Quais foram os milagres de Santa Rosa de Lima?

Santa Rosa de Lima, também conhecida como Isabel Flores de Oliva, foi uma religiosa peruana do século XVII considerada a primeira santa das Américas. Ela é conhecida por sua vida de oração intensa, penitência e caridade, além de ter sido agraciada com diversos milagres ao longo de sua vida. Entre os milagres atribuídos a Santa Rosa de Lima estão curas milagrosas de enfermos, multiplicação de alimentos para os pobres, proteção contra incêndios e tempestades, entre outros. Sua devoção e intercessão ainda são reverenciadas por muitos fiéis até os dias de hoje.

Conheça o papel de Santa Rosa de Lima na Umbanda e sua importância espiritual.

A Santa Rosa de Lima é uma figura muito importante na Umbanda, sendo considerada uma das entidades espirituais mais poderosas e benevolentes. Ela é conhecida por sua atuação em ajudar aqueles que estão passando por dificuldades e por sua capacidade de interceder em favor dos necessitados.

Na Umbanda, Santa Rosa de Lima é reverenciada como uma guia espiritual que atua principalmente na cura espiritual e emocional das pessoas, trazendo paz, harmonia e proteção. Sua presença é sentida como um bálsamo de amor e compaixão, que acalma os corações aflitos e traz conforto aos que estão em sofrimento.

Além disso, Santa Rosa de Lima é uma das entidades que trabalha para promover a justiça e a equidade, lutando contra as injustiças e auxiliando aqueles que buscam por um caminho de luz e retidão. Sua importância espiritual na Umbanda é imensa, pois sua energia amorosa e acolhedora é capaz de transformar vidas e trazer esperança para aqueles que estão desanimados.

Em resumo, Santa Rosa de Lima desempenha um papel fundamental na Umbanda como uma entidade de luz e amor, que oferece auxílio espiritual, cura e proteção para aqueles que buscam por sua orientação e ajuda.

Quais foram os milagres de Santa Rosa de Lima?

Santa Rosa de Lima é conhecida por ter realizado diversos milagres ao longo de sua vida, demonstrando o poder da fé e da devoção. Entre os milagres atribuídos a ela, destacam-se a cura de doenças graves, a proteção contra o mal e a realização de prodígios em favor daqueles que a invocam com sinceridade.

Um dos milagres mais famosos atribuídos a Santa Rosa de Lima foi a cura instantânea de uma pessoa enferma que estava à beira da morte. Com sua intercessão, a pessoa foi completamente curada e voltou à saúde plena, surpreendendo a todos os presentes com a rapidez e eficácia da intervenção divina.

Além disso, Santa Rosa de Lima é conhecida por proteger seus devotos de perigos e adversidades, intercedendo em favor daqueles que confiam em sua ajuda e se voltam para ela em momentos de dificuldade. Seus milagres são testemunho de sua poderosa presença espiritual e de sua capacidade de transformar vidas por meio da fé e da devoção.

Em suma, os milagres de Santa Rosa de Lima são exemplos concretos do poder divino que atua por meio dela, demonstrando sua bondade e sua disposição em ajudar aqueles que clamam por sua intercessão com fé e devoção.

Descubra a história de Santa Rosa, a padroeira da América Latina e Filipinas.

Santa Rosa de Lima, conhecida como a primeira santa da América, nasceu em 1586 em Lima, no Peru. Desde jovem, dedicou sua vida a Deus e aos menos afortunados, vivendo uma vida de profunda oração e penitência. Ela se tornou famosa por seus milagres e pela sua grande devoção à Virgem Maria.

Um dos milagres mais conhecidos de Santa Rosa foi quando ela curou um menino que estava à beira da morte. Com sua forte fé e suas orações incessantes, o menino se recuperou milagrosamente, para a surpresa de todos os presentes. Esse acontecimento fortaleceu ainda mais a devoção das pessoas em relação a Santa Rosa.

Relacionado:  Para que serve a impressora? Os 7 usos mais comuns

Outro milagre atribuído a Santa Rosa foi quando ela conseguiu multiplicar os pães para alimentar os pobres de Lima durante uma grande fome que assolava a região. Mesmo com poucos recursos, ela confiou em Deus e conseguiu alimentar centenas de pessoas com apenas alguns pães.

Além disso, Santa Rosa também é conhecida por ter tido visões e revelações divinas, que a ajudaram a guiar sua vida e a dos outros. Sua santidade e seus milagres fizeram com que fosse canonizada pela Igreja Católica em 1671, sendo reconhecida como padroeira da América Latina e das Filipinas.

Em resumo, Santa Rosa de Lima foi uma mulher extraordinária que dedicou sua vida a Deus e ao próximo, realizando diversos milagres que comprovam sua santidade e sua intercessão divina. Sua história continua a inspirar milhões de fiéis em todo o mundo, que buscam seguir seus passos de amor, caridade e devoção.

Por que Santa Rosa de Lima faleceu?

Santa Rosa de Lima faleceu em 1617 devido a uma doença grave que a debilitou ao longo dos últimos anos de sua vida. Ela sofria de diversas enfermidades, incluindo febres persistentes e dores intensas, que a levaram à morte aos 31 anos de idade. Apesar de sua devoção e dedicação à fé, Santa Rosa não foi poupada das provações da vida e sucumbiu à sua enfermidade.

Quais foram os milagres de Santa Rosa de Lima?

Santa Rosa de Lima é conhecida por ter realizado diversos milagres ao longo de sua vida. Entre os mais famosos estão a cura de doentes, a proteção de sua cidade natal de terremotos e outros desastres naturais, e a multiplicação de alimentos para os pobres. Sua intercessão junto a Deus foi responsável por muitos prodígios que foram atribuídos à sua santidade e devoção.

Descubra o significado da expressão “santa Rosa” em poucas palavras.

A expressão “santa Rosa” refere-se a Santa Rosa de Lima, a primeira santa da América e padroeira do Peru e das Filipinas. Ela foi conhecida por sua grande devoção a Deus e por seus inúmeros milagres realizados durante sua vida.

Quais foram os milagres de Santa Rosa de Lima?

Santa Rosa de Lima realizou diversos milagres ao longo de sua vida, sendo os mais famosos a cura de doentes, a multiplicação de alimentos para os pobres e a proteção contra desastres naturais. Ela também é reconhecida por ter tido visões místicas e por ter vivido uma vida de extrema penitência e caridade.

Quais foram os milagres de Santa Rosa de Lima?

Os milagres de Santa Rosa de Lima , segundo a tradição católica, são abundantes. O mais conhecido é o episódio diante do papa Clemente IX, quando ele duvidava de sua santidade e pedia a chuva de rosas perfumadas para provar isso, e assim aconteceu.

Em 12 de abril de 1671, esta santa de origem peruana, cujo nome real era Isabel Flores de Oliva, foi beatificada e se tornou a primeira santa da América Latina. Santa Rosa de Lima é a padroeira do Peru, das Américas e das Filipinas.

Quais foram os milagres de Santa Rosa de Lima? 1

Entre os muitos milagres que lhe são atribuídos, destacam a cura dos doentes, a proteção da cidade de Lima, o contrato de casamento místico com Jesus Cristo, o diálogo com os animais e a salvação do povo filipino durante a Segunda Guerra Mundial e outros.

Apesar de ter sido canonizada pela Igreja Católica, Santa Rosa era uma leiga não religiosa. Ele consagrou sua vida a Deus, mas em sua própria casa, não em um convento, e sua principal inspiração foi Santa Catalina de Siena, o famoso terciário da ordem de Santo Domingo.

Ela nasceu em Lima em 1586 e, embora tenha sido batizada com o nome de Isabel, sua mãe começou a chamá-la de Rosa, porque, à medida que seu rosto crescia, seu rosto ficou rosado como uma flor.

Os 8 milagres mais importantes de Santa Rosa de Lima

1- Proteção da cidade de Lima do corsário holandês Joris Spitberg

Em 1615, diante do perigo iminente de ser demitido pelo pirata holandês Joris Spitberg, Santa Rosa ofereceu proteção à cidade de Lima. Spitberg foi contratado pela Holanda para agredir o vice-reinado do Peru.

Depois de derrotar as tropas do vice-rei Marquês de Montesclaros na batalha de Cerro Azul em 18 de julho de 1615, o corsário holandês continuou a caminho de El Callao.

Seus planos eram desembarcar lá e saquear Lima com a ajuda de 300 homens, que estavam navegando ao lado dele em seis navios sob seu comando.

Quando o corsário holandês chegou a El Callao, espalharam-se rumores de que ele levaria o convento de Santo Domingo para profanar o sacramento do altar (por ser calvinista) e roubar seus tesouros.

Então, a jovem Isabel Flores, 29 anos, correu para o templo para proteger o altar e a sagrada Eucaristia com seu próprio corpo.

Como estava disposta a morrer em defesa dos valores católicos, implorou pela proteção de Lima à Virgem do Rosário.

Spilbergen decidiu não desembarcar em El Callao ou atacar a cidade de Lima. Ele continuou a caminho de Paita e Acapulco e nunca mais voltou. O povo de Lima atribuiu as ações e orações do santo a um milagre.

Embora também deva ser notado que o pirata holandês havia deixado suas forças muito diminuídas após a batalha de Cerro Azul.

Ele perdeu um de seus seis navios e um quarto de seus homens, além de ser recebido por tiros em El Callao.

2- Chuva de flores perfumadas na frente do Papa Clemente IX

Este é um dos milagres mais conhecidos de Santa Lima. Segundo a lenda, o Papa Clemente IX era cético em relação aos poderes e milagres de Santa Rosa e queria experimentá-los antes de beatificá-la.

Depois de ouvir as histórias de seus milagres, o Sumo Pontífice teria dito: “Hum! Consumidor e Papai Noel! E rosa? Deixe as flores choverem na minha mesa, se for verdade. Então uma chuva de rosas começou a cair sobre a mesa do papa que o surpreendeu.

Foi assim que ele aprovou sua canonização, e a jovem Isabel Flores de Oliva passou a se chamar Santa Rosa de Lima.

3- Ele curou os enfermos com a imagem do menino Jesus

Outro dos milagres pelos quais o fervor de Lima cresceu em relação a Santa Rosa foi a cura dos enfermos, usando um pequeno selo de Jesus a quem ele chamava de “menino médico” e orava diariamente.

De acordo com as histórias contadas sobre esses milagres, Santa Rosa era uma devota do Menino Jesus e tinha em sua casa uma imagem do Menino Divino.

Os enfermos procuravam por ela uma cura ou conforto para seus males. Ela gentilmente confiou sua cura ao “médico”. A partir daí, a fé católica na Criança Divina se espalhou por todo o continente.

4- A aparência do povo filipino e sua proteção durante a Segunda Guerra Mundial

Outra das histórias contadas sobre Santa Rosa é o milagre de sua aparição para várias centenas de filipinos que fugiram do cerco japonês durante a guerra.

Ocorreu durante a ocupação japonesa das Ilhas Filipinas nas proximidades de uma cidade chamada Bucol, mais tarde renomeada Santa Rosa Laguna.

Relacionado:  Qual é o significado de Oaxaca?

Enquanto as tropas do Exército Imperial avançavam perto daquele local, a santa peruana apareceu e os levou a um templo próximo, onde ela lhes ofereceu abrigo e comida.

Dizem que uma bela dama vestida de preto e branco os levou à igreja, na paróquia de Santa Rosa.

Uma vez lá dentro, ela lhes ofereceu peixe e arroz em abundância. Os agradecidos deslocados caíram de joelhos quando entraram no templo e reconheceram sua imagem presidindo o altar.

Posteriormente, as tropas japonesas chegaram à igreja. Os oficiais que lideravam o esquadrão tentaram entrar montados em seus cavalos, mas foi em vão porque os animais resistiram.

5- Converse com os animais

Outro dos enigmas que cercam a vida dessa santa é que ela recebeu o poder de falar e ser obedecida pelos animais, além de São Francisco de Asís, San Martín de Porras e San Antonio de Padua.

Dizem que aves, aves e até mosquitos obedeceram. Ela alegou que normalmente trabalhava com animais e pediu que louvassem a Deus.

Segundo a lenda, quando criança, ela ouviu sua mãe dizer que mataria um galo que ela tinha porque não cantava. Foi quando a menininha mandou o galo cantar e o pássaro cantou, evitando assim sua sentença.

6- O casamento místico com Jesus

Casou-se com o místico casamento de Jesus de Nazaré, no convento de Santo Domingo de Lima.Esse milagre também é conhecido como o “noivado místico” entre Jesus de Nazaré e Santa Rosa de Lima.

Aconteceu em 1617 durante o Domingo de Ramos; Ela tinha 31 anos. Não recebendo palmeira, Santa Rosa pensou que Deus estava chateado com ela por alguma ofensa.

Ele foi à capela do Rosário, onde chorou e pediu perdão a Jesus, e respondeu: “Rosa do meu coração, eu te amo por uma esposa”. Ela respondeu ao Senhor que seria sua “mais humilde escrava”.

7- Faça as flores brotarem no seu jardim

A casa onde Santa Rosa foi criada e morada foi construída em 1728. É um santuário que possui um pequeno jardim que abriga outro de seus enigmas e milagres.

Nesse jardim, ela cultivou com cuidado e amava suas flores multicoloridas, de perfume requintado e beleza inigualável.

Mas também se diz que lindas flores fluíam espontaneamente deste refúgio de paz a pedido de Santa Rosa.

8- O milagre do velho limoeiro

Um limoeiro velho, que segundo a lenda foi secado pelo diabo irritante porque Santa Rosa o ignorou em uma das muitas vezes em que tentou tentá-la, foi ressuscitado por ela quando criança e continuou a dar frutos.

No entanto, os devotos queriam manter uma parte do limoeiro e arrancavam suas folhas e galhos até que se tornasse inerte. Da árvore, apenas seu tronco é conservado como testemunha do fato milagroso.

Referências

  1. Vargas Ugarte, Rubén SJ: A Flor de Lima Santa Rosa. Editorial Paulinas, 2004, Lima, Peru. Recuperado de books.google.co.ve
  2. Bilbao, Francisco (1861): Estudos sobre a vida de Santa Rosa de Lima. Impressão e fotografia de Berheim e Boneo, Peru. Recuperado de books.google.co.ve
  3. Milagres de Santa Rosa de Lima (Resumo). Consultado em resumeendehistoria.com
  4. Qual é o milagre mais conhecido de Santa Rosa de Lima? Consultado em rpp.pe
  5. Santa Rosa de Lima: esta é a tenra razão pela qual o ‘Menino Jesus’ a acompanha. Consultado em diariocorreo.pe
  6. Rosa de Lima (santa). Consultado em es.wikipedia.org
  7. Iraburu, José María (2003). Atos dos apóstolos da América (3ª edição). Pamplona: Fundação de Data Livre. Consultado em web.archive.org
  8. Santa Rosa de Lima. Consultado em biografiasyvidas.com
  9. Santa Rosa de Lima. Consultado em history-biography.com

Deixe um comentário