Etapas da produção de um produto e suas características

As etapas de produção de um produto são as diferentes fases existentes no processo de fabricação que um produto possui. Muitos podem pensar que produção significa apenas fabricar um produto, mas é realmente muito mais complicado que isso.

A fabricação de um produto dá muitos passos, desde o início até o produto final ser levado ao público comprador. Começa muito antes de os produtos entrarem em uma linha de montagem e termina muito depois de seu lançamento.

Etapas da produção de um produto e suas características 1

Fonte: pixabay.com

Para uma empresa realmente comprometida em ser esbelta, todas as etapas e atividades envolvidas no ciclo de fabricação devem ser examinadas, buscando oportunidades para aumentar a produção esbelta.

Etapas para a produção de rotina

Esta seção indica os diferentes estágios para produzir um produto rotineiramente.

-Design do produto

Criar o design do produto é uma das primeiras coisas a considerar na produção. O design deve estabelecer a utilidade do produto para o cliente final e isso não deve ser apenas inerente ao produto em si, mas também na embalagem.

Embalagens atraentes podem capturar a atenção do cliente, curiosidade e interesse no produto. Ao projetar o produto e sua embalagem, deve-se considerar que deve ser inovador, criativo e contemporâneo.

-Fornecimento de matérias-primas

O fornecimento de matérias-primas depende do tipo de produto fabricado. Na produção, as matérias-primas podem ser compradas de fontes locais ou importadas de outros países.

As matérias-primas locais vêm principalmente da natureza, como minas, plantações, fazendas, pesca e muito mais.

As matérias-primas importadas podem ser adquiridas principalmente de outras empresas comerciais, como produtos químicos, máquinas e peças, peças eletrônicas e muitas outras.

– Processo de pedidos

A produção tem a ver com a demanda por produtos acabados e o fornecimento dos fabricantes. Uma das principais etapas do ciclo de produção é a colocação de pedidos para a fabricação de uma certa quantidade de produtos.

A eficiência desse ciclo de produção pode ser facilmente comprometida sem um processo simplificado de pedidos que leve em consideração os possíveis fatores de dificuldade, como a quantidade atual de estoques, o volume de vendas ou tendências futuras.

-Programação de produção

Depois que o pedido é feito, a produção deve ser agendada para maximizar as instalações de fabricação da empresa.

Os produtos fabricados dentro do prazo estipulado permitem que uma empresa atenda à demanda gerada durante o processo do pedido.

-Processos de fabricação

O processamento de matérias-primas também depende do tipo de produto fabricado. Existem três processos de fabricação que podem ser usados, dependendo da natureza do produto a ser produzido.

Relacionado:  Modo de produção capitalista: características e benefícios

Processo analítico

Esse processo envolve a desintegração de matérias-primas em partes menores.

Um exemplo de processo analítico é o processamento de diferentes alimentos em conserva, como carne enlatada, embutidos e vários outros.

Processo sintético

Esse processo envolve a montagem de peças prontas para uso ou o uso de ingredientes misturados.

Um exemplo é a fabricação de carros, onde a maioria das peças é montada.

Processo de condicionamento

Nesse processo, as matérias-primas podem ser modificadas em sua forma para poderem ser usadas para outra finalidade.

Um exemplo disso é o processamento de mármore, que é remodelado, suavizado e alterado de sua aparência original para uso como ladrilhos.

-Produção e controle de qualidade

Garante que um único produto tenha a mesma qualidade do restante fabricado. A formação de trabalhadores para o controle em cada estágio dos processos de produção garantirá que os produtos estejam sujeitos ao controle de qualidade e cumpram os padrões da empresa.

-Comercialização

Implica a distribuição de produtos acabados aos consumidores. O sucesso no marketing depende da qualidade dos produtos, do preço da demanda, da publicidade e de vários outros fatores.

-Transporte

A etapa final envolve o transporte eficiente de produtos acabados para diferentes localizações físicas e geográficas, como armazéns, distribuidores ou varejistas.

Com as expectativas dos clientes, mais altas do que nunca, até o menor atraso na transferência do produto da fábrica para o usuário final pode ser desastroso.

Cancelamentos de pedidos e atrasos de pagamento são apenas dois resultados que podem prejudicar todos os esforços na eficiência do ciclo de produção.

Fases de produção para criar um produto

Na outra seção, as etapas de produção para a criação de um produto pela primeira vez, do conceito ao desenvolvimento final, são explicadas em detalhes.

Dessa maneira, enfatiza-se que a produção não é apenas o que corresponde à produção em série, mas que há estágios anteriores de desenvolvimento de produtos que também fazem parte da produção.

Ao dividi-lo em 12 etapas, você pode ver que poderia ser mais fácil do que você pensa ser capaz de transformar uma ótima idéia em um produto final.

Etapa 1: conceito do produto

É aqui que a idéia básica do produto começa a se desenvolver. Você deve pensar no que deseja sobre o produto, como ele seria usado e quem o usaria. Esboços e notas do conceito inicial são criados.

Etapa 2: Pesquisa

Há duas coisas importantes a serem investigadas nesta fase: primeiro, é vital investigar os mercados e demandas atuais.

Relacionado:  Classe Baixa (Socioeconômica): Origem Histórica, Características

Se o produto ajudar a resolver um problema, há muitas pessoas procurando uma solução para esse problema? Você consegue ver os vazios que precisam ser preenchidos?

Segundo, você precisa saber o que há no mercado semelhante à idéia do produto. Se houver, isso não significa necessariamente que a idéia não seja um sucesso, mas como o produto será aprimorado em relação ao que já está disponível?

Etapa 3: Desenvolvimento do Design do Produto

Nesta fase, você pode começar a desenvolver o design do produto. Há várias coisas que devem ser consideradas aqui:

– Tenha uma idéia firme da função do produto.

– O produto deve ser usado apenas uma vez ou é duradouro?

– Qual a confiabilidade do produto?

– Quais serão os custos de fabricação e isso deixará uma margem de lucro sem um preço que possa deter os compradores?

– Pense na complexidade da fabricação, levando em consideração a quantidade de peças de cada unidade.

– Quais são os materiais necessários para a produção? Este ponto pode exigir mais pesquisas.

Etapa 4: Pesquisa e desenvolvimento do desenho final

Esses são os ajustes finais nos esboços, incluindo as dimensões e a seleção dos materiais, para que, quando você avance para o estágio 5, tenha um desenho detalhado para trabalhar.

Os projetos devem ser desenvolvidos em alto nível e incluir todos os detalhes vitais. Se o produto consistir em várias peças, tente mantê-las no mínimo para manter os custos de fabricação baixos e acelerar a montagem.

Etapa 5: Projeto Assistido por Computador (CAD)

Com o software de modelagem 3D, será obtido um modelo computadorizado do design do produto final.

Esse modelo pode ajudar a destacar possíveis problemas que não eram evidentes no design do produto. Você deve aproveitar esta oportunidade para retornar ao estágio 4 e resolver qualquer problema agora.

Etapa 6: Fabricação Assistida por Computador (CAM)

É aqui que você pode ver um protótipo físico do produto, usando um sistema de engenharia assistido por computador. Uma representação física do design é ideal para teste e desenvolvimento.

Etapa 7: testes de protótipo

Verifique se os testes são completos e críticos. Você não deve ter medo de ser honesto consigo mesmo sobre qualquer problema ou falha de design, pois você só pode ajudar o produto final a ser o melhor possível.

O produto funcionará corretamente? Se necessário, você deve voltar à etapa 3 e desenvolver novamente o design para resolver os problemas.

Relacionado:  Ágio relativo: características e exemplos

Etapa 8: Fabricação

Se os testes do protótipo foram aprovados sem revelar nenhum problema, é hora de fabricar o produto.

É possível que algumas decisões adicionais, como seleção de material, sejam tomadas aqui, se houver vários componentes e números de lote.

Os custos de fabricação dependem da complexidade do produto. Você precisa pensar em manter os custos baixos, mantendo a qualidade desejada.

Esses fatores devem ser considerados para garantir que um benefício saudável seja obtido no produto final.

Etapa 9: Montagem

A montagem do produto é vital: por exemplo, se uma cola que se deteriora rapidamente for usada, muitos produtos não serão vendidos. Recomenda-se que o produto tenha o número mínimo de juntas.

Os custos devem ser levados em consideração, mas é preciso lembrar que o uso de materiais ineficazes pode afetar negativamente as vendas em potencial.

Etapa 10: Feedback e teste

Agora que o produto foi fabricado e montado, ele pode continuar sendo rigorosamente testado.

Há muitas maneiras de fazer isso, desde reunir grupos focais até perguntar a familiares e amigos, tomando nota dos comentários e permitindo críticas livres e honestas. Isso ajudará em qualquer desenvolvimento adicional de produto.

Etapa 11: Desenvolvimento de Produto

Considere retornar ao desenvolvimento do produto se forem necessárias grandes melhorias ou se forem solucionados problemas imprevistos.

A maioria das empresas de manufatura teria resolvido os problemas óbvios antes de chegar a esse estágio; portanto, nesse momento, eles só estavam modificando o produto ou pulando para o estágio 12.

Etapa 12: Produto final

Agora que o produto foi retirado com sucesso de seu conceito para um produto final polido, é hora de concentrar a atenção na campanha de marketing e no aspecto prático de colocá-lo nas mãos dos clientes.

Quanto mais ela vender, os lotes de fabricação serão maiores e o custo de fabricação será menor, o que significará um lucro maior.

Referências

  1. Raleigh Kung (2018). Três estágios de produção em economia. Bizfluent Retirado de: bizfluent.com
  2. Keith Reeves (2016). 12 etapas do conceito de produto à fabricação. Comunidade de negócios 2. Retirado de: business2community.com.
  3. Knoji (2018). Etapas básicas nos processos de fabricação. Retirado de: business-strategy-competition.knoji.com.
  4. Rabid Office Monkey (2013). 12 etapas para levá-lo do design do produto à fabricação. Retirado de: rabidofficemonkey.com.
  5. Eric Hagopian (2016). 5 etapas para melhorar sua eficiência no ciclo de fabricação. Métricas da Máquina Retirado de: machinemetrics.com.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies