O que é uma cadeia de suprimentos?

A cadeia de suprimentos é o conjunto de organizações que se relacionam entre si para garantir a execução adequada de um processo produtivo.

É um conjunto de operações que começa na obtenção da matéria-prima e termina na distribuição do produto (Rouse, 2017).

O que é uma cadeia de suprimentos? 1

Nesse sentido, fornecedores, fabricantes, distribuidores e consumidores estão relacionados de tal maneira que um produto pode ser fabricado com sucesso, dispondo de todos os insumos necessários para sua produção dentro dos prazos estabelecidos.

A cadeia de suprimentos está relacionada principalmente aos processos de suprimento de matérias-primas, sua transformação e a subsequente distribuição do produto acabado.

Ele busca regular os tempos, quantidades e processos necessários para realizar a transformação de maneira econômica e eficiente.

O principal objetivo dessa rede de organizações é garantir a satisfação do consumidor final, ao mesmo tempo em que cuida dos custos, prazos e processos produtivos em cada uma das organizações envolvidas.

Por esse motivo, todas as atividades relacionadas ao gerenciamento de logística, coordenação e colaboração entre as diferentes organizações envolvidas na cadeia de suprimentos são cobertas.

O que é a cadeia de suprimentos?

A cadeia de suprimentos decorre da necessidade de as organizações coordenarem vários processos de maneira simultânea e eficiente.

Isso ocorre porque nenhuma empresa é capaz de controlar seu fluxo de informações, produção e distribuição sem a ajuda de agentes externos (Investopedia, 2017).

Portanto, a cadeia de suprimentos é definida como o conjunto ou rede de organizações que trabalham juntas para garantir que todos os processos produtivos de uma empresa sejam controlados e regulamentados.

Esses processos incluem tudo relacionado ao talento humano, àqueles necessários para a fabricação de um produto e sua subsequente distribuição.

O objetivo da cadeia de suprimentos é obter o bem-estar global. Dessa forma, as empresas envolvidas conseguem ser rentáveis ​​e eficientes, e o consumidor final permanece satisfeito.

Relacionado:  53 Exemplos de detalhes técnicos em diferentes áreas

Normalmente, as cadeias de suprimentos iniciam seu gerenciamento analisando o tipo de produto a ser fabricado.

É assim que eles se concentram na escolha das matérias-primas adequadas para sua produção, planejam os processos de fabricação, armazenamento e distribuição do produto acabado. Finalmente, a cadeia de suprimentos termina com o consumo do produto.

Se um erro for comentado em qualquer uma das etapas da cadeia de suprimentos, seus resultados poderão ser seriamente afetados.

Funções da cadeia de suprimentos

A principal função da cadeia de suprimentos é realizar com eficiência o processo de produção de um produto, desde a compra de matérias-primas até a entrega do produto acabado ao consumidor final.

Diferentes agentes interagem com essas funções, incluindo fornecedores, fabricantes, transportadores, distribuidores, vendedores e consumidores finais.

Benefícios da cadeia de suprimentos

Graças às cadeias de suprimentos, as empresas conseguem obter benefícios como redução de custos e melhor gerenciamento de estoques necessários para a fabricação e comercialização de diferentes produtos (Leeman, 2010).

Também é importante mencionar que, graças às cadeias de suprimentos, a qualidade do serviço ao cliente pode ser aprimorada e os processos de compra, produção e vendas são muito mais eficientes.

Graças ao mencionado, uma cadeia de suprimentos se tornou uma das prioridades nas empresas, com uma visão de sucesso.

Isso ocorre porque eles permitem a existência de melhores relacionamentos entre clientes e fornecedores. Portanto, uma cadeia de suprimentos pode oferecer vantagens competitivas para quem as utiliza.

Gerenciamento da cadeia de suprimentos

É importante mencionar que, para alcançar uma boa administração das cadeias de suprimentos, muitas das empresas com visão de sucesso utilizam os processos logísticos como o principal passo para o seu desenvolvimento.

Relacionado:  O que são os cintos de mistério?

Logística é o processo de planejamento e execução de ações que permitem controlar a entrega de produtos ou serviços dentro dos prazos estabelecidos e nos valores indicados.

Os processos logísticos são úteis para facilitar e agilizar a produção de mercadorias na cadeia de suprimentos, garantindo a satisfação do cliente final e a lucratividade das empresas.

Nesse sentido, as cadeias de suprimentos garantem quatro elementos fundamentais: qualidade, quantidade, tempo e custo.

A maneira de garantir o manuseio correto desses quatro elementos deve estar constantemente mudando de acordo com os requisitos do mercado.

É importante observar que, o gerenciamento de qualquer cadeia de suprimentos pode ser afetado por fatores internos e externos. Esses fatores podem facilitar seu bom funcionamento.

Tecnologia e sua relação com cadeias de suprimentos

Atualmente, temos fatores externos que nos permitem realizar atividades com muito mais eficiência.

Sendo a eficiência uma das principais qualidades da tecnologia, a torna um fator favorável para as empresas e, ao mesmo tempo, para as cadeias de suprimentos.

A tecnologia permite o acesso à internet, redes sociais e facilita o intercâmbio de dados e informações para o banco de dados da empresa ou pesquisa de mercado. Entre outros aspectos que beneficiam as empresas (Charu Chandra, 2007).

Quem usa a cadeia de suprimentos?

A cadeia de suprimentos pode ser usada por diferentes tipos de organizações, que são divididas principalmente em três tipos:

Empresas industrializadas

Essas empresas mantêm uma produção ampla e complexa. Por esse motivo, seus processos de suprimento, gerenciamento e logística passam a depender das lojas ou fornecedores atualmente disponíveis, bem como daqueles que fabricam sua linha de produtos.

Empresas de trading

Diferentemente das empresas industrializadas, elas possuem uma cadeia de suprimentos menos complexa.

Relacionado:  Os 10 Espíritos Mais Conhecidos

Eles cumprem o exercício de receber e transportar o produto novamente para os locais de sua comercialização (Hugos, 2003).

Empresas de serviços

Essas empresas se referem àquelas que possuem cadeias de suprimentos básicas. Eles são responsáveis ​​por mobilizar o produto dos profissionais de marketing até o destino final, ou seja, o cliente.

Referências

  1. Charu Chandra, JG (2007). Configuração da cadeia de suprimentos: conceitos, soluções e aplicativos. Deabron: Springer.
  2. Hugos, MH (2003). Fundamentos do gerenciamento da cadeia de suprimentos. Nova Jersey: John Wilei e Filhos.
  3. (2017). Investopedia . Obtido da cadeia de suprimentos: investopedia.com.
  4. Leeman, JJ (2010). Gerenciamento da cadeia de suprimentos: cadeias de suprimentos rápidas e flexíveis na fabricação e. Alemanha: Instituto II BPM.
  5. Rouse, M. (2017). com . Obtido da cadeia de suprimentos (SC): whatis.techtarget.com.

Deixe um comentário