Poltrona: significado e origem

Butaquera é um idioma argentino que serve como uma qualificação depreciativa para a mulher que está interessada em andar com uma pessoa com um veículo, apenas para conforto ou para se exibir.

Essa expressão é amplamente conhecida no jargão juvenil, embora seu uso também seja frequente no campo de entusiastas de carros ou motocicletas.De fato, acredita-se ser um antônimo de “Pierre / o”, pessoa apaixonada em relação a esse assunto.

Poltrona: significado e origem 1

É por isso que existem páginas e grupos no Facebook que incentivam as mulheres na Argentina a perpetuar sua afinidade com o mundo dos motores.

Por outro lado, alguns especialistas indicam que o surgimento da palavra se deve à flexibilidade da língua e ao desejo de encontrar novas formas de comunicação e interação, portanto essa expressão é apenas uma amostra da riqueza do espanhol na Argentina. .

Significado e origem

Os dois significados mais comuns sobre esta palavra são:

– Qualificação depreciativa para a mulher interessada em um homem com carro ou moto, por isso quase sempre é possível vê-la como companheira. Isso só acontece com a finalidade de conforto ou presunção para com os outros.

-Em um contexto menos agressivo, a pessoa que geralmente ajuda e acompanha o motorista, geralmente uma mulher, também é informada. Essa palavra é mais comum quando se refere a pessoas que se deslocam de moto.

Nos dois casos, o verbo “butaquear” também é permitido, que se refere à ação de acompanhar ou procurar uma pessoa com um veículo.

Nesse ponto, deve-se mencionar que, de acordo com o uso comum da expressão, esse é um termo depreciativo ou ofensivo, embora dependa do contexto da conversa.

Origem

Como na maioria dos idiomas em geral, é difícil encontrar um ponto de partida para o nascimento dessa palavra, principalmente devido a mudanças no discurso coloquial.

Relacionado:  Francisco Rojas González: biografia, estilo e obras

No entanto, alguns internautas afirmam que a expressão nasceu no campo “Pierre” ou entre os adeptos de tudo relacionado a carros e motos.

Aparentemente, inicialmente serviu para qualificar as mulheres dos motoristas que participavam das corridas ou feiras de automóveis, que preferiam sentar na poltrona ao lado do motorista. Portanto, acredita-se que a expressão deriva daí.

Isso produziu que, com o passar do tempo, era usado com tom depreciativo e em um contexto muito mais amplo, a ponto de penetrar no discurso popular. De fato, alguns linguistas indicam que a população jovem a adotou de tal forma que também faz parte de seu jargão.

Curiosidades

Você pode destacar alguns aspectos interessantes sobre o tópico:

-Há sites e seções no Facebook onde a prática de automóveis é recomendada nas mulheres, com a intenção de negligenciar o pensamento geral de que essas são “poltronas”.

De fato, na rede social acima mencionada está “Não às poltronas, sim às fierreras”, um espaço onde são mostradas fotos e outros tipos de conteúdo que destacam o amor das mulheres pelo mundo motor.

Da mesma forma, o Autoblog.com.ar é uma página dedicada a falar sobre carros, motos e competições, enquanto empresta espaço para as escritoras contarem suas histórias sobre o asfalto. Obviamente, da perspectiva de uma pessoa que possui conhecimentos técnicos sobre o assunto.

– Embora tenha sido mencionado que a palavra tem a ver com o mundo automobilístico, ela também se tornou popular no jargão usual. A tal ponto que a expressão aparece na letra da música, Butaquera del intérprete, El Villano.

Dele, é extraído o seguinte fragmento: “… Poltrona, poltrona. Eles lutam para ver quem sobe primeiro. Poltrona, poltrona, a que sobe tem que ser coberta ”.

Relacionado:  O que e quais são as correntes sociológicas?

-De acordo com os internautas, em certas regiões do país é usada a expressão “burro com rodas”, que parece ser mais ou menos popular em ambientes humildes.

-Geralmente, as mulheres são frequentemente descritas dessa maneira. No entanto, é uma expressão que também é usada para o sexo masculino.

Exemplos de uso

– “Sou de ferro e estou sempre com minha poltrona”.

– “Uma criança dirige e uma criança está sentada atrás. É o que uma poltrona faz.

– “Ela está namorando uma criança com uma motocicleta. É uma poltrona completa.

– “Muitas mulheres não gostam de ferro. De fato, alguns deles são confundidos com poltronas.

– “As poltronas são meros ornamentos.”

– “Não é bom incentivar poltronas para mulheres.”

Alguns idiomas argentinos

“Butaquera” é uma expressão que já faz parte do discurso popular e até foi adotada pelos jovens. Portanto, outras expressões idiomáticas e frases características desse jargão podem ser mencionadas:

– “Bardero”: a pessoa é informada de que está sempre se incomodando com os outros.

– “Nieri y pieri”: são sinônimos de amigos.

– “Ponto”: isso é chamado de pessoa com quem você faz sexo casual.

– “Você é consumível”: é uma maneira de apontar que uma pessoa é particularmente insuportável.

– “Carburete”: diz-se que se trata de pensar demais em um determinado assunto, a ponto de sentir-se oprimido por ele. Nesta mesma situação, implica preocupação e desconforto emocional.

– “Ser uma girafa”: de acordo com alguns usuários da Internet, é uma palavra muito popular, especialmente na expressão oral, que se refere a estar com muita sede.

– “Chamuyar”: é o intercâmbio realizado sobre questões sem importância, mas com o objetivo principal de atrair ou atrair a atenção da outra pessoa.

Relacionado:  5 Características de um ensaio literário

– “E você, quem patrocina você?”: Age como uma forma de censura às pessoas que fazem um esforço constante para se fazer notar sobre os outros. Isso ele faz, a propósito, através de elogios e elogios.

– “É qualquer um”: qualificador depreciativo para uma pessoa ou objeto.

– “Que arremesso”: é uma variante do “arremesso” e serve para expressar que uma situação é uma mentira ou que há falsidade ao seu redor.

Referências

  1. O que significa butaquear? (sf). No Ask.fm. Recuperado: 10 de julho de 2018. No Ask.fm de ask.fm.
  2. O que significa para uma criança ser uma “poltrona”? (2016). Em Taringa. Recuperado: 10 de julho de 2018. Em Taringa, de tainga.net.
  3. Poltrona (sf). No dicionário argentino. Retirado: 10 de julho de 2018. No Dicionário Argentino de Dictionaryargentino.com.
  4. Poltrona (sf). No TuBabel. Retirado: 10 de julho de 2018. No TuBabel de tubabel.com.
  5. O novo dicionário dos jovens estourou. (2014). No Diario Veloz. Retirado: 10 de julho de 2018. No Diario Veloz de diarioveloz.com.
  6. Jargão juvenil / Argentina. (sf). Em espanhol Wikilengua. Retirado: 10 de julho de 2018. No Wikilengua del español, em wikilengua.org.
  7. A pergunta de um milhão de dólares: onde está o Pierre argentino? (2013). No AutoBlog.com.ar. Recuperado: 10 de julho de 2018. No AutoBlog.com.ar. de autoblog.com.ar.
  8. Carta de poltrona. (sf). Em Música.com. Retirado: 10 de julho de 2018. No Musica.com de musica.com.
  9. Mini guia para entender a maneira rara de falar sobre adolescentes argentinos. (2015). Na cidade Matador Retirado: 10 de julho de 2018. Em Matador de matadornetwork.com.
  10. Não às poltronas, sim às ferragens. (sf). No Facebook. Recuperado: 10 de julho de 2018. No Facebook, de web.facebook.com.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies