Localização geográfica dos olmecas: características

A localização geográfica dos olmecas era ao longo da costa do Golfo do México, na parte inferior dos estados atuais de Veracruz e Tabasco. Seus três principais centros eram San Lorenzo Tenochtitlán, Laguna de los Cerros, La Venta e três Zapotes.

Os olmecas cobriam grande parte do território central e sul do México. Existem até indicações de manifestações da arte olmeca em El Salvador.

Localização geográfica dos olmecas: características 1

Há evidências arqueológicas que apóiam a existência da civilização olmeca entre 1500 e 500 aC, durante o período pré-clássico mesoamericano médio.

Consequentemente, o povo olmeca é considerado uma das mais antigas culturas mesoamericanas.

A civilização olmeca vivia em vales de inundação e no topo de colinas vulcânicas baixas. Portanto, eles tinham uma forte preferência pelas planícies da planície costeira do Golfo do México.

Os assentamentos olmecas estavam concentrados principalmente na metade norte do istmo de Tehuantepec – ou seja, a oeste do estado de Tabasco – e a sudeste do estado de Veracruz.

Da mesma forma, os olmecas tiveram uma presença importante ao longo da Sierra Madre Oriental e da Sierra Madre de Oaxaca

Os três principais assentamentos olmecas foram San Lorenzo Tenochtitlán, La Venta e Tres Zapotes.

Os 3 principais assentamentos da cultura olmeca

1- San Lorenzo Tenochtitlán

Este local é constituído por um platô de aproximadamente 50 metros de altura e escavações confirmam que era o principal centro cerimonial e político dos olmecas, em vigor entre 1150 e 900 aC.

Hoje é uma zona arqueológica localizada a sudeste do estado de Veracruz. San Lorenzo Tenochtitlán é reconhecido pela presença de enormes monumentos de pedra, característicos da cultura olmeca.

Essas estruturas podem pesar mais de 40 toneladas, com altura superior a 2,5 metros. Os mais interessantes representam rostos humanos e são conhecidos como “cabeças esculpidas colossais”.

2- A Venda

Esta área é uma reserva arqueológica localizada no estado de Tabasco, especificamente no atual município de Huimanguillo, muito próximo ao Golfo do México.

As evidências arqueológicas coletadas nesta área cobrem aproximadamente 38% do total de monumentos ou registros olmecas descobertos até agora.

Dadas as características dos solos deste setor, presume-se que La Venta seja uma importante fonte de borracha, sal e cacau para a civilização olmeca.

La Venta abriga a pirâmide mesoamericana mais antiga descoberta até hoje. Além disso, esta cidade pré-hispânica tem uma arquitetura muito particular, esculturas olmecas em todos os lugares e ofertas de jade características.

3- Três zapotes

Este sítio arqueológico está localizado na planície do rio Papaloapan, no atual município de Santiago Tuxtla, no estado de Veracruz.

Hoje é o lar do museu Tres Zapotes, no qual algumas descobertas arqueológicas da cultura olmeca são expostas ao público.

Referências

  1. Gonzales, A. (2010). Cultura olmeca. Recuperado de: historiacultural.com
  2. Olmec (1999). Encyclopædia Britannica, Inc. Londres, Reino Unido. Recuperado de: britannica.com
  3. Civilização olmeca (sf). Recuperado de: crystalinks.com
  4. Civilizações pré-colombianas (1998). Encyclopædia Britannica, Inc. Londres, Reino Unido. Recuperado de: britannica.com
  5. Wikipedia, A Enciclopédia Livre (2017). Área Nuclear Olmeca. Recuperado de: en.wikipedia.org
  6. Wikipedia, A Enciclopédia Livre (2017). A venda Recuperado de: en.wikipedia.org
  7. Wikipedia, A Enciclopédia Livre (2017). Três zapotes Recuperado de: en.wikipedia.org
  8. Wikipedia, A Enciclopédia Livre (2017). Olmeca Recuperado de: en.wikipedia.org

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies