Importância dos direitos humanos: 10 razões essenciais

Existem mais de 10 razões para a importância dos direitos humanos . Isso permite que as pessoas vivam com dignidade, igualdade, justiça, liberdade e paz.Todas as pessoas têm esses direitos simplesmente porque somos humanos.

Eles são garantidos para todos, sem distinção de qualquer tipo, ou por raça, cor, idioma, religião, inclinação política, sexo, opiniões diferentes, nacionalidade ou origem social, nascimento, propriedade ou qualquer outro status.

Importância dos direitos humanos: 10 razões essenciais 1

Os direitos humanos são essenciais para o pleno desenvolvimento dos indivíduos e também de suas comunidades.

De acordo com as Nações Unidas, “os direitos humanos garantem que um ser humano seja capaz de desenvolver e usar plenamente as qualidades humanas, como inteligência, consciência e talento, para atender às suas necessidades, sejam espirituais, materiais ou não”.

10 razões para a importância dos direitos humanos

1- Proteger todas as pessoas

Importância dos direitos humanos: 10 razões essenciais 2

Os direitos humanos são importantes porque refletem os padrões mínimos necessários para que as pessoas vivam com dignidade. Os direitos humanos dão às pessoas o direito de escolher como querem viver, como se expressar e que tipo de governo desejam apoiar, entre outros aspectos.

Além disso, os direitos humanos garantem às pessoas que elas terão os meios necessários para atender às suas necessidades básicas, como alimentação, abrigo e educação, e que oportunidades estarão disponíveis para todos.

Eles também garantem vida, igualdade, liberdade e segurança e protegem as pessoas contra abusos daqueles em posições de maior poder.

Os direitos humanos são importantes nas relações que existem entre indivíduos e o governo que exerce poder sobre eles. O governo tem poder sobre as pessoas, mas os Direitos Humanos expressam que o poder é limitado.

Os Estados devem se preocupar em resolver as necessidades básicas das pessoas e proteger algumas de suas liberdades. É por isso que os direitos humanos se aplicam a todas as pessoas, são protegidos por lei, são garantidos internacionalmente e não podem ser retirados de nenhuma pessoa ou grupo.

2- Eles são um legado histórico

Importância dos direitos humanos: 10 razões essenciais 2

Ao longo da história, os conceitos de comportamento ético, dignidade humana e justiça foram fundamentais para o desenvolvimento das sociedades humanas. Essas idéias podem ser encontradas em todas as civilizações antigas da Babilônia, Índia e China.

Eles eram a base de leis em sociedades desenvolvidas, como grego e romano e, é claro, são centrais nas doutrinas budista, cristã, hindu, islâmica, judaica e confucionista.

Eles tiveram a mesma importância em outras sociedades e culturas, sendo transmitidos através da tradição oral, como os aborígines na Austrália e outras sociedades indígenas em todo o mundo.

Durante a Idade Média, o Renascimento e o Iluminismo, as idéias de justiça assumiram uma importância especial no pensamento de filósofos e políticos. Um ramo importante dessa abordagem foi a lei natural que existe sobre as leis de todos os homens.

Aqui, o conceito de que os indivíduos têm certos direitos simplesmente porque são seres humanos começou a ser considerado.

Assim, em 1215, na Inglaterra, o rei foi forçado a assinar a “Magna Carta”, o primeiro documento da história que limita o poder absoluto que os monarcas tinham e o tornou responsável perante seus súditos.

Nesta “Carta Magna” estão alguns direitos básicos de proteção dos cidadãos, como o direito a um julgamento.

Durante as épocas de revoluções que ocorreram entre os séculos XVII e XVIII, idéias que respeitam a identidade de pessoas, povos e nações continuaram a se desenvolver.

Em 1776, a Declaração de Independência dos Estados Unidos se baseou no entendimento desses direitos inalienáveis ​​aos seres humanos, como “vida, liberdade e busca da felicidade”, fundamentais para todas as pessoas.

O mesmo aconteceu com a Declaração francesa dos direitos do homem e dos cidadãos, que em 1789 desafiou a autoridade da aristocracia e da monarquia, reconhecendo os direitos de todos os indivíduos como “liberdade, igualdade e fraternidade”.

Os direitos humanos começaram a tomar forma em tempos de muitos problemas sociais, como a era da escravidão, genocídio e opressão do governo. As atrocidades cometidas durante a Segunda Guerra Mundial deixaram claro que tentativas anteriores de proteger os direitos humanos de violações do governo não eram adequadas nem eficientes.

Foi assim que a Declaração Universal dos Direitos Humanos foi criada, como parte da emergência das Nações Unidas. Este foi o primeiro documento internacional que especificou os direitos que todas as pessoas deveriam ter.

Esses são os direitos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais básicos que todos os seres humanos devem poder usufruir. Esta declaração foi ratificada sem oposição pela Assembléia Geral das Nações Unidas em dezembro de 1948.

Quando foi adotada, a Declaração Universal dos Direitos Humanos não era juridicamente vinculativa, embora tivesse um peso moral importante. Portanto, para dar peso a esta declaração, as Nações Unidas prepararam dois tratados: Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Políticos e Pacto Internacional sobre Direitos Econômicos, Sociais e Culturais.

A divisão desses dois pactos é artificial, isso demonstra a divisão de ideologias durante a Guerra Fria. Embora os políticos tenham evitado a criação de um tratado unificado, os dois pactos estão interconectados e os direitos contidos em um pacto são necessários para o cumprimento dos direitos contidos no outro pacto.

Esses documentos juntos são conhecidos como Declaração Universal dos Direitos Humanos, encontrada em mais de 500 idiomas.

3- Eles são respeitados internacionalmente

Importância dos direitos humanos: 10 razões essenciais 2

Os direitos humanos são compilados especificamente na Declaração Universal dos Direitos Humanos e devem ser respeitados por todas as nações do mundo. Isso é essencial porque permite que as pessoas sejam protegidas de todos os tipos de abuso, tratamento desigual ou discriminação.

Também permite evitar práticas contrárias à dignidade de pessoas como tortura, punição cruel ou degradante, escravidão ou servidão. Esses atos são proibidos em todas as suas formas.

O artigo 30 da Declaração Internacional dos Direitos Humanos estabelece que nenhum dos pontos do documento pode ser interpretado por nenhum Estado, pessoa ou grupo, nem pode se envolver em qualquer atividade ou ação que leve à destruição de qualquer um dos direitos. e liberdades fornecidas na declaração.

4- Fornecer garantias à justiça a todas as pessoas

Importância dos direitos humanos: 10 razões essenciais 2

Graças aos direitos humanos, todas as pessoas têm direito a um julgamento justo perante um tribunal independente e imparcial no caso de terem sido acusados ​​de cometer qualquer crime ou ofensa contra qualquer lei. Isso também concede direitos e obrigações à pessoa que está sendo julgada.

O Artigo 11 da Declaração Internacional dos Direitos Humanos explica que qualquer pessoa acusada de um crime tem o direito de ser supostamente inocente até prova em contrário, de acordo com as leis de um julgamento público, onde ele também possui todos os garantias necessárias para sua defesa.

Na segunda seção do mesmo artigo, a Declaração dos Direitos Humanos continua e expressa que nenhuma pessoa deve ser mantida ou acusada de qualquer crime ou ato de omissão que não constitua crime de acordo com as leis nacionais ou internacionais, na época em que foi comprometido.

Tampouco devem ser aplicadas sanções ou mais severas do que aquelas que se aplicam correspondentemente ao caso do crime.

5- Proteger a liberdade religiosa

Importância dos direitos humanos: 10 razões essenciais 2

Um dos direitos que as pessoas têm de acordo com a Declaração dos Direitos Humanos é a liberdade de religião. As crenças e pensamentos religiosos de todos os indivíduos não devem ser questionados, proibidos ou ridicularizados.

De acordo com o artigo 18 da Declaração Internacional dos Direitos Humanos, isso inclui a liberdade de pensamento e consciência e de poder expressar e expressar suas crenças individualmente ou em comunidade, pública ou privada.

Também é permitido ensinar sua religião, praticá-la, observar suas regras e praticar seus ritos de adoração.

6- Oferecer proteção a setores vulneráveis ​​da população

Importância dos direitos humanos: 10 razões essenciais 2

A Declaração Internacional dos Direitos Humanos declara que nenhuma pessoa deve ser submetida a tratamento injusto ou desumano, que todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos, como direito à vida, segurança e liberdade.

Isso é especialmente importante em lugares do mundo onde ainda existem situações perigosas em alguns setores da população, como mulheres e crianças que sofrem constantemente assédio, tráfico, abuso e estupro.

É nesses lugares onde o trabalho das Nações Unidas é fundamental por meio de seu Conselho de Direitos Humanos, para tentar proteger essas pessoas e obter sua liberdade, respeito e dignidade em toda a sua diversidade e expressão.

Isto é conseguido através de táticas desestabilizadoras de repressão, sectarismo e violência em países onde essas práticas ainda são realizadas regularmente, como é o caso da África e das zonas de conflito no Oriente Médio.

7- Eles reúnem todos os valores fundamentais para viver na sociedade

Importância dos direitos humanos: 10 razões essenciais 2

A Declaração dos Direitos Humanos especifica valores de tolerância, respeito e igualdade que podem ajudar a reduzir as tensões e atritos que ocorrem regularmente na sociedade.

Colocar os direitos humanos em prática começa a construir o tipo de sociedade em que todos queremos viver, onde prevalecem a fraternidade e o bem-estar de todas as pessoas.

No século passado, especialmente nas Guerras Mundiais, houve violações grotescas dos direitos humanos, como aconteceu no Holocausto com a criação de campos de concentração, onde milhares de pessoas consideradas “inferiores” pelo regime nazista alemão foram forçadas a trabalhar em condições de escravidão ou extermínio.

Judeus, homossexuais, comunistas, oponentes às idéias do regime, filhos, idosos foram eliminados apenas por sua existência.

De fato, a Segunda Guerra Mundial terminou com a destruição de milhares de vidas usando bombas atômicas pela primeira vez nas cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki. A isto devem ser adicionados os milhões de pessoas que morreram da guerra, refugiados sem-teto e países devastados durante o conflito.

Por isso, nesse período, as petições sobre direitos humanos se tornaram muito presentes, como a declaração das “Quatro Liberdades” do presidente dos Estados Unidos, Theodore Roosevelt, em 1941, na qual foram mencionados quatro aspectos: todos deve gozar: liberdade de expressão e crença e liberdade de necessidades e medo.

Depois disso, surgiu a criação das Nações Unidas para garantir peixes e segurança, promover o desenvolvimento econômico, apoiar o direito internacional e garantir o respeito e a conformidade com os Direitos Humanos.

Desde então, considera-se que a proteção dos direitos humanos ajuda a garantir liberdade, justiça e paz para todas as pessoas no futuro, evitando abusos, danos e abusos de grupos ou indivíduos como os mencionados acima.

8 – Os direitos humanos não podem ser retirados

Importância dos direitos humanos: 10 razões essenciais 2

Nenhuma pessoa – independentemente de sua condição ou ação – pode ter seus direitos humanos retirados. Nenhuma pessoa, estado ou grupo tem o poder de fazer isso.

Isso, no entanto, não significa que abusos e violações de direitos humanos não ocorram. Infelizmente, vemos histórias trágicas de violência, racismo, assassinato, pobreza, abuso e discriminação todos os dias nos jornais e na televisão.

Mas isso não significa que os direitos humanos sejam apenas aspirações nobres, mas princípios legais que foram incorporados aos sistemas legais de muitos governos.

Isso dá às pessoas a oportunidade de serem tratadas de acordo com os preceitos ditados pelos direitos humanos em seus próprios países. As leis devem sempre proteger as pessoas.

9- Um comitê internacional pode intervir em denúncias de violações e / ou violações de direitos humanos

A influência dos direitos humanos é tão importante que um indivíduo ou um grupo de pessoas pode apresentar uma queixa às Nações Unidas, denunciando a violação dos direitos humanos, que deve ser revisada e investigada pelo comitê relevante.

10- Garantir a democracia

Importância dos direitos humanos: 10 razões essenciais 2

Uma democracia funcional, que acomoda a diversidade de opiniões e pessoas, tem muito a ver com direitos humanos. Para impedir que o poder se concentre nas mãos de poucas pessoas e com esse abuso e abusos, o sistema democrático é a melhor opção.

A maioria das nações escolheu a democracia como sua forma preferida de governo. No entanto, o desafio é continuar melhorando esse sistema, para que ele não apenas se manifeste durante o processo eleitoral, mas também se torne um empreendimento conjunto entre as pessoas e seu governo.

Referências

  1. Por que os direitos humanos são importantes? Recuperado de pearsonpublishing.co.uk.
  2. Fundamentos de direitos humanos Recuperado de theadvocatesforhumanrights.org.
  3. Declaração Universal dos Direitos Humanos. Recuperado de un.org.
  4. A importância dos direitos humanos. Recuperado de gazette.net.
  5. A importância da liderança em direitos humanos. Recuperado de humanrights.gov.
  6. Uma introdução aos direitos humanos. Recuperado de algo em common.humanrights.gov.au.
  7. A importância dos direitos humanos para a democracia, governança e desenvolvimento. Recuperado de parliamentarystrengthening.org.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies