O que são instrumentos de membrana? (Classificação)

Os instrumentos de membrana são dispositivos utilizados para medir pressões ou vazões em sistemas de fluidos. Eles são compostos por uma membrana flexível que se deforma em resposta às variações de pressão do fluido que está sendo medido. Existem diferentes tipos de instrumentos de membrana, cada um adequado para aplicações específicas. Neste texto, vamos explorar a classificação dos instrumentos de membrana e suas principais características.

Cinco categorias de instrumentos musicais: conheça cada uma delas e suas características específicas.

Os instrumentos de membrana são um tipo de instrumento musical que produz som através de uma membrana vibrante. Existem cinco categorias principais de instrumentos musicais, cada uma com suas próprias características específicas.

1. Cordas: Os instrumentos de cordas são aqueles em que o som é produzido pela vibração das cordas, que podem ser de metal, nylon ou outro material. Exemplos incluem o violino, o violão e o piano. Esses instrumentos são tocados ao beliscar, raspar ou vibrar as cordas.

2. Sopro: Os instrumentos de sopro produzem som através da vibração de uma coluna de ar. Exemplos incluem a flauta, o trompete e o saxofone. Eles são tocados soprando ar através de um bocal ou embocadura.

3. Percussão: Os instrumentos de percussão produzem som quando uma superfície vibrante é golpeada, agitada ou raspada. Exemplos incluem o tambor, o pandeiro e o xilofone. Esses instrumentos são tocados com as mãos, baquetas ou outros objetos.

4. Teclado: Os instrumentos de teclado produzem som quando teclas são pressionadas, causando a vibração de cordas ou a percussão de martelos. Exemplos incluem o piano, o órgão e o teclado eletrônico. Esses instrumentos são tocados pressionando as teclas com os dedos.

5. Eletrônicos: Os instrumentos musicais eletrônicos produzem som através de circuitos eletrônicos e sintetizadores. Exemplos incluem o sintetizador, o sequenciador e o sampler. Eles permitem uma ampla variedade de sons e efeitos sonoros.

Em resumo, os instrumentos de membrana são aqueles em que o som é produzido pela vibração de uma membrana. Eles podem ser classificados em cinco categorias principais, cada uma com suas próprias características específicas e formas de tocar.

Descubra os tipos de instrumentos de percussão de membranas utilizados na música.

Os instrumentos de membrana são aqueles que produzem som através da vibração de uma membrana esticada. Existem vários tipos de instrumentos de percussão de membrana utilizados na música, cada um com características e sonoridades únicas.

Relacionado:  Arte abstrata: história, características, pintura

Um dos instrumentos de membrana mais conhecidos é o tambor, que pode ser classificado em diversas subcategorias, como o tamborim, a caixa, o surdo e o bumbo. Cada um desses instrumentos possui um tamanho e uma afinação específica, sendo utilizados em diferentes estilos musicais.

Outro instrumento de percussão de membrana bastante comum é o pandeiro, que é composto por uma membrana esticada em um aro metálico. O pandeiro é muito utilizado na música popular brasileira, sendo um instrumento versátil e de fácil transporte.

Além do tambor e do pandeiro, existem também instrumentos de membrana menos conhecidos, como o atabaque, o djembê e o timbales. Cada um desses instrumentos possui características únicas e é utilizado em diferentes tradições musicais ao redor do mundo.

Em resumo, os instrumentos de percussão de membrana são essenciais para a música, adicionando ritmo e textura às composições. Com uma grande variedade de tipos e estilos, esses instrumentos são fundamentais para a sonoridade de diversos gêneros musicais.

Classificação dos instrumentos de percussão: entenda como são categorizados e classificados de acordo com características.

Os instrumentos de percussão são categorizados de acordo com suas características sonoras e construtivas. Um dos tipos de instrumentos de percussão mais comuns são os instrumentos de membrana. Esses instrumentos possuem uma membrana esticada que vibra quando é tocada, produzindo som.

Os instrumentos de membrana podem ser classificados em dois grupos principais: os de altura definida e os de altura indefinida. Os instrumentos de altura definida produzem sons específicos e podem ser afinados, como os tambores e as tímpanos. Já os instrumentos de altura indefinida produzem sons sem notas específicas, como as peles de animais e os pandeiros.

Além disso, os instrumentos de membrana também podem ser classificados de acordo com o material de que são feitos, como peles naturais ou artificiais. As peles naturais são mais tradicionais e produzem um som mais quente e rico, enquanto as peles artificiais são mais duráveis e consistentes.

Em resumo, os instrumentos de membrana são classificados de acordo com suas características sonoras, construtivas e materiais de fabricação. Essa classificação ajuda a entender melhor a diversidade desses instrumentos e como eles são utilizados na música.

Classificação dos instrumentos de sopro: conheça as categorias que os dividem.

Os instrumentos de sopro são classificados de acordo com a maneira como produzem som. Existem basicamente quatro categorias que os dividem: aerofones de embocadura simples, aerofones de embocadura dupla, aerofones de palheta simples e aerofones de palheta dupla.

Os aerofones de embocadura simples são aqueles que possuem uma única embocadura por onde o músico sopra para produzir som, como a flauta transversal e o clarinete. Já os aerofones de embocadura dupla possuem duas embocaduras, como o oboé e o fagote.

Os aerofones de palheta simples são os que possuem uma palheta única que vibra com o sopro do músico, como o saxofone e a clarineta. Por fim, os aerofones de palheta dupla possuem duas palhetas que vibram juntas para produzir som, como a gaita de foles e o cromorno.

É importante conhecer essas categorias para entender melhor a classificação dos instrumentos de sopro e suas características específicas. Cada categoria possui instrumentos únicos que produzem diferentes timbres e possibilidades musicais.

O que são instrumentos de membrana? (Classificação)

Os instrumentos membranofones são todos aqueles instrumentos musicais, em que o som é o resultado da vibração de uma membrana esticada.

O termo “membranofone” é composto de duas raízes: membrana e fono.A palavra “membrana” vem do latim e significa “pele fina como um pergaminho”. Por outro lado, a palavra “phono” vem do grego “phono” e significa “som ou voz”.

O que são instrumentos de membrana? (Classificação) 1

A membrana é conhecida como um adesivo. Geralmente é proveniente da pele de gado ou de outros animais, embora também possa ser feito de algum material sintético , como foi feito mais recentemente.

O instrumento membranofone mais conhecido é o tambor, sendo muito popular em várias culturas ao redor do mundo.

Ele pode ter diferentes formas e tamanhos variados, portanto, existe uma grande variedade de tambores no mundo.

Você pode estar interessado em 13 benefícios surpreendentes da música (em crianças e adultos) .

Classificação de instrumentos de membrana

De acordo com sua operação, são classificados como: fricção, sopro e percussão.

Friccionado

São instrumentos membranofônicos nos quais a membrana gera a vibração sonora quando geralmente é esfregada à mão, embora também possa ser usado um barbante ou corda.

É constituído por um cilindro de madeira, argila ou cerâmica, possui um remendo em uma de suas extremidades cruzadas no centro por uma haste que pode ser metálica ou de madeira.

Relacionado:  Catedral de Tucupita: história e características

Quando a haste é esfregada com as duas mãos, a vibração que produz é gerada no sistema, gerando um som sério. Exemplo: A zambomba ou o furruco.

Soprado

São instrumentos membranofônicos que vibram graças à voz do artista. Não produz um som característico, mas modifica o som da voz.

A membrana não é muito tensa e é feita de um material fino, como papel ou casca de cebola, localizado nas extremidades. Ao soprar através do orifício na tampa, a membrana vibra.

Por exemplo, o mirliton ou kazoo é um instrumento tubular com uma abertura em um lado. Emite um som que emula a voz e soa apenas quando é falado ou cantado por um dos seus fins.

Percussed

São instrumentos nos quais a vibração sonora se origina quando a membrana que os cobre é atingida diretamente. Com a mão, baquetas ou pauzinhos. Exemplo: timbale, tambor, bateria batá, bongo, entre outros.

Classes de instrumentos de percussão por membrana

De uma boca

Composto por um arco baixo de madeira ou metal, no qual a membrana é tensionada. Geralmente é atingido, mas também pode ser esfregado ou sacudido. Exemplo: o pandeiro ou pandeiro.

Duas bocas

Formado por um cilindro, geralmente de madeira, que possui uma membrana nas duas extremidades. Por exemplo a bateria.

Hemispherical

Formado por uma caixa hemisférica, geralmente banhada por algum tipo de metal. O fundo esférico possui um pequeno orifício para que a pressão do ar escape.

A membrana é colocada no lado plano da caixa e geralmente é feita de material sintético, fixado por cercas e parafusos de ferro nas bordas.

São colocados em tripés com aros de metal ou madeira e as baquetas são usadas para martelá-lo. Por exemplo, os tímpanos.

Referências

  1. Blasco Vercher, F., & Sanjosé Huguet, V. (1994). Os instrumentos musicais Valência: Universidade de Valência.
  2. Hoffer, C. (2009). Música que escuta hoje. Cengage Learning
  3. Rodriguez Blanco, A. (2015). Projeto Música I em Inglês. Madri: Editorial Editex SA
  4. Serrano Vida, M., & Gil Corral, J. (2003). Música. Volume III Sevilha: MAD-Eduforma.
  5. Sfetcu, N. (2014). O som da música

Deixe um comentário