Pesquisa Bibliográfica: Definição, Tipos, Técnicas

A pesquisa bibliográfica é uma etapa fundamental em qualquer processo de produção de conhecimento científico, pois permite ao pesquisador conhecer e compreender o que já foi produzido sobre determinado assunto. Neste contexto, este artigo abordará a definição, os tipos e as técnicas de pesquisa bibliográfica, visando fornecer uma visão geral sobre como realizar uma busca eficiente e criteriosa de informações relevantes para o desenvolvimento de um trabalho acadêmico.

Tipos de técnicas de pesquisa: conheça as principais abordagens metodológicas utilizadas no estudo científico.

A pesquisa bibliográfica é uma das técnicas mais utilizadas no estudo científico, pois permite ao pesquisador reunir informações e conhecimentos já existentes sobre determinado tema. Neste artigo, vamos abordar a definição, tipos e técnicas dessa forma de pesquisa.

Existem diversos tipos de técnicas de pesquisa utilizadas no estudo científico, cada uma com suas particularidades e objetivos. Entre as principais abordagens metodológicas, destacam-se a pesquisa experimental, a pesquisa descritiva, a pesquisa exploratória e a pesquisa bibliográfica.

A pesquisa bibliográfica consiste na busca e análise de informações disponíveis em livros, artigos, teses, dissertações e outros materiais escritos sobre o tema de estudo. Essa técnica é fundamental para embasar teoricamente a pesquisa, identificar lacunas no conhecimento e fundamentar as hipóteses e conclusões.

Para realizar uma pesquisa bibliográfica de qualidade, é importante definir claramente o tema de estudo, selecionar as fontes de informação mais relevantes, fazer uma leitura crítica dos textos, organizar e sintetizar as informações coletadas e referenciar corretamente as fontes consultadas.

Além disso, é fundamental utilizar bases de dados confiáveis, como bibliotecas virtuais, periódicos científicos e sites acadêmicos, para garantir a qualidade e a veracidade das informações obtidas.

Em resumo, a pesquisa bibliográfica é uma técnica essencial no estudo científico, pois permite ao pesquisador ampliar seu conhecimento sobre determinado assunto, embasar teoricamente sua pesquisa e contribuir para o avanço do conhecimento científico.

Significado e importância da pesquisa biográfica na investigação histórica e acadêmica.

A pesquisa biográfica desempenha um papel fundamental na investigação histórica e acadêmica, pois permite aos pesquisadores estudar a vida e obra de indivíduos específicos, contribuindo para uma compreensão mais profunda de determinados períodos históricos e contextos culturais. Significado | A pesquisa biográfica fornece insights únicos sobre a vida de figuras proeminentes, bem como de pessoas comuns, permitindo uma análise mais detalhada de suas experiências, motivações e contribuições para a sociedade. Além disso, a pesquisa biográfica pode revelar aspectos importantes da vida privada dos indivíduos, ajudando a contextualizar suas ações e decisões.

A importância da pesquisa biográfica na investigação histórica e acadêmica está relacionada à possibilidade de enriquecer e aprofundar a compreensão dos eventos e processos históricos, bem como das ideias e movimentos intelectuais. Ao estudar a trajetória de vida de uma pessoa, é possível identificar conexões entre sua biografia e o contexto histórico em que viveu, ampliando as perspectivas de análise e interpretação. Além disso, a pesquisa biográfica contribui para a humanização da história, ao destacar as experiências individuais e as complexidades das relações humanas.

Em resumo, a pesquisa biográfica desempenha um papel essencial na investigação histórica e acadêmica, fornecendo informações valiosas sobre a vida e obra de indivíduos, e contribuindo para uma compreensão mais abrangente e contextualizada dos acontecimentos passados. Portanto, é fundamental considerar a pesquisa biográfica como uma ferramenta importante para o estudo da história e da cultura.

Etapas da pesquisa bibliográfica: descubra as 4 fases essenciais para o sucesso acadêmico.

A pesquisa bibliográfica é um processo fundamental para o sucesso acadêmico, pois permite que o pesquisador obtenha informações relevantes sobre o tema de estudo. Para realizar uma pesquisa bibliográfica de forma eficiente, é importante seguir quatro fases essenciais.

Relacionado:  As 5 principais bebidas típicas de Yucatán

A primeira etapa da pesquisa bibliográfica é a definição do tema. Nesta fase, o pesquisador deve escolher um assunto específico para investigar e delimitar o escopo da pesquisa. É importante identificar palavras-chave que serão utilizadas na busca por fontes de informação.

A segunda fase consiste na busca por fontes de informação. Neste momento, o pesquisador deve utilizar diferentes recursos, como livros, artigos científicos, teses e dissertações, para coletar dados relevantes sobre o tema escolhido. É fundamental utilizar bases de dados confiáveis e atualizadas.

A terceira etapa da pesquisa bibliográfica é a análise e seleção das fontes. Neste momento, o pesquisador deve avaliar criticamente as informações coletadas e selecionar aquelas que são mais relevantes para o seu estudo. É importante verificar a credibilidade e a atualidade das fontes utilizadas.

Por fim, a quarta fase da pesquisa bibliográfica é a organização e síntese das informações. Nesta etapa, o pesquisador deve estruturar as informações coletadas de forma lógica e coerente, para que seja possível elaborar um texto acadêmico coeso e argumentativo. É importante citar corretamente as fontes utilizadas.

Em resumo, as quatro fases essenciais da pesquisa bibliográfica são: definição do tema, busca por fontes de informação, análise e seleção das fontes, e organização e síntese das informações. Seguir essas etapas de forma sistemática e criteriosa é fundamental para o sucesso acadêmico e para a produção de um trabalho de qualidade.

Entendendo o conceito de pesquisa bibliográfica: o que é e como fazer?

Realizar uma pesquisa bibliográfica é fundamental para embasar um trabalho acadêmico ou científico, pois permite ao pesquisador situar-se no contexto do tema escolhido, conhecer as principais teorias e descobertas já realizadas e identificar lacunas no conhecimento que podem ser exploradas. Mas afinal, o que é e como fazer uma pesquisa bibliográfica?

Pesquisa bibliográfica é o levantamento e análise de material já publicado sobre um determinado assunto, utilizando fontes como livros, artigos científicos, teses, dissertações e sites especializados. Ela pode ser realizada de forma sistemática, buscando informações relevantes para responder a uma pergunta de pesquisa específica, ou de forma exploratória, para se familiarizar com o tema e delimitar o problema a ser investigado.

Para realizar uma pesquisa bibliográfica, é importante seguir algumas etapas. Em primeiro lugar, é necessário definir claramente o tema de pesquisa e as palavras-chave que serão utilizadas na busca por materiais. Em seguida, é preciso selecionar as fontes de informação mais adequadas, levando em consideração a relevância e a credibilidade dos autores e publicações.

Uma vez selecionadas as fontes, o pesquisador deve fazer a leitura e a análise crítica do material, identificando as ideias principais, os argumentos apresentados e as contribuições para o seu trabalho. É importante também fazer uma síntese das informações coletadas, organizando-as de forma lógica e coerente.

Por fim, é fundamental citar corretamente as fontes utilizadas, seguindo as normas de referência bibliográfica estabelecidas pela instituição ou revista científica. Isso é essencial para evitar o plágio e dar o devido crédito aos autores que contribuíram para a construção do conhecimento.

Em resumo, a pesquisa bibliográfica é uma etapa essencial do processo de produção do conhecimento científico, que permite ao pesquisador situar-se no campo de estudo, conhecer as principais teorias e descobertas já realizadas e contribuir para o avanço da ciência. Saber como fazer uma pesquisa bibliográfica de forma eficiente e ética é fundamental para o sucesso de qualquer trabalho acadêmico ou científico.

Pesquisa Bibliográfica: Definição, Tipos, Técnicas

A pesquisa bibliográfica ou documental consiste em uma revisão da literatura existente sobre o assunto material para estudar. É uma das principais etapas de qualquer investigação e inclui a seleção de fontes de informação.

É considerado um passo essencial, pois inclui um conjunto de fases que incluem observação, investigação, interpretação, reflexão e análise para obter as bases necessárias para o desenvolvimento de qualquer estudo.

Pesquisa Bibliográfica: Definição, Tipos, Técnicas 1

Definição de

Diferentes autores têm sido responsáveis ​​por conceituar a pesquisa bibliográfica. As definições feitas por três autores destacados serão descritas abaixo:

– Guillermina Baena, graduada em Ciências da Informação (1985): “A pesquisa documental é uma técnica que consiste na seleção e coleta de informações através da leitura, crítica de documentos e materiais bibliográficos, bibliotecas, bibliotecas de jornais e centros de documentação e informação ”.

– Laura Cázares, pesquisadora da Universidade Metropolitana Autônoma do México (2000): “(…) depende principalmente das informações coletadas ou consultadas em documentos que podem ser acessados ​​como fonte ou referência a qualquer momento ou local”.

– Manual da Universidade Pedagógica Experimental Libertador (UPEL -2005): “Integração, organização e avaliação de informações teóricas e empíricas existentes sobre um problema”.

Caracteristicas

– Há uma revisão de documentos para saber o status do sujeito ou objeto que está sendo investigado.

– Apresenta um processo que envolve a coleta, seleção, análise e apresentação dos resultados.

– Envolve processos cognitivos complexos, como análise, síntese e dedução.

– É feito de maneira ordenada e com objetivos precisos.

– Seu objetivo é construir conhecimento.

– Apoia a pesquisa que está sendo realizada, ao mesmo tempo que permite evitar estudos já explorados.

Tipos de pesquisa bibliográfica

Em termos gerais, existem dois tipos de pesquisa bibliográfica ou documental:

Tipo argumentativo ou exploratório

O principal objetivo do pesquisador é se posicionar sobre um determinado tópico para testar se esse elemento a ser estudado está correto ou incorreto. Considere possíveis causas, consequências e soluções que levarão a uma conclusão mais crítica.

Tipo informativo ou de exposição

Diferentemente do anterior, ele não busca se opor a um sujeito, mas recriar o contexto teórico da investigação. Para isso, utiliza fontes confiáveis ​​e a seleção e análise do material em questão.

Critérios para seleção de material

Note-se que é vital que o pesquisador confie em sua capacidade de analisar e sintetizar idéias para apresentar um trabalho fluido e coerente. Durante o processo de pesquisa bibliográfica, é necessário considerar uma série de critérios para a seleção do material documental:

Relevância

Refere-se às fontes que devem ser consistentes com o objeto de estudo e seus objetivos, a fim de subsidiar a pesquisa.

Profundidade

Todas as fontes devem ser necessárias, suficientes e possíveis, sem excluir nenhuma que também possa representar uma contribuição importante. Eles devem corresponder aos objetivos estabelecidos.

Notícias

Pesquisas ou estudos recentes serão levados em consideração para apoiar a pesquisa.

Técnicas

É importante observar que, antes de realizar a revisão do material documental e bibliográfico, é vital esclarecer o seguinte:

– Determinar o assunto a ser estudado, que deve combinar com as possibilidades do pesquisador, enquadradas em um período prudencial com projeção futura e com uma conexão com sua área de estudo.

– Depois disso, faça um plano de trabalho que guie a seleção correta da bibliografia.

O processo de coleta de dados, informações e documentos é complexo e requer uma série de etapas para o manuseio correto das informações:

Acumular referências

As referências incluem qualquer tipo de documento escrito ou audiovisual que seja essencial para apoiar a pesquisa.

Relacionado:  As 11 manifestações culturais mais importantes do Peru

Selecionar referências

O material que respeita a qualidade e os padrões atuais será escolhido.

Incorporar elementos no plano de trabalho

É a organização dos documentos escolhidos em ordem alfabética ou cronológica.

Assinar

Refere-se ao esvaziamento das informações básicas do material coletado, onde serão coletados o agendamento, o resumo e o comentário do pesquisador.

Escreva

Colocação de dados específicos.

Confronte e verifique

Trata-se de determinar se, de fato, a hipótese levantada pelo autor é válida, com base nas informações coletadas.

Corrija e faça as revisões finais

Refere-se às disposições mais recentes tomadas sobre a forma e o conteúdo da investigação.

Tipos de documentos

Para simplificar a pesquisa e simplificá-la, três tipos de documentos são classificados:

Primário

Eles transmitem informações diretas. Por exemplo, artigos originais e tese de doutorado.

Secundário

Eles fazem referência aos documentos principais e extraem o autor e o tipo de publicação. Por exemplo, catálogos e bancos de dados.

Terciário

Eles sintetizam as informações encontradas nos documentos primários e secundários para responder a perguntas e perguntas específicas.

Além disso, outro tipo de classificação de documento pode ser incluído:

– Livros e monografias: manuais, textos, atas, antologias.

– Periódicos: revistas, jornais, adiantamentos.

– Publicações de referência: índices, bases de dados, bibliografias.

– Publicações técnicas: normas, patentes, catálogos técnicos.

– Material de referência: enciclopédias, dicionários, atlas.

Exemplos de referências bibliográficas

Na pesquisa bibliográfica é necessário respeitar as regras relacionadas à citação de textos. Para ter uma referência melhor a esse respeito, aqui estão alguns exemplos:

– “Pinillos, José Luis (1975). Princípios de psicologia. Madri: Aliança ”.

– Taylor, S. e Bogdan, R. (1992). Introdução aos métodos de pesquisa qualitativa. Barcelona: Paidós ”.

– Quando se trata de um capítulo do livro: “Martí, Eduardo (1999). Metacognição e estratégias de aprendizagem. In: J Pozo e C. Monereo (Coords.). A aprendizagem estratégica. (111-121). Madri: sala de aula XXI-Santillana ”.

– Artigo de revista científica: “García Jiménez, E. (1998). Uma teoria prática sobre avaliação. Revista Educação, 287, 233-253 ”.

– Artigo assinado em jornal: “Debesa, Fabián (200, 12 de março). Carreiras e suas estratégias de entrada. Clarín, Seção de Educação, p.12 ”.

Importância

– Qualquer campo de estudo precisa de constante estudo e pesquisa.

– Estima-se que, graças à pesquisa documental e bibliográfica, seja possível obter um bom treinamento educacional em todos os níveis.

– O progresso dos estudos científicos precisa de documentação.

– Para iniciar qualquer tipo de estudo, é necessário revisar o material anterior para realizar a investigação.

Referências

  1. Qual é a revisão de literatura? (sf). Em Philosophia, Scientia et Praxis. Retirado: 1 de março de 2018. Em Philosophia, Scientia et Praxis de filoncien.blogspot.pe.
  2. Sobre pesquisa bibliográfica e documental. (2013). No Guia da Tese. Retirado: 1 de março de 2018. In Thesis Guide of guiadetesis.wordpress.com.
  3. Córdoba González, Saray. (sf). pesquisa bibliográfica . No Ucrindex. Retirado: 1 de março de 2018. Em Ucrindex de ucrindex.ucr.ac.cr.
  4. Definições Pesquisa documental. (sf). Em Scribd. Retirado: 1 de março de 2018. In Scribd from es.scribd.com.
  5. Pesquisa bibliográfica (sf). Em Monografias Retirado: 1 de março de 2018. Em Monographs of monographs.com.
  6. Mora de Labastida, Natalia. (sf). Pesquisa bibliográfica Idéias principais e secundárias . Em Fido. Retirado: 1 de março de 2018. In Fido de fido.palermo.edu.
  7. Tipos de pesquisa (sf). Em tese de pesquisa. Retirado: 1 de março de 2018. Na pesquisa de tese de tesisdeinvestig.blogspot.pe.

Deixe um comentário