Personalidade obsessiva: 10 traços comuns observáveis

A personalidade obsessiva constitui um modo de ser que se caracteriza pela rigidez, inflexibilidade e busca pelo constante perfeccionismo.Esse modo de ser pode ser normal, embora na maioria dos casos acabe sendo uma condição patológica.

O fato de determinar que a personalidade obsessiva é normal ou patológica reside na intensidade dos graus obsessivos que a pessoa apresenta, bem como nas consequências de seu próprio funcionamento e bem-estar.

Personalidade obsessiva: 10 traços comuns observáveis 1

Em geral, as pessoas obsessivas são caracterizadas por serem muito exigentes consigo mesmas e com os outros. Eles prestam muita atenção aos detalhes e precisam de tudo para apresentar um estado perfeito para experimentar o bem-estar.

Esse fator torna os indivíduos com personalidade obsessiva muito mais vulneráveis ​​à depressão. Os fatores externos que podem causar desconforto são muito mais numerosos do que o normal devido à obsessão, e é por isso que eles podem experimentar frustrações mais facilmente.

Personalidade obsessiva: características principais

1- Perfeccionismo e rigor

Personalidade obsessiva: 10 traços comuns observáveis 2

Possivelmente, a característica que melhor define a personalidade obsessiva é perfeccionismo e rigor. De fato, esses dois aspectos são fundamentais nesse tipo de personalidade.

O modo de ser obsessivo é determinado principalmente pela perfeição das coisas. As pessoas que apresentam esse tipo de personalidade concentram sua atenção em todos os detalhes, tanto no ambiente quanto em si mesmos.

Esse fato é amplamente motivado pela estrutura do pensamento que determina a personalidade obsessiva. Isso é altamente estruturado e inflexível, para que nenhum elemento possa sair da categorização mental do indivíduo.

De fato, o perfeccionismo e a profundidade da personalidade obsessiva são interpretados como um déficit de adaptação da pessoa. Isso é incapaz de se adaptar aos elementos que são contrários à sua ordem psíquica, de modo que todos os detalhes, por mais insignificantes, se tornem altamente importantes.

Da mesma forma, perfeccionismo e rigor são frequentemente elementos que envolvem um alto gasto de tempo e esforço por pessoas obsessivas.

Indivíduos com esse tipo de característica podem passar a maior parte do dia organizando tarefas e criando agendas e / ou listas de coisas a fazer, a tal ponto que o principal objetivo da atividade é negligenciado.

Da mesma forma, pessoas com traços perfeccionistas acreditam firmemente que tudo deve ser perfeito e que não há margem para erro. Isso significa que, em muitos casos, as pessoas não são capazes de concluir tarefas ou projetos, pois são incapazes de atender às suas demandas extremamente rígidas e perfeccionistas.

2- Tendência da tenotomia

Personalidade obsessiva: 10 traços comuns observáveis 3

O perfeccionismo e rigor típicos da personalidade obsessiva levam a outra das características importantes desse tipo de ser: a tendência à dicotomia.

Este elemento é caracterizado por fornecer avaliações extremas sobre as coisas. Em outras palavras, eles levam a uma maneira de ver as coisas em preto e branco, onde a escala de cinza entre as duas avaliações é imperceptível.

A tendência à dicotomia está intimamente relacionada ao perfeccionismo, devido à rigidez mental que causa personalidade obsessiva.

Relacionado:  Transtorno obsessivo-compulsivo da personalidade: sintomas

Pessoas com esses tipos de características só podem fazer duas avaliações: o que se adapta às estruturas rígidas de pensamento e o que não se adapta.

Por esse motivo, todos os elementos que não são meticulosamente perfeitos para a mente obsessiva são classificados como negativos, enquanto apenas aqueles aspectos com alto grau de perfeição são classificados como positivos ou aceitáveis.

A tendência à dicotomia é, portanto, outro fator importante que contribui para reduzir a adaptabilidade de indivíduos com personalidade obsessiva.

4- Tendência ao pessimismo e frustração

Personalidade obsessiva: 10 traços comuns observáveis 4

A alta atenção dada aos detalhes, bem como a tendência de interpretar os elementos dicotomicamente, tornam os sujeitos com personalidade obsessiva muito mais vulneráveis ​​ao pessimismo e à frustração.

Os padrões de perfeição típicos da personalidade obsessiva são muito altos e exigentes, de modo que os elementos internos e externos muitas vezes não são adaptados aos requisitos pessoais.

Esse fato leva à experimentação da frustração de maneira muito mais frequente. Por exemplo, uma pessoa com uma personalidade obsessiva pode experimentar altas sensações ao executar tarefas rotineiras, como limpar ou realizar atividades de trabalho.

A aparência de qualquer detalhe catalogado pelo indivíduo como “imperfeito” revela na pessoa obsessiva sentimentos de fracasso e precisa melhorar.

Por outro lado, a alta frequência com que elementos “imperfeitos” ocorrem na vida de todas as pessoas torna as pessoas com esse tipo de característica também muito mais propensas ao pessimismo.

De fato, segundo vários autores, a personalidade obsessiva constitui o prelúdio de personalidade depressiva ou alterações de humor.

Indivíduos com esses traços de personalidade exigem muito mais qualidade de elementos externos do que outras pessoas para desenvolver um estado de bem-estar, de modo que as emoções negativas aparecem muito mais facilmente.

4- Elevados graus de responsabilidade

Personalidade obsessiva: 10 traços comuns observáveis 5

A personalidade obsessiva é caracterizada pelo desenvolvimento de altos graus de responsabilidade em praticamente todas as áreas da vida das pessoas.

O indivíduo sente-se responsável por tudo ser feito através das condições do perfeccionismo desenvolvidas em sua estrutura de pensamento.

As pessoas obsessivas acreditam que tudo tem que ser perfeito e que a responsabilidade por elas serem ou deixarem de ser repousa consigo mesmas. Não há margem para erro em seu desempenho e eles operam continuamente através de altos graus de pressão.

Esse elemento geralmente motiva o aparecimento de altos componentes de ansiedade sobre a pessoa, bem como o desenvolvimento de um funcionamento compulsivo que tem como único objetivo atender aos padrões de perfeição estabelecidos por suas obsessões.

5- Alta necessidade de controle

Personalidade obsessiva: 10 traços comuns observáveis 6

Todos os elementos discutidos até o momento em relação à personalidade obsessiva levam ao desenvolvimento de um aspecto básico que norteia o comportamento e o comportamento das pessoas que apresentam esse modo de ser.

Esse elemento é o controle, ou melhor, a necessidade de estabelecer alto controle sobre todos os aspectos e até sobre as pessoas.

Cada um dos detalhes que aparecem em qualquer uma das áreas da vida da pessoa obsessiva (família, trabalho, relacionamento etc.) deve ser completamente controlado pelo indivíduo.

Relacionado:  Transtorno da personalidade esquizóide: sintomas, causas

Essa necessidade aparece como uma ferramenta psicológica para responder a todas as auto-demandas apresentadas pelo indivíduo com personalidade obsessiva.

Dessa forma, aspectos que não têm controle geram nervosismo e desconforto no indivíduo, pois, se ele não é capaz de controlá-lo, dificilmente será capaz de proporcionar perfeição.

Esse fator pode, nos casos mais graves, ter um impacto muito negativo na vida da pessoa. Indivíduos com personalidade obsessiva podem perder amigos ou parceiros devido ao alto tempo que dedicam ao trabalho e à execução do controle sobre todos os elementos.

Pessoas com esse tipo de recurso característico acreditam que não podem tirar um dia de folga, pois isso pode causar perda de controle e qualidade nas tarefas desenvolvidas.

6- Hiper-requisito consigo mesmo e com os outros

Personalidade obsessiva: 10 traços comuns observáveis 7

A hiper-demanda é um dos fatores mais importantes da personalidade obsessiva. No entanto, deve-se ter em mente que esse recurso não se aplica apenas a si mesmo, mas também a outros.

As principais necessidades de uma pessoa obsessiva são que tudo apresente alto grau de controle e perfeitas condições de qualidade.

Para atender a essas necessidades, o indivíduo precisa ser hiper-exigente consigo mesmo, pois, caso contrário, perceberá que tudo está errado e não faz nada certo (pensamento dicotômico).

No entanto, a necessidade de perfeição típica da personalidade obsessiva não recai apenas em suas próprias atividades, mas também abrange todos os aspectos que fazem parte de seu ambiente.

Por esse motivo, a hiper-demanda geralmente também se move para as pessoas com quem se relaciona.

Um indivíduo com personalidade obsessiva terá muitas dificuldades para trabalhar com um parceiro que trabalha de maneira desorganizada ou que não leva em conta os detalhes da mesma maneira que ele.

Da mesma forma, uma pessoa obsessiva pode ser totalmente incapaz de conviver com um assunto que não é extremamente organizado, pois o aparecimento de um distúrbio mínimo em casa gera altos sentimentos de desconforto.

7- Dificuldade na tomada de decisão

Personalidade obsessiva: 10 traços comuns observáveis 8

A personalidade obsessiva também é caracterizada por gerar, na maioria dos casos, uma dificuldade notável na tomada de decisões.

Esse elemento se torna especialmente visível quando a decisão a ser tomada não apresenta regras ou condições que estabelecem precisamente o caminho a seguir.

Indivíduos com personalidade obsessiva orientam todo o seu comportamento em padrões de qualidade e validade; portanto, exigem constantemente elementos que determinem a demonstração empírica de que a decisão está certa.

Assim, a tomada de decisão sobre questões que não possuem regras precisas se torna uma atividade que foge ao controle da pessoa. Esse fato geralmente gera desconforto e nervosismo, além de dificuldade na escolha.

8- Busca pelo reconhecimento dos atos

Pessoas obsessivas desenvolvem um comportamento centrado no perfeccionismo, na visualização de detalhes e na obtenção de índices de qualidade máxima, principalmente para satisfazer suas próprias necessidades obsessivas.

Relacionado:  Comportamento antissocial: conceito, teorias e fatores de risco

No entanto, para os sujeitos que apresentam esse modo de ser, o desenvolvimento de um perfeccionismo completo desempenha um papel vital em suas vidas, por isso são elementos muito importantes.

Esse fato leva à necessidade de outros interpretarem o mundo da mesma maneira que eles e, portanto, expressar reconhecimento constante pelos atos que realizaram.

Quando um indivíduo com uma personalidade obsessiva consegue classificar um de seus atos como perfeito, ele experimenta altos sentimentos de gratificação e, como qualquer pessoa que se sente muito satisfeito com alguma coisa, espera aprovação e reconhecimento de outras pessoas.

No entanto, indivíduos com personalidade obsessiva são incapazes de visualizar e perceber outros aspectos, como o tempo investido no desenvolvimento da tarefa, o grau de funcionalidade que apresentam ou a importância prática da perfeição alcançada.

9- Inflexibilidade

Personalidade obsessiva: 10 traços comuns observáveis 9

A personalidade obsessiva implica um alto grau de inflexibilidade. De fato, a obsessão é caracterizada por ser totalmente inflexível e imóvel.

Dessa maneira, indivíduos com essas características são incapazes de se adaptar a situações em que o perfeccionismo não é importante ou adotar pontos de vista alternativos.

Por outro lado, a personalidade obsessiva geralmente implica uma grande dificuldade em detectar as necessidades dos outros, bem como seus processos de pensamento, suas prioridades ou suas necessidades.

A perfeição e a obsessão monopolizam boa parte do funcionamento diário do sujeito, o que dificilmente pode ignorar suas necessidades para concentrar sua atenção em outros aspectos.

Da mesma forma, indivíduos com personalidade obsessiva podem se sentir desconfortáveis ​​quando precisam interagir com outras pessoas que expressam abertamente suas emoções e têm um modo de ser mais extrovertido.

Esses aspectos reduzem a seriedade e a formalidade do relacionamento e, portanto, não se adaptam aos processos de pensamento típicos da personalidade obsessiva.

10- Incapacidade de delegar

Personalidade obsessiva: 10 traços comuns observáveis 10

Finalmente, indivíduos com personalidade obsessiva são caracterizados por apresentar uma acentuada incapacidade de delegar a outros.

As atividades que caem sobre si mesmo devem ser realizadas com o mais alto grau de controle e qualidade possível.

Delegar automaticamente implica uma diminuição da capacidade de controlar a tarefa, de modo que as pessoas obsessivas tendem a resistir a tais situações.

Referências

  1. Andersen AM, Welcome OJ. (2011). Personalidade e psicopatologia. Int Rev Psychiatry, 23 (3): 234-47.
  2. Beck, AT, Freeman A. (1995). Terapia Cognitiva para Distúrbios da Personalidade. Barcelona: Paidós.
  3. Gabbard, GO (2005) Transtornos da mente, cérebro e personalidade, Am J Psychiatry, 162: 648-655.
  4. Pull, CB (2014). Transtornos da personalidade no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais-5: de volta ao passado ou de volta ao futuro? Opinião Atual em Psiquiatria, 27 (1): 84-6.
  5. Trull TJ, Widiger TA. (2013). Modelos dimensionais de personalidade: o modelo de cinco fatores e o DSM-5. Dialogues Clin Neurosci; 15 (2): 135-46.
  6. Turkat ID Os transtornos de personalidade: uma abordagem psicológica para o manejo clínico. Nova Iorque: Pergamon (1990).

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies