Piper: um curta cativante sobre a capacidade de superar

“Piper” é um curta-metragem emocionante e envolvente produzido pela Pixar Animation Studios que nos leva a uma jornada de superação e coragem. A história gira em torno de uma jovem ave marinha chamada Piper, que precisa enfrentar seus medos e inseguranças para aprender a sobreviver por conta própria. Com uma animação deslumbrante e uma mensagem inspiradora, “Piper” nos mostra que, mesmo diante dos desafios, é possível encontrar força e determinação para seguir em frente.

Qual lição o curta Piper nos ensina sobre coragem e superação?

O curta Piper nos ensina uma importante lição sobre coragem e superação. Através da história da pequena ave que precisa superar seus medos para conseguir encontrar comida, somos lembrados da importância de enfrentar nossos desafios e não desistir diante das dificuldades.

Piper nos mostra que é normal sentir medo e insegurança diante de situações desconhecidas, mas é preciso ter coragem para superar esses obstáculos e seguir em frente. A ave protagonista do curta precisa enfrentar suas próprias limitações e aprender a superá-las, o que nos lembra da importância de sair da nossa zona de conforto e arriscar.

Além disso, o curta também nos ensina sobre a importância da resiliência. Mesmo diante de fracassos e quedas, a pequena Piper não desiste e continua tentando até conseguir superar seus desafios. Isso nos mostra que a perseverança e a determinação são fundamentais para alcançarmos nossos objetivos.

É uma bela história sobre coragem e superção que nos inspira a seguir em frente, mesmo quando as coisas parecem difíceis.

Locais de exibição do filme Piper: confira onde assistir essa animação encantadora.

O curta-metragem Piper é uma animação encantadora que encantou espectadores de todas as idades. Dirigido por Alan Barillaro, o filme conta a história de um filhote de maçarico que precisa superar seus medos para conseguir encontrar comida na praia.

Relacionado:  Os 21 melhores filmes sobre esquizofrenia

Se você ainda não teve a oportunidade de assistir a essa bela animação, não se preocupe! Existem diversos locais onde você pode encontrar o filme Piper para assistir. Confira abaixo onde você pode encontrar essa história cativante:

  • Netflix: O filme Piper está disponível para assistir na Netflix. Basta acessar a plataforma e procurar por este encantador curta-metragem.
  • YouTube: Alguns canais do YouTube também disponibilizam o filme Piper para ser assistido gratuitamente. Procure por ele na plataforma de vídeos.
  • Disney+: Se você é assinante do Disney+, também pode encontrar o filme Piper disponível para assistir. Acesse a plataforma e desfrute dessa bela animação.
  • Cinema: Em algumas cidades, o curta-metragem Piper pode estar sendo exibido em cinemas ou festivais de animação. Fique de olho na programação local para não perder a chance de assistir essa história emocionante na tela grande.

Não perca a oportunidade de se encantar com a história de superação do filhote de maçarico em Piper. Encontre o filme em um dos locais mencionados acima e deixe-se envolver por essa animação encantadora.

Piper: um curta cativante sobre a capacidade de superar

Piper: um curta cativante sobre a capacidade de superar 1

Existem muitos meios de comunicação que ecoaram “Piper” no verão de 2016, uma história que ilustra a vida de um jovem correlimo (um tipo de pássaro comum em áreas úmidas) que se aventura pela primeira vez em busca de comida.

Este trabalho dirigido por Alan Barillaro foi considerado pelos críticos como um dos melhores curtas-metragens da Disney Pixar.

Hoje, a equipe do Instituto Mensalus de Assistência Psicológica e Psiquiátrica apresenta o trabalho premiado e compartilha conosco uma reflexão interessante sobre esse trabalho.

Um curta-metragem que nos ensina a melhorar a nós mesmos dia após dia

Existem muitas habilidades inatas que se refletem nessa história, não é?

Relacionado:  10 instituições que protegem os direitos humanos

Direito Segundo Alan Barillaro, “Esta é uma história sobre como crescer com coragem em um mundo que parece grande e intimidador”.

A história expõe a coragem necessária para superar o medo que suscita incertezas. Isso é algo que muitas vezes se repete em nossas vidas: não saber nos faz sentir inseguros. Obviamente, diante do desconhecido, sempre temos duas opções: mostrar curiosidade em vivê-lo ou temer evitá-lo.

A capacidade de superar indica que, depois de viver a experiência, ganhamos algo mais precioso (aprendizado) do que perdemos (” conforto “). Desta forma, o objetivo faz sentido. Da mesma forma, o medo nos alerta sobre o que devemos nos proteger. Bem, esse sistema funciona desde que nos permita continuar e não nos esconda dentro do ninho.

O curta é revelador, pois ele consegue transmitir uma série de emoções que todos sentimos em algum momento de nossa vida …

Assim é. Especificamente, o conceito de “sentir-se pequeno” é muito bem ilustrado. O produtor explica: “Adoro brincar com algo que as pessoas sabem, como uma praia, e dar uma nova perspectiva de como um pássaro pode se sentir a apenas dez centímetros do chão”. Um grande sucesso, sem dúvida. É exatamente assim que, ocasionalmente, podemos nos sentir diante de situações desconhecidas das quais prevemos hostilidade, dificuldade e sofrimento.

É emocionante quando o protagonista decide mergulhar na água e descobrir, além da riqueza do fundo do mar, o benefício gerado por sua capacidade de coletar alimentos. Como podemos entender esta mensagem?

O passarinho, além de desfrutar e sentir-se capaz, se conecta a parte de sua identidade associada a algo que o resto dos pássaros de sua espécie faz.

Esse “fazer como os outros” ensina e lembra quem é, forja o sentimento de identidade coletiva e, paralelamente, reforça o sentimento de utilidade associado à capacidade de obter comida e compartilhá-la. Todo esse “pacote emocional” faz dele um ser autônomo.

Relacionado:  7 costumes e tradições do México que você gostaria de conhecer

No começo, vemos como a mãe desempenha uma função muito interessante: acompanhar a criança sem resolver o problema …

Sim. Esse é outro aspecto que mostra o curto: o espaço necessário para o crescimento. Certamente não é uma posição fácil. Muitos pais podem ver seus medos refletidos em uma idéia: “Se eu deixar você em paz, você aprenderá?”

A mãe de Piper sabe que o filho precisa entender que a comida não chegará ao ninho, mas que a única maneira de sobreviver é pegá-la.De fato, ele não o deixa em paz, ele o acompanha do exemplo. A segurança dos pais nesse sentido facilitará ou dificultará o processo de amadurecimento da criança. “Vamos voar” enquanto permanecer é a ótima receita. Uma receita que não é mágica e, como todos os pais sabem, não é uma tarefa fácil

“A todos os pais que, dia após dia, exercem a tarefa de ensinar e amar incondicionalmente”.

Fonte do curta e voz do criador: www.usatoday.com

Deixe um comentário