Dardanelos (Estreito): História e Importância Econômica

O Estreito de Dardanelos, localizado no noroeste da Turquia, é uma importante passagem marítima que liga o Mar Egeu ao Mar de Mármara. Com uma extensão de cerca de 61 quilômetros e uma largura que varia de 1,2 a 6 quilômetros, o estreito desempenha um papel fundamental na história e na economia da região. Desde a antiguidade, o Estreito de Dardanelos tem sido um ponto estratégico de grande importância para o comércio e a navegação, sendo utilizado como rota de ligação entre o Mar Mediterrâneo e o Mar Negro. Além disso, o estreito é de grande relevância econômica devido ao intenso tráfego marítimo de navios cargueiros, petroleiros e navios de passageiros que o atravessam diariamente, contribuindo significativamente para a economia local e global.

A relevância estratégica do estreito de Dardanelos para o controle naval e comercial.

O estreito de Dardanelos, localizado na Turquia, é uma importante passagem que conecta o mar Egeu ao mar de Mármara. Sua relevância estratégica para o controle naval e comercial remonta a séculos atrás, quando era uma rota vital para o comércio entre o Oriente e o Ocidente.

Por ser uma passagem estreita e de grande importância geográfica, o estreito de Dardanelos sempre foi alvo de disputas e conflitos. Controle sobre essa região significava poder sobre as rotas comerciais e a capacidade de bloquear ou permitir a passagem de navios inimigos.

Durante a Primeira Guerra Mundial, o estreito de Dardanelos foi palco de uma das batalhas mais sangrentas da história naval. O controle dessa passagem era crucial para o abastecimento das tropas aliadas e a manutenção das linhas de comunicação entre o mar Negro e o mar Mediterrâneo.

Hoje em dia, o estreito de Dardanelos continua sendo uma rota vital para o comércio internacional, ligando o mar Negro ao mar Mediterrâneo e proporcionando acesso aos países da região. O controle sobre essa passagem garante vantagens estratégicas e econômicas para os países que o dominam.

Em resumo, a importância estratégica do estreito de Dardanelos para o controle naval e comercial é inegável. Sua localização privilegiada e sua história de disputas e conflitos tornam essa passagem uma peça fundamental no tabuleiro geopolítico global.

A relevância estratégica do estreito de Bósforo para o comércio e geopolítica mundial.

O estreito de Bósforo, localizado na Turquia, desempenha um papel crucial no comércio e na geopolítica mundial. Ligando o Mar Negro ao Mar de Mármara, o estreito de Bósforo é uma importante rota de navegação para o transporte de mercadorias entre a Europa e a Ásia. Sua localização estratégica faz com que seja um ponto de passagem essencial para o comércio internacional, facilitando o transporte de petróleo, gás natural e outros produtos essenciais.

Além disso, o estreito de Bósforo também tem um significado geopolítico importante, uma vez que controla o acesso ao Mar Negro, que por sua vez está ligado ao Mediterrâneo. Isso faz com que seja um ponto de interesse para diversas potências mundiais, que buscam garantir o controle sobre essa importante rota marítima. Qualquer interferência ou bloqueio no estreito de Bósforo pode ter consequências significativas para o comércio internacional e para a segurança global.

Relacionado:  Relevos da América: tipos e características

Portanto, é evidente a importância estratégica do estreito de Bósforo para o comércio e a geopolítica mundial. Sua localização única e sua relevância como rota de navegação tornam essencial que seja protegido e mantido em funcionamento para garantir o fluxo contínuo de mercadorias e para evitar possíveis conflitos entre as potências globais.

Qual é a localização geográfica do estreito de Dardanelos?

O Estreito de Dardanelos está localizado no noroeste da Turquia, conectando o Mar Egeu ao Mar de Mármara. Com aproximadamente 61 quilômetros de extensão e uma largura variando de 1,2 a 6 quilômetros, o estreito separa a Europa da Ásia, sendo uma importante rota marítima que liga o Mar Mediterrâneo ao Mar Negro.

Com seus desfiladeiros íngremes e profundidades que chegam a 100 metros, o Estreito de Dardanelos desempenhou um papel crucial ao longo da história, servindo como uma passagem estratégica para o comércio e para movimentações militares. Localizado em uma região de grande importância geopolítica, o estreito foi palco de diversas batalhas e disputas ao longo dos séculos.

Além de sua importância histórica e militar, o Estreito de Dardanelos também desempenha um papel fundamental na economia da região. Conectando o Mar Negro ao Mar Egeu, ele facilita o comércio marítimo entre a Europa, a Ásia e o Oriente Médio, sendo uma rota vital para o transporte de mercadorias.

Em resumo, a localização geográfica do Estreito de Dardanelos o torna uma via de passagem estratégica e uma peça fundamental para a economia da região, conectando diferentes continentes e impulsionando o comércio marítimo.

Qual é a largura do Estreito de Dardanelos?

O Estreito de Dardanelos tem uma largura média de aproximadamente 1,2 milhas (ou 2 quilômetros). Este estreito estratégico conecta o Mar Egeu ao Mar de Mármara, separando a Europa da Ásia. Com uma extensão total de cerca de 38 milhas (ou 61 quilômetros), o Estreito de Dardanelos desempenha um papel crucial na história e na economia da região.

Historicamente, o Estreito de Dardanelos foi palco de diversas batalhas e conflitos, devido à sua importância estratégica como rota de passagem entre os dois continentes. Atualmente, o estreito é uma importante via navegável para o comércio internacional, facilitando o transporte de mercadorias entre a Europa e a Ásia.

A largura do Estreito de Dardanelos, embora relativamente estreita, permite a passagem de navios de grande porte, tornando-o essencial para o comércio marítimo global. Além disso, a região ao redor do estreito é rica em recursos naturais e possui uma significativa importância econômica para os países vizinhos.

Em resumo, a largura do Estreito de Dardanelos, de 1,2 milhas (ou 2 quilômetros), é um elemento fundamental para compreender a importância histórica e econômica dessa importante via navegável.

Dardanelos (Estreito): História e Importância Econômica

O Estreito de Dardanelos ou Estreito de Çanakkale é um canal de água de 62 km através do qual é possível conectar o Mar Egeu ao Mar de Mármara. Sua largura varia de 1,2 a 7 km. É considerado um dos mais estreitos do mundo. Sua profundidade média é de 55 metros e sua parte mais profunda atinge mais de 100 metros.

Relacionado:  Os 7 rios da região amazônica mais importante

O Dardanelos é a única rota onde o Mar de Mármara se conecta ao Mar Egeu e ao Mediterrâneo; É por isso que é muito importante para a pesca, o turismo e o comércio internacional em larga escala.

Dardanelos (Estreito): História e Importância Econômica 1

O governo turco está atualmente em processo de construção de uma ponte suspensa. Isso permitirá a passagem de carros da cidade de Sacay para a cidade de Kilitbahir. O trabalho começou em 2017.

História

A história do estreito de Dardanelos remonta à Grécia antiga, onde era vital porque era o porto da cidade de Tróia. Ao longo dos anos, ele aderiu aos domínios dos impérios persa, macedônio e romano.

Finalmente, o Império Otomano chegou. Este último foi realizado até o nascimento da república nacional turca na segunda década do século passado.

A lendária e mítica história grega de Hero e Leandro se passa no Estreito de Dardanelos. Também era conhecida como a suposta estrada onde o homo ergaster chegou da África da Europa, que formou o que foi o primeiro assentamento humano neste continente.

Dada a sua importância geoestratégica, o estreito de Dardanelos tem sido o protagonista de grandes batalhas navais ao longo do tempo. Como conseqüência do exposto, esse estreito teve que modificar seu status legal em várias ocasiões.

Algumas dessas modificações ocorreram no momento da derrota do Império Otomano na guerra russo-turca, quando o trânsito de navios militares para o Mar Negro era limitado. Houve também alterações na Guerra da Crimeia, que geraram uma série de modificações nos tratados.

Houve uma época no século XX em que um canal de água natural e um nome eram os dois principais protagonistas: o Estreito de Dardanelos e Winston Churchill, Primeiro Ministro da Inglaterra vitoriosa da Segunda Guerra Mundial .

Importância econômica

Nas relações internacionais, a Turquia é conhecida como o coração do planeta; isto é, o coração do mundo. Isso ocorre porque fica bem na encruzilhada entre os maiores continentes da cultura ocidental.

Portanto, seria bom considerar o Estreito de Dardanelos e no Bósforo como as duas grandes artérias do coração . Então, o estreito de Dardanelos é vital para o desenvolvimento econômico e comercial da região.

Para entender a importância econômica de Dardanelos, é necessário conhecer o sistema do estreito da Turquia (TSS). Através do estreito de Bósforo e Dardanelos, esse sistema interconecta as adjacências do mar Egeu, Mármara e Mar Negro.

Então, o trânsito por essa rota do ponto de vista comercial é vital para a interconexão da região de maneira mais rápida e segura. O sistema Estreito Turco é um sistema dinâmico complexo que fornece água, massa, calor e materiais entre esses domínios.

Relacionado:  As 5 principais regiões naturais da Europa

Dardanelos e atividades militares

Durante o século XX, o Estreito da Turquia testemunhou duas guerras mundiais e a tensão da Guerra Fria.

Além disso, há quase 30 anos, o exército soviético do Mar Negro era a principal ameaça à aliança estratégica de segurança da Otan em torno dessas águas. No entanto, após o colapso da União Soviética, foi promovido um aumento no transporte de energia por esses canais.

As principais cargas dos navios consistem em recursos energéticos, como petróleo e gás natural, do porto russo de Novorossiysk.

Além disso, existem suprimentos de navios-tanque cheios de petróleo que navegam pelo estreito a noroeste do Mar Negro, procurando os mercados da Ucrânia, Bielorrússia e Polônia.

Além dos recursos energéticos, também existem muitos produtos, como grãos e aço, que estão sendo exportados dos países costeiros para o Mar Negro. De fato, esses navios compõem a maioria dos navios em trânsito que passam pelo estreito.

Perigos

Precisamente devido à quantidade de tráfego gerado por essa etapa, ela envolve uma série de ameaças e conseqüências negativas para os seres humanos e do ponto de vista ambiental.

O tráfego pesado tem sido uma das maiores ameaças ao estreito, pois afeta a segurança da população ribeirinha e a preservação do meio ambiente marinho.

Também existem fortes correntes; Às vezes eles excedem a velocidade de 6 nós. Além disso, existem contracorrentes, ventos, nevoeiros e tempestades; Esses fenômenos são combinados com passagens estreitas e alterações agudas de direção devido a curvas críticas. Tudo isso faz de Dardanelo um dos canais mais perigosos do mundo.

Em 2003, o governo turco adotou medidas para evitar acidentes. Especificamente, o Ministério dos Transportes estabeleceu um complexo sistema de tráfego que cobre o Estreito de Dardanelo, Bósforo e Marmara. Visa facilitar a passagem de navios pelo estreito.

Além dos perigos que causam acidentes, o impacto da poluição do tráfego marítimo em um espaço limitado, como os estreitos, também deve ser avaliado.

Referências

  1. Alpar, B. (1999) Origem do Estreito de Canakkale (Dardanelos): tectônica regional e invasão do Mediterrâneo – Marmara. Recuperado em: www.researchgate.net
  2. Bell, CM (2017) Churchill e os Dardanelos: Oxford University Press. Recuperado em: libgen.io
  3. Ozsoy, E. (2018) Desenvolvimento do sistema de previsão do Sistema Estreito Turco (TSS) para o Centro de Previsão e Monitoramento do Mar Negro (BS-MFC) do Serviço de Monitoramento e Meio Ambiente Marinho Copernicus (CMEMS): Assembléia Geral da EGU 2018 © Autor (es) 2018. Recuperado em: meetingorganizer.copernicus.org
  4. Ozturk, B. e Ozkan, R. (2012) OS PROCEDIMENTOS DO SIMPÓSIO NOS ESTRATOS USADOS PARA NAVEGAÇÃO INTERNACIONAL: Turkish Marines Research Foundation. Recuperado em: openaccess.dogus.edu.tr
  5. Van Hartesveldt, FR (1997) A Campanha de Dardanelos, 1915: historiografia e dados da Catalogação na Publicação da Biblioteca do Congresso. Recuperado em: libgen.io

Deixe um comentário