Setor Primário na Colômbia: Características e Importância

O setor primário na Colômbia desempenha um papel fundamental na economia do país, sendo responsável pela produção de alimentos, matérias-primas e recursos naturais. Com uma extensa diversidade geográfica e climática, a Colômbia possui uma vasta variedade de produtos agrícolas, como café, bananas, flores, cana-de-açúcar, entre outros. Além disso, o país também é rico em recursos minerais, como carvão, ouro, petróleo e esmeraldas, que contribuem significativamente para a economia nacional. A importância do setor primário na Colômbia se reflete na geração de empregos, na contribuição para o PIB e na segurança alimentar da população.

Qual é o setor econômico predominante na Colômbia?

O setor econômico predominante na Colômbia é o Setor Primário, que engloba atividades relacionadas à agricultura, pecuária, pesca e mineração. Este setor desempenha um papel fundamental na economia do país, contribuindo significativamente para o Produto Interno Bruto (PIB) e gerando empregos para milhões de colombianos.

A agricultura é uma das principais atividades do Setor Primário na Colômbia, com cultivos como café, bananas, flores e cana-de-açúcar sendo os mais importantes. Além disso, a pecuária também é uma atividade relevante, com a criação de gado bovino, suíno e aves para consumo interno e exportação.

A pesca é outra atividade importante no setor primário colombiano, com uma grande variedade de espécies de peixes e frutos do mar sendo capturados ao longo da extensa costa do país. A pesca é uma fonte de alimento e renda para muitas comunidades costeiras.

Por fim, a mineração desempenha um papel crucial na economia colombiana, com a extração de minérios como carvão, ouro, esmeraldas e petróleo sendo algumas das principais atividades do setor. A mineração contribui significativamente para as exportações do país e para a geração de divisas.

Em resumo, o Setor Primário na Colômbia é de suma importância para a economia do país, fornecendo alimentos, matérias-primas e recursos naturais essenciais para o desenvolvimento econômico e social. É fundamental que o governo e as empresas invistam nesse setor e promovam práticas sustentáveis para garantir o seu crescimento e contribuição para o bem-estar da população colombiana.

Características principais da Colômbia: descubra os aspectos mais marcantes desse país sul-americano.

O setor primário na Colômbia é de extrema importância para a economia do país, sendo responsável por uma parte significativa do Produto Interno Bruto (PIB) e pela geração de empregos para a população.

A agricultura é um dos pilares do setor primário colombiano, com destaque para a produção de café, flores, bananas, cana-de-açúcar e arroz. Além disso, a pecuária também desempenha um papel fundamental, com a criação de gado para a produção de carne e leite.

A mineração é outra atividade importante no setor primário da Colômbia, com a extração de minerais como carvão, ouro, níquel e esmeraldas. Essa indústria contribui significativamente para a economia do país e para a geração de divisas.

A pesca é outra atividade relevante no setor primário colombiano, com uma grande variedade de espécies capturadas tanto em águas doces quanto em águas salgadas. A pesca é uma importante fonte de alimento para a população e também contribui para as exportações do país.

Em resumo, o setor primário na Colômbia é diversificado e desempenha um papel fundamental na economia do país, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico e para a geração de empregos. É essencial investir nesse setor e promover políticas que incentivem o crescimento e a sustentabilidade das atividades primárias.

Quais são os principais produtos produzidos na Colômbia?

O setor primário na Colômbia é de extrema importância para a economia do país, sendo responsável por uma grande parte da produção nacional. Os principais produtos produzidos na Colômbia incluem café, bananas, flores, cana-de-açúcar, milho, arroz, batatas e tabaco.

O café colombiano é reconhecido mundialmente pela sua qualidade e sabor único, sendo um dos principais produtos de exportação do país. As bananas também têm um papel importante na economia colombiana, sendo exportadas para diversos países ao redor do mundo.

As flores colombianas também são muito apreciadas, com a Colômbia sendo um dos maiores exportadores de flores do mundo. Além disso, a cana-de-açúcar é utilizada na produção de açúcar e álcool, contribuindo para a diversificação da economia do país.

O milho, arroz, batatas e tabaco também são produtos importantes na agricultura colombiana, garantindo a segurança alimentar e gerando empregos para a população rural. A diversidade de produtos do setor primário na Colômbia mostra a importância deste setor para a economia do país.

Relacionado:  5 Alfândegas da Região Orinoquía (Colômbia)

Quais são os principais produtos exportados pela Colômbia?

O setor primário na Colômbia desempenha um papel fundamental na economia do país, sendo responsável por uma grande parte das exportações colombianas. Alguns dos principais produtos exportados pela Colômbia são o café, as flores, o petróleo e o carvão.

O café colombiano é reconhecido internacionalmente pela sua alta qualidade e sabor único. A Colômbia é um dos maiores produtores de café do mundo e exporta para diversos países, principalmente para os Estados Unidos e países europeus.

As flores colombianas também são muito valorizadas no mercado internacional. A Colômbia é um dos maiores exportadores de flores do mundo, principalmente rosas e crisântemos, que são cultivados em condições ideais de clima e solo.

O petróleo e o carvão são recursos naturais abundantes na Colômbia e também são importantes produtos de exportação. O petróleo é exportado principalmente para os Estados Unidos, enquanto o carvão é destinado principalmente para países asiáticos, como China e Índia.

Além desses produtos, a Colômbia também exporta alimentos como bananas, abacates e camarões, bem como produtos agrícolas como açúcar, milho e arroz. O setor primário desempenha um papel crucial na economia colombiana, gerando empregos e divisas para o país.

Setor Primário na Colômbia: Características e Importância

O setor primário na Colômbia forma uma grande parte da economia daquele país . Sua principal força reside na agricultura, pesca, aquicultura, pecuária e apicultura.

O setor primário é chamado de todas as atividades econômicas relacionadas à obtenção de recursos da natureza e que não envolvem processos complexos de transformação industrial a serem consumidos ou comercializados.

Setor Primário na Colômbia: Características e Importância 1

Atualmente, alguns desses setores são abrangentes, enquanto outros estão em desenvolvimento e têm projeções muito boas, tanto para responder à demanda doméstica quanto para se tornar produtos de exportação.

As características climáticas e geográficas da Colômbia o tornam adequado para muitas das atividades do setor primário.

Por exemplo, a Colômbia possui uma grande diversidade de peixes, o que o torna ideal para pesca e aquicultura; Também possui uma variedade de espécies florais, o que favorece o desenvolvimento da apicultura.

A Colômbia também possui um clima quente e harmonioso que permite o cultivo de diferentes produtos de maneira sustentada e contínua, sem muitos riscos de sofrer danos por motivos climáticos.

Você pode estar interessado em 10 principais atividades econômicas na Colômbia .

Características do setor primário na Colômbia

Agricultura

A agricultura é uma das atividades mais importantes do setor primário da Colômbia. Os produtos mais cultivados são algodão, banana, cana de açúcar, arroz, batata, abacate, cacau e, é claro, café, entre outros produtos.

A Colômbia realiza um programa chamado “Colombia Siembra”, que começou em 2015 e planeja entrar em vigor até 2018.

Por meio desse sistema, o objetivo é aumentar a oferta agrícola, aprimorar a tecnologia utilizada no setor, promover a exportação de produtos e, em suma, oferecer possibilidades de maior desenvolvimento agrícola.

Entre as atividades realizadas pelo programa “Colombia Siembra”, a concessão de incentivos e subsídios para o cultivo de determinados produtos, como milho, arroz, maracujá, abacaxi e granadilla, entre outros.

Também busca oferecer acesso fácil aos recursos destinados à obtenção de máquinas, o que se traduz no desenvolvimento da plantação.

O objetivo da “Colômbia Sementeira” é aumentar a quantidade de hectares plantados no país em um milhão.

Você pode estar interessado Quais são os recursos naturais da Colômbia?

Pesca

O setor pesqueiro na Colômbia sofreu altos e baixos nos últimos anos. Embora não seja um produto consumido internamente como em outros países da Europa ou da Ásia, estima-se que os colombianos incluam esse alimento em sua dieta e que a demanda por peixe tenha aumentado cada vez mais.

Dados de órgãos oficiais indicam que, em 2016, foram produzidas 43.000 toneladas, ao contrário das 133.000 toneladas produzidas entre 1990 e 2000.

Isso é inconsistente com a enorme riqueza de peixes que a Colômbia possui: em todo o país são obtidas cerca de duas mil espécies.

Relacionado:  Os 7 produtos da região andina mais relevante

Apesar dessa situação, o Estado colombiano realizou diversas iniciativas através das quais busca dar a devida importância a esse setor.

Por exemplo, em 2011, foi criada a Autoridade Nacional de Aquicultura e Pesca, com a intenção de fortalecer as atividades do setor.

Aquicultura

A aquicultura refere-se à criação de organismos aquáticos em um ambiente cativo. Na Colômbia, um terço da produção da aquicultura é representada por pescadores artesanais e grande parte da aquicultura é composta por piscicultura de água doce.

Segundo organizações oficiais, em 2016 o setor de aquicultura experimentou um crescimento significativo.

103.000 toneladas foram produzidas, refletindo o desenvolvimento da piscicultura, que experimentou um aumento anual de 15%.

Os dados indicam que, desde 2008, o setor de aquicultura produziu mais espécimes do que o chamado setor de pesca de captura.

Dado o crescimento mais ou menos constante que essa prática experimentou, a aquicultura é considerada uma atividade econômica de grande relevância para a Colômbia, que pode deixar de ser uma prática secundária e ter um papel de liderança no desenvolvimento da economia do país.

Pecuária

O setor pecuário na Colômbia tem grande participação. Estima-se que cerca de 500.000 famílias colombianas vivam com gado, tornando o setor pecuário um dos mais produtivos da Colômbia.

Atualmente, o gado apresenta certos conflitos em relação à terra que utiliza. Representantes do setor indicam que o gado usa cerca de 14 milhões de hectares em todo o país e apenas 2,7 milhões de hectares estão adequadamente equipados para receber gado.

Essa situação gera o aumento de solos áridos, a biodiversidade é prejudicada e até a capacidade dessas terras de cultivar.

Em resposta a essa situação, a Colômbia realiza um programa chamado “Pecuária Colombiana Sustentável”, com o qual busca aumentar o crescimento do setor pecuário por meio de um uso consciente e amigável do meio ambiente.

Entre os objetivos estabelecidos por este programa estão:

  • O aumento de 5% na produção de leite e carne, por hectare, nos espaços intervenientes.
  • A concessão de um incentivo ao trabalhador que ingressa no programa
  • A prestação de assistência técnica que permita ao trabalhador um melhor desempenho.

Apicultura

A apicultura é o setor responsável pela criação de abelhas. A partir desse envelhecimento, um produto principal é gerado: mel .

A Colômbia possui uma grande diversidade em termos de flora, uma característica que o torna um grande produtor mundial de pólen. Portanto, a apicultura é uma atividade que pode ter uma grande projeção.

Outra vantagem que a Colômbia tem para o desenvolvimento da apicultura é o clima ameno e sem variações extremas de temperatura, o que permite que as abelhas permaneçam saudáveis ​​e não morram em altas proporções.

Embora seja um setor com menos abrangência, em 2000, mais de dois mil colombianos se especializam nessa prática, e o alto consumo de mel na população torna necessário que haja mais de vinte mil apicultores para responder às tal demanda.

Exemplos de grandes empresas do setor primário

-Olam International. É uma empresa multinacional sediada em Cingapura. Na Colômbia, concentra sua produção em itens agrícolas de café, cacau e teca. É um dos maiores exportadores de café do país.

-Fedepapa. Federação Colombiana de Produtores de Batata. Reúne 90 mil papicultores, que produzem entre 2.700.000 e 3.000.000 de toneladas por ano, cultivados em 123.500 hectares.

-Bananeros Association of Colombia (Augura). Agrupa empresários e empresas que vendem bananas da região de Urabá. Eles exportam 73% de sua produção para a Europa. Em 2016, as exportações de banana foram de 93,4 milhões de caixas.

-Claveles Colombianos (Clavecol). É o maior produtor e exportador de flores da Colômbia. o maior, com cerca de 200 hectares plantados e vendas superiores a 20 milhões de dólares.

-Hipermar. Produtor e comerciante de camarão e outras espécies de pesca artesanal em Tumaco, Nariño. Com vendas mensais superiores a 400.000 quilos de peixes e frutos do mar.

Outros setores importantes da economia colombiana

Além da agricultura e outras atividades do setor primário, existem outros setores importantes da economia colombiana.

Por exemplo, a indústria de transformação e a indústria de petróleo, localizadas no setor secundário, e turismo, comércio, transporte, bancos e finanças, que correspondem ao setor terciário.

Relacionado:  As 5 refeições típicas da costa do Equador

Juntamente com a força do setor primário colombiano, grandes empresas cresceram no país, dedicadas a atividades agrícolas e de pesca.

Dentro do setor Secundário estão as indústrias de manufatura e petróleo:

Indústria transformadora

A indústria de transformação contribuiu com US $ 32.612 milhões para o Produto Interno Bruto do país em 2015, segundo dados oficiais, o que representa 12,2% do PIB total. É a quarta atividade produtiva mais importante e representativa da economia nacional.

O crescimento de setores industriais como alimentos e bebidas, produtos de metal, panificação e fabricação de produtos de borracha tem sido notável.

Da mesma forma, as indústrias têxtil, automotiva, química e petroquímica mantiveram não apenas seus níveis de crescimento histórico, mas também os aumentaram.

Indústria de Hidrocarbonetos

A produção de petróleo colombiana cresceu vertiginosamente nas últimas duas décadas. Graças à absorção de mão-de-obra qualificada da Venezuela, grandes investimentos nas áreas de extração e refino e uso de novas tecnologias, a Colômbia aumentou sua produção diária de petróleo para mais de um milhão de barris por dia.

Atualmente, a Colômbia é o quarto maior produtor de petróleo da América Latina e ocupa o sexto lugar no continente.

Quanto à indústria de gás, a produção está localizada em 9000 milhões de metros cúbicos.

Turismo e outros

No setor terciário, o turismo é um dos setores que mais cresce no país, comércio e bancos.

Atualmente, o número anual de visitantes que a Colômbia recebe é de 1,2 milhão (2015). Isso representa uma receita de US $ 5,2 bilhões.

O comércio interno e externo, juntamente com a atividade financeira e de transporte, também constituem outras áreas muito importantes da atividade econômica do país.

Após a assinatura de acordos de livre comércio com os Estados Unidos, México e Canadá e com a Ásia e outros países, as exportações de produtos primários e industriais aumentaram.

Artigos de interesse

Setor secundário na Colômbia .

Setor terciário na Colômbia .

Referências

  1. “Setores econômicos” na atividade cultural do Banco da República. Recuperado em 11 de agosto de 2017 de Atividade Cultural Banco da República: banrepcultural.org.
  2. Martínez, T. “Diagnóstico da apicultura e apicultura na Colômbia” (2006) em Performance Management System and Chain Organizations Performance. Recuperado em 11 de agosto de 2017 do Sistema de Informações de Gerenciamento e Desempenho de Organizações em Cadeia: sioc.minagricultura.gov.co.
  3. Sánchez, L. “Apicultura; hobby rentável ”(2 de abril de 2000) em El Tiempo. Recuperado em 11 de agosto de 2017 de El Tiempo: eltiempo.com.
  4. “Pesca e aquicultura na Colômbia” na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Retirado em 11 de agosto de 2017 de Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico: oecd.org.
  5. “Perspectivas do setor pecuário colombiano para este 2017” (8 de março de 2017) no contexto da pecuária. Retirado em 11 de agosto de 2017 de Livestock Context: contextganadero.com.
  6. “Visão geral do setor nacional de aquicultura. Colômbia ”na Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação. Retirado em 11 de agosto de 2017 da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação: fao.org.
  7. “Pecuária colombiana sustentável” na Federação Colombiana de Pecuária. Retirado em 11 de agosto de 2017 da Federação Colombiana de Gado: fedegan.org.co
  8. “Por que é tão sério que o gado na Colômbia usa mais terra do que deveria?” (20 de junho de 2017) na semana. Recuperado em 11 de agosto de 2017 Semana: Semana.com.
  9. Morales, M. “Na Colômbia, agora menos peixe, mas mais é consumido” (24 de março de 2016) em El Tiempo. Recuperado em 11 de agosto de 2017 de El Tiempo: eltiempo.com.
  10. “Camponeses associados e treinados, o desafio da agricultura na Colômbia” (16 de novembro de 2016) em El Tiempo. Recuperado em 11 de agosto de 2017 de El Tiempo: eltiempo.com.
  11. “Programa Colômbia Siembra 2017” em Finagro. Recuperado em 11 de agosto de 2017 de Finagro: finagro.com.co.
  12. “Colombia Siembra” no Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural. Retirado em 11 de agosto de 2017 do Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural: minagricultura.gov.co.

Deixe um comentário