Como a história é dividida? Estágios principais

A história é uma disciplina vasta que abrange diversos períodos e eventos ao longo do tempo. Para facilitar o estudo e compreensão dos acontecimentos passados, a história é dividida em diferentes estágios principais, que representam grandes mudanças e transformações na sociedade. Esses estágios ajudam a organizar e contextualizar os eventos históricos, permitindo uma visão mais clara e abrangente do desenvolvimento da humanidade ao longo dos séculos. Neste contexto, os estágios principais da história incluem a Pré-História, a Antiguidade, a Idade Média, a Idade Moderna e a Idade Contemporânea. Cada um desses períodos possui características específicas e marcantes que influenciaram profundamente a evolução da sociedade e da cultura.

Principais etapas da história: conheça as fases mais importantes da humanidade ao longo dos séculos.

A história da humanidade é dividida em diferentes etapas, que representam momentos-chave na evolução da sociedade ao longo dos séculos. Essas fases são marcadas por acontecimentos significativos que moldaram o mundo como o conhecemos hoje.

Uma das principais divisões da história é a Antiguidade, que abrange desde o surgimento das primeiras civilizações até a queda do Império Romano. Nesse período, destacam-se as civilizações da Mesopotâmia, Egito, Grécia e Roma, que deixaram um legado cultural e político que influenciou o desenvolvimento futuro da humanidade.

Outra fase importante é a Idade Média, que se estende do século V ao XV. Durante esse período, a Europa passou por profundas transformações sociais, políticas e religiosas, com a ascensão do feudalismo e da Igreja Católica. A Idade Média também foi marcada pelas Cruzadas, pela Peste Negra e pelo Renascimento Carolíngio.

A Idade Moderna, que vai do século XV ao XVIII, foi um período de grandes descobertas e inovações, como as navegações, a Reforma Protestante, a Revolução Científica e a Revolução Industrial. Esses eventos tiveram um impacto profundo na sociedade, transformando a economia, a política e a cultura.

Por fim, a Era Contemporânea, que se inicia no final do século XVIII e perdura até os dias atuais, é marcada por eventos como a Revolução Francesa, as duas Guerras Mundiais, a Guerra Fria e a globalização. Nesse período, a tecnologia e a comunicação desempenham um papel fundamental na interconexão global.

Cada fase tem suas características distintas e contribuiu para a construção do mundo moderno em que vivemos.

Conheça as diferentes eras e periodizações que compõem a história mundial.

A história mundial é dividida em diferentes eras e periodizações, que nos ajudam a compreender e organizar os acontecimentos ao longo do tempo. Essas divisões são essenciais para estudar e analisar a evolução da humanidade, permitindo-nos entender como sociedades, culturas e civilizações se desenvolveram ao longo dos séculos.

Uma das formas mais comuns de periodização da história é a divisão em Idade Antiga, Idade Média e Idade Moderna. A Idade Antiga compreende o período desde o surgimento das primeiras civilizações até a queda do Império Romano no século V. A Idade Média se estende do século V ao século XV, marcada pelo feudalismo e pela influência da Igreja Católica. Já a Idade Moderna abrange os séculos XV ao XVIII, caracterizada pelas Grandes Navegações, Renascimento Cultural e Reforma Protestante.

Além dessas divisões, também podemos destacar a Pré-História, que compreende o período anterior ao surgimento da escrita, e a Idade Contemporânea, que engloba os acontecimentos a partir do século XIX até os dias atuais. Cada uma dessas eras possui características próprias e influências significativas na formação do mundo como o conhecemos hoje.

Relacionado:  Banner Mexica: história, características, simbologia

É importante ressaltar que a história não é uma linha reta e simples, mas sim um emaranhado de eventos, processos e transformações que se interligam e influenciam uns aos outros. Ao compreender as diferentes eras e periodizações que compõem a história mundial, somos capazes de contextualizar os acontecimentos, analisar as causas e consequências, e refletir sobre o impacto que tiveram na sociedade contemporânea.

Três períodos históricos: conheça a divisão da história em Antiga, Medieval e Moderna.

Quando estudamos a história, é comum encontrarmos uma divisão em três grandes períodos: Antiga, Medieval e Moderna. Cada um desses estágios representa uma fase importante da evolução da humanidade e possui características específicas que o diferenciam dos demais.

O período Antigo compreende desde o surgimento das primeiras civilizações, como a egípcia e a mesopotâmica, até a queda do Império Romano no século V d.C. Durante essa época, a escrita, a agricultura e a organização política foram se desenvolvendo, dando origem a sociedades complexas e hierarquizadas.

A Idade Média, por sua vez, teve início com a queda do Império Romano e se estendeu até o século XV. Nesse período, a Europa foi marcada pela descentralização do poder, pela influência da Igreja Católica e pela predominância da economia agrária. As Cruzadas, as invasões bárbaras e a formação dos feudos são alguns dos eventos que caracterizaram a Idade Média.

Já a Idade Moderna teve início com a queda de Constantinopla em 1453 e se estende até a Revolução Francesa em 1789. Durante esse período, houve grandes avanços científicos, tecnológicos e culturais, como a descoberta da América, o Renascimento e a Reforma Protestante. O surgimento das monarquias absolutistas e o início da colonização europeia também marcaram a Idade Moderna.

Cada período possui suas particularidades e contribuiu de forma única para a construção do mundo em que vivemos hoje.

Quem foi responsável por dividir a história em períodos distintos ao longo dos séculos?

A divisão da história em períodos distintos ao longo dos séculos foi uma tarefa realizada por historiadores e estudiosos. Essa divisão foi feita com o objetivo de facilitar o estudo e a compreensão dos eventos que ocorreram ao longo do tempo.

Os estágios principais em que a história é dividida são a Pré-História, Antiguidade, Idade Média, Idade Moderna e Idade Contemporânea. Cada um desses períodos possui características e eventos específicos que ajudam a definir e distinguir uma época da outra.

Na Pré-História, por exemplo, temos o desenvolvimento da humanidade antes do surgimento da escrita. Já na Antiguidade, destacam-se as civilizações da Mesopotâmia, Egito, Grécia e Roma. A Idade Média é marcada pelo feudalismo e pelas grandes navegações, enquanto a Idade Moderna traz a Renascença, a Reforma Protestante e a Revolução Industrial. Por fim, a Idade Contemporânea abrange desde a Revolução Francesa até os dias atuais, com eventos como as duas guerras mundiais e a Guerra Fria.

Esses estágios principais, como a Pré-História, Antiguidade, Idade Média, Idade Moderna e Idade Contemporânea, ajudam a organizar e contextualizar os acontecimentos que moldaram o mundo em que vivemos atualmente.

Como a história é dividida? Estágios principais

Como a história é dividida? Estágios principais

A história é dividida em dois ramos principais : a pré-história e a história. Estes, por sua vez, são divididos em estágios: Idade da Pedra e Metal, correspondendo à pré-história; e Idade Antiga, Média, Moderna e Contemporânea, correspondendo à história.

Relacionado:  Quantos séculos durou o esplendor da cultura maia no clássico

A pré-história é responsável pelo estudo dos eventos anteriores à invenção da escrita. É dividido em dois estágios: a Idade da Pedra (inclui os períodos Paleolítico, Mesolítico e Neolítico) e a Idade do Metal (composta da Idade do Cobre, da Idade do Bronze e da Idade do Ferro).

A história estuda todos os eventos que ocorreram desde a invenção da escrita até os dias atuais. É dividido em quatro estágios: a Idade Antiga, a Idade Média, a Idade Moderna e a Idade Contemporânea.

A divisão da história facilita o estudo dos fatos e / ou eventos mais importantes na vida da humanidade (desde a aparência do ser humano até os dias atuais). É por isso que se diz que a história é a ciência que estuda o passado para entender o presente.

Cada uma das divisões da história será detalhada abaixo:

Pré-história

A pré-história é o estágio desde o surgimento do ser humano até o surgimento da escrita.

A pré-história é dividida entre a Idade da Pedra e a Idade do Metal.

1- idade da pedra

A Idade da Pedra cobre o período entre 2.500.000 e 3.000 aC. C., aproximadamente.

É chamado de “Idade da Pedra”, porque durante esta fase o ser humano usou a pedra para fazer os instrumentos do uso diário. É constituído pelos períodos paleolítico, mesolítico e neolítico.

– Paleolítico

O Paleolítico inclui o período de 2.500.000 e 10.000 aC. C. É dividido em paleolítico inferior, médio e superior.

Durante esse período, o ser humano era nômade. Ele se mudou em busca de comida para sobreviver. Além disso, caracterizou-se pela construção de ferramentas simples (feitas com pedras).

– Mesolítico

Este é um período de transição entre o Paleolítico e o Neolítico. Durante o período mesolítico, os seres humanos tiveram que modificar seus métodos de sobrevivência, razão pela qual começaram a domar os animais para caçar mais facilmente.

– Neolítico

Também chamado de pedra polida ou período de pedra nova. Abrange o período aproximadamente entre o ano 5.000 aC. C e 3.000 a. C.

Caracterizou-se pelo surgimento da agricultura e pecuária, que os levou a se tornar sedentários. Não era necessário ter que se deslocar de um lugar para outro em busca de alimento, porque eles poderiam plantar e cultivar o que precisavam.

2- Idade dos Metais

A era dos metais foi chamada de período histórico durante o qual o ser humano começou a usar metais na vida cotidiana.

A maioria dos historiadores afirma que começou pouco antes do ano 5.000 aC. C. e que culminou com o surgimento da escrita. No entanto, isso não significa que os humanos deixem de lado o uso de metais.

É composto da Idade do Cobre, da Idade do Bronze e da Idade do Ferro.

– Idade do cobre

Nesta etapa, o ser humano sedentário começa a usar cobre, ouro e prata na criação de instrumentos para melhorar a agricultura e a caça.

– Idade do Bronze

Surge quando o ser humano descobre que, ligando cobre com estanho, é produzido bronze (um metal mais resistente que o cobre).

Nesta era, o surgimento da primeira autoridade política é visto. Da mesma forma, observa-se como a organização social diferia dos períodos anteriores e a desigualdade social começou a ser percebida.

A Idade do Bronze abrangeu grande parte do território mundial. No entanto, foi limitado pelo deserto do Saara, impedindo sua expansão mundial.

Relacionado:  O que era a anarquia militar do Peru?

– Era do aço

Este período é caracterizado pelo uso de ferro na confecção de seus utensílios. O ferro começou a ser usado porque era o metal encontrado em abundância (muito mais que o cobre e o bronze).

As primeiras indicações da divisão de classes sociais são observadas. Essa etapa se espalhou pelo mundo, chegando ao deserto do Saara.

História

É dividido em quatro estágios: a Idade Antiga, a Idade Média, a Idade Moderna e a Idade Contemporânea

1- Idade Antiga

A Idade Antiga começa com o surgimento da escrita e termina com a queda do Império Romano do Ocidente em 47 dC. C.

Durante esse período, surgiram e se desenvolveram as primeiras civilizações: mesopotâmica, fenícia, persa, hebraica, egípcia, grega e romana.

2- Idade Média

A Idade Média abrange o estudo de eventos históricos que ocorreram do século V ao século XV.

Começa com a queda do Império Romano do Ocidente e termina com a descoberta do continente americano (alguns historiadores apontam que termina com a queda do Império Bizantino).

Caracterizou-se pelo desaparecimento da cidadania romana e pela implementação da ideologia teocêntrica cristã e da ideologia muçulmana.

No aspecto econômico, o modelo de produção feudal começou a ser utilizado, segundo o qual o rei dava extensões de terra (feudos) aos nobres e guerreiros.

Estes, por sua vez, permitiram que os camponeses vivessem ali na condição de produzi-los e fossem entregues a eles.

A Idade Média foi governada por reis e clérigos, pois foram eles quem estabeleceram o que poderia ou não ser feito.

3- Idade Moderna

A Era Moderna começa com a descoberta da América (1492) e termina com a Revolução Francesa (1789).

Durante esse período, o continente europeu passou por grandes mudanças econômicas, sociais e políticas. Caracterizou-se por dar um sentido antropocêntrico à vida do ser humano (maior interesse foi dado à arte, literatura e estudos científicos).

Da mesma forma, surgiu o chamado “Estado Moderno”, que consistia em concentrar o poder no rei, e para isso era necessário negociar com os senhores feudais a renúncia a seus direitos individuais (em alguns casos travavam-se guerras para obter terras).

Mais tarde, o poder político chamado monarquia absoluta emergiu.

4- Idade Contemporânea

A Era Contemporânea começa com a Revolução Francesa em 1789 e continua até hoje.

Esta etapa da história é caracterizada por suas descobertas científicas, tais como: o navio a vapor, a bateria elétrica, o telefone, a lâmpada elétrica, o avião, o celular, entre outros.

Este é o estágio da história que está sendo vivida hoje. Por esse motivo, dia a dia, mais fatos transcendentais são adicionados à vida do ser humano.

Referências

  1. Histórico por período, recuperado em 26 de setembro de 2017, em wikipedia.org
  2. História moderna, recuperada em 26 de setembro de 2017, em wikipedia.org
  3. História contemporânea, recuperada em 26 de setembro de 2017, em wikipedi.org
  4. Idade da pedra, recuperada em 26 de setembro de 2017, de ancient.eu
  5. Meia-idade, recuperada em 26 de setembro de 2017, em wikipedia.org
  6. A meia-idade, recuperada em 26 de setembro de 2017, em britannica.com
  7. História antiga, recuperada em 26 de setembro de 2017, em wikipedia.org

Deixe um comentário