Os 11 principais tipos de engenharia e suas características

Existem vários tipos de engenharia : civil, química, mineral, entre outros. Essa diversificação se deve à grande amplitude dessa disciplina. A palavra “engenharia” remonta há vários séculos, especificamente às épocas das civilizações antigas, caracterizadas por suas grandes construções. Tem sua origem na palavra latina ‘ingenium’, que significa engenhosidade.

A primeira definição de engenharia foi feita por Thomas Tredgold em 1828. O engenheiro e escritor definiu-a como a maneira de direcionar grandes recursos energéticos da natureza, para que possam ser usados ​​à conveniência do homem.

Os 11 principais tipos de engenharia e suas características 1

De uma maneira muito geral, pode-se dizer que é uma ciência orientada ao estudo e aplicação da tecnologia, a fim de atender às necessidades do homem.

Por outro lado, pode-se dizer também que, nessa profissão, são utilizadas as ciências matemáticas e naturais, aprendidas através do estudo, da experiência e da prática, a fim de desenvolver maneiras pelas quais aqueles que podem use os materiais e forças da natureza para o benefício das pessoas.

A engenharia deve ser diversificada por obrigação, a fim de cumprir sua função de aplicar o conhecimento científico para o desenvolvimento de soluções tecnológicas para problemas práticos. Em relação aos campos mais destacados, 11 tipos de engenharia são diferenciados.

Os 11 tipos de engenharia e suas características

1- Engenharia civil

Os 11 principais tipos de engenharia e suas características 2

A engenharia civil é um dos ramos mais amplos. Isso abrange o campo que vai de estruturas, construção e administração de obras a transporte, hidráulica, geotecnia, meio ambiente e topografia.

O profissional da área é responsável por realizar estudos de viabilidade, projeção e gerenciamento, além de inspeção, construção de obras, operação e manutenção de estruturas.

Entre as tarefas de um engenheiro civil estão as obras civis, como estruturas resistentes, edifícios, casas, pontes, esgotos, entre outras. Mas também de obras hidráulicas, rodoviárias e ferroviárias.

Também é dedicado a trabalhos de planejamento urbano e outros relacionados à navegação fluvial, marítima e aérea. Por outro lado, a engenharia civil também é o ramo que lida com estudos hidrológicos, sísmicos e outros relacionados à mecânica do solo e das rochas, entre outros.

2- Engenharia mineral

Os 11 principais tipos de engenharia e suas características 3

Um dos campos mais antigos da engenharia é o que tem a ver com mineração e metalurgia. Esse ramo compreende quatro subcampos: engenharia de minas, engenharia metalúrgica, engenharia de petróleo e engenharia de cerâmica.

Engenharia de Mineração

É este campo da engenharia mineral que inclui todos os aspectos da extração de minas: exploração, localização, desenvolvimento e operação destes.

O objetivo deste trabalho é a perfuração e obtenção de combustíveis fósseis como linhito, carvão, minérios metálicos de cobre, ferro, prata, ouro, entre outros. Mas também a extração de outros minerais como bauxita, bórax, enxofre, calcita, entre outros.

Para realizar este trabalho, é necessário ter conhecimento científico e treinamento especial para o uso de equipamentos como sismógrafos e dispositivos geofísicos, além de máquinas pesadas e complexas.

Relacionado:  10 Aplicações da robótica no presente e no futuro

Os profissionais dessa área devem ser treinados para realizar o gerenciamento, organização e execução de tarefas de busca e exploração de reservatórios, entre muitas outras coisas.

Engenharia metalúrgica

A engenharia metalúrgica compreende duas áreas mais amplas, que são metalurgia extrativa e metalurgia física. O primeiro é o responsável pela produção de metais a partir do minério extraído da mina.

Processos mecânicos, térmicos e químicos são usados ​​para executar este procedimento. Processos mecânicos são realizados para eliminar materiais indesejáveis ​​que acompanham o mineral. E então, para obter o metal puro, elementos como fogo ou eletricidade são usados

A segunda área é metalurgia física. Esse é o processo no qual as ligas metálicas são obtidas do metal refinado produzido na metalurgia extrativa. Essas ligas têm propriedades físicas especiais graças aos procedimentos a que estão sujeitas.

Engenharia de Petróleo

Essa engenharia é responsável por todo o trabalho que inclui petróleo bruto e gás natural. Este campo é especificamente dedicado à exploração, perfuração e produção desses dois elementos, mas também de seu armazenamento e transporte.

Vale ressaltar que o refinamento e processamento de petróleo e seus derivados não fazem mais parte da engenharia de petróleo, mas da engenharia química.

Um engenheiro de petróleo deve cuidar de tudo o que diz respeito à perfuração de poços. Desde a localização e mapeamento das formações de petróleo até a decisão do local onde a perfuração será realizada.

Engenharia cerâmica

É aquele aplicado aos produtos obtidos como resultado do processamento de minerais não metálicos e para seu tratamento em altas temperaturas. Especialistas nesta área podem realizar praticamente qualquer atividade que exija a criação de objetos resistentes a altas temperaturas.

Um exemplo desses itens pode ser velas de ignição de motores de explosão, peças de motores de reação, rebolos, tijolos refratários, vidraças, louças, etc.

Os engenheiros de cerâmica são responsáveis ​​pela formulação, moagem e mistura dos materiais de partida, bem como pela moldagem da pasta obtida. A partir disso, é possível obter os objetos com as formas desejadas.

O especialista nesta área é basicamente responsável por todo o processo: desde o design e operação do equipamento até a obtenção do produto final.

3- Engenharia Química

Os 11 principais tipos de engenharia e suas características 4

Engenharia Química é o ramo responsável por tudo que tem a ver com a produção de compostos e produtos que requerem transformações físicas e químicas do material que os compõe.

Ele lida com a fabricação de substâncias em escala industrial a partir de matérias-primas. Isso tem uma estreita ligação com alguns dos subcampos da engenharia mineral, como petróleo, cerâmica e metalurgia. Mas também está relacionado à engenharia industrial e de alimentos.

Os profissionais dessa área trabalham em uma ampla variedade de indústrias, desde produtos químicos, incluindo medicamentos, perfumes, cosméticos, sais, inseticidas, aditivos alimentares etc., até petroquímicos que incluem lubrificantes, combustíveis, tintas, esmaltes, solventes, fibras sintéticas etc.

Relacionado:  Dispositivos de Comunicação: Principais Recursos

4- Engenharia Mecânica

Os 11 principais tipos de engenharia e suas características 5

Este é o ramo da engenharia responsável pela aplicação dos princípios da mecânica, física, ciência dos materiais, termodinâmica, entre outros, no projeto e análise de diferentes sistemas mecânicos. Ou seja, em sistemas térmicos, hidráulicos, de fabricação, transporte, ventilação, entre outras aplicações.

O especialista nesta área se dedica a trabalhar com motores e máquinas, como carros, aviões, sistemas de aquecimento, ventilação, refrigeração, entre outros.

Além disso, o engenheiro mecânico é um profissional treinado para realizar atividades como estudo, planejamento, construção, gerenciamento, instalação, operação, manutenção, reparo e inspeção de sistemas térmicos e mecânicos. Também é dedicado ao desenvolvimento de novos processos e tecnologias.

5- Engenharia elétrica

Os 11 principais tipos de engenharia e suas características 6

A engenharia elétrica é o ramo responsável pela geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. O trabalho dos engenheiros nesse campo tem a ver com a supervisão da operação das usinas de geração de energia e com a mudança de tensão que ocorre entre os elementos das grandes redes de transmissão.

Portanto, o profissional dessa área tem a capacidade de atuar em todos os campos relacionados à produção, transporte e comercialização de energia elétrica.

Isso implica nas indústrias que fabricam componentes e aquelas dedicadas a instalações elétricas. Mas eles também podem se dedicar ao planejamento e operação de sistemas de fornecimento de energia elétrica.

6- Engenharia Eletrônica

Os 11 principais tipos de engenharia e suas características 7

A engenharia eletrônica está relacionada de alguma forma à engenharia elétrica. A engenharia é responsável pelo estudo do fenômeno elétrico, bem como pelos fundamentos matemáticos e físicos, pelo estudo do eletromagnetismo, pela teoria de circuitos e pelo planejamento de projetos.

No entanto, a engenharia eletrônica concentra-se no estudo do uso de energia elétrica para a transmissão de recepção e processamento de informações. Isso significa que é a base de outros sub-ramos, como engenharia de telecomunicações, engenharia de computadores e engenharia de controle automático.

O especialista neste campo utiliza a eletrônica para solucionar alguns problemas de engenharia, como a transformação de eletricidade, para que dispositivos de telecomunicações, controle de processos industriais, telecomunicações, entre outros funcionem.

7- Engenharia de Alimentos

Os 11 principais tipos de engenharia e suas características 8

A engenharia de alimentos, também conhecida como engenharia de alimentos, é o ramo encarregado de estudar a maneira pela qual as matérias-primas para consumo humano podem ser transformadas para se tornarem produtos com maior prazo de validade.

Eles fazem isso através de processos que incluem química de alimentos, física e biologia. O objetivo deste campo é garantir que esses materiais possam ser preservados por mais tempo, sem que isso implique perda de seu valor nutricional.

As tarefas do profissional nesse ramo têm a ver com a melhoria do suprimento de alimentos, especificamente em três aspectos: quantidade, qualidade e custo. Vale ressaltar que a engenharia de alimentos pode ser desenvolvida em uma ampla variedade de campos.

Relacionado:  Manifestações de energia: 8 exemplos para entendê-lo

8- Engenharia Industrial

Os 11 principais tipos de engenharia e suas características 9

A engenharia industrial é responsável por todo o processo relacionado à produção de bens ou serviços.

O profissional nessa área dedica-se ao desenvolvimento de programas de controle e redução de custos, design de processos, análise de valor, produtividade humana, manuseio de materiais, sistemas de informação, avaliação de trabalho, entre muitos outros.

Esse ramo é desenvolvido em vários campos, como engenharia de métodos, estudos de custos, controle de qualidade, recursos humanos, engenharia econômica e informações.

9- Engenharia de som

Os 11 principais tipos de engenharia e suas características 10

Engenharia de som é o ramo da engenharia que lida com o estudo do fenômeno sonoro. Isso envolve todos os campos de aplicação, como acústica, eletroacústica, gravação e produção, reforço de som e o design de sistemas eletroacústicos.

Esse ramo interage com outras disciplinas, como física, matemática, eletrônica, ciência da computação, gramática musical, entre outras.

O profissional nessa área deve ter formação artística e científica e tecnológica, pois somente então ele poderá oferecer soluções para problemas transdisciplinares.

Você também deve ter uma perspectiva ampla e unificadora que permita entender, transformar, criar e gerenciar projetos em torno do fenômeno sonoro, tudo sob uma perspectiva científico-tecnológica.

10- Engenharia Militar

Os 11 principais tipos de engenharia e suas características 11

Esse ramo da engenharia é aquele que tem a ver com a aplicação de princípios e técnicas de engenharia em diferentes situações militares.

É responsável por apoiar as atividades de combate e logística dos exércitos. Isso é feito através de um sistema MCP, siglas que significam mobilidade, contramobilidade e proteção.

Entre as tarefas dos profissionais dessa área, que devem ser militares, está a construção de pontes, passarelas, campos minados, abrigos, fortificações e abastecimento de água, comunicações e transporte, entre muitos outros. Mas não é só isso.

A engenharia militar não consiste apenas na criação, mas também na destruição de qualquer elemento que possa facilitar o avanço do inimigo. Ao fazer isso, o poder defensivo aumenta.

11- Engenharia de sistemas

Os 11 principais tipos de engenharia e suas características 12

Este é um ramo de engenharia que lida com o desenvolvimento de sistemas e tecnologias de informação. Para conseguir isso, precisamos fazer uso de uma infraestrutura de computador específica. A engenharia de sistemas difere de outras ramificações desse campo, pois não é responsável por produtos tangíveis, mas por produtos lógicos.

Para isso, os profissionais da área devem ter noções diferentes, principalmente matemática. Desde então, eles podem traduzir suas idéias de maneira prática na vida real.

Referências

  1. Alunni, J. (sem data). Definição de engenharia Cadeira: Fundamentos de Engenharia. Recuperado de ing.unne.edu.ar.
  2. Introdução à engenharia. (sem data). Departamento de engenharia química. FI UNSJ. Ramos e funções da engenharia. Recuperado de fi.unsj.edu.ar.

Deixe um comentário