Orografia de Yucatán: Principais Características

A orografia de Yucatán se destaca por uma área de muito baixo relevo. É uma planície composta principalmente de calcário e com algumas elevações que não excedem trezentos metros.

No norte da península, há uma depressão muito leve, entre 3 a 5 metros de profundidade e cerca de 5 km de largura. Essa depressão é tão sutil que quase não se nota da superfície.

Orografia de Yucatán: Principais Características 1

Estudos científicos determinaram que essa é a marca de uma cratera, formada pelo impacto de um meteoro.

Tal impacto foi a causa da quase total extinção da vida terrestre na era Cretáceo-Terciária, 65 milhões de anos atrás.

É chamada de cratera Chicxulub. A maioria dos cientistas concorda que a erosão subsequente da cratera também formou numerosos cenotes na região.

Extensão e limites

O estado de Yucatán tem uma área de 13.379 km2 e está localizado no sudeste do México, representando 2,21% da superfície de seu território.

Ao norte, compartilha o limite com o Golfo do México e o Mar do Caribe. A leste, faz fronteira com o estado de Quintana Roo. A sudoeste e oeste faz fronteira com o estado de Campeche. Faz parte da península de mesmo nome.

Superfície

Grande parte da superfície do estado de Yucatán é formada por calcário. Possui colinas formadas pela mesma pedra, de 10 a 20 metros de altura.

Essas pequenas colinas são comuns em áreas como Opichen, Tekax, Muna, Ticul, Tzucacab.

Costas

O relevo do estado de Yucatán é composto por uma extensa praia. Possui 150 km de extensão costeira entre o limite de Campeche e o estado de Quintana Roo.

Formados corpos d’água, como o estuário de Celestún, Yucalpetén, El Islote e Ría Lagartos.

Zonas húmidas costeiras

Possui uma grande extensão de manguezais. Essas áreas úmidas são habitat e fonte de alimento para inúmeras espécies animais.

Reduzem as inundações e protegem a costa da erosão. Existem agrupamentos ecológicos que os protegem de serem cheios e contaminados.

Hills

Ao sul, a colina Benito Juárez está localizada 210 metros acima do nível do mar, é a colina mais alta da planície.

Outra colina é o Cerro Cordón Puc, a 150 metros acima do nível do mar. Na direção noroeste-sudeste, formou-se uma elevação estreita e alongada, conhecida como Sierrita de Ticul.

Sua aparência foi o resultado dos movimentos das placas tectônicas.

Planícies semi-áridas

As planícies semiáridas cobrem 86% da superfície do estado de Yucatán.

Suas terras são caracterizadas por serem baixas, formadas de calcário e pontilhadas em cenotes (cavidades cheias de água).

Referências

  1. Charles Ichoku (2002) Mapa de Relevo, Península do Iucatão, México. 26/10/2017, do site do Observatório da Terra: earthobservatory.nasa.gov/IOTD
  2. Sánchez, Álvaro. Perspectiva geográfica da regionalização turística do México. México (sf). 26/10/2017, Instituto de Geografia da UNAM.
  3. Editores da Encyclopædia Britannica. (2014). Península do Iucatão. 27/10/2017, do site da Encyclopædia Britannica: britannica.com
  4. Editor (2016). La Sierra – Iucatão. 27/10/2017, do site Our Mexico: Nuestro-mexico.com

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies