Os 5 rios de Hidalgo Principales

Entre os principais rios de Hidalgo , estado do México, estão o rio Tula, o Pantepec, os Cazones, o Amajac e o rio Metztitlan. Existe também um grande número de correntes de água em todo o território formado por córregos e córregos.

O estado de Hidalgo está localizado na região hidrológica do rio Pánuco. Os cursos de água de alto fluxo nessa região são escassos, apesar da abundância de chuvas.

Os 5 rios de Hidalgo Principales 1

Essa escassez se deve ao fato de a Sierra Madre Oriental impedir que se aproveite do escoamento que desce para as planícies vizinhas.

Os 5 principais rios de Hidalgo

1- Rio Tula

Abrange uma área de 337,5 km² ao longo do estado de Hidalgo, localizado no centro do México, e deságua no rio Moctezuma.

Esse fluxo de água faz parte da região hidrológica de Pánuco. Ele deve seu nome à cidade de Tula de Allende, que atravessa durante o passeio.

Originalmente, este rio se alimentava de riachos e pequenos riachos do vale de Tula; mas atualmente recebe fluxos de rios do vale do México.

Além disso, recebe uma descarga significativa de águas residuais da Cidade do México, o que a torna uma das mais poluídas do país.

2- Rio Amajac

Este rio nasce na cordilheira de Pachuca e corre ao norte de Hidalgo até se juntar ao rio Moctezuma, nascido no estado do México.

O rio Amajac tem uma extensão de 327 km e está localizado a 1063 metros acima do nível do mar.

A lagoa Metztitlán é um afluente deste curso de água, próximo às aldeias de Piedras Coloradas, Cerro Los Fortines e Itztamichapa.

3- Rio Pantepec

O rio Pantepec pertence à bacia do rio Tuxpan, onde está localizado o seu curso mais alto.

Relacionado:  O que são minerais energéticos? (com exemplos)

Nascido nas montanhas de Hidalgo, atravessa a Serra Norte de Puebla e alcança a planície costeira do golfo no estado de Veracruz.

É formado com os fluxos de água que recebe de inúmeras encostas da Sierra Madre Oriental. Em seus 130 km de extensão, recebe as correntes que nascem na Serra Norte de Puebla.

Ele converge no rio Vinazco, que deságua no Golfo do México. O rio Pantepec causou graves inundações nos territórios por onde passa.

4- Rio Cazones

Este é um rio relativamente curto que pertence à encosta do Golfo do México. Tem origem nos cursos de água que saem da Sierra Madre Oriental em Hidalgo.

Atravessa a região montanhosa localizada ao norte de Puebla, atravessando as planícies do estado de Veracruz até sua foz no Golfo do México.

Sua importância é que é uma fonte fundamental de água potável para toda a região, embora parte do rio esteja contaminada pelo recebimento de águas residuais da cidade de Poza Rica de Hidalgo.

5- Rio Metztitlán

É originário dos limites do estado de Puebla, com as águas que recebe da colina de Tlachaloya.

Este rio tem a característica particular de levar seu nome de acordo com a região pela qual passa, ao longo de seus 100 km de extensão.

Em sua primeira seção, é conhecido como Rio Grande Tulancingo. Ao ingressar no rio San Sebastián, leva o nome de Venados e, na terceira seção, ao chegar ao município de Metztitlán, leva o nome dessa população.

Referências

  1. Área de descarga de águas residuais da bacia do rio Tula, na região metropolitana da Cidade do México. Recuperado de bvsde.paho.org
  2. Microbacia do Rio Tula. Consultado em conabio.gob.mx
  3. Geografia do estado de Hidalgo. Consultado em es.wikipedia.org
  4. Rios do estado de Hidalgo. Consultado em es.infodesti.com
  5. Programa de gerenciamento de reservas para a biosfera de Metztitlán. (PDF) Comissão Nacional de Áreas Naturais Protegidas. México Recuperado de books.google.co.ve
  6. Eles mantêm alerta para inundações de rios em Hidalgo. Recuperado de eluniversal.com.mx

Deixe um comentário