Painel de Discussão: Recursos Mais Importantes

O painel de discussão é um método de discussão e debate de idéias de maneira planejada. Um grupo de pessoas, geralmente especialistas na área, é convidado a discutir, onde apresenta suas idéias e discute o tópico acordado.

Normalmente, esses grupos são de 3 a 7 participantes, mas eles têm uma audiência que pode participar do debate para aprender novos conhecimentos ou atualizar os existentes.

Painel de Discussão: Recursos Mais Importantes 1

Devido às características deste painel, eles geralmente são usados ​​em congressos, reuniões acadêmicas e reuniões científicas.

Participantes do painel de discussão

Há três funções no painel de discussão, o moderador, os membros do painel e o público.

Moderador

Também conhecido como coordenador, ele é responsável por apresentar o tópico e os participantes.

Faça perguntas, gerencie os turnos de palavras e os tempos de intervenção, coordene a discussão e sintetize o que é discutido no painel e algumas de suas funções.

O moderador deve ser neutro às opiniões discutidas no painel.

Especialistas ou painelistas

Esses convidados apresentam as diferentes perspectivas que têm sobre o assunto a ser tratado. Não é necessário apresentar idéias opostas, pois elas podem defender idéias que foram discutidas anteriormente.

Para que o público se beneficie do conhecimento exposto e do resultado do painel ser favorável, eles devem ser especialistas no assunto.

Sua função é uma troca recíproca de idéias com os outros membros do painel, também encarregada de fazer perguntas aos outros especialistas.

Público

Eles prestam atenção ao que é discutido no painel de discussão e podem fazer perguntas quando chegar a hora.

Se você quiser saber mais sobre esta seção, visite Quem participa de um debate? .

Preparação do painel de discussão

1- Escolha do tópico

O primeiro passo na criação de um painel de discussão é escolher o tópico a ser discutido. É importante que o tópico seja interessante e conhecido por conseguir mais participantes, mas isso permita que pessoas de diferentes origens e pontos de vista se relacionem.

A delimitação clara do assunto é importante, pois, se for um tópico geral, a discussão poderá perder o foco.

2- Recrutamento

Para criar um painel interessante, é necessário contar de três a cinco participantes, no entanto, recomenda-se que esse número nunca ultrapasse sete, pois as mudanças de palavras e debates podem ser excessivamente longas e tediosas.

A escolha pública também é importante. Para um painel de discussão ter sucesso, o público é tão importante quanto os participantes do painel.

É necessário que haja diversidade para que as questões sejam interessantes e mantenham o nível de interação entre os participantes do painel e o público.

3- Moderador

Para a eleição do moderador, precisamos de alguém que já tenha experiência como moderador e que seu conhecimento sobre o assunto a ser tratado seja significativo para que ele possa liderar a discussão.

4- Distribuição física

Existem certas técnicas para melhorar o fluxo de comunicação dentro do painel. A organização de cadeiras diante do público melhora a comunicação entre os participantes do painel e o público.

Da mesma forma, acredita-se que a melhor posição do moderador esteja no lugar central dos participantes do painel para poder abordar melhor todos eles.

Planejamento do painel de discussão

Painel de Discussão: Recursos Mais Importantes 2

Objetivos do painel

É um dos pontos principais. Decida a questão e estabeleça os objetivos básicos que você deseja alcançar com a conclusão do painel. Todos os participantes devem conhecer antecipadamente o tópico que será abordado para se preparar adequadamente.

Duração do painel

É necessário estabelecer uma duração estimada. Normalmente, fica entre 45 e 60 minutos, pois, se for mais longo, pode ser cansativo e a atenção é perdida.

Se for um tópico popular, do qual o público participará por estar bem informado, pode ser prorrogado por até 90 minutos.

É importante pedir aos participantes do painel que fiquem um pouco mais após o final do painel, caso alguém do público queira falar com eles pessoalmente

Leituras individuais

Esta é uma parte opcional do painel, pois sua principal função é criar um debate e uma troca de idéias. Mas você pode incluir uma pequena leitura da posição dos participantes do painel no tópico escolhido e uma breve introdução do que eles irão expor.

Para que a leitura não se torne uma master class, essas apresentações não devem exceder 10 minutos por painelista

Evite apresentações visuais

As apresentações visuais, ao mesmo tempo em que ajudam a explicar certos tópicos, geralmente diminuem o fluxo de conversas dos participantes, o que torna a participação mais reduzida pelo público.

Perguntas para painelistas

Seja o criador do painel ou o moderador, você deve fazer uma série de perguntas para direcionar a atenção dos participantes ao tópico proposto ou se o público não participar. Dessa forma, o painel funcionará mais suavemente

Planejamento de painel

É importante estabelecer os horários para cada ação necessária, se forem feitas leituras, o tempo para perguntas, etc. Normalmente, o tempo gasto nas perguntas deve ter pelo menos metade da duração do painel.

Apresentação do painelista

É importante que os membros do painel se conheçam com antecedência, para que conheçam suas posições e possam preparar melhor o assunto e as perguntas que desejam fazer.

Dicas para moderação

Painel de Discussão: Recursos Mais Importantes 3

Para facilitar a comunicação e a fluência de um painel de discussão, o moderador deve garantir que os participantes participem desde o início. É uma boa idéia pedir que eles se sentem na primeira fila, porque isso melhora a proximidade dos participantes do painel.

Também é importante apresentar os palestrantes e o tópico para que o público saiba a quem direcionar suas perguntas.

Revise a importância de ter algumas perguntas preparadas, caso a comunicação seja interrompida ou se desvie do tópico principal, a fim de manter o tópico como o principal argumento da discussão. E, finalmente, agradeça a todos pela participação e contribuição no painel.

Referências

  1. BRUSH, AJ, et al. Suporte à interação fora da classe: discussões ancoradas vs. quadros de discussão Em processamento da conferência sobre suporte computacional à aprendizagem colaborativa: fundamentos para uma comunidade CSCL. Sociedade Internacional das Ciências da Aprendizagem, 2002. p. 425-434.
  2. WRIGHT, Gareth. Fóruns de discussão.
  3. BIKOWSKI, Dawn; KESSLER, Greg. Aproveitando ao máximo os painéis de discussão na sala de aula de ESL.TESOL Journal, 2002, vol. 11, no 3, p. 27-30.
  4. Hong, Liangjie; DAVISON, Brian D. Uma abordagem baseada em classificação para responder perguntas em fóruns de discussão. Em anais da 32ª conferência internacional ACM SIGIR sobre pesquisa e desenvolvimento em recuperação de informações. ACM, 2009. p. 171-178.
  5. KITZINGER, Jenny. A metodologia dos grupos de interação: a importância da interação entre os participantes da pesquisa Fisiologia da saúde e doença, 1994, vol. 16, não 1, p. 103-121.
  6. POWELL, Richard A.; SINGLE, Helen M. Grupos de discussão. Revista internacional de qualidade em saúde, 1996, vol. 8, não 5, p. 499-504.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies