O que é conhecimento tecnológico?

O conhecimento tecnológico refere-se a um conjunto de conhecimentos que visa a criação, manipulação e avaliação de dispositivos tecnológicos.

É uma forma de conhecimento que vai além da observação dos fenômenos existentes. Seu interesse está na criação de novos artefatos ou sistemas e na solução de problemas ou necessidades através de novos instrumentos tecnológicos.

O que é conhecimento tecnológico? 1

Baseia-se na inventividade e inovação, pois é orientada para a fabricação de coisas que não existem. Possíveis artefatos baseados em princípios naturais e científicos, mas que exigem que a centelha criativa se torne realidade.

Esse tipo de conhecimento nasce da curiosidade, de um problema a ser resolvido ou de uma necessidade que exige satisfação. É por isso que é fundamental no desenvolvimento da sociedade e tem um grande impacto nela.

Grandes marcos históricos começaram com o desenvolvimento de um dispositivo tecnológico. Um exemplo disso é a Revolução Industrial , quando as máquinas chegaram para acelerar os processos de produção, mas também para transformar toda a organização da sociedade.

Conhecimento tecnológico: base científica da tecnologia

O conhecimento tecnológico depende da inventividade e do conhecimento técnico, no entanto, não pode ser entendido simplesmente como um “know-how”.

Para desenvolver o conhecimento tecnológico, é necessário ter o conhecimento científico como base. Por exemplo, o design e a fabricação de aviões dependem de uma base científica chamada aerodinâmica, que por sua vez é um ramo da física.

No entanto, as teorias científicas não são a única base. Também existem teorias baseadas em tecnologia que surgiram precisamente da criação de novos artefatos.

Um exemplo desse conhecimento é a aeronáutica, que reúne as leis para o projeto e fabricação de aeronaves.

Entre essas teorias tecnológicas também estão cibernética, hidrodinâmica e teoria de redes.

Por sua vez, existem dois tipos de teorias tecnológicas: as substantivas e as operativas.

As teorias substantivas explicar as leis de um fenômeno tecnológico. Por exemplo, eles podem descrever o mecanismo que faz com que os aviões voem.

Por sua vez, as teorias operacionais explicam as ações que dependem do funcionamento de um artefato. Por exemplo, eles podem descrever os métodos para organizar o tráfego aéreo.

Características do conhecimento tecnológico

O conhecimento tecnológico possui uma série de características que o diferenciam do conhecimento científico e do conhecimento empírico:

É codificável

Todo o conhecimento tecnológico pode ser traduzido com precisão em desenhos, fórmulas matemáticas, números ou descrições verbais. Graças a isso, é possível gravá-lo, explicá-lo e transmiti-lo.

Por exemplo, a operação de um avião pode ser codificada através de um desenho ou design visual que explica a operação da máquina, combinada com as fórmulas físicas que explicam sua operação.

É transmissível

O conhecimento tecnológico tem a possibilidade de ser transmitido, comunicado ou explicado a outras pessoas. Esse recurso está diretamente relacionado à codificação: quanto mais codificável é um conhecimento, mais fácil é transmitir.

Graças a esse recurso, é possível conseguir que uma invenção possa ser passada de geração em geração e seja aplicada por outros e cada vez mais aprimorada.

É observável

O conhecimento tecnológico é observável. Mesmo quando se trata de tecnologias microscópicas ou virtuais, sendo mecanismos criados pelo ser humano, há sempre uma maneira de observar seu funcionamento.

É dependente

Qualquer conhecimento tecnológico sempre depende de outro conhecimento que possa ser científico ou empírico. Isso significa que, para entender o funcionamento de qualquer mecanismo, é necessário sempre ter algumas informações anteriores.

O conhecimento prévio nem sempre precisa ser complexo: por exemplo, para entender o mecanismo de um avião, algumas leis físicas precisam ser entendidas.

No entanto, para entender o funcionamento da roda, a observação empírica é suficiente.

É verificável

Qualquer conhecimento tecnológico é orientado para criar ou entender a operação de algum dispositivo, por isso é sempre verificável. Ou seja, todas as teorias podem ser verificadas graças à observação ou uso de um determinado artefato.

Diferenças com o conhecimento científico

O conhecimento tecnológico não é simplesmente a aplicação do conhecimento científico. Como prova disso, existem trabalhos humanos complexos que são atribuídos a um processo tecnológico muito elaborado, mas cuja criação não foi apoiada por teorias científicas.

É o caso das pirâmides do Egito e dos aquedutos romanos. Edifícios muito sofisticados que foram construídos antes do desenvolvimento da ciência moderna.

Há também casos de invenções que foram desenvolvidas sem a participação da ciência, mas que mais tarde contribuíram para o desenvolvimento de novas teorias científicas.

Um exemplo deles é o Eolipila, o primeiro motor a vapor criado no século I por Heron de Alexandria. Esse artefato não foi o resultado de teorias científicas, mas contribuiu para o desenvolvimento da termodinâmica.

Por outro lado, o conhecimento tecnológico exige um valor que falta ao conhecimento científico: inventividade.

Com a ciência pura, não basta criar novos instrumentos, também é necessária uma capacidade de dedução que nos permite intuir como a natureza pode ser usada para criar novos artefatos.

Finalmente, outra diferença fundamental é a intenção. O objetivo do conhecimento científico é observar e entender as leis dos fenômenos naturais.

Em vez disso, o objetivo da tecnologia é formular novas leis para criar fenômenos artificiais.

Nesse sentido, o conhecimento tecnológico deve enfrentar problemas relacionados à criação, tais como: relação custo-benefício, viabilidade, responsabilidade social, custo ambiental e outros dilemas éticos.

O impacto social do conhecimento tecnológico

O conhecimento tecnológico tem sido o gatilho de grandes mudanças sociais nos últimos séculos. Isso ocorre porque a tecnologia é uma criação do ser humano que busca responder a diferentes tipos de necessidades.

Quando uma nova tecnologia parece atender a uma necessidade específica, ela não apenas muda a maneira como as coisas são feitas, mas também toda a dinâmica social que a cerca.

Existem muitos exemplos claros disso. O tear industrial, por exemplo, permitiu que a produção têxtil fosse mais ágil, mas a realidade social foi muito além. Este dispositivo foi o gatilho da indústria e ao mesmo tempo da revolução industrial.

O mundo contemporâneo foi moldado de várias maneiras pela tecnologia. Indústrias, meios de transporte, computadores e Internet são apenas alguns exemplos de como o conhecimento tecnológico transforma todo o modo de vida da humanidade.

Referências

  1. Ciapuscio, H. (1996). O conhecimento tecnológico Recuperado de: redalyc.org.
  2. Cupani, A. (2006). A peculiaridade do conhecimento tecnológico. Recuperado de: journals.usp.br.
  3. Houkes, W. (2009). A natureza do conhecimento tecnológico. Recuperado de: academia.edu.
  4. Joyanes, L. (SF). A importância do conhecimento tecnológico. Recuperado de: ilustrados.com.
  5. Nieto, M. (2006). Características do conhecimento tecnológico e mecanismos de apropriação de inovações. Recuperado de: redaedem.org.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies