Os 19 historiadores mais famosos da história

A história da humanidade tem sido registrada e interpretada ao longo dos séculos por diversos historiadores renomados, cujo trabalho tem sido fundamental para o entendimento do passado e suas influências no presente. Neste contexto, podemos destacar os 19 historiadores mais famosos da história, cujas contribuições foram fundamentais para o desenvolvimento da disciplina da história e para a compreensão das sociedades e culturas ao redor do mundo. Através de suas obras, esses historiadores deixaram um legado duradouro e impactante, que continua a influenciar e inspirar estudiosos e curiosos sobre o passado da humanidade.

Quem foram os historiadores mais renomados da história?

Quando pensamos nos historiadores mais renomados da história, diversos nomes vêm à mente. Desde Heródoto, considerado o “pai da História”, até historiadores mais contemporâneos, como Fernand Braudel e Eric Hobsbawm, a área da História sempre foi marcada por grandes estudiosos.

Entre os historiadores mais famosos da história, podemos citar nomes como Tucídides, conhecido por sua obra “História da Guerra do Peloponeso”, e Tácito, autor de “Anais” e “Histórias”. Outros historiadores importantes são Edward Gibbon, autor de “Declínio e Queda do Império Romano”, e Leopold von Ranke, considerado o fundador da escola histórica alemã.

No século XX, destacam-se historiadores como Marc Bloch, autor de “Os Reis Taumaturgos”, e Lucien Febvre, um dos fundadores da Escola dos Annales. Além deles, não podemos esquecer de nomes como Braudel, conhecido por sua obra sobre a longa duração da história, e Hobsbawm, autor de “A Era das Revoluções” e “A Era dos Extremos”.

Esses historiadores deixaram um legado importante para a área da História, contribuindo para o desenvolvimento de novas abordagens e metodologias. Seus trabalhos continuam sendo estudados e debatidos até os dias de hoje, demonstrando a relevância e a importância do estudo do passado para compreendermos o presente.

Qual é o historiador mais influente dos dias de hoje?

Entre os 19 historiadores mais famosos da história, é difícil apontar um único como o mais influente dos dias de hoje. No entanto, podemos destacar alguns nomes que se destacam por suas contribuições significativas para o campo da história.

Um dos historiadores mais renomados da atualidade é Yuval Noah Harari, autor de best-sellers como “Sapiens: Uma breve história da humanidade” e “Homo Deus: Uma breve história do amanhã”. Suas obras têm impactado não apenas o mundo acadêmico, mas também o público em geral, abordando questões complexas de forma acessível e envolvente.

Outro historiador de destaque é David Christian, conhecido por seu trabalho na área da história global e pela criação da disciplina conhecida como “Big History”. Seu enfoque em uma narrativa ampla e interdisciplinar da história tem influenciado a forma como pensamos sobre o passado e o futuro da humanidade.

Além disso, historiadores como Mary Beard, Peter Frankopan e Jill Lepore também merecem menção por suas contribuições para o campo da história, abordando temas variados e enriquecendo nosso entendimento do passado.

Em resumo, o historiador mais influente dos dias de hoje pode variar de acordo com a perspectiva de cada pessoa, mas é inegável que existem diversos nomes de destaque que continuam a moldar nossa compreensão da história e do mundo em que vivemos.

Os temas abordados pelos historiadores brasileiros ao longo de suas pesquisas acadêmicas.

Os historiadores brasileiros têm abordado uma variedade de temas ao longo de suas pesquisas acadêmicas, contribuindo significativamente para o entendimento da história do Brasil e de outras regiões do mundo. Entre os 19 historiadores mais famosos da história, destacam-se pesquisadores que se dedicaram a temas como escravidão, colonização, movimentos sociais, política, economia, cultura e identidade.

Alguns historiadores se destacaram por suas pesquisas sobre a escravidão no Brasil, analisando não apenas o sistema escravocrata em si, mas também suas consequências sociais, econômicas e culturais. Outros se dedicaram ao estudo da colonização portuguesa e suas implicações na formação da sociedade brasileira, investigando as relações de poder, as práticas culturais e as resistências dos povos colonizados.

Os movimentos sociais também têm sido tema de interesse para muitos historiadores brasileiros, que buscam compreender as lutas e as conquistas dos diversos grupos sociais ao longo da história do país. A política e a economia brasileiras também têm sido objeto de estudo, com pesquisadores analisando desde as estruturas de poder até as políticas públicas e os impactos econômicos das diferentes épocas.

Relacionado:  Adolfo de la Huerta Marcor: Biografia e Governo

A cultura e a identidade brasileiras são temas recorrentes nas pesquisas dos historiadores, que buscam compreender as diversas manifestações culturais do país, bem como as construções identitárias que permeiam a sociedade. Ao longo de suas pesquisas, os historiadores brasileiros têm contribuído para a construção de um conhecimento mais amplo e crítico sobre a história do Brasil e do mundo, oferecendo novas perspectivas e interpretações sobre os acontecimentos passados.

Qual é a data comemorativa do historiador?

Os historiadores desempenham um papel fundamental na preservação e interpretação da história. Eles dedicam suas vidas ao estudo e análise de eventos passados, contribuindo para o nosso entendimento do mundo em que vivemos. Mas você sabia que existe uma data comemorativa dedicada a esses profissionais tão importantes?

No dia 19 de agosto, é celebrado o Dia do Historiador no Brasil. Essa data foi escolhida em homenagem ao nascimento de Joaquim Nabuco, um dos mais renomados historiadores brasileiros. É uma oportunidade para reconhecer e valorizar o trabalho desses profissionais que tanto contribuem para a preservação da memória coletiva.

A história está repleta de grandes historiadores que deixaram um legado duradouro. Entre os mais famosos, destacam-se nomes como Heródoto, considerado o “Pai da História”, Tucídides, autor da “Guerra do Peloponeso”, e Heródoto, conhecido por sua obra “História Natural”. Esses e outros historiadores influenciaram não apenas o estudo da história, mas também a forma como vemos o mundo.

Portanto, no Dia do Historiador, é importante lembrar e celebrar o trabalho desses profissionais que dedicam suas vidas a desvendar os mistérios do passado e a nos ajudar a compreender o presente. Afinal, como disse o historiador Marc Bloch, “a história é a ciência dos homens no tempo”.

Os 19 historiadores mais famosos da história

Existem historiadores famosos que se destacaram acima dos outros por seu conhecimento e por suas importantes contribuições para a história.Sua importância é maior do que aquilo que costumamos dar. Eles têm um papel fundamental na informação de eventos passados.

Se eles trabalham para uma agência governamental e pesquisam ou se apresentam de forma independente ou para uma universidade, os historiadores nos dizem quando e como o que aconteceu em diferentes momentos importantes do mundo.

Os 19 historiadores mais famosos da história 1

Mas eles não apenas narram eventos e ordenam eventos. Para entender o passado, eles também devem responder às razões e dar uma estrutura histórica aos fatos concretos. Uma explicação contextual de situações passadas que afetam o presente.

Às vezes, os historiadores narram eventos no momento em que acontecem, como se fossem jornalistas. Outras vezes, eles devem investigar e passar horas e horas revisando documentos e registros para confirmar um fato.

Eles usam livros de outros historiadores, registros judiciais, diários pessoais e cartas para encontrar informações relevantes. Chegar aos fatos certos é essencial para uma boa análise e divulgação subsequente.

Mas o trabalho não termina aí. Os historiadores devem então analisar os fatos básicos que cercam um evento histórico. Ao reunir peças individuais relacionadas a um tópico, um historiador pode começar analisando as causas e efeitos do evento.

Certamente, aqui um terreno um tanto subjetivo já foi inserido, e precisamente o papel do historiador é discernir quais fatos são importantes e quais não são, de uma visão o mais objetiva possível para o seu objetivo de investigação.

Finalmente, um historiador deve interpretar os fatos, uma tarefa simples e talvez a principal. Quando um bom historiador interpreta eventos como nunca antes, sentimos que a história, que nossa história, é iluminada de maneira diferente.

Mas um historiador também é um narrador, alguém que nos conta uma história baseada em fatos científicos.

Como vemos, ser historiador não é fácil e seu papel é fundamental para as civilizações. Portanto, neste artigo, veremos alguns dos historiadores mais importantes e relevantes de todos os tempos.

Os 19 principais historiadores mais importantes

1- Heródoto

Os 19 historiadores mais famosos da história 2

Heródoto foi um historiador grego que nasceu no século V aC no que é hoje a Turquia e depois era o império persa. Tal é a importância de Heródoto, que é chamado “o pai da História”, por ser um dos primeiros a se dedicar a essa tarefa.

Ele foi o primeiro a usar métodos de pesquisa para discutir questões históricas e depois narrá-las de maneira ordenada.

Relacionado:  Cardenismo: Origens, Políticas, Eventos em Destaque

Seu único livro conhecido é chamado The Stories e é sobre as origens das guerras greco-persas. Apesar de sua importância, pouco se sabe sobre a vida pessoal de Heródoto.

2- Sima Qian

Os 19 historiadores mais famosos da história 3

Este historiador é considerado o pai da história chinesa por seu trabalho no estilo Jizhuanti, uma maneira de contar eventos históricos através de biografias.

Sima Qian cobriu mais de dois mil anos de história e seu trabalho teve uma enorme influência não apenas na China, mas também em outros países asiáticos, como Coréia, Japão e Vietnã.

3- Al-Tabari

Os 19 historiadores mais famosos da história 4

Ele foi um grande e influente historiador persa que escreveu todas as suas obras em árabe. Ele também se aventurou em outros campos, como poesia, lexicografia, gramática, ética, matemática e medicina.

Suas obras mais importantes são Tafsir al-Tabari e sua crônica histórica Tarikh al-Rusul al-Muluk (traduzida como História dos Profetas e Reis), frequentemente chamada Tarikh al-Tabari.

4- François Mignet

Os 19 historiadores mais famosos da história 5

Ele era um historiador francês que se dedicou a pesquisar a Revolução Francesa, embora suas obras mais famosas sejam dedicadas a toda a história moderna.

Por muitos anos, ele pesquisou e analisou a história da Reforma. Em sua Marie Stuart Histoire, ele fez uso de documentos não publicados dos arquivos de Simancas. Ele também dedicou vários volumes à história da Espanha.

5- Gustave Glotz

Os 19 historiadores mais famosos da história 6

Glotz foi um historiador francês que investigou principalmente a Grécia antiga. Ele defendia a teoria de que a história nunca segue um curso simples e lógico.

Além disso, ele sustentava que os primeiros seres humanos que chegaram à Grécia eram pastores semi-nômades dos Bálcãs e que sua sociedade era baseada em um clã patriarcal, cujos membros eram todos descendentes do mesmo ancestral e adoravam a mesma divindade. As uniões entre vários clãs deram origem a “fraternidades”, ou grupos armados.

Quando confrontados com compromissos importantes, esses grupos seriam agrupados em um pequeno número de tribos, totalmente independentes em termos de visões religiosas, políticas e militaristas, mas todos reconheciam um rei supremo, seu chefe.

6- Karl Marx

Os 19 historiadores mais famosos da história 7

O famoso filósofo, sociólogo e economista também foi um historiador de destaque. Sua influência é tão grande que é impossível calcular.

De fato, há um antes e depois de Marx na história por causa de suas novas análises e teorias rupturistas. Seu trabalho mudou para sempre as noções sobre modernidade que existiam até então.

7- Oswald Spengler

Os 19 historiadores mais famosos da história 8

Ele foi um historiador e filósofo alemão da história conhecido por seu livro The Decline of the West ( Der Untergang des Abendlandes ), publicado entre 1918 e 1922, cobrindo nada menos que toda a história do mundo.

Segundo Spengler, qualquer civilização é um superorganismo com uma expectativa de vida limitada e previsível.

8 – Manuel Moreno Fraginals

Os 19 historiadores mais famosos da história 9

Este historiador, ensaísta, escritor e professor é o historiador cubano mais famoso do mundo. Seu reconhecimento se deve principalmente ao El Ingenio , um trabalho de 1964, onde ele estuda as economias escravistas de Cuba em detalhes.

9- Paul Veyne

Os 19 historiadores mais famosos da história 10

Veyne é um historiador francês especializado em história da Roma antiga. Ele foi um ex-aluno da École Normale Supérieure e é membro da École française de Rome. Atualmente, atua como professor honorário no Collège de France.

10- Fritz Stern

Os 19 historiadores mais famosos da história 11

Ele era um historiador alemão que morava nos Estados Unidos e se dedicou ao estudo da história alemã, história judaica e historiografia em geral.

Além disso, ele foi professor emérito da Universidade Columbia, em Nova York, Estados Unidos. Seu trabalho fundamental se concentrou nas relações entre os alemães e os judeus nos séculos XIX e XX. Ele também investigou a profundidade do nascimento do nazismo na Alemanha.

11- Joan Wallach Scott

Obviamente, nem todos os historiadores são homens. Scott é um historiador americano muito importante na história de gênero e na história intelectual.

Atualmente, leciona na Escola de Ciências Sociais do Institute for Advanced Studies em Princeton, Nova Jersey.

Seu trabalho mais conhecido é Gênero: uma categoria útil de análise histórica , publicada em 1986 na American Historical Review , fundamental na formação de um campo da história de gênero na profissão histórica anglo-americana.

Relacionado:  História de Lima: eventos mais importantes

12- Francis Paul Prucha

Prucha era um jesuíta que morava nos Estados Unidos e é professor emérito de história. Seu trabalho O Grande Pai é considerado um clássico entre os historiadores profissionais de todos os tempos.

13- Edmund Morgan

Ele era um historiador americano, uma autoridade eminente especializada no início da história americana. Foi professor emérito de história na Universidade de Yale, onde lecionou de 1955 a 1986.

Ele se especializou em história colonial americana, com alguma atenção à história inglesa. Ele cobriu muitos tópicos, incluindo puritanismo, idéias políticas, Revolução Americana, escravidão, historiografia, vida familiar e a vida de várias pessoas notáveis, como Benjamin Franklin.

14- John Whitney Hall

Esse filho de missionários japoneses nascidos em Tóquio foi pioneiro no campo dos estudos japoneses e um dos historiadores mais respeitados em seu país. Seu trabalho foi até reconhecido pelo governo japonês.

Hall se tornou uma autoridade no Japão pré-moderno e ajudou a transformar a maneira como os estudiosos ocidentais veem o período imediatamente antes da modernização do Japão. Além de historiador, ele era um alpinista experiente e escalou várias vezes nos Alpes japoneses.

15- Robert Conquest

Conquest era um historiador e poeta anglo-americano famoso por seu influente trabalho relacionado à história soviética, incluindo os sangrentos expurgos de Stalin da década de 1930.

Ele era um pesquisador de longa data na Hoover Institution da Stanford University. Ele escreveu mais de uma dúzia de livros sobre a União Soviética.

16- Elizabeth Eisenstein

Ela era uma historiadora americana especializada na Revolução Francesa e na França no início do século XIX.

Ela é bem conhecida por seu trabalho sobre a história da imprensa, escrevendo sobre a transição na mídia entre a era da “cultura escrita à mão” e a “cultura da impressão”, bem como o papel da imprensa na imprensa. efetuar uma ampla mudança cultural na civilização ocidental.

17- Andrey Korotayev

Korotayev é um antropólogo e historiador russo que fez importantes contribuições para a teoria dos sistemas mundiais, estudos interculturais, a história do Oriente Próximo, a Grande História e a modelagem matemática da macrodinâmica social e econômica.

Atualmente, é chefe do laboratório de monitoramento dos riscos de desestabilização sócio-política da Escola Superior de Economia da Universidade Nacional de Pesquisa e professor sênior de pesquisa do Center for Great Stories and Forecasting do Institute of Oriental Studies System, bem como no Instituto de Estudos Africanos da Academia Russa de Ciências.

Além disso, ele é professor de pesquisa no Laboratório Internacional de Demografia Política e Macrodinâmica Social (PDSM) da Academia Presidencial de Economia Nacional e Administração Pública da Rússia e professor da Faculdade de Estudos Globais da Universidade Estadual de Moscou.

18- Tito Livio

Ele foi um historiador romano que escreveu Ab Urbe Condita Libri , uma obra monumental sobre Roma e o povo romano que cobre o período das primeiras lendas de Roma antes da fundação tradicional em 753 aC, através do reinado de Augusto, que aconteceu por conta própria. Tempo Livio.

19- Eric Hobsbawm

Ele foi um historiador marxista britânico que investigou a ascensão do capitalismo industrial, socialismo e nacionalismo.

Suas obras mais conhecidas são a trilogia sobre o que ele chamou de “longo século XIX” (a era da revolução: Europa 1789-1848, a idade do capital: 1848-1875 e a era do império: 1875-1914), Era dos extremos no curto século XX e um volume editado que introduziu a influente idéia de “tradições inventadas”.

Este grande historiador nasceu no Egito, mas passou a infância principalmente em Viena e Berlim. Após a morte de seus pais e a ascensão ao poder de Adolf Hitler, Hobsbawm se mudou para Londres com sua família adotiva.

Ele então obteve seu doutorado em história pela Universidade de Cambridge antes de servir na Segunda Guerra Mundial. Em 1998, ele foi nomeado na Ordem dos Companheiros de Honra.

Ele foi presidente da Universidade de Londres de 2002 até sua morte, em 2012. Em 2003, recebeu o Prêmio Balzan “por sua brilhante análise da turbulenta história da Europa do século XX e por sua capacidade de combinar pesquisa histórica com grande talento literário”. .

Deixe um comentário