astecas costumavam vender seus próprios filhos à escravidão.

Os astecas tinham costumes peculiares para enterrar pessoas. A maioria dos astecas tinha o hábito de enterrar seus ancestrais logo abaixo e ao redor de suas casas.

Se um asteca era de grande importância, geralmente era cremado; Eles acreditavam que a cremação mandaria sua alma diretamente para o céu.

A maioria dos alimentos tradicionais consumidos envolvia pimentas, carnes e milho; A maioria de sua comida é muito semelhante à dieta moderna no México: rica e picante.

As 7 principais tradições e costumes astecas

1- sacrifício humano

O sacrifício humano era uma prática religiosa da civilização asteca. A maioria dos historiadores acredita que o sacrifício humano foi uma parte importante do culto asteca e que algumas vítimas foram canibalizadas.

O sacrifício humano entre os astecas fazia parte da longa tradição cultural do sacrifício humano na Mesoamérica; Também foi praticado pelos maias e pelos zapotecas.

De acordo com sua cultura, todos os deuses se sacrificaram para que a humanidade pudesse viver. Nesse sentido, o sacrifício humano era o nível mais alto de uma série de ofertas pelas quais os astecas tentavam pagar sua dívida com os deuses; foi dito que a vítima “prestou seu serviço”.

O auto-sacrifício também era comum; as pessoas geralmente ofereciam objetos manchados com seu próprio sangue derramado de suas línguas, ouvidos ou órgãos genitais.

Além disso, o sacrifício de animais também era uma prática comum; os astecas criavam animais especificamente para esse fim. A forma mais comum de sacrifício humano era a extração do coração.

Muitas vezes, os restos das vítimas eram tratados como relíquias dos deuses; seus crânios, ossos e peles foram pintados e exibidos, ou usados ​​em máscaras rituais e oráculos.

2- Nova cerimônia de fogo

Essa cerimônia era realizada a cada 52 anos – um ciclo completo no calendário asteca – para evitar o fim do mundo. A primeira cerimônia foi realizada em 1090, embora haja evidências de que ela possa ter acontecido antes.

A última cerimônia do novo incêndio foi realizada em 1507; A tradição terminou com a conquista espanhola.

Os preparativos para a cerimônia começaram nos últimos cinco dias do ciclo. Os preparativos incluíam abstinência do trabalho, jejum, limpeza ritual, destruição de objetos domésticos, silêncio e derramamento de sangue.

Ao pôr do sol, no último dia do ano, os padres subiram ao topo de um vulcão onde sacrificaram um homem. Então, um grande incêndio foi aceso, de onde tochas foram acesas para colocá-los nos templos da cidade.

Relacionado:  4 Consequências da Revolução Inglesa Notável

3- Festivais de chuva

Os astecas comemoraram o primeiro festival de chuva, no início do ano agrícola, em fevereiro. Durante o festival, o padre ou xamã realizou vários rituais para pedir aos deuses que trouxessem chuva.

O segundo festival de chuva foi oferecido a Tlaloc e outros deuses da chuva durante março, quando as flores começaram a florescer; Isso significava a chegada de novas formas de vida na terra.

O terceiro festival de chuva, para pedir mais chuva, foi comemorado no outono. No terceiro festival de chuva, os astecas elaboram formas de pequenas montanhas e imagens do Tlaloc, pois se pensava que esse deus vivia em uma montanha alta.

4- Jogo de bola asteca (Ullamaliztli)

Acredita-se que este jogo tenha se originado de uma antiga civilização olmeca. Tornou-se um grande elemento do império asteca, não apenas por seu entretenimento, mas por razões políticas e religiosas.

Quando os astecas começaram um novo assentamento, construíram um altar para Huitzilopochtli e construíram uma quadra de bolas ao lado. O tribunal estava na forma de “I”, com uma linha central e seis marcadores ao longo das paredes. Nas laterais da quadra havia áreas para espectadores, nobres e juízes.

A bola era feita de borracha dura e pesava cerca de 9 libras; Os jogadores tinham equipamento de proteção. Foi jogado em equipes e o objetivo do jogo era passar a bola sem tocar o chão por um aro de pedra.

5- O chocolate

O grão de cacau era altamente precioso no império asteca. De fato, o grão era usado como moeda e também como bebida. O feijão foi usado para fazer uma bebida grossa de chocolate; Como eles não tinham açúcar, os astecas adicionavam pimenta, fubá e especiarias.

Os astecas acreditavam que o deus Quetzalcoatl havia trazido os grãos de cacau da árvore da vida para oferecê-los ao homem. Portanto, Deus foi banido. Quando o conquistador Hernán Cortez chegou, os astecas acreditavam que ele era o deus que voltava.

Até a palavra chocolate vem da palavra asteca chocolatl.

6- Festival de Xilonen

Este festival foi realizado em homenagem à deusa do milho, Xilonen. Todas as noites durante a celebração, garotas solteiras usavam cabelos compridos e soltos; eles carregavam milho verde em oferendas à deusa em procissão ao templo.

Um escravo foi escolhido para representar a deusa e vestido com trajes para se parecer com ela. Na última noite, o escravo foi sacrificado em uma cerimônia por Xilonen.

7- Canções e poesia

Música e poesia eram muito importantes; houve apresentações e concursos de poesia em quase todos os festivais astecas. Também houve apresentações dramáticas que incluíram artistas, acrobatas e músicos.

Havia muitos gêneros de canções: o Yaocuicatl era usado para a guerra, o Teocuicatl para os deuses e mitos , e o Xochicuicatl para flores e poesia. A prosa foi tlahtolli , também com suas diferentes categorias e divisões.

Muitos poemas pré-conquista ainda sobrevivem até hoje.

Referências

  1. Asteca Recuperado de wikipedia.org
  2. Antigos festivais astecas, celebrações e feriados (2016). Recuperado de owlcation.com
  3. Jogo de bola asteca. Recuperado de aztec-history.com
  4. Sacrifício humano na cultura asteca. Recuperado de wikipedia.org
  5. Cultura e tradições astecas (2015). Recuperado de prezi.com
  6. Cerimônia de fogo nova Recuperado de wikipedia.org
  7. Quais são algumas tradições astecas comuns? Recuperado de reference.com

Deixe um comentário