Como deixar de ser uma pessoa ciumenta? 12 maneiras de conseguir isso

Como deixar de ser uma pessoa ciumenta? 12 maneiras de conseguir isso 1

O ciúme é um dos fenômenos mais prejudiciais que podem ser sentidos em um relacionamento amoroso. E embora em maior ou menor grau muitas pessoas possam ficar com ciúmes, há uma diferença entre o que é considerado normal e o que é considerado patológico. Os relacionamentos podem ser complicados, mas o ciúme, sem dúvida, contribui para sua deterioração e degradação.

O comportamento ciumento surge devido a crenças irrealistas e insegurança que a pessoa possui , e muitas vezes causa pensamentos obsessivos que não são nada saudáveis. É um problema de casal que muitas vezes não é superado e, em casos extremos, deve ser tratado por um profissional, pois o ciúme acentuado é geralmente a causa de baixa auto-estima, personalidade paranóica ou caráter possessivo, entre outros motivos.

  • Artigos relacionados: “ Os tipos de ciúme e suas diferentes características ”

Como deixar de ser uma pessoa ciumenta

O ciúme causa muita dor e sofrimento aos dois membros do casal. Se você acredita que está agindo com inveja e acredita que isso está afetando seu relacionamento, é melhor travar seu comportamento antes que a situação entre em um círculo vicioso.

Abaixo, você encontra uma série de dicas que farão você refletir sobre como está se comportando.

1. Reconheça que você se comporta com ciúmes

¿ Como para parar de ser ciumento ou com ciúmes? Os conselhos mostrados abaixo não o ajudarão se você não reconhecer que seu comportamento está sendo exagerado e não é saudável para o seu relacionamento.

É claro que nem sempre é fácil fazer autocrítica , mas certamente você é capaz de reconhecer que sua maneira de agir está prejudicando seu parceiro e fazendo de você uma pessoa tremendamente infeliz.

2. Ter vontade de mudar

Se você já reconheceu que está com ciúmes, o próximo passo é fazer algo para transformar a maneira como você se comporta. Mudar não é fácil, especialmente quando você se sente inseguro. Se você está ciente de que está com ciúmes ou inveja, terá que transformar sua maneira de pensar para não perder a pessoa que ama tanto. Isso só pode ser alcançado com vontade e se você fizer sua parte.

3. Detectar ciúmes

Se você já reconheceu que tem um problema e está disposto a mudar, precisa detectar quando está se comportando com ciúmes. E é que o ciúme pode se manifestar em muitos momentos. Por exemplo, c galinha o medo que você é infiel invade você saber que seu parceiro deixa jantar da empresa.

Você precisa reconhecer quando perde os nervos e se esses pensamentos são reais ou são o resultado de sua imaginação (ou seja, você não tem provas de que seu parceiro está tendo um caso com outra pessoa).

4. Pense realisticamente

Depois de detectar que está se comportando de maneira exagerada, é hora de fazer um esforço para mudar; caso contrário, o ciúme o invadirá. Se em sua mente aparecer o pensamento de que “seu parceiro está com alguém”, pense nas vezes em que ele demonstrou amor e na evidência nula de que você precisa acusá-lo.

5. Trabalhe em você

O ciúme é frequentemente o resultado de baixa auto-estima e insegurança. As pessoas ciumentas também sofrem uma grande dependência emocional , porque sentem uma grande preocupação em ser abandonadas. Por isso, o primeiro passo para superar o ciúme é trabalhar consigo mesmo.

6. Confie no seu parceiro

A confiança no casal e o ciúme são incompatíveis; portanto, é necessário que você aprenda a confiar em seu parceiro. A boa saúde do relacionamento é baseada no respeito e na confiança mútua ; portanto, deixe-o aproveitar a própria vida. Os relacionamentos funcionam quando os dois membros têm seu próprio espaço; portanto, não estrague o que se juntou a você e o que a deixou tão feliz juntos.

7. Descubra o que o deixa com ciúmes ou ciúmes

É possível que o ciúme tenha surgido por causa de sua baixa auto-estima ou porque você teve uma experiência traumática em um relacionamento antigo. Portanto, é necessário que você descubra o que faz com que você se comporte assim, porque assim você pode entender melhor o que acontece com você. Encontre pistas em seu comportamento .

8. Esqueça o passado

Depois de detectar qual é o problema, se o que está fazendo você reagir dessa maneira é culpa de algum relacionamento do passado, é melhor você virar a página e aproveitar o momento presente . As más experiências têm algo de bom, e elas nos fazem crescer e nos tornar uma pessoa melhor se aprendermos com elas.

9. Concentre-se no bem do seu relacionamento

Certamente, seu relacionamento tem coisas muito boas, e é por isso que você está com a pessoa que ama tanto. Se você quer que suas coisas não acabem, é melhor você se concentrar nas coisas positivas, em vez de permitir que seus pensamentos irracionais interfiram no seu amor.

10. Melhore a comunicação com seu parceiro

A comunicação pode evitar conflitos no relacionamento , por isso é bom que você gaste mais tempo com seu parceiro, se comunique se conhecer as necessidades deles e mostre respeito por sua confiança. E se algo lhe preocupa, é melhor você dizer a ele. Obviamente, você deve ter cuidado ao falar sobre esse assunto delicado.

11. Pratique a atenção plena

A atenção plena é uma ferramenta muito poderosa para melhorar os relacionamentos interpessoais e também o ciúme. Pode ajudá-lo a interpretar as situações de maneira mais realista, melhorar seu autoconhecimento emocional e tratar seu parceiro e a si mesmo com compaixão. Todos esses elementos são positivos para o seu bem-estar e permitirão que você veja a vida de outra perspectiva.

Para aprofundar essa prática, você pode ler o nosso artigo: ” Atenção plena: 8 benefícios da atenção plena “

12. Vá para terapia psicológica

É importante entender que os pontos acima, às vezes, podem não surgir, porque se o ciúme é patológico, é necessário recorrer à terapia psicológica para tratar o problema raiz . Seja devido à baixa auto-estima, falta de habilidades sociais ou uma experiência traumática do passado, a terapia psicológica fornece ferramentas para superar essa situação problemática.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies