Os trajes típicos da região de Orinoquía

Os trajes típicos da região Orinoquía da Colômbia marcam um forte senso de pertencer a seus habitantes, tanto ao local quanto à sua tradição.A região de Orinoquia, localizada na área conhecida como planícies orientais da Colômbia, nas proximidades do rio Orinoco, é composta de amplas planícies e savanas.

Em geral, as roupas colombianas tradicionais são muito diversas, brilhantes e excêntricas. E é considerado icônico para toda a América Latina. Além disso, os habitantes locais mantêm suas tradições e usam vestidos populares na vida cotidiana.

Os trajes típicos da região de Orinoquía 1

Os trajes tradicionais da Colômbia são tão variados quanto o clima. Portanto, os locais têm suas próprias tradições de roupas que se adaptam ao ambiente.Quem mora na costa geralmente usa tecidos coloridos leves, chapéus e muitas jóias feitas de materiais naturais.

As pessoas da montanha preferem ponchos, chapéus de abas largas e padrões florais em tecidos. As pessoas que vivem nas selvas usam roupas muito pequenas, como lombos e gorros; Eles também usam jóias feitas com os materiais disponíveis.

Neste artigo, vamos nos referir à região de Orinoquia, que inclui a região leste do país e abrange os departamentos de Arauca, Casanare, Meta e Vichada.

Trajes da região de Orinoquía

Os trajes típicos da região de Orinoquía 2

Esta área da Colômbia é caracterizada pela ocupação dos habitantes locais. Aqui, as pessoas vivem principalmente do gado.

A atividade de trabalho condiciona as roupas típicas desta área, que se torna necessariamente simples, conveniente e projetada para facilitar as tarefas, mas sem esquecer a estética.

Além de roupas de trabalho, existem adereços usados ​​por bailarinos, celebrações e cerimônias especiais.

Arauca

Nesse departamento, como em outras partes da Colômbia, um vestido diário costuma ser usado para o trabalho e outro para férias ou descanso. Estes são chamados de traje de domingo.

Um desses momentos especiais é a dança do joropo, na qual as mulheres usam flores em seus trajes e seu aroma é de fragrâncias naturais, como jasmim e manjericão, entre outros.

Fitas, pentes, penteados especiais com ornamentos florais, blusa de gola redonda, anéis e pingentes completam a roupa ideal para esse tipo de cerimônia. Nos pés, as alpargatas típicas combinam com as mulheres.

Outro traje típico desta região é o de llanero. Com cores claras, chapéu de abas largas e cós largo, os cavalheiros participam das celebrações.

O chapéu é a peça estrela, alguns homens o usam amarrado com um lenço no pescoço, enquanto as mulheres o usam apenas para viagens. O chapéu faz o llanero.

O Liquiliqui é outra peça típica da região, é uma camisa aberta na forma de uma jaqueta de manga comprida, com grandes botões amarelos e bolsos na parte inferior. É de forma retangular e revestida por dentro com a melhor seda possível.

Casanare

Como em Arauca, este departamento da região de Orinoquia tem seus trajes típicos com a particularidade de que eles fazem da simplicidade seu estilo.

Nas mulheres, o roupão solto e de cor clara, adornado com flores pequenas, é uma das opções mais comuns para comemorações.

Algumas senhoras preferem um vestido de duas partes: com saias e blusa, sempre soltas, cores claras e mangas curtas. Alpargatas e jóias também completam os figurinos.

Nos homens, a necessidade de trabalho é imposta ao paladar, mas a Cachicamita é a roupa típica. É uma camisa larga, sempre com tons claros, combinada com uma cueca de pano verde irregular.

Objetivo

Uma roupa muito particular aparece nesta área: todo o vestido de veludo marrom bordado com bolsos, um chapéu de pele de lontra e um lenço de seda, que geralmente é feito por si só.

Embora essa peça seja típica entre seus habitantes, muitas mulheres ainda preferem a camisa com botões de renda e ouro simil, as calças abertas nas laterais e o bayeton azul e vermelho. As flores na cabeça adornam o penteado.

Um traje semelhante é usado pelos homens, aos quais eles colocam um lenço de seda na cabeça e com a diferença de que as calças estão fechadas, mas curtas, no meio da perna.

Vichada

Neste departamento o clima condiciona o vestido. O sol intenso no verão e as fortes chuvas do inverno forçam o uso estrito do chapéu.

Os homens são identificados pelo uso de um fino chapéu de feltro com asas largas e uma fita interna que serve como um bolso escondido.

No trabalho, usam calças enroladas e camisas de mangas compridas, que protegem a pele e proporcionam conforto e frescor.

Nos pés, as alpargatas sempre definem a tendência, mas para festas especiais cada trabalhador tira suas botas ou sapatos, cuidadosamente polidos.

Entre as mulheres, saias coloridas e blusas de mangas curtas, pescoço na bandeja e tons suaves são peças típicas. Como eles não usam chapéu, adornam o penteado com flores e fitas.

Nesse departamento, os indígenas também marcaram as tendências de roupas com o guayuco, que as cobre completamente. Sua particularidade é que eles são feitos com material extraído de uma árvore chamada Matapalo.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies