O que é atenção voluntária? (Com exemplos)

A atenção voluntária está sendo dado conscientemente a ouvir ativamente, entender alguma coisa ou observar.

É um ato realizado com premeditação e que visa atingir um objetivo, seja no campo do conhecimento ou da ação.

O que é atenção voluntária? (Com exemplos) 1

O nível de concentração pode variar no meio de um processo de aprendizado. A idéia de focar o interesse em um tópico, dissertação ou atividade específica confere maior produtividade à tarefa em questão.

Esta não é uma habilidade que possa ser desenvolvida sem treinamento. A capacidade receptiva aumenta significativamente seu desempenho quando os sujeitos implementam ações para melhorá-lo.

Para entender a utilidade do cuidado voluntário, é necessário consultar exemplos práticos. Isso é usado diariamente com os elementos que despertam interesse no ouvinte.

Quando se trata de um assunto interessante ou próximo, a atenção voluntária não requer esforço consciente.

É simplesmente a busca de estímulos que desperta reações positivas no corpo humano.

Em vez disso, há momentos em que é necessária força e concentração mentais. É nesses casos que o conhecimento sobre as características e vantagens do atendimento voluntário pode ser mais benéfico.

Exemplos

Na academia

O exemplo mais difundido é o do aluno que precisa prestar atenção ao professor para adquirir os dados necessários. Seu desempenho na escola depende muito da escuta ativa.

Dois dos ganhos derivados da atenção voluntária no campo acadêmico são estabelecer uma base de conhecimento e transformar os tópicos a serem tratados em conceitos familiares.

No trabalho

No local de trabalho, a atenção voluntária está ligada à consecução dos objetivos. É essencial conhecer e concluir com êxito as tarefas de um trabalho, tanto na preparação quanto na execução.

Na interação social

Igualmente importante é ao estabelecer relacionamentos.

Por exemplo, quando dois amigos compartilham histórias de feriado, a atenção voluntária não apenas facilita a comunicação em circunstâncias ideais, mas também incentiva a bidirecionalidade.

Treinamento em Cuidados Voluntários

Por ser uma habilidade, pode ser aprimorada com dedicação. A atenção voluntária é amplamente recomendada, dadas as múltiplas aplicações que podem ser dadas, tanto no campo educacional quanto no trabalho e social.

As ações mencionadas não são dependentes nem exclusivas; Cada um deles traz uma melhoria por conta própria. Quanto mais atividade dedicada ao treinamento do cérebro, melhores os resultados.

1- Cuidados físicos

Em primeiro plano, há dieta e cuidados físicos gerais. Manter o corpo hidratado e com um nível equilibrado de nutrientes estabelece as bases sobre as quais o tempo de atenção será mantido.

2- Respiração consciente

É importante controlar a respiração e o equilíbrio do corpo. Assim, a estabilidade e a oxigenação do cérebro ajudam a ativar os mecanismos de percepção.

3- Resolver exercícios abstratos

É possível enfrentar exercícios que aumentam a capacidade de abstração e foco. Com a resolução de problemas mentais de dificuldade crescente, o cérebro pode receber mais ferramentas para aumentar a atenção voluntária.

Referências

  1. Carson Tate Estratégias-chave para todos os estilos de produtividade para gerenciar a atenção voluntária. (25 de outubro de 2016). Obtido em carsontate.com.
  2. Archibald Alexander. Psicologia e métodos científicos. (26 de maio de 1910). O Jornal de Filosofia. 291-293. Recuperado de jstor.org.
  3. GF Stout. Um Manual de Psicologia. Fragmento recuperado de chestofbooks.com.
  4. A atenção voluntária e involuntária tem consequências diferentes: o efeito da dificuldade perceptiva. (2008). Obtido em ncbi.nlm.nih.gob.
  5. Atenção Voluntária. (23 de maio de 2015). Obtido de ukessays.com

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies